sexta-feira, 9 de março de 2012

Sila Tarot: O Egoísta

O Egoísta se mantém pela presença do Generoso. E o Generoso se mantém pela presença do Egoísta
Em todas as relações humanas, existe a figura do egoísta e a figura do generoso.
O egoísta é o indivíduo que está sempre disposto a receber mais do que doar.O generoso é exatamente o contrário. Está sempre disposto a doar mais do que receber.
Como vemos...Um depende do outro para viver socialmente.

O egoísta se mantém ou se fortalece ainda mais como egoísta, pela presença sempre marcante do generoso. Por outro lado, o generoso precisa ter ao seu redor pessoas egoístas para o seu rotineiro exercício de doação.
E assim nos colocamos diante de algumas reflexões.
O indivíduo egoísta seria uma pessoa com grave defeito?
E o indivíduo generoso seria uma pessoa virtuosa?
Até que ponto essa visão cultural do bem e do mal – onde fomos educados – tem base verdadeira?

Se analisarmos friamente, veremos que ambos (egoísmo e generosidade), aplicados de forma desordenada, são nocivos ao desenvolvimento social em que estamos inseridos.
Simplificando, poderíamos dizer que muitas pessoas potencializam o lado egoísta pela marcante presença da generosidade.

O ideal nas relações humanas - sejam elas afetivas, sejam profissionais – seria vivermos um equilíbrio entre o doar e o receber. Quando isso se torna uma prática, as relações tendem a se solidificar e desenvolver sem traumas futuros.

O facto é que uma relação, quando sustentada pela presença de um indivíduo muito egoísta e um indivíduo muito generoso...Esta relação tende a sofrer profundos desgastes. Levando a separações, demissões e outros amargos desfechos. E essa idéia de que o generoso não espera nada em troca, é outro grande engano, visto que a simples sensação de que ele faz pelas pessoas do meio muito mais do que recebe, isso acaba representando uma satisfação interna muito grande.
Outra compensação que o generoso normalmente recebe, são os relatos das pessoas acerca da sua sempre presente generosidade. E o generoso não só espera este retorno de gratidão por parte das pessoas, como ele, de fato, acontece. E acontece pelo fato de a generosidade ser aplicada com pessoas do mesmo convívio social.
Essa generosidade é diferente daquela praticada por pessoas altruístas.

O altruísta sempre faz o bem sem olhar a quem.

São pessoas que praticam filantropia sem conhecer e conviver com as pessoas que serão beneficiadas.
É isso! Esta é uma reflexão bastante profunda, que merece um constante exercício de pensamento diante das nossas relações humanas.


Sem comentários:

Enviar um comentário

GOSTOU COMENTE!
NÃO GOSTOU, COMENTE NA MESMA!