segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Sila Tarot: Relacionamentos que envolvem filho(s)

Sei que muitas pessoas passam, passaram ou conhecem alguém que vive esta realidade e em muitos casos esta convivência ou "divisão de bens" pode ser desgastante, porém nesta vida, meus caros, somo nós quem decidimos como as coisas vão ser.
Acredito que quando você se propõe a se relacionar com alguém que tenha um filho(a) a primeira atitude que deve ser tomada é ABRIR O CORAÇÃO E A MENTE para a novidade! Isso deve ser genuinamente, você tem que ter certeza de que valha a pena, porque sem você perceber vai passar abdicar de algumas coisas para compartilhar de alguns momentos junto seu parceiro e filho(a).Não que seja uma regra, mas é natural que o casal tenha os seus momento com a criança.

É normal que no começo se passe pela fase de adaptação, para que se possa acostumar com a nova realidade (no casos daqueles que nunca viveram isso), a criança se acostumar consigo e os três entrarem numa sintonia e desenvolverem uma relação estável. Ciúmes nesta fase são muito comuns, tanto da criança para com quem chega, sendo que tem de dividir a atenção com um alguém desconhecido, tanto do namorado(a) para com seu parceiro (afinal o centro da atenção é a criança).


Relacionamento com bônus!

Tenho amigas que convivem bem com esta situação, e amigas que se referem aos seus enteados(as) como umas pestinhas entre outros termos, e eu pergunto-me: Porque cargas d’água levar esta situação adiante? Um coisa é facto, você é a namorada(o) dele(a) e namoradas(os) vão e vem, mas o filho(a) é para sempre, e essa conversa de querer entrar num braço de ferro (onde única e exclusivamente é você que participa) é a maior perda de tempo, acarrecta mau estar para todos envolvidos e com certeza que não vai chegar a lugar algum.

Entendam uma coisa, a criança não tem culpa nenhuma e você como um ser maduro deve se dar a oportunidade de ser conquistada e também de conquistar, porque se o relacionamento com o filho(o) do seu parceiro não for dos melhores as probabilidades do namoro ou qualquer ou coisa dar certo é mínima.

Claro que tudo tem de ser equilibrado, você não pode deixar de ter sua vida para viver em função do seu parceiro e de seu filho(a), entenda que a responsabilidade é dele(a) e não sua, e vocês os dois juntos devem fazer os possíveis para deixar o casal em ascensão e fazer dos momentos com a criança um tempo extra em que convivem e usufruem da companhia de todos.

Porque no fim de contas nunca serão só vocês os dois!


domingo, 19 de fevereiro de 2012

Sila Tarot: Amor Proibido...

Inicio este artigo deixando bem claro que não tenho a intenção, de forma alguma, de abordar aqui conceitos como certo ou errado, moral ou imoral. Apenas quero falar do que você quer... do que você sente!

Muitas pessoas já viveram, ou pelo menos desejaram viver um amor proibido, um amor impossível, um amor cujo camarote do coração do outro já estava ocupado. Assim, diante do sentimento, da paixão ou do desejo, o que fazer? Investir e arriscar ou abrir mão e esquecer?

Difícil escolha; dolorosa decisão. Porém, creio que só haja um parâmetro a ser seguido: a sua verdade! E a sua verdade tem que estar de acordo com o que você acredita, de acordo com o seu coração.
Sei que o primeiro argumento recairá sobre o que você sente... e se sente, por que deixar de vivê-lo, de experimentá-lo?!? Mas, agora, aqui neste artigo, o meu argumento recai sobre outras questões, as quais podem levar você à sua própria reflexão, à sua escolha e, conseqüentemente, à sua decisão!

Que papel você quer ocupar dentro desta relação proibida? Quer ser amiga, confidente, estar ao lado, acompanhar, dormir abraçadinha, passear de mãos dadas? Ou lhe basta o momento que for possível, a fugidinha no meio do dia, os encontros às escondidas, as ligações programadas?

De novo, quero ressaltar: não sei qual é a sua verdade; desejo apenas que você a encontre através de questionamentos individuais e absolutamente pessoais. Desejo apenas que você compreenda que não dá para esperar por um papel que já foi ocupado, por um espaço onde um outro alguém já actua, mesmo que de forma insatisfatória. Não dá para criar expectativas incompatíveis com a realidade, situações improváveis de se tornarem reais.

