segunda-feira, 9 de julho de 2012

Sila Tarot: As 12 Vulnerabilidades Humanas!





Vulnerabilidades são as dificuldades internas, mentais, vividas ao longo da vida. Algumas vulnerabilidades existem desde o nascimento, outras, na sua maioria, são dificuldades emocionais que aparecem durante a vida e que se desenvolvem conforme vai aprendendo crenças irracionais, ou vai tendo maus exemplos e desilusões.



Independente das vulnerabilidades serem genéticas ou adquiridas, sempre é possível aliviar essas vulnerabilidades emocionais , diminuir as diferenças internas e criar uma boa resistência para esse stress emocional.


As 12 vulnerabilidades


1ª - A Frustração



Frustração o que se sente quando diz: “Não suporto quando as coisas não acontecem da forma certa, da maneira como eu quero”. Fica-se frustrado quando tem na cabeça tudo determinado. No budismo diz-se que o caminho para a iluminação é eliminar o desejo. Eu não sou budista, mas creio que é isto a que se refere. Quanto mais desejos, e quanto mais inflexível for, mais frustrado irá ficar. Quanto mais disser “Se não for desta forma, eu não quero nada” mais vai desenvolver sofrimento emocional .



2ª - A Pressa.



Apercebe-se que é apressado, quando diz “Não me faça perder tempo”. São as pessoas irrequietas, que não param no mesmo sítio. Assim passa o dia a inventar mais alguma coisa para fazer, porque tem pressa e não pode “perder tempo”.



3ª - A Solidão



A solidão é um sofrimento para muitas pessoas. Se sente angustia em ficar sozinho, sofre de solidão . Solidão não tem uma definição fixa, estar só é o que sua mente determina, se determinar que pode ser uma boa companhia para si mesmo, nunca estará só! Terá superado a solidão. É muito importante gostarmos da nossa própria companhia. Mas, se sofre por ficar sozinho então tenho dois caminhos para si, ou treinamos habilidades sociais, e a psicologia comportamental faz isso muito bem, ou aprende a não se avaliar tão negativamente, por estar sozinho. Pergunte-se a si mesmo: “O que significa estar só?” Se responder que significa ser rejeitado, terá que fazer um trabalho cognitivo, ou seja, mudar essa percepção. Nesse campo, a terapia cognitiva funciona muito bem, caso não consiga superar sozinho.


4ª - O tédio.



Quando diz“As coisas monótonas e repetitivas deixam-me chateado”, “Todos os relacionamentos ficam aborrecidos depois de algum tempo”. Se é o dono desta frase, então sofre certamente com o tédio . Poderia fazer nesse caso, desportos radicais, cada vez mais arriscados, cada vez mais caros! Ou deverá ter a percepção de que adrenalina também é um vicio? Adrenalina é uma droga endógena, ou seja, uma droga que o seu próprio corpo produz, mas mesmo assim é uma droga que vicia. E como tudo o que é demais faz mal, temos é que pensar no equilíbrio como um todo. É ter de aprender a viver com a rotina, com a estabilidade que a mesma pode porporcionar e viver na realidade do dia a dia.



5ª – A sobrecarga de Trabalho.



Trabalhar demais, assumir mais tarefas do que seria possível, pode ter várias origens. Pode ser baixa assertividade , pode ser que não consiga falar o famoso “não” na hora certa, pode ser expectativas irreais, pode achar que a única forma de ser reconhecido é a trabalhar como uma “mula de carga”, etc. Ou então confundiu as coisas e acha que a qualidade de vida é conseguir comprar muitas coisas das quais nem terá tempo para desfrutar.



Então porque está sobrecarregado de tanto trabalho? E não me venha dizer que é impossível mudar. Acredite em mim, a sua vida é o que faz dela, e se a forma como a sua vida está não o preenche, é necessário que entenda, que apenas depende de si, e só de si, mudar isso.



6ª - A Ansiedade.



Num primeiro momento parece que não é nada, mas na sua maioria, os transtornos psicológicos começam pela ansiedade. Desde o transtorno do stress pós traumático , ansiedade generalizada, síndrome do pânico, fobias, e por aí adiante. Em resumo, a ansiedade é quando sente angustia, sofrendo por antecipação, mesmo que saiba como e o que fazer. Exemplo: Sente angustia antes de fazer um exame, mesmo que tenha estudado? Você é ansioso . Sente angustia em receber pessoas na sua casa, mesmo tendo tudo preparado para isso, é ansiedade. Sente angustia quando vai falar com alguém que considera importante, mesmo que saiba como se comportar nesse tipo de situação, isso é ansiedade. Ansiedade não tratada faz com que a sua vida tenha menos rendimento, deixando-o de certa forma paralizado.



7ª - A Depressão.



Pode desconfiar de depressão quando fica desanimado só de pensar em enfrentar certas coisas. Quando sente que não tem energia, quando não tem ânimo para qualquer tipo de esforço. A Depressão pode ser grave e levar á morte. Pode originar tendências suicidas, além de retirar da vida produtiva, em vez de disfutar dela. As pessoas depressivas, são aquelas que menos pedem ajuda. Porque os depressivos não se tratam. Eles não têm esperança. Eles acham que nada vale a pena. O apoio familiar, nestes casos é essencial, assim como o tratamento.



8ª - A Raiva.



Quem tem dificuldade em lidar com a raiva fica a mercê dos outros. Isso mesmo, fica sob o controle dos outros, os outros irritam-no e perde de imediato o controle. Quando percebem que é assim, podem controlá-lo, manipulá-lo. Fica indefeso. É preciso buscar o equilibrio e ter controlo sobre si mesmo. Pois é, quem é vulnerável à raiva não tem esse controle, e além disso, é o tipo de pessoa que foge do contacto social, pois tudo a irrita, acaba por se isolar, ganhando como brinde uma depressão. Não sentir raiva, por incrível que pareça, também não é nada benéfico. As reacções humanas, são um factor natural, para a auto defesa, até auto-estima, o que é saudável. O ideal será encontrar o equilibrio, não o descontrolo.



9ª - Os Preconceitos.



Qualquer conclusão que tira sobre um assunto que não está claramente relacionado é preconceito . Ex: Chegar á conclusão de que quem nasceu neste ou naquele lugar é menos inteligente. Isso é preconceito. Porque não há relação lógica de inteligência com o local do nascimento, ou chegar á conclusão que “todos querem tirar proveito de si” também é preconceito . Porque não conhece todos intimamente, e concluiu isso antes de saber a verdade. “Quem teve uma má infância nunca será feliz” - é preconceito porque sabemos da influência do ambiente, mas também sabemos que é possível fazer uma reestruturação cognitiva e ser feliz, mesmo tendo tido muitos problemas na infância. A psicoterapia ensina a fazer essa reestruturação cognitiva. O preconceito está intimamente ligada às crenças irracionais, que se colecionam ao longo da vida.



10ª - O Perfeccionismo.



Muitos tem orgulho de serem perfeccionistas, o perfeccionista sofre muito por ser assim. Revê tudo o que faz e não se perdoa se fizer um erro. O perfeccionista, regra geral, também tem um sentido critico muito apurado, até diria, cruel. Só ele é perfeito, só ele sabe fazer. Traz atrás de si, o facto de ser desconfiado, pois não confiará em ninguém para fazer o trabalho. Nunca descansa. Acha isso benéfico?



11ª – A Aprovação.



A busca de aprovação traz muito sofrimento: “Tenho que fazer tudo bem, senão o que vão pensar de mim”. Não poder falar, com medo de represálias, ou de não ser aprovado, ou criticado, ou ainda de não gostarem de si. Quanto sofrimento passou porque aprendeu que “menina bonita não faz assim” “menino bonito não reclama”.



12ª - O Negativismo.



“Não vou conseguir“. “Nem vou sair de casa, para procurar emprego, pois sei que não vou conseguir”. “Nem vale a pena esforçar-me, pois nem vou conseguir”! O pensamento negativo, atrai o que pensa, pois nem existe acção, pois não poderá existir recompensa. O pensamento positivo, este sim, atrai acção, tornando maiores as possibilidades de as coisas de facto acontecerem.



Essas são as vulnerabilidades que produzem o stress emocional. Se permitir que alguma dessas vulnerabilidades invada a sua vida, estará a abrir as portas para o sofrimento psicológico.

Sem comentários:

Enviar um comentário

GOSTOU COMENTE!
NÃO GOSTOU, COMENTE NA MESMA!