domingo, 20 de novembro de 2016

Sila Tarot: Como Atrair a Abundância do Universo Para Si?


A LEI DA ATRACÇÃO FUNCIONA ASSIM: NÃO ATRAI O QUE  QUER, ATRAI SIM O QUE VOCÊ É!

Quem nós pensamos que somos, está intimamente ligado, a como nos consideramos tratados pelos outros. Muitas pessoas queixam-se de que não recebem um tratamento bom o suficiente.

“Não me tratam com respeito, atenção, reconhecimento, consideração. Tratam-me como se eu não tivesse valor”, dizem.

Quando o tratamento é bondoso, elas suspeitam de motivos ocultos. “Os outros querem-me manipular, ter vantagem sobre mim. Ninguém me ama.”

Quem elas pensam que são isto: “Sou um pequeno eu’ carente, cujas necessidades não estão a ser satisfeitas.” Este erro básico de percepção de quem elas são, cria um distúrbio em todos os seus relacionamentos. Estes indivíduos acreditam que não têm nada a dar e que o mundo ou os outros, estão simplesmente a esconder-lhes a retira-lhes aquilo de que precisam, merecem e/ou simplesmente que os demais tem por força a obrigação/dever de lhes dar.

Toda a sua realidade se baseia num sentido ilusório de quem elas são. Isso sabota situações, prejudica todos os relacionamentos. Se o pensamento de falta – seja de dinheiro, reconhecimento ou amor – se tornou parte de quem pensamos que somos, sempre experimentaremos a falta. Em vez de reconhecermos o que já há de bom na nossa vida, tudo o que vemos é carência. Detectarmos o que existe de positivo na nossa vida é a base de toda a abundância.

O facto é o seguinte: Seja o que for que nós pensemos que o mundo nos está a retirar, é isso que estamos a tirar do mundo. Agimos assim, porque no fundo acreditamos que somos pequenos e que não temos nada a dar.

Se esse for o seu caso, experimente fazer o seguinte por duas semanas e veja como sua realidade mudará: Dê às pessoas qualquer coisa que você pensa que elas lhe estão negando – elogios, apreço, ajuda, atenção, etc. Não tem isto? Aja exactamente como se tivesse e tudo isso surgirá.

Assim que você começar a dar, passará a receber. Ninguém pode ganhar o que não dá. O fluxo de entrada determina o fluxo de saída. Seja o que for que você acredite que o mundo não lhe está a conceder, você já possui. Contudo, a menos que permita que isso flua para fora de si, nem sequer saberá que tem. Isso inclui a abundância. A lei segundo a qual o fluxo de saída determina o fluxo de entrada é expressa por Jesus: “Dai, e dar-se-vos-á."

Colocar-vos-ão no regaço uma medida boa, cheia, recalcada, sacudida e transbordante, porque, com a mesma medida com que medirdes, sereis medidos vós também.” A fonte de toda a abundância não está fora de si. Ela é parte de quem você é. Entretanto, comece por admitir e reconhecê-la exteriormente. Veja a plenitude da vida ao seu redor. O calor do sol sobre a sua pele, a exibição de flores magníficas, o sabor de uma fruta suculenta, a sensação no corpo de toda a força da chuva que cai do céu.

A plenitude da vida está presente a cada passo. O seu reconhecimento desperta a abundância interior adormecida. Então permita que ela flua para fora. Só o facto de sorrir para um estranho, já promove uma mínima saída de energia. Torna-se num doador. Pergunte-se com frequência: “O que posso dar neste caso?

Como posso prestar um serviço a esta pessoa, nesta situação? Você não precisa ser dono de nada para perceber que tem abundância. Porém, se sentir com frequência que a possui, é quase certo que as coisas comecem a acontecer na sua vida. Ela só chega para aqueles que já a têm.

Parece um tanto injusto, mas é claro que não é. É uma lei universal. Tanto a fartura quanto a escassez são estados interiores que se manifestam como nossa realidade. Jesus fala sobre isso da seguinte maneira: “Pois, ao que tem, se lhe dará; e ao que não tem, se lhe tirará até o que não tem.

MARQUE AQUI A SUA CONSULTA: http://www.silatarot.pt/p/contactos.html

Se Gostou do que leu, clique G+1 (= Gosto) no site

Sem comentários:

Enviar um comentário

GOSTOU COMENTE!
NÃO GOSTOU, COMENTE NA MESMA!