sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Sila Tarot: Causas Variadas da Depressão!

A depressão é tão natural no ser humano, como o amor. Isso porque a depressão, a revolta e o sofrimento, estão relacionados ao amor às coisas, às pessoas, às situações ou a um ideal. Mas no fundo, o que realmente estamos a amar é a nós próprios, mais do que a todas as outras coisas. Isto porque quando amamos alguém ou algo, esperamos sempre um retorno, mesmo inconscientemente. Só que nossa mente disfarça esse dito “egoísmo” de várias formas.

Quando esse retorno não vem - e existem momentos em que não virá - sofremos, e uma das formas de sofrimento mais profundo, é a depressão.Então como ultrapassar? Deveria ser através da nossa consciência e do verdadeiro paradigma moral e social. Mas culturalmente, o que aprendemos nas escolas e Igrejas, é que Jesus morreu para nos salvar. Procuramos eternamente um “salvador” de nós próprios, quando deveria passar pela aceitação de que o Não, também faz parte da vida. O sofrimento é por vezes necessário, para que isso aconteça, como forma de compreensão, sabedoria e libertação, para que finalmente se dê uma evolução interior.

Então, porque mantemos esse status quo e sofremos com a depressão, o "mal do século"? Porque o importante é ter sucesso, ganhar dinheiro e ser bonito, magro, popular...porque socialmente, culturalmente, através dos meios televisivos e não só, assim nos é exigido, e existem sempre drogas ou medicamentos, para preencher esse vazio.
 
A depressão pode envolver questões genéticas (pais a avós com tendência), psicológicas (idade avançada, fatos traumáticos), sociológicas (pressão da família, da sociedade), hormonais e fisiológicas (menopausa, depressão pós-parto, falta de sono). Mas também pode envolver questões espirituais, como apego, obsessão e culpa de coisas feitas em vidas passadas. É disso que falarei de seguida.

Todos nós já tivemos muitas vidas, já conhecemos muita gente e já fizemos muitos erros (e também coisas boas, claro). Estamos aqui tanto para continuar a aprender e a viver, com os nossos semelhantes, tendo em vista a evolução, sendo necessário saldar dívidas de vidas passadas com quem ofendemos. Viemos para nos equilibrarmos com o mundo, conviver pacificamente com os demais e apesar deles.

 
O fato é que em outras vidas provavelmente tivemos situações difíceis, com gente vingativa, ou deixámos pessoas em situações espirituais difíceis, ou vários corações partidos para trás, e a nossa consciência (nalgum nível) clama por resolver o que deixámos pendente. E assim a consciência culpada, pode vir sabotar esta vida, para compensar algo do passado, seja num ferimento, ou numa situação social, económica ou sentimental adversa, etc. E a depressão acompanha-nos, como um sentimento de culpa, para que possamos ultrapassar e assim evoluir. 


Se Gostou do que Leu, clique G+1

Sem comentários:

Enviar um comentário

GOSTOU COMENTE!
NÃO GOSTOU, COMENTE NA MESMA!