sexta-feira, 15 de março de 2013

Sila Tarot: Tudo o que sempre quis saber sobre: A Tábua dos Espíritos ou de Ouija!


Que os homens e os espíritos sempre procuraram uma forma de se comunicarem entre si, não é novidade para ninguém.

Homens civilizados, tribais e até os nossos ancestrais das pedras, mantiveram contacto com o mundo espiritual.

Mas, nem todos somos xamã, médium ou possuimos dons paranormais tão desenvolvidos que permitam um claro entendimento das mensagens enviadas pelos espíritos.

A Tábua Ouija, dos Espiritos ou das Bruxas é um método moderno inventado para que os contactos sejam objetivos. Não se trata de uma previsão ou oráculo.

Muitas vezes os seres contactados, estão a tentar enviar-nos algum recado. Pode tratar-se de entes queridos desencarnados ou espíritos obsessores que quererão algo de nós para nos deixarem em paz.


O uso da Tábua Ouija foi profanado por pessoas que desejavam divertir-se às custas dos espíritos. Mas compo como o invisível não se brinca, então coisas ruins começaram a acontecer na vida destas pessoas criando uma lenda urbana em redor do Tabuleiro Ouija. Mas, apesar de tantas histórias, o uso responsável da Tábua é uma forma muito prática de manter contacto claro com as entidades.

O princípio em que se baseia o tabuleiro Ouija ficou conhecido depois de 1848, ano em que duas irmãs nascidas nos Estados Unidos, Kate e Margaret Fox, contactaram um vendedor que tinha morrido anos antes e espalharam uma febre espiritualista pelos Estados Unidos e Europa. O princípio foi aperfeiçoado em 1853 por M. Planchette, quem inventou o indicador de madeira que é utilizado até aos dias de hoje.

O Tabuleiro Ouija ou Tábua Ouija é uma tábua plana com letras, números ou outros símbolos em que se coloca um indicador móvel, utilizada para comunicação com espíritos. Os participantes colocam os dedos sobre o indicador que então se move pelo tabuleiro para responder a perguntas e enviar mensagens.

É uma tábua usada para a comunicação com seres do além, espíritos que habitam num determinado lugar, sendo bons ou maus, e até demónios. É uma tábua plana marcada com letras do alfabeto, os números de 0 a 9, palavras ‘sim ou não’ e ‘Olá e Adeus’.
O tabuleiro vem acompanhado por uma palheta em forma de triângulo ou coração, ( em casos de tabuleiros feitos em casa ou com folhas de vidro, pode ser usado um copo também de vidro que terá a mesma função desta palheta, é conhecido como O Jogo do Copo) ela será o indicador móvel numa sessão, para indicar a mensagem do espírito soletrando-a, movendo assim o cursor em cima da tábua, e para isso, cada participante da sessão deve colocar o dedo em cima do cursor, para que ele se movimente até as letras ou palavras.


O tabuleiro não necessita propriamente de ter um formato retangular, muitos tabuleiros de Ouija são em formato circular. Em vez do ponteiro, pode utilizar uma moeda ou um copo de vidro, sendo este último não aconselhável devido ao facto do espírito poder vingar-se utilizando o copo, precisamente por este ser de vidro.
O Tabuleiro Ouija ou Tábua Ouija, foi criada para ser usada como método da necromancia - A necromancia ou nigromancia é um termo que etimologicamente advém do Grego: "morte" (necro) e "adivinhação (mancia). e que consiste na adivinhação mediante a consulta aos mortos e aos seus espíritos ou cadáveres.

Pode ser interpretada como a prática de se comunicar com mortos para obter informações do futuro, tendo a sua origem na crença da viagem para outro mundo após a morte, onde os recém-mortos, cujos corpos ainda estejam intactos, mantêm ainda relações com a vida, estando mais sensíveis à prática de serem contactados ou questionados.

São práticas muito antigas, registadas, por exemplo, na Bíblia, no Antigo Testamento.

