domingo, 20 de outubro de 2013

Sila Tarot: Devo Perdoar?

As pessoas dizem que ‘perdoam’ os erros do outro! Dizem que ‘perdoam’ uma falha! Dizem perdoar decepções, e muitos outros motivos.

Porém, há aqueles que dizem ‘não conseguir’ perdoar alguém. E também existem aqueles que dizem: ‘eu perdôo, mas jamais terei igual carinho por essa pessoa’!


Ou seja, dizem perdoar, mas no fundo, a mágoa continua no coração e esta fica cada vez mais impregnada, resultando em doenças, em sofrimentos.

Devemos então perdoar?
Não! Não devemos perdoar!
 
Porquê?
 
A partir do momento que supostamente ‘perdoamos’ alguém é porque houve um pré-julgamento. Julgámos a pessoa.

Criámos regras, criámos os nossos próprios conceitos acerca da boa conduta, da moral e dos bons costumes, visando a maneira correcta de agir, mas geralmente, perdemo-nos a meio do caminho.

Interpretamos de forma errada o outro, entre equívocos e dúvidas conduzimos os nossos relacionamentos, sempre com a desconfiança presente. Então, um belo dia, alguém nos ‘decepciona’, e dizemos: jamais perdoarei, ou... Perdôo, mas quero distância!

Uma maneira estranha de alguém ‘perdoar’, não concorda?

Então, o que fazer? Qual a maneira correcta de agir?
 
Compreensão!
 
É preciso compreensão para com o outro! Se for compreensivo com aquele que o magoa de alguma forma, usar de compaixão e não ter a ‘pretensão’ de julgar o outro, nenhuma mágoa restará!

É pior, se ainda ‘julgasse’ a atitude da pessoa, mas ao invés disso, julga-se ‘ a pessoa’, um erro incontestável. Todos estão no caminho da Evolução. Todos erram, todos falham, todos cometem enganos. Tudo faz parte do processo evolutivo. E cada um possui um grau diferente de Evolução, e por este motivo nos resta o direito de ‘julgar’ uma pessoa, é preciso respeitá-la no seu diferente grau evolutivo!

Obviamente, percebe-se que se uma pessoa não modifica a sua atitude, de nada serve ajudar. Pois a ajuda só faz ‘efeito’ se o outro permitir a ajuda. Mas nem por isso tem o direito de julgar, de condenar, segundo o ‘juiz que está dentro da sua cabeça’!
 
Deus (o Ser Superior) silencia o ‘pior dos humanos’, não julga, não condena. Silenciosamente, junto ao Tempo, Ele faz com que a pessoa ‘que agiu de forma errada’, veja por si só própria o exacto ponto do erro. E assim, aos poucos a pessoa muda, transforma-se, busca por maior entendimento, maior compreensão! Pois percebeu que ao agir como agia, não funcionava para a sua própria vida. Se assim não fôr, irá dar ‘murros em pontas de faca’ até aprender a devida lição!

Falha de carácter? Comportamentos promíscuos, mentirosos, dissimulados? Todos, sem excepção fazem o que sabem fazer! Cada um faz o que sabe!

Cada um age como melhor lhe convém. Livre arbítrio – Poder de Escolha.

Obviamente é questão de tempo até que este descubra onde está o erro, mas por pior que seja a atitude de uma pessoa, ninguém jamais tem o direito de julgar.

Então, resumindo: Perdão = Julgamento!

Compreensão = Compaixão e Entendimento,


Compreenda! Compreenda sempre a atitude do outro. Não é a pessoa que é ‘má’, que possui um ‘coração mau’, são as ‘atitudes’ que fogem aos Princípios Divinos, aos Princípios do Universo, que fazem com que a pessoa ‘aparentemente’ se torne má, ou com falta de carácter! Todos, sem excepção possuem a mesma Centelha Divina Interior!

Então... Como aceitar aquele que o magoa? Aquele que o decepciona?
 
Em primeiro lugar – a mágoa é para os ‘magoáveis’, isto quer dizer: Antes de alguém ter o ‘poder’ de me magoar, eu decido se me quero magoar ou não. Temos um ‘filtro interno’ que foi um Presente do Ser Superior, e que muitos infelizmente ainda fazem mal uso: O Livre Arbítrio.
 
Sim, podemos escolher o que sentir! O que pensar! Como reagir!
 
 
Depende de nossa reacção perante uma situação ou pessoa, e não ao facto ou á pessoa em si. Depende de nosso grau de Evolução e Entendimento. Depende de como escolhemos prosseguir o nosso caminho. Depende de como decidimos receber uma ofensa, uma ‘mágoa’, uma decepção!

E não é ‘obrigado’ a aceitar o outro como ele é. Mas, Reflicta: Deus que é Deus, o Ser Superior, o Todo de tudo, não desistiu dos seres humanos, por mais loucos e insanos que sejam os seus comportamentos, quem somos nós para pensar que alguém não merece uma segunda oportunidade?

Quem somos nós para acusar, apontar, julgar?
Quem somos nós para decidir qual a melhor maneira de agir do outro?

Não se incomode com os ‘defeitos’ do outro. Não questione as atitudes deste, muito menos a pessoa!
 
Ninguém tem este direito. Ninguém decide como é o correcto modo de agir. Cada um aprende do seu modo.

E tudo é um aprendizagem mútua, onde os nossos melhores professores são justamente aqueles que ‘nos decepcionam, nos ofendem’... Pois mostram-nos em duras lições, os Verdadeiros Valores Humanos.

Cabe a cada um compreender o outro, aceitar como o outro é, e aceitar-se também.
Cabe a cada um, aprender a sua lição do modo que esta se apresenta.

Fechar o coração, condenar, julgar, dizer que nada e ninguém vale a pena é uma ofensa à Vida! Á Grandeza da Vida!


Humildade!

É preciso ter humildade para reconhecer que todos erram, que todos ‘sofrem’, choram, sorriem.. Todos possuem Vida!
 
E Compreender alguém, o modo como este age, ao invés de julgar – perdoar – é fundamental para caminhar para o Bem, crescendo espiritualmente, pessoalmente e até materialmente.

Pois quando passamos a cuidar mais de nós próprios, tudo flui, tudo acontece. Quando aprendemos que não temos nada a ver com o problema ou a atitude errada do outro, pois cada um está onde se coloca!

E onde está?
Com pensamentos mórbidos e melancólicos sobre o seu passado?
Com a ansiedade á flor da pele a querer saber do seu futuro?
E o seu presente?
O seu agora?

Quando mantemos uma postura firme perante nós próprios, tudo se transforma, e o Entendimento surge nítido na mente e no Coração!


Compreenda, compreenda sempre!

E jamais julgue quem quer que seja. Se fizer isto, é questão de tempo para que em breve esteja no lugar da pessoa que está a julgar, agindo de maneira pior ainda talvez, do que a que julgou tão severamente e ainda diz perdoar...

Pense nisso!

Ame... Respeite e Compreenda... Sempre! A começar por si!

Se Gostou do que Leu, clique G+1

Sem comentários:

Enviar um comentário

GOSTOU COMENTE!
NÃO GOSTOU, COMENTE NA MESMA!