Decidir-se por viver um amor com alguém que é comprometido, é ver-se diante de algumas possibilidades que podem ou não tornar-se viáveis. Portanto, o mais importante é que você reflita sobre si mesma: você está pronta para correr esse risco? Pode pagar o preço da espera, da angústia, da dúvida? Consegue carregar o peso de ser apenas parte do que você poderia, do que você gostaria de ser?

Se você quer correr o risco, se pode pagar o preço e se consegue agüentar o peso, então vá em frente! Mas se descobrir a qualquer momento, que merece mais, que deseja mais e que esse amor está pedindo a aprovação do Universo, então pare! Recolha todos os seus melhores sentimentos, guarde-os como se guardasse uma jóia rara e coloque-os num cantinho especial de seu coração... à espera do sinal verde!

E se essa for a sua verdade, a sua escolha, lembre-se de que talvez esse sinal nunca acenda, talvez seus sentimentos nunca saiam de onde foram colocados, talvez esse amor nunca seja vivido, mas isso não significa que ele não tenha nascido, não tenha existido, não tenha contribuído de alguma forma, para encantar e engrandecer a sua história...
A vida é feita de escolhas, sempre, a todo o momento. Algumas são mais difíceis, tanto que ficam como que latejando na nossa alma, suplicando por uma luz, uma dica, um auxílio; outras são tão fáceis que nem nos damos conta de que as fazemos.

Esta é certamente, uma escolha muito difícil, seja viver o amor proibido, seja abrir mão dele. Eu não sei se você vai escolher ser menos do que poderia em função das possibilidades... ou se vai escolher ser inteira, mas tendo que se resignar diante de seus sentimentos. Apenas sugiro que sua escolha esteja de acordo com a sua verdade, porque mais ou cedo ou mais tarde, você terminará percebendo que somente a verdade torna válida qualquer experiência...
E sobretudo, sugiro que você confie no Universo. O que é possível, o que é provável e o que é esperado que aconteça para que o amor prevaleça e actue positivamente sobre todos os seres deste Planeta, acabará por acontecer... a despeito de qualquer circunstância!




Sila Tarot: Homens e mulheres amam da mesma maneira?!?

Esta questão sempre me remete a uma lembrança da infância. Não sei se todos conhecem aquela florzinha que parece um floco de algodão, redondinha e branquinha, tão frágil que um sopro ou vento mais forte é capaz de espalhar seus pequeninos folículos pelo ar...

Pois bem, ao encontrar uma dessas flores quando era criança, apressei-me em arrancá-la para dar de presente à minha mãe e tive uma surpresa quando ela me perguntou: você sabe qual é o nome desta flor? . Não, eu não sabia, mas ela me disse: é ‘amor de homem’.


E ela me contou o motivo da comparação, deixando claro que se tratava de uma brincadeira: porque amor de homem é assim, tão vulnerável que qualquer vento é capaz de o levar embora.

Embora o nome da flor não seja este (e sim Taraxacum officinale
ou ainda conhecida como dente-de-leão), trata-se da revelação sobre como o amor sentido pelo homem é interpretado, na maioria das vezes.

Considerando que nenhuma ‘brincadeira’ é inventada por acaso, certamente o comportamento masculino deixa brechas a ponto de inspirar tal comparação. Entretanto, engolir crenças generalizantes como verdade absoluta, já seria perder o descernimento de ver o todo.

Homens e mulheres amam de modo diferente, sim. Certos e errados, não! Vamos falar a sério: a verdade é que cada um puxa a brasa á sua sardinha, justificando seus comportamentos e tentando convencer quem quer que seja de que é o ‘certo’, como se o outro, por conseqüência, fosse o ‘errado’.

As mulheres dizem que os homens são insensíveis. Os homens dizem que elas são sentimentais demais. Elas argumentam que eles são frios e racionais. Eles, que elas choram e reclamam à toa.

Estranha relação esta que deveria ser harmoniosa e muitas vezes se transforma numa guerra. Como se fossem rivais, homens e mulheres tentam defender sua bandeira, conforme apontam e criticam o comportamento do outro.