A Tábua (também conhecida como "brincadeira do copo" ou "telégrafo dos mortos") é um dos meios de necromancia.
O modo como os espíritos se comunicam é através do sentido mediúnico dos participantes, pelo que devem estar bastante concentrados. Outra das visões alternativas diz-se que é através do Efeito ideomotor, nome dado à influência da sugestão sobre movimentos corporais involuntários e inconscientes dos participantes.


Os perigos da Tábua Ouija

A Tábua Ouija é um instrumento de comunicação com os espíritos que nos cercam, segundo o espiritismo, no livro dos médiuns de Allan Kardec, apenas espíritos baixos podem movimentar a matéria, o que quer dizer, que seja o que for que esteja a tentar comunicar-se consigo, não trará nada de bom ou útil.
 
Nos anos 60, esta tábua ficou popular, e foi vendida como um jogo para adolescentes. Após estranhos fatos começarem a ocorrer regularmente, devido ao uso contínuo deste instrumento, as pessoas pararam de a usar. A ciência nunca deu uma explicação com fundamento para explicar como funciona este ritual, o que faz acreditar que realmente funciona. Todas as religiões desaconselham o uso deste ritual por afirmar que, como são espíritos sem luz, no mínimo farão brincadeiras com a pessoa que está a “jogar” , podendo depois até tornar-se um encosto na sua vida. Esse jogo abre uma porta de comunicação e manifestação espiritual e os espíritos que se manifestam não são de luz. A Ouija pode gerar, vários transtornos psicológicos.
  • Nunca jogue sozinho, são necessários 2 ou mais jogadores para cada sessão.
  • Nunca deixe que os espíritos levem o ponteiro para as extremidades do tabuleiro, ou haverá uma possessão.
  • Se estiver a “jogar” num lugar elevado, e o ponteiro cair no chão, o espírito foi perdido.
  • Se o ponteiro se mover para os quatro cantos do tabuleiro significa que o espírito contactado é maligno.
  • Se o ponteiro indicar o numero 8 repetidamente um espírito forte está a tomar conta do tabuleiro.
  • Se deseja contactar um espírito forte e mau, vire a tábua ao contrário e faça o jogo assim.
  • O tabuleiro deve ser fechado devidamente após a sessão, ou o espírito ficará com os jogadores, podendo rebelar-se e assombrar os usuários.
  • Nunca use o ritual quando estiver doente ou depressivo, tendo em vista que assim fica vulnerável a uma possessão.
  • Não faça do ritual uma rotina, os espíritos costumam cativar a pessoa a ponto do contacto se tornar um vício.
  • Através do tabuleiro, os espíritos, tentarão ganhar a sua confiança á base de mentiras, um espírito maléfico tentará fingir.-se de bom trazendo posteriormente o mal.
  • Seja cordial e mantenha essa postura até ao fim da sessão, nunca irrite o espírito ou faça as perguntas com ironia.
  • Procure manter o contacto sempre de forma respeitosa e só convide para proceder ás sessões pessoas confiáveis, seguras e que o farão seriamente
  • Antes de sair ou entrar numa sessão, peça licença ou autorização do espírito, caso contrário estará sujeito à possessão.
  • Nunca use o Ouija em cemitérios ou onde houveram mortes brutais, isso trará espíritos vingativos e desorientados.
  • As vezes um único espírito decide ocupar o tabuleiro, quando isso acontece, só poderá ter contacto com outros espíritos quando este decidir ir embora
  • Se o ponteiro utilizado for de vidro, limpe-o bem após cada sessão, de forma que nenhum espírito possa entrar ali. Para isso, passe-o sobre uma vela acesa.
  • Nunca empreste o seu tabuleiro a ninguém. Use-o com exclusividade. Se necessário, faça o seu próprio e recomende aos colegas que pedem para que o empreste, que façam o mesmo.
  • Tabuleiros de Ouija que são jogados fora incorrectamente libertam diversos espíritos que voltarão para assombrar o seu dono.
  • Nunca queime o seu tabuleiro Ouija ou haverá uma manifestação, talvez algum espírito maléfico lhe apareça. Se o fizer, haverá uma manifestação da tábua. Pode ser um som desconhecido ou a aparição de algum espírito. Depois de presenciar a manifestação, dizia-se que poderá ter menos de trinta e seis horas de vida.
  • Há apenas uma forma correta de se desfazer de uma tábua de Ouija. Primeiro parta-a em sete pedaços. Depois, jogue sobre ela água benta e finalmente queime-a.
  • Nunca deixe o ponteiro sozinho sobre a tábua se não estiver a ser utilizando. Se o espírito o levar para fora do tabuleiro, estará liberto.
  • Às vezes maus espíritos pedirão para fazer gestos ou executarem ações obscenas. Ignore-os. Os demais participantes jamais devem rir-se ou irritar-se nestas situações.

