domingo, 26 de junho de 2016

Sila Tarot: Como Ter Uma Vida Mais Feliz?


1. Desista da sua necessidade de estar sempre certo

Muitos de nós que não conseguem suportar a ideia de estarem errados – querem ter sempre razão – mesmo correndo o risco de acabar com grandes relacionamentos ou causar angústia ou dor, para si e para os outros. E não vale mesmo a pena. Sempre que sinta esta necessidade “urgente” de começar uma discussão sobre quem está certo e quem está errado, pergunte-se a si próprio: “Eu prefiro estar certo ou ser gentil?” Que diferença fará? O seu ego é assim tão grande?

2. Desista da sua necessidade de controlar

Estar disposto a abandonar a sua necessidade de estar sempre no controlo de tudo o que lhe acontece e que acontece ao seu redor – situações, eventos, pessoas, etc. Sendo eles entes queridos, colegas de trabalho ou apenas estranhos que conheceu na rua – deixe que eles sejam. Deixe que tudo e todos sejam exactamente o que são e verá como isso irá o fazer-se sentir melhor.

“Ao abrir mão, tudo é feito. O mundo é ganho por quem se desapega, mas é necessário tentar e tentar. O mundo está além da vitória.” Lao Tzu

3. Deixe de culpar os outros

Desista desse desejo de culpar as outras pessoas pelo que tem ou não, pelo que sente ou deixa de sentir. Comece a responsabilizar-se pela sua vida.


4. Abandone as conversas auto-destrutivas

Quantas pessoas magoa devido á sua mentalidade negativa, poluída e repetidamente derrotista? Não acredite em tudo o que a sua mente lhe diz – especialmente, se é algo pessimista. Será certamente melhor do que isso.

“A mente é um instrumento soberbo, se usado corretamente. Usado de forma errada, torna-se contudo, muito destrutiva.” Eckhart Tolle

5. Deixe de parte as crenças limitadoras

Sobre quem pode ou não ser, sobre o que é possível e o que é impossível. De agora em diante, não lhe será mais permitido deixar que as suas crenças restritivas o deixem parado num local errado. Abra as asas e voe!

“Uma crença não é uma ideia realizada pela mente, é uma ideia que segura a mente.” Elly Roselle"

6. Pare de reclamar

Desista da sua necessidade constante de reclamar das várias, várias, váaaarias coisas – pessoas, momentos, situações que o deixam infeliz ou depressivo. Ninguém o pode deixar infeliz, nenhuma situação o pode deixar triste, a não ser que assim o permita. Não é a situação que liberta esses sentimentos em si, mas a forma como escolhe encará-la. Nunca subestime o poder do pensamento positivo.

7. Esqueça o luxo de criticar

Desista do hábito de criticar coisas, eventos ou pessoas que são diferentes de si. Nós somos todos diferentes e ainda assim, somos todos iguais. Todos nós queremos ser felizes, queremos amar e ser amados e ser sempre entendidos. Nós todos queremos algo e algo é desejado por todos nós.


8. Desista da sua necessidade de impressionar os outros

Pare de tentar tanto ser algo que não é só para que os outros gostem de si. Não funciona desse modo. No momento em que deixa de tentar com tanto afinco ser algo que não é, no mesmo instante em que realmente tira todas as máscaras e se aceita como realmente é, irá descobrir que as pessoas serão atraídas por si – sem nenhum esforço.

9. Abra mão das suas resistências às mudanças

Mudar é bom. Mudar é o que o vai ajudar a ir de A para B. Mudar vai melhorar a sua vida e também as vidas de quem vive ao seu redor. Siga a sua felicidade, abrace a mudança – não resista.

“Siga a sua felicidade e o mundo lhe abrirá portas, onde antes só havia paredes” Joseph Campbell"

10. Esqueça os rótulos

Pare de rotular aquelas pessoas, coisas e situações, as quais não entende, como se fossem esquisitas ou diferentes e tente abrir a sua mente, pouco a pouco. Mentes só funcionam quando estão abertas.

“A mais extrema forma da ignorância é quando rejeita algo, sobre o qual não sabe” - Oscar Wilde



Se Gostou do que Leu, clique G+1 (= Gosto)

Sem comentários:

Enviar um comentário

GOSTOU COMENTE!
NÃO GOSTOU, COMENTE NA MESMA!