sexta-feira, 14 de abril de 2017

Sila Tarot: Porque Se Dá Demais Numa Relação?


Quando começa um relacionamento, faz tudo o que pode e até o que não pode, pelo outro? É aquele tipo de pessoa, que se dedica sem medidas, que está disposta a responder sempre "sim" a uma solicitação que o seu parceiro ainda nem sequer fez?

O tempo vai passando e pergunta-se se tem feito o suficiente? À mínima demonstração de dúvida do outro, questiona-se sobre o que poderá ter feito de forma errada e se está realmente a fazer o seu melhor? Tem a impressão de que será mais amada quanto mais boa pessoa e "fora do comum" for?

E conforme o tempo passa, mais e mais, sente que o outro ainda não a está a amar quanto e tanto como gostaria? Até fica triste, até cogita a possibilidade dele não estar a ser justo ou não estar a reconhecer tudo o que faz, mas não desiste e não mede esforços para o fazer feliz?

Se se casou com esse homem que tanto ama, tem a sensação de que vive os seus dias em função desta pessoa/relação? Já se interrogou que faz, faz, faz, mas que nunca parece ser o bastante? Já pensou que gostaria de ser mais valorizada, reconhecida, elogiada e amada, por tudo o que tem feito desde sempre? As suas amigas, família também vêem, e dizem que se dá demais e que precisa de mudar?


Fazer mais e mais, é como passar o dia a cozinhar deliciosas receitas, uma atrás da outra, e a oferecê-las todas, prato após prato, para uma pessoa que pode até já ter dito estar com fome, mas que você, de tão insegura e equivocada, saciou essa fome logo na entrada. Não esperou o momento para o prato principal. Não reconheceu o momento da sobremesa. Deu tudo. Deu muito mais que o necessário. Não houve tempo para a fome, para querer mais.


Tem-se esforçado realmente para ser a melhor refeição. Mas o outro está com a barriga cheia! Não a quer. Não a aguenta mais. Não tem vontade de estar consigo! Porque nem permite ou sequer dá tempo para que a fome chegue. Porque principalmente e acima de tudo, nem reconhece a doce e maravilhosa refeição que é! E acaba por acreditar que não é suficientemente boa...e quase que implora para que ele a queira!

Sabe o que é que lhe falta? Sabe porque é que o outro parece não fazer a mínima questão de a convencer a ficar? Quer mesmo descobrir? E mais do que descobrir, está realmente disposta a mudar o enredo cansativo e frustrante desta história? Então, deve para com esse comportamento! O outro só vê o que você mostra! Mas não o que se esforça para mostrar. Porque quem insiste, é porque não tem a certeza! Quem implora, é porque duvida do quanto vale! Quem se dá demasiado, é porque não sabe o que merece! E é justamente esse, que tem sido o seu erro!


Pare de olhar para o lado errado! Pare de se dedicar, a quem não pode dar-lhe o que tanto quer! Pare de se comportar como tola - acreditando que será amada, se fizer mais e mais e mais. Não será! O problema é que não se valoriza! Não se vê! Das poucas vezes que olha para si, usa os olhos de quem já está farto. Olha pelo lado de fora. Olha sem entrar e sem acender a sua própria luz!


Comece a reconhecer a sua própria fome. Mas não para se entupir de si mesma, sem medida, sem consciência. Porque isso também só servirá para se cansar e para se frustrar. Ouça-se, conheça-se e descubra o que quer, agora, neste momento. Assim, de luzes acesas e com brilho próprio, vá em busca para se fazer feliz. E esteja certa de que não só será, mas parecerá e será tratada, como uma deliciosa refeição!


MARQUE AQUI A SUA CONSULTA: http://www.silatarot.pt/p/contactos.html

Se Gostou do que Leu, clique G+1 (= Gosto)

Sem comentários:

Enviar um comentário

GOSTOU COMENTE!
NÃO GOSTOU, COMENTE NA MESMA!