sábado, 22 de julho de 2017

Sila Tarot: Como Mudar a Sua Própria Vida?



O que a deita abaixo?

Existem situações (pensamentos, pessoas, actividades) que “colaboram” para que a pessoa se sinta mal. Coisas e situações que “colaboram” entre si, porque normalmente é a própria pessoa quem caminha na direcção das circunstâncias que a deixam “desprotegida”. Muitas vezes é quem permite e se sente “atraída” por esses momentos de conflito.

Por este motivo, quando se tem a tendência inconsciente (ou não) de “procurar” o que a prejudica, é preciso fazer uma auto-análise, perceber-se a si própria, tentar entender e conhecer-se melhor. Deve reconhecer os caminhos que faz e que a colocam nesse risco (emocional). Existem muitas situações e questões, que podem desencadear a auto-destruição:

  • Sentimentos de culpa, frustração, de inferioridade

  • Necessidade de receber atenção da forma “errada”. Acaba por se vitimizar, colocar-se no papel de coitado

  • Pensa que não conseguirá melhorar a sua própria vida, acredita não existir outra forma de viver, fica acomoda e não faz nada para a mudar e para se se mudar.

Muitas vezes a pessoa não percebe que ela própria “alimenta” os seus problemas e tristezas. Por isso é fundamental aprender a identificar quando é que se está a sabotar e que se comece a questionar:

O que é prejudicial na sua vida?

  • Como é que essa situação negativa tem inicio? O que acontece pouco antes? Como continua a acontecer? Mesmo que perceba que não me faz bem, porque permaneço nessa situação?

  • O que me leva a viver e manter isto? Quais são minhas fragilidades emocionais que me deixam “cair” nessa condição?


A pessoa que mantém a postura destrutiva, perde oportunidade de transformar a sua vida. Pode-se tornar muito mais interessante, feliz e capaz quando sai da sua vida da lamentação e de auto - sabotagem. Pode começar a mudar a sua vida fazendo de forma diferente:

  • Quando surgem pensamentos e comportamentos sabotadores, é necessário “cortar pela raiz”, mudar o foco para algo produtivo e positivo, que faça bem (por exemplo: “não quero mais isto para mim”, “vi que minha vida não é assim tão má, posso começar a encontrar caminhos para melhorar e celebrar as coisas boas”)

  • Encontrar formas de mudar e de não continuar a viver o “negativo”, afastando-se de vícios, pessoas e situações que lhe são prejudiciais. Começar a fazer actividade física, actividades prazerosas, manter relações saudáveis, etc...

MARQUE AQUI A SUA CONSULTA Tarot+Cartomância: http://www.silatarot.pt/p/contactos.html


Se Gostou do que Leu e para que eu publique mais temas semelhantes, clique (no site) G+1= Gosto - É anónimo!

Sem comentários:

Enviar um comentário

GOSTOU COMENTE!
NÃO GOSTOU, COMENTE NA MESMA!