Ainda que haja muito de proveitoso e estimulante nesta constante argumentação, temos de ter cuidado para que as diferenças não se tornem motivos para cada um perder a sua essência e suas particularidades tão necessárias nas relações.

Enquanto apostarmos que um seja melhor do que o outro, estaremos seguramente perdendo uma fatia preciosa deste contexto. Não precisamos do masculino ou do feminino, precisamos dos dois. Um simplesmente sucumbiria sem a presença do outro.

Portanto, não é por vitória que devemos lutar e nem por igualdade entre eles, mas por uma convivência respeitosa, assumindo as necessárias diferenças e aprendendo a interpretá-las como fundamentais no processo de amadurecimento, tanto social quanto pessoal.

Um é mais objetivo e o outro é mais subjetivo. Um é mais racional e o outro é mais emocional. Um é mais calado e o outro é mais falador. Um é mais generalista e o outro é mais detalhista. E num encontro mágico, ambos podem e devem-se complementar, levando para o mundo do outro uma porção do que lhe fica mais adormecido.

Mas na tentativa de corresponder às regras sociais (muitas vezes rígidas e hipócritas), vamos nos moldando em comportamentos mutilados, ignorando pedaços importantes do todo, que poderiam proporcionar mais equilíbrio.

O prejuízo tem sido grande. Mais do que nos beneficiar com as características valiosas de cada um, temos desperdiçado energia demais travando uma luta insana e absolutamente desnecessária na tentativa de nos igualar. E quanto mais tentamos, maior tem sido o desastre causado.

Que deixemos, enfim, de brigar por uma igualdade que mais nos desvaloriza do que enobrece. Que passemos a assumir nossas maravilhosas e caras diferenças e actuemos decididamente a partir de nossa essência - masculina e feminina - preciosa, sublime. E que façamos isso, sobretudo, no exercício de amar.




Sila Tarot: Insistir ou desistir?!?

Com a maioria de nós, alguma vez na vida já aconteceu de começar uma relação, sentir-se envolvido e satisfeito com muitas coisas mas... (e quando tem o mas... é porque alguma coisa precisa ser cuidada!).

Acontece que paralelamente aos pontos positivos, percebemos diferenças gritantes, ritmos desencontrados e frequentemente, com desejos adversos. Num dia está tudo bem; no seguinte, as atitudes (ou as palavras) do outro nos deixam inseguros e confusos.

Numa hora parece que ele quer, na outra parece que não muito. Às vezes parece que se importa, noutras a sensação é de que ‘tanto faz’. A gente quase conclui que não sabe com quem está lidando, pois os detalhes e as entrelinhas da relação vão desenhando uma personalidade que chega a ser contraditória em muitos momentos.

Daí vem a dúvida: insistir ou desistir? Se insistirmos, a tendência é nos envolvermos mais e mais e a previsão parece certa: decepções e frustrações cada vez mais recorrentes. Se desistirmos, o que resta é a interrogação: seria apenas uma questão de tempo? Será que, com o passar dos dias, o outro terminaria se envolvendo na mesma medida que nós?

Há quem afirme que as pessoas não mudam. Outros no entanto, apostam que o amor é capaz de promover grandes transformações. Sinceramente? Como vocês sabem não acredito em generalizações e particularmente, prefiro acreditar que cada pessoa é única. Há quem realmente nunca mude, especialmente porque não quer mudar! E há quem se deixe transformar por conta dos sentimentos, especialmente porque quer ser transformado.

Portanto como sempre, creio que o melhor seja olhar para dentro. Deixar a decisão na mão do outro é como andar à deriva, sem saber para onde está indo. Por algum tempo esta pode até ser a melhor opção para que você possa perceber melhor seus sentimentos e o que deseja fazer; mas chegará o momento em que terá de assumir a direcção e traçar a sua rota.

Sem falar que ‘insistir’ ou ‘desistir’ são duas opções extremas. Entre elas há algumas outras possibilidades. Insista um pouco menos. Desista um pouco mais. Nesta mesma medida, invista em si: saia com os amigos, olhe ao redor e perceba que a vida também tem seu próprio ritmo, sábio por sinal.

E chegará o dia em que a verdade prevalecerá: quando um não quer, dois não podem ficar juntos. E quando um quer mais ou menos e o outro quer inteiro, é hora de tomar a tão importante decisão - insistir ou desistir. E aí, a conversa é entre você e seu coração... e mais ninguém!