O que não deve perguntar numa seção de Ouija :


Evite perguntar sobre Deus ou sobre o que se refere á sua religião.

Evite perguntar sobre o futuro

Evite perguntar sobre a morte dos participantes


Preces a serem Feitas

Prece Introdutória:
"Em nome de DEUS, Jesus Cristo, Da Grande Irmandade da Luz, dos Arcanjos Michael, Raphael, Gabriel, Uriel e Ariel, por favor protejam-nos das forças do mal durante esta sessão. Façam com que não aja nada além de luz envolvendo este tabuleiro e os seus participantes, e permita que nos comuniquemos somente com forças e entidades da Luz. Protejam-nos, Protejam esta casa, as pessoas presentes nela, e façam com que aja somente Luz e nada além de Luz, AMÉM!"


Prece Finalizadora:

"Obrigado pela sabedoria e compreensão que nos foi concedida. Obrigado, Oh Senhor por responder à nossas perguntas através de seres e anjos da Luz. Proteja esta casa e as pessoas presentes aqui. Em nome da Luz, agradecemos! AMÉM!"


Finalização IMPORTANTE
Siga todas as instruções e regras que foram indicadas aqui, pois o resultados podem não ser agradáveis. É importante lembrar que o uso da mesa ouija, desde que com o devido respeito, não é perigoso, apenas fique atento a todas as regras. Após fazer o uso da mesa ouija, lembre-se de fazer a prece finalizadora, relembro que nunca devem ser feitas perguntas sobre o futuro, religião ou morte dos participantes.


Criticas Gerais
Além das tradicionais críticas dos cépticos, o tabuleiro Ouija também é criticado entre os espiritualistas, houve quem os declarasse perigosos. Críticos avisam que os maus espíritos poderiam enganar os participantes e possui-los espiritualmente.

No meio especializado, há diversos avisos contra o uso do tabuleiro por pessoas que não sabem com o que lidam. Há também notícias que relatam casos de suposta possessão demoníaca em decorrência de sessões que envolviam espíritos malignos

Embora esteja mencionada na Bíblia, a Igreja Católica critica o uso do tabuleiro e a brincadeira com o copo, assim como as experiências dos seus fiéis na busca pelo contacto com os mortos, em geral. A recomendação dos padres é que os fiéis se mantenham distantes de participações deste género.

Da mesma forma, as Igrejas Evangélicas, costumam acusar essas práticas como "brincadeiras com demónios"

A Doutrina Espirita orienta no Livro dos Mediuns que estas práticas devem ser evitadas uma vez que, normalmente, são utilizadas para curiosidades em geral e perguntas vãs apenas, longe da seriedade exigida no intercâmbio com a espiritualidade benfeitora, e, dessa forma, é mais provável a presença de espíritos levianos, sem nenhum interesse com a verdade e com a dignidade, do que espírito bons e esclarecidos comprometidos com a divulgação das propostas morais e éticas da Vida.
 
 
Se Gostou do que Leu, clique G+1 

Sem comentários:

Enviar um comentário

GOSTOU COMENTE!
NÃO GOSTOU, COMENTE NA MESMA!