sexta-feira, 8 de março de 2013

Sila Tarot: Como saber se é Amor?


Existem três "camadas" no ser humano: A sua fisiologia - o corpo; a sua psicologia - a mente; e o seu ser – o seu Eu eterno, ou o espírito. Amor pode existir nos três planos, mas as suas qualidades serão diferentes. No plano da fisiologia, do corpo, é simples sexualidade. Poderá chamar de amor, porque a palavra ‘amor’ parece ser poética, bela. Mas noventa e nove por cento das pessoas chamam o sexo, por amor. Sexo é biológico, psicológico. A sua química, as hormonas – tudo o que é matéria.

Apaixona-se. Consegue descrever como esse homem/ mulher a/o atraiu? Certamente não poderá ainda ver o EU dela, quando ainda nem viu o seu próprio EU. Também não conseguirá ver o lado psicológico dessa pessoa. Então o que viu nessa pessoa? Algo na sua fisiologia, na sua química, nas hormonas. Isso não é um caso de amor; isso é um caso químico.

Ao longo da vida terá oportunidade de conhecer em média 1% das pessoas que se cruzam na sua vida, mais profundamente. Pessoas sensíveis, intuitivas têm uma sensibilidade que as faz sentir além do corpo. Eles podem sentir as belezas da mente, as sensibilidades do coração, porque eles próprios vivem nesse plano.
 

O primeiro amor deve ser chamado de sexo. O segundo amor deve ser chamado de amor. O terceiro deve ser chamado de amorosidade – uma qualidade, não direcionada – não possessiva e que não permite ninguém mais possuir. Essa qualidade amorosa é uma revolução tão radical que concebê-la é muito difícil.

Desde o princípio é dito a um menino, “És um menino, não uma menina. Comporta-te como um menino! Lágrimas caem bem numa menina, mas não para ti. Tens de ser macho”. Assim todos os menino vão eliminando as suas qualidades femininas. E tudo que é belo é feminino. Então finalmente o que resta é somente um animal selvagem. Todas as função são para reproduzir filhos. Á menina não é permitida ter qualquer coisa com qualidades masculinas. Se ela quiser subir a uma árvore ela será impedida imediatamente, “Isso é para meninos, não para meninas!” Estranho! Se a menina possui o desejo de subir á árvore, isso é motivo suficiente para ter permissão.

Todas as sociedades criaram roupas diferentes para os homens e para as mulheres. Isso não está certo; porque o homem é também uma mulher. Ele veio de duas fontes: o pai e a mãe. Ambos contribuíram para o seu ser. E a mulher é também um homem.

Nós destruímos ambos. A mulher perdeu toda a coragem, aventura, raciocínio, lógica, porque essas são tidas como qualidades masculinas. E o homem perdeu a graça, sensibilidade, delicadeza. Ambos se tornaram metades. Esse é um dos maiores problemas que temos que resolver .
 

Todos os seres humanos são dignos de serem amados. Não há nenhuma necessidade de ficar acorrentado a uma pessoa para toda a vida. Essa é uma das razões porque todas as pessoas ao redor do mundo parecem tão entediadas e tristes. Porque não podem sorrir? Porque não podem dançar? Porque o amor de uma escolha, passa a ser uma prisão? Elas estão acorrentadas com correntes invisíveis: casamento, família, marido, esposa, filhos. Elas estão sobrecarregadas com todo o tipo de deveres, responsabilidades, sacrifícios. E ainda quer que elas sorriam e dancem e fiquem alegres? Torne o amor das pessoas livre, torne as pessoas não-possessivas.

Descubra o seu ser real, livre de preconceitos ou ideias pré-concebidas. A qualidade da amorosidade impessoal segue a descoberta do seu ser. Assim simplesmente ama. E isso vai-se espalhando. Primeiro, nos seres humanos, depois nos animais, pássaros, árvores, montanhas, estrelas. Um dia chegará quando todo o universo é amado. Esse é o nosso potencial humano.

Uma pura amorosidade impessoal que possa penetrar no ser de qualquer um – esse é o resultado da meditação, do silêncio, do mergulhar profundo dentro do seu próprio ser.
 
Se Gostou do que Leu, clique G+1 

Sem comentários:

Enviar um comentário

GOSTOU COMENTE!
NÃO GOSTOU, COMENTE NA MESMA!