Sila Tarot: Seu amor não é correspondido? Pare de tentar encontrar os motivos...

Poucas situações na vida são mais angustiantes do que viver um amor não correspondido. No entanto, pouquíssimas são as pessoas que nunca experimentaram algo semelhante. Ou seja, amar e não ser amado é em última instância uma dor comum, embora bastante pessoal.

E porque será que ainda assim, sendo tão recorrente e fazendo parte da história de bilhões de seres humanos, continua sendo tão difícil lidar com o facto de que o outro não está a fim de continuar ou sequer de começar um relacionamento consigo?

O facto é que aprender a lidar com a frustração da não correspondência de qualquer sentimento, especialmente dos mais intensos e profundos, é uma das mais duras e importantes lições de todos nós!

A começar pela capacidade de compreender que a razão de o outro não gostar de si da mesma forma que você gosta dele, não tem a ver com quem você é exactamente. Ou seja, certamente você é alguém com qualidades suficientes para ser amado, entretanto isso não é garantia para que a química de um encontro dê certo.

Quando falamos de amor desejo e vontade, temos de considerar que sempre existe mais de uma parte envolvida. É a máxima do dito popular que avisa que quando um não quer, dois não brigam ou não se amam, como é o nosso caso. Mas os motivos pelos quais uma pessoa não corresponde ao seu amor estão longe de ser passíveis de explicação lógica.

Amamos e não amamos por motivos inexplicáveis, que não estão ao alcance das palavras ou da inteligência racional. Talvez isso explique porque algumas vezes amamos aquela pessoa não aprovada pela maioria de nossos amigos e familiares. Ou porque noutras vezes não conseguimos amar aquela que todos dizem ser a ideal para nós, a perfeita.

Esta é a prova de que ficar a consumir-se na tentativa de compreender logicamente porque o outro não está correspondendo nosso amor é inútil, ineficiente e só nos faz doer mais ainda. Esta é a prova, sobretudo de que não ser amado por determinada pessoa não é um veredito, não é uma sentença, não é o fim.

Talvez muito pelo contrário, seja apenas o começo. Seja a nossa grande chance de descobrir uma alternativa melhor. Sim...porque não sabemos o futuro. Não sabemos o que virá. E por isso mesmo, deveríamos confiar um pouco mais no fluxo do Universo.

Certamente, já aconteceu consigo de considerar um acontecimento péssimo, desastroso e depois de alguns dias ou meses, ter se dado conta de que algo muito lindo, maravilhoso e imperdível só aconteceu porque havia o espaço deixado pelo que havia considerado um desastre.

Enfim, não ser correspondido hoje é ruim, eu sei. Dói. E por isso mesmo, sugiro que você chore, esperneie, desabafe e faça o que for possível, dentro das opções saudáveis de preferência, para esgotar sua frustração e se sentir melhor. Porém, não se destrua, não se acabe e não tome as circunstâncias como determinantes de sua infelicidade.

Permita-se viver um dia de cada vez, apostando que cada noite que chega, significa que você está mais distante da tristeza e mais perto de uma nova alegria. Permita-se acreditar que o sol voltará a brilhar no seu coração mais cedo do que você imagina... E siga o fluxo da existência.

E assim, certo de que ser correspondido é tão possível quanto não ser, e que essa é uma verdade que vale para todas as pessoas deste planeta – até mesmo para aquelas consideradas as mais lindas e sensuais – levante-se, lave esse rosto, vista-se como se fosse celebrar e faça um brinde a si mesmo, ao amor e ao melhor que está por vir!







Sila Tarot: Entre os príncipes e os sapos, muitos detalhes devem ser considerados...

Você certamente preferiria encontrar um príncipe a um sapo, não é? Claro, entre os conceitos que definem um homem, o de príncipe é bem mais atraente e interessante do que o de sapo. O primeiro refere-se àquele gentil, carinhoso e romântico, enquanto que o segundo aponta para aquele esquisito, desatento e, por vezes, até irritante!

No entanto, como todo o conceito fechado, este também merece uma reflexão, e o quanto antes, para evitarmos mais buscas ilusórias, expectativas frustradas e, por fim, desencontros desastrosos! Será mesmo que existem os homens que são príncipes e os que são sapos? Se sim, nesta mesma medida, deve haver então as mulheres que são princesas e as que são sapas, certo? Não! Errado! Nem uma coisa, nem outra!

