sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Sila Tarot: Viagens Astrais - O Segredo!

É um termo para definir a saída do corpo físico da Alma ou do Espírito, pois o segundo poderá sair e a consciência ficar no corpo.

Quando dormimos, sonhamos e o espírito ausenta-se, pode transmitir aquilo que vê ou está a fazer. O inconsciente codifica a informação e temos uma memória alterada a que chamamos de Sonho, estranho sonho ou um sonho descabido.

Muitos Sonhos são sonhos...mas outros não! Mas não temos a experiência para discernir e diferenciar (e até compreender).
 
Todos fazemos viagens astrais em espírito, mas o conhecimento muitas vezes não chega à Alma (Consciência) e esquecemo-nos.

Fazer uma viagem Astral consciente é raro, muito raro, mas está disponível a todos. O relaxamento, a vontade e o abandono material, com consequente evolução espiritual, irá predispor a sua Alma (Consciência) para sair do seu corpo. Existem inúmeros relatos.

Fora do Corpo, estará igualmente nesta dimensão e pode ir para onde o pensamento quiser. Mas pode aceder à Quarta Dimensão (Tempo, entrar no Agora) e à Quinta Dimensão atravessando o túnel de Luz.

Agora, estamos a entrar em outro "mundo" com regras. Regras dos Espíritos, de Deus, dos Mestres, dos Irmãos.
 
É vedada a invasão da privacidade. Poderá até ser atacado pelo espírito de quem quer invadir e não sabe, se não será um espírito muito evoluído que o poderá castigar pela ocorrência.

Aquilo que observar não pode ser usado em proveito próprio, como numa forma de espionagem. Este e muitos outros motivos nada éticos, são suficientes para que nunca mais possa fazer viagens astrais. Volta-se a referir que o materialismo, nada tem a ver com a Espiritualidade.

Querer fazer viagens astrais, além de motivos lúdicos deve ter intenções sérias: Evoluir espiritualmente.
 
Solicite, invoque a presença do seu Anjo da Guarda e ele surgirá. Respeite-o, honre-o, pois ele não é criado de ninguém, é alguém cujo o exemplo e conselhos nos permitem crescer.

Também há perigos no Astral e por isso é muito importante invocar o seu Guia, para que este o ensine a defender.
 
Elementais, almas penadas de pessoas negativas falecidas ou outras entidades podem atacá-lo. Mas o maior inimigo é você; os seus medos, tornar-se-ão realidade, pois está num plano energético. Aquilo que pensa materializa-se. Como exemplo, visualize quem foi atacado por um cão e nunca recuperou do trauma; basta só a memória para que se realize o medo e estará em apuros (provavelmente será puxado pelo seu corpo violentamente).

Ninguém morrerá por fazer viagens astrais, mesmo indo para outras dimensões, planos, (que só acontecerá depois de alguma experiência). Mas entrar em pânico no Astral levará a uma entrada forçada no corpo, que irá produzir uma enorme indisposição.
Poderá voltar a descontrair-se para sair e voltar a entrar correctamente ou durma que o seu espírito sairá e voltará para fazer o correcto realinhamento dos corpos energéticos, com o corpo físico tridimensionalmente.
 
 

Cordão de Prata

É um filamento energético vibratório, que liga os corpos energéticos ao corpo físico e que só se quebra com a conclusão da vida (morte), pois a matéria deixa de estar animada por uma centelha divina (corpos energéticos multidimensionais).
 
Transmigração
 
Existe um termo que é a "transmigração" que se refere à troca de um espírito ligado a um corpo pelo cordão de prata, que é substituído por outro espírito, que se ligará aquele corpo.

A transmigração ocorre quando uma pessoa está cansada de viver aquela encarnação e solicita o abandono (não é suicidio, que é considerado um crime espiritual). Se houver um espiríto que tenha uma missão espiritual a desenvolver na Terra, evita ter de passar pela encarnação e aguardar pela maturidade, pelo que então as Hostes Celestiais que tomam conta da Terra, e que inclui os Mestres e o Senhor do Karma, podem aprovar a troca.
 
