sábado, 2 de julho de 2016

Sila Tarot: Como Desenvolver-se Espiritualmente?


Quero hoje abordar um tema muito relativo, mas que gera alguma controvérsia. De facto, recebo vários e-mails, ou questionam-me durante a consulta, de pessoas que se questionam sobre o desenvolvimento mediúnico/espiritual. Gostaria agora, de responder a todas as duvidas.

Quando leio o Tarot é comum descobrir que a maior parte das pessoas têm dentro delas uma luz especial - isto acontece naturalmente: pessoas com uma vibração energética mais elevada, tendem a buscar aconselhamento espiritual e então a maior parte das pessoas que me procuram, são na verdade seres evoluídos interiormente e acabamos por nos encontrar/atrair. Quando lhes transmito a mensagem de que existe dentro delas essa luz e que são seres com um nível de consciência superior, a resposta mais comum é “sim, eu sei, mas não sei como posso desenvolver isso”.

Na realidade não há uma fórmula ou uma receita para nos tornarmos pessoas mais evoluídas do ponto de vista espiritual. Todos nós temos um potencial enquanto seres pertencentes ao cosmos - o que acontece é que na azáfama diária afastamos-nos da nossa essência e esquecemos a nossa espiritualidade. É importante salientar que somos seres espirituais numa experiência terrena e não o contrário. Assim sendo, apenas precisamos de recordar quem na verdade somos. Em geral, este processo ocorre mediante o auto-conhecimento, a elevação de frequência energética e do nível de consciência. Então surge a questão: E como se atinge esse patamar?

O auto-conhecimento é uma jornada individual. Aprendermos com os nossos erros e com os dos outros, conhecer as qualidades e os nossos defeitos, os pontos fortes e fracos e o nosso potencial, enquanto seres humanos é o ponto de partida. Neste âmbito, o próprio Tarot pode ajudar-nos a descobrir quem somos e todos nós podemos adquirir um baralho, aprender e descobrirmos mais sobre nós.

A elevação de frequência energética atinge-se através de experiências espirituais, como o reiki, a meditação, a terapia de vidas passadas, a terapia com taças tibetanas, entre outros. Estas experiências enchem-nos de boas energias e ajudam-nos a elevar a nossa vibração própria, o que nos faz sentir melhor e consequentemente mais preparados para a nossa jornada na terra.



A elevação do nível de consciência é talvez o ponto mais fácil de alcançar. Aqui trata-se de aprendermos a reconhecer que somos todos seres especiais, que todos nós temos os nossos problemas, de reconhecermos que não estamos sozinhos no universo e que existem guias e entidades espirituais, que nos ajudam no nosso percurso. Alguém que ambicione desenvolver-se espiritualmente, tem à partida consciência desta realidade. A aquisição de conhecimento sobre a doutrina espírita, várias filosofias de vida e princípios, bem como os princípios do reiki, podem ser bastante úteis. Aprender sobre várias áreas que nos ligam ao além, compreender os mecanismos do universo, é um meio para melhor atingirmos um nível de consciência superior.

Evidentemente, somos todos diferentes. Certas pessoas podem desenvolver-se mais que outras, pois já têm um percurso espiritual (ao longo de várias vidas) mais marcado. As manifestações de espiritualidade são diferentes em pessoas diferentes. O importante é que saibamos agradecer pelo que nos é dado, que sejamos seres prontos a ajudar os outros e que estejamos receptivos a estas ideias. Por mais difícil que possa ser a nossa jornada, ela dá-se através de pequenos passos e se não conseguirmos atingir o que almejamos nesta vida, porque estamos á espera da próxima? E porque não preparamos o caminho já?



Se Gostou do que Leu, clique G+1 ( = Gosto)

Sem comentários:

Enviar um comentário

GOSTOU COMENTE!
NÃO GOSTOU, COMENTE NA MESMA!