Podemos começar a desconstruir esse raciocínio admitindo que todos nós, tanto homens quanto mulheres, somos príncipes e princesas, mas também sapos e sapas! Afinal, em alguns dias, estamos bem-humorados, divertidos, leves, atraentes e encantadores. Enquanto que, em outros estamos tensos, tristes, impacientes e até repelentes.

Isto é ser gente. Existir em todas as possibilidades e nuances. Transitar entre a luz e a sombra e descobrir neste caminho, a possibilidade de amadurecer e de se tornar melhor. E tudo isso acontece inclusive, enquanto nos relacionamos. Enquanto buscamos um amor ou durante a vivência dele. E tudo bem... Não há nada de errado em se permitir ser tudo isso. O problema começa quando a permissão só é dada a si mesmo e não ao outro.

Pessoas que desejam encontrar e se relacionar somente com príncipes ou com princesas, que não conseguem acolher o sapo e a sapa que existe em cada homem e em cada mulher, certamente, vão se decepcionar e amargar, repetidas vezes, aquela sensação de que sempre escolhe a pessoa errada. Será? Será mesmo que existem pessoas erradas e pessoas certas? Ou seria mais inteligente se encarássemos a todos com quem nos relacionamos como uma imperdível e exclusiva oportunidade de aprender algo novo?

Além disso, esta reflexão também pode ser um desafiante convite para que você exercite mais a sua porção príncipe ou princesa, exatamente como sabe fazer – e muito bem – toda vez que deseja conquistar alguém. Gentileza, carinho, atenção, paciência, saber ouvir, ceder, presentear, mimar, entre outras pequenas atitudes cativantes são sempre muito bem-vindas e fazem toda a diferença no seu dia-a-dia e no seu relacionamento, embora não eliminem definitivamente a sua porção sapo ou sapa!

No final das contas, o grande desafio do amor, para todos nós, é tentarmos, todos os dias, encontrar o equilíbrio na relação. Se o seu par acordou sapo, calibre o ambiente com sua parte princesa e vice-versa. E lembre-se de que, como numa equação matemática, o mais importante é que ao passar a régua, o saldo seja sempre positivo. E isso quer dizer que se você tem se relacionado mais como sapo ou sapa do que com o príncipe ou princesa, algo precisa ser feito, urgentemente! Caso contrário, como se diz popularmente, a fila anda... porque o reinado precisa de funcionar!




Sila Tarot: Sonho: O que é?

Existem 2 tipos de sonhos:

- Um é resultado de manifestação instintiva ou mecanismo inconsciente que revive lembranças de factos ocorridos no dia a dia, são mais comuns quando ainda em sono leve. Este tipo de sonho tem pouca importância e pouca influência na nossa vida diária.
- O outro tipo de sonho exerce porém uma grande influência na nossa vida, por isso vamos falar dele com bastante cuidado e detalhadamente.

Para entender realmente o que é esse sonho, é preciso entender que quando dormimos, apenas o nosso corpo físico repousa. O nosso espirito desliga-se parcialmente do corpo físico enquanto este está adormecido e volta ao plano espiritual onde participa activamente em diversas atividades.
Quando o corpo físico acorda o espirito volta e reassume o seu invólucro carnal, trazendo gravado as lembranças e imagens das experiências vividas na outra dimensão da vida. Essas lembranças são o que chamamos de sonhos.

Os sonhos absurdos com imagens irreais, lugares esquisitos, são distorções causadas pela grande diferença da relação tempo/espaço que existe entre o plano físico (material) e o plano espiritual.
Apesar dessas diferenças há grandes possibilidades de entendermos e descodificarmos as mensagens dos sonhos, muito embora para isso haja necessidade de treino e conhecimento relativo de si mesmo. Isso porque no lado da vida espiritual as imagens e factos que vivemos são muito semelhantes com as imagens e factos que lá nos são descritos por outras entidades espirituais. Por exemplo, quando sonhamos que estamos participando de uma aula, numa sala com vários alunos, quando acordamos teremos essa imagem na lembrança. Essas imagens porém, podem ser de uma actividade (aula) que realmente tenhamos participado lá no plano astral, como também, ser a lembrança de um diálogo tido com um espírito no qual ele nos tenha narrado algo sobre uma sala de aula, ou nos aconselhado a participar de alguma aula. Essa semelhança existe porque a forma usada pelos espíritos para comunicarem-se não é a fala, como nós nos comunicamos, (mesmo porque o espírito não tendo corpo físico não dispõe de um aparelho que forneça o som).

A transmissão do pensamento, imagens, intenções, sentimentos, é feita de mente para mente de forma directa e clara. Assim , quando um espírito quer dizer para o outro que "viu uma praia", ele passa para a mente do outro a imagem da praia que ele viu, o que dá uma idéia muito mais clara do que a nossa forma de comunicação, e causa ao espírito que recebeu a mensagem a impressão de ter visto aquele local, embora a tenha apenas recebido através da comunicação de outro...


Sila Tarot: Sonhar com pessoas que já morreram

Quando sonhamos com uma ou mais pessoas que já morreram, nada tem de perigoso ou de maus presságios. Isso quer dizer apenas, que enquanto o nosso corpo físico estava a dormir, o nosso espírito desprendia-se parcialmente deste e esteve no plano espiritual onde de alguma maneira fez contato com esses entes já falecidos.
Dificilmente as lembranças que temos são um retrato fiel do que se passou lá na espiritualidade. Vamos dar um exemplo simples: o Sr. Fulano sonhou com seu pai já falecido, e que este se encontrava deitado num leito de hospital (analisaremos duas possibilidades).

Primeira Possibilidade: O Sr. Fulano esteve no plano espiritual e foi realmente ao Hospital onde seu pai se encontrava em tratamentos, em algum lugar do outro lado da vida.

Segunda Possibilidade: O Sr. Fulano esteve no plano espiritual, e encontrou-se com outro espírito que lhe deu a notícia que o seu pai se encontrava num Hospital, na espiritualidade em tratamento.

Sonhar com pessoas falecidas pode ser ainda resultado de uma super excitação da mente, causada por pensamentos constantes na pessoa falecida.
Quando se pensa incessantemente em alguém que já morreu, isso causa na sua mente uma alteração que o leva a visualizar a pessoa a qualquer momento quando dorme ou até mesmo quando acordado e não podendo assim, ser classificado como um sonho com significado real.

Por isso a necessidade de uma preparação e do autoconhecimento para se analisar os nossos sonhos...

Sila Tarot: Excesso de carência pode-se transformar numa chatice!

Há quem se sinta orgulhoso em declarar: sou carente! Veja: existe uma enorme diferença entre acreditar que você está carente e se perceber como uma pessoa carente! Uma condição é temporária, circunstancial, enquanto que a outra é determinante, parte de sua personalidade!
Então, a partir de hoje, sugiro que você se disponha a no máximo, estar e não ser carente! Alguém que está carente é porque se está a aperceber sem alguma coisa e sentindo falta. Portanto, é absolutamente compreensível quando se usa o termo para expressar vontade de receber carinho, atenção e amor. Inclusive, se a expressão for feita de modo consciente, pode denotar maturidade e autoconhecimento.

Entretanto, é preciso cuidar para não cair na armadilha do excesso. A linha que separa a dose boa e saudável da dose perigosa e sufocante é tênue, quase imperceptível, especialmente para quem vive se sentindo assim, carente!

O facto é que o excesso de carência costuma se transformar em chatice. O processo é mais ou menos assim: a pessoa começa a se sentir sem atenção, sem carinho, abandonada, rejeitada e substituída por outras pessoas ou situações. Sem saber como lidar com esses sentimentos (que são dela!), culpa o outro. Ou seja, estou assim porque fulano não me dá atenção!. Pronto! A armadilha está armada!

Os próximos passos incluem cobranças, pressões, chantagens emocionais, percepção distorcida dos acontecimentos e das atitudes das pessoas, julgamentos parciais, colocar-se no papel de vítima da vida e dos egoístas, insensíveis, e por aí a diante...

Convenhamos: atitudes totalmente ineficientes e desastrosas, que só servem para que o carente consiga exactamente e justamente aquilo que ele mais teme: afastar as pessoas que ele mais ama. Sim, claro, porque quem gosta de ser cobrado, pressionado, julgado e acusado?

Como resolver o problema? Simples, embora nem sempre fácil! Mas proponha-se a tentar, pelo menos. As chances de dar certo são grandes, posso apostar! Pense comigo: se você quer atrair um peixe para sua cana, o que faz? Vai até a beira do rio e maltrata o peixe? Grita com ele dizendo que ele deveria estar ali, à margem, para que você pudesse pescá-lo? Atira pedras ao peixe? Acusa-o de insensível, por não perceber a sua fome e as suas necessidades? Creio que não!

Você usaria como isca algo de que ele gosta, não é? Parece óbvio? Então, use a mesma técnica para lidar com sua carência. Em primeiro lugar, compreenda que quem está carente é você. A responsabilidade, em princípio, é sua e não do outro. Você pode até solicitar a ajuda dele, de forma inteligente, para aplacar sua necessidade de carinho e atenção, mas o sentimento continua sendo seu!

Por isso, vasculhe dentro de si e procure as iscas que pode usar. Dicas? Que tal se comportar como uma pessoa atraente, interessante e sedutora? Que tal bom humor, compreensão, companheirismo, elogios, um presentinho talvez, mais paciência, mais sex appel, mais empatia, mais gentileza? Mas tem de ser de verdade e não farça, só para conseguir o que quer. Tem de ser seu! Tem de ser você!

Verdade seja dita: essas iscas podem não garantir que seu peixe seja fisgado, mas vai garantir sim, que você não se transforme num chato-ambulante! E se não for esse o peixe certo, mais cedo ou mais tarde, é bem provável que você termine a pescar aquele enorme peixe que você nem imaginava..



Sila Tarot: Quem é a pessoa mais importante da sua vida?

Neste preciso momento, acabei de desligar o telefone depois de uma longa conversa com uma amiga muito querida. Ao desligar, e sem nenhum julgamento, passei a refletir sobre o que falámos.

Se você agora, se fizesse esta pergunta do título, qual seria a sua resposta?

Será que a sua resposta seria os seus pais, os seus filhos, o seu marido? Ou será que a coisa mais importante de tudo em sua vida seria o seu emprego, a sua bela casa, ou as suas viagens?
Você, e somente você, em seu íntimo guarda esta resposta, mas tenha absoluta certeza que se a resposta de imediato não for a seguinte: a pessoa mais importante da minha vida sou eu mesma... reflita comigo sobre a necessidade de tomar pulso de sua vida e ser feliz.

Ninguém nunca a fará tão feliz, quanto você se pode fazer a si própria, ninguém nunca a amará ou valorizará como você deve fazer consigo própria!

Quando a depressão chega e a tristeza se manifesta, é porque está sendo revelado em si o desejo de descobrir o que a impede de viver uma vida plena e significativa. Neste exacto momento em que a vida lhe está la dar esta oportunidade de reflectir, não se entregue a remédios que por vezes lhe tiram a grande oportunidade de crescer e modificar sua maneira de ser e agir.

O facto de sentir a dor do abandono lhe dará uma compreensão mais profunda e plena entre causa e efeito, ou seja, o que foi que fiz para atrair esta determinada situação para a minha vida?
Será que em inúmeras situações abri mão de minha vida em função dos outros?

Quando você realmente se conscientiza que a pessoa mais importante da sua vida é você mesma, a vida se abre, você sente seu verdadeiro poder pessoal, sua divindade e se realiza em sua plenitude.

Muitas vezes colocamos os outros à nossa frente, no intuito de agradar para ser aceite. A aceitação, no entanto, está ligada à admiração. Quando admiramos de facto alguém, aceitamos esta pessoa nas nossas vidas com todas as suas qualidades e defeitos.




Sila Tarot: Saindo do casulo...olhar em Frente!

Ontem à noite estava um pouco preocupada... e já ia a caminho, quando me dei conta que só me preocupava porque imaginava que os mesmos elementos da minha realidade hoje estariam presentes nos próximos dias... e nos próximos meses... e anos... Pensei que só contaria com os recursos do passado conhecido...
No mesmo momento, algo se ampliou dentro de mim e me lembrei que estamos num Universo de infinitas possibilidades...
Foi muito clara a forma como me senti antes... e depois de ter essa percepção... vi como somos mesmo responsáveis pela criação da