quarta-feira, 21 de março de 2012

Sila Tarot: Ciúmes, Normais ou Obcessivos?

Os ciúmes são uma mistura de insegurança, desconfiança, que podem provocar muitos desentendimentos entre um casal. Para os psicólogos e na medida certa, não é um problema. Mas é preciso cuidado para que esse sentimento não fuja de controle.
Ah, o amor! Seja num jantar romântico, num presente ou num simples passeio a dois, ele não pode faltar. Só que por trás do amor, pode aparecer um sentimento que divide opiniões. A falta ou o excesso dele pode prejudicar um relacionamento. E encontrar um meio termo é um desafio pra muitos casais.
E preciso ter muito cuidado para saber qual a diferença entre os ciumes e obsessão. infelizmente todos os dias várias mulheres são alvo de maus tratos fisicos ou psicológicos, e em última instância, morrem na mão de algum homem descontrolado. Os homens são vitimas da chamada “barraqueira”, não querendo dizer que não possam também ser alvo deste tipo de abusos. Este distúrbio começa geralmente no início da vida adulta e apresenta-se numa variedade de contextos.


Veja como o ciumento doentio se comporta :

1. Está sempre preocupado com os detalhes, regras, listas, ordem, organização ou horários, e com o que ainda vai fazer
2. Mostra perfeccionismo tal, que interfere com a tarefa concluída (por exemplo, é impossível concluir um projecto devido ao aumento de suas próprias exigências nas normas e regras)
3. É demasiadamente dedicado ao trabalho e productividade e deixa de lado as actividades de lazer e amizades.
4. É muito convicto dos seus próprios pensamentos, não aceitando a opinião alheia, ou não acredita nas evidências que uma outra pessoa aponta, é escrupuloso, é inflexível em matéria de moralidade, ética ou valores.
5. É incapaz de se desfazer de objectos sem valor, mesmo quando estes não têm valor, nem sentimental
6. Mostra-se relutante em delegar tarefas ou a trabalhar com outras pessoas, salvo se apresentarem exactamente a sua mesma maneira de fazer as coisas e a mesma forma de pensamento que o seu.
7. Adopta um estilo avarento, o dinheiro é visto como algo a ser acumulado para as futuras catástrofes.
8. Mostra rigidez e teimosia
9. Acredita piamente nos seus pensamentos e acha que os outros estão sempre a mentir. NO caso de ciúmes, nunca aceita a explicação do outro, ou acha que está a ser sempre enganado.
10. Passa todo o tempo a pensar em como controlar a outra pessoa, a pontos de querer acompanhar tudo o que ela faz, onde está, o que está a pensar, numa necessidade constante de posse do outro.

Os ciúmes possessivos atrapalham a relação do casal e se estas questões não forem trabalhadas, acontece o desgaste muito rápido da relação, interferindo em direitos e deveres de cada um e principalmente no respeito entre o casal.

Geralmente o ciumento não percebe que os seu ciumes são uma doença, ele acredita piamente que seu sentimento é amor, e até mata por acreditar nesse amor, mas deve saber que existe tratamento, basta querer. Existem vários grupos de apoios que dão orientação e apoio, um exemplo o MADA (mulheres que amam demais anónimas).

O Ciumento deve procurar orientação medica, a nível psicológico. O importante e não ficar á espera que aconteça o pior.
Portanto os ciúmes na medida certa deixa a relação activa, mas se passarem do limite estragam-na.

Eu deixo duas perguntas no ar...O que é pior? Conviver ao lado de uma pessoa ciumenta (não a obsessiva)? Ou conviver com uma pessoa fria?

E a leitora, é ciumenta ou vitima de um ciumento?




Deixo contactos ÚTEIS de Associações de Apoio:


APAV - –Associação Portuguesa de Apoio à Vítima
Disponibiliza apoio emocional, jurídico, psicológico e social a quem é vítima de crime e a seus familiares


Serviços centrais de Sede

Rua José Estêvão, 135 A, Pisos 1/2
1150-201 Lisboa
Portugal
tel. 21 358 79 00
fax 21 887 63 51
email:
apav.sede@apav.pt

Linha SOS Mulher: 808 200 175

Linha de Emergência Nacional - Serviço de apoio gratuito, funciona pelo telefone, através do número 144 – 24 horas por dia.
Proporciona alojamento de emergência e encaminha para recursos na comunidade

800 202 148 - 24 horas por dia.
Endereços de reuniões
::. do Grupo MADA


Grupo MADA (mulheres que amam demais anónimas)


LISBOA (Existe também em Carcavelos)Avenida Almirante Reis - Freguesia dos Anjos - Lisboa
Igreja dos Anjos (entrada pela porta lateral esquerda - CAVE)
(estação metro dos Anjos)
Reunião: 6ª feira, das 19h às 21h
(aberto desde 07/05/2007)
Tel: +351 961 808 275
E-mail: grupo.mada.lisboa@gmail.com

2 comentários:

  1. Olá Sila, já passei em tempos por este tipo de situação.felizmente consegui ultrapassar tudo graças a ajuda de familiares que sempre me apoiaram. Cheguei a ser agredida fisica e psicologicamente, mas felizemente já passou tudo. já lá vai mais de 2 anos, e consegui!Mas tive de mudar de morada...Recebi muitas ameaças, mas fui forte. Se não tivesse saido a tempo tenho a certeza que a esta altura estaria morta.Obrigada por passar o nome das ajudas que existem, tenho a certeza que muitas mulheres realmente precisam!O medo é o nosso pior inimigo! Recomendo a todas as mulheres que tenham coragem, pois quem gosta de nós trata-nos bem e as desculpas não servem, mas sim as acções...Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Maria, desde já os meus Parabéns mais sinceros! Foi preciso força e coragem para se libertar dessa situação. No inicio tudo são Rosas, mas depois começas as desconfianças e agressões.Por muitas situações que tenho testemunhado, este tipo de situação tem tendencia para PIORAR e não para melhorar. Sei bem, que essa esperança, mantém as mulheres por longos períodos de tempo vitimas de maus tratos. Assim como questões sociais, financeiras e até...os filhos. Não existe nenhum motivo suficientemente forte, para a fazer sujeitar-se a esse tipo de situação. O que custa realmente é o começo da libertação. Recomendo a APAV a esta associação eu quero deixar um grande Obrigado e Parabéns por todo o trabalho desenvolvido. A Apav dá uma ajuda incrivel, a nivel de alojamento, filhos e ajuda a criar condições de vida para essas mulheres. Formação Profissional, emprego, residência, etc. A mulher passará por um período de inclusão, onde estará protegida do agressor. Os meios judiciais necessários, serão também activados. O Mada dá também um grande acompanhamento psicológico e terapias de grupo. No fim, como todos sabemos agressões, deixam sempre sequelas a nivel psicológico que necessitam de ser tratadas, para que no final, essa mulher possa ter no futuro uma relação sentimental, e acima de tudo...que seja Feliz e Equilibrada! Força e Coragem a todas as mulheres! Nós somos únicas e especiais! Sejam Felizes! Sila

      Eliminar

GOSTOU COMENTE!
NÃO GOSTOU, COMENTE NA MESMA!