Incorporação
 
Fala-se de incorporação sempre que o detentor de um corpo físico o abandona momentaneamente e permite que outro espírito (de um falecido) o ocupe por forma, por exemplo, a poder comunicar com alguém no plano físico. Esta é uma prática corrente nos círculos espíritas. Há que ter muito cuidado quando lidamos com médiuns de incorporação e especialmente com as entidades que canalizam. Muitas delas, apresentando-se como sendo este ou aquele espírito, enganam os mais crédulos e levam-nos a guiar a sua vida pelos seus conselhos que, tarde ou cedo, os levam à perdição e desgraça. Alguns desses espíritos usam alguma da verdade a que têm acesso e misturam-na com a mentira de modo a parecerem credíveis.

Encosto
 
Ao contrario da incorporação em que um corpo é ocupado, no encosto o espírito (ou mais do que um) está agarrado ao corpo para lhe sugar a sua energia vital ou para induzir determinados comportamentos nas suas vítimas. Se esse espírito tinha o vício da bebida, tentará por todos os meios incutir esse vício no "encostado". O mesmo se passará com o tabaco, drogas, sexo, etc. Se a sua índole é violenta e preversa, por forma a causar sofrimentos nos outros, lutará para que sejam cometidos crimes. Daí haver muitos casos em que alguém, depois de cometer um assassínio, relata que não tinha consciência do que estava a fazer, nem que seria a sua intenção fazê-lo, por mais magoado que estivesse com alguém. Por vezes o choque é tão grande, que a pessoa instrumentalizada, ao aperceber-se daquilo que fez, comete suicídio de imediato para tentar escapar à realidade. Diz Max Heindel no seu livro O Véu do Destino : "Tais pessoas [desencarnadas] são uma das maiores ameaças que se pode imaginar para a sociedade. São os culpados de muitas prisões, da dissolução de muitos casamentos, de uma quantidade incrível de amarguras e desgraças. Abandonam sempre as suas vítimas, tão depressa caiam sob a alçada da lei. Saboreiam a dor e o sofrimento como parte do seu plano maquiavélico."
 
 
Quarta Dimensão
 
Viajar no tempo em curtos espaços é possível, mas imagine que quer ir 2000 anos no tempo conhecer Jesus Cristo, o seu obediente Espírito aos Guias/Mestres impedirá a Alma, sua consciência de o fazer. Afinal quem é o veículo da viagem astral, é o Espírito e não a Alma. Como visto anteriormente, terá que merecer tal honra.
 
Quinta Dimensão
 
Quem vai à Quinta Dimensão (atravessar o túnel de luz) é para falar com os Mestres, ajudar e conhecer espaços importantes como o "Ministério da Regeneração" onde poderá ajudar no trabalho. Ou se tiver sido obediente, poderá ser levado ao Registo Akáshico para consultar informação não pertinente mas úteis,mas que conscientemente não reportará memória.
 
Se se dirigir à Quinta Dimensão para visitar familiares e amigos que saíram do plano tridimensional, poderá ser possível ou não. Considere que eles partiram e já nada tem a ver com este mundo. Podem ter que superar muitos traumas de seus actos hediondos (pedofilia, homicídio, vicio, etc.) e estarem indisponíveis para contacto, se for para eles prejudicial. Existe tempo nas outras Dimensões, mas é diferente do nosso plano, é mais lento e um minuto cá pode ser um ano lá, pois estão num agora paradoxal, podendo ir para o passado ou para o futuro; estão no "Agora" em que toda eternidade do Universo está no mesmo instante (são conceitos novos e muito diferentes da nossa realidade afectada por um tempo linear progressivo "irreversível").
Na Quinta Dimensão nunca irá encontrar quem não gosta e os abomináveis da Humanidade estarão em planos encarcerados, a confrontarem-se com os seus actos até os superarem. O Inferno somos nós que o semeamos na Terra para expiar além vida e reconhecer o mal praticado.
 
Sexta Dimensão e ademais
 
Se tiver numa grande missão espiritual, talvez seja levado pelos Mestres para algo útil, mas no geral está fora de questão.
 
 
Se Gostou do que Leu, clique G+1

Sem comentários:

Enviar um comentário

GOSTOU COMENTE!
NÃO GOSTOU, COMENTE NA MESMA!