quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Sila Tarot: Biodança: A Dança da Vida!



Biodança, ou dança da vida, tem por objectivo estimular a comunicação das pessoas com o próprio corpo e com as outras pessoas, mas também permitir uma fuga à rotina quotidiana, de forma divertida e equilibrada.

A prática de biodança vai assim além do conceito de movimentar-se e trabalha a evolução do indivíduo, desenvolvendo o seu lado emocional, além do aspecto físico. Serve como pausa no seu quotidiano e como momento para respirar e desligar-se da ansiedade do dia-a-dia, voltando o olhar para o próprio corpo, mente e emoção.






É uma poética do encontro humano, uma nova sensibilidade frente à existência. Uma experiência educacional e re-educacional que busca o desenvolvimento pleno das pessoas na sua essência verdadeira, capazes de CRIAR, AMAR e VIVER em contacto consigo mesmas, com os outros, com a natureza e o transcendente (a totalidade). Biodança é uma abordagem terapêutica pedagógica, sem ideologias religiosas, políticas, culturais, mas com um profundo vínculo com todas as ideologias em favor da vida e da liberdade.

A Biodança activa os potenciais geradores de vida, com exercícios sistematicamente estudados, e aplicados coerentemente a partir do modelo teórico da abordagem. Em Biodança estimulam-se as potencialidades humanas – bloqueadas ou adormecidas em cada um, através da gestalt Movimento-Música-Vivência. A música induz o movimento deflagrador de vivência integradora. O movimento corporal revela o movimento existencial. Se mudarmos o movimento do nosso corpo mudamos o movimento da nossa vida.

De acordo com os especialistas, esta prática está dividida em cinco linhas de vivência e expressa-se na:
Vitalidade: é a base da identidade. Liga-se ao instinto de conservação, à vontade de viver, à coragem de realizar coisas, à saúde em geral.
Sexualidade: preservação da espécie; capacidade de sentir prazer em viver, em ter contacto e comunicar com vontades e desejos.
Criatividade: liga-se à auto-expressão da singularidade de cada pessoa como um ser único, com uma forma própria de pensar, agir, sentir e relacionar-se de maneira livre e autónoma.
Afectividade: capacidade de amar a vida, a natureza, a si, as pessoas… Com toques que inspiram a capacidade de confiar, abandonar-se, proteger, cuidar, solidarizar-se…
Transcendência: sentido místico de ligação com o todo; a capacidade de sentir-se único e, ao mesmo tempo, parte de algo maior… sentir-se dentro do universo e tê-lo dentro de si.

Abrandando as tensões guardadas no corpo, a prática tem a intenção de expressar essas energias em busca da qualidade de vida, da saúde do corpo e da mente por meio de exercícios relaxantes.
Cada vez mais, temos necessidade de relaxar e sentirmo-nos bem. A biodança tem uma dinâmica crescente e não tem restrições. Contudo, é importante que as pessoas que tenham restrições corporais sejam acompanhadas por um médico, mas quando bem ministrada, torna-se algo saudável, até mesmo para idosos e crianças.



A Biodança trabalha o AFETIVO (emoções);

CORPO (movimento/contato);

INCONSCIENTE (música/corpo)

sempre em GRUPO

para atingir o desenvolvimento pleno da IDENTIDADE(Singularidade).

  • Objetiva desenvolver a Identidade e a Harmonia entre:
    SENTIR – PENSAR - AGIR

O seu principal objetivo é a renovação orgânica e a reaprendizagem das funções originárias da Vida.

  • Baseia-se em 4 pilares fundamentais:

. O Princípio Biocêntrico: tudo parte da VIDA e ela é o centro de tudo;

. A Vinculação Ecológica: tudo no universo está ligado e evolui em relação;

. Ação Profilática: deve-se desenvolver a saúde e as formas positivas existentes nas pessoas e grupos;

. Transformação dos Estilos de Vida, dos Valores e Relações.


 

  • Os seus Princípios são:

. Prioridade na Vivência;

. Progressividade;

. Auto-regulação;

. Ação sobre a Saúde;

. Criatividade Existencial;

. Harmonia (Integração Corporal – Vínculos).



Áreas de aplicação da Biodança:

  • Biodança com Crianças (profilaxia);
  • Biodança com Adolescentes;
  • Biodança com Adultos que buscam uma melhoria de sua qualidade de vida;
  • Biodança com Gestantes;
  • Biodança com Casais;
  • Biodança para a Terceira Idade(melhoria na motricidade, vitalidade e alegria de viver);
  • Biodança para grupos específicos/área de saúde: pacientes mastectomizadas, aidéticos, pacientes da área de saúde mental(neuróticos e psicóticos), crianças especiais, etc.
  • Biodança com grupos de gênero (Feminino/masculino);
  • Educação Biocêntrica – Educação comprometida com a formação integral;

Sem comentários:

Enviar um comentário

GOSTOU COMENTE!
NÃO GOSTOU, COMENTE NA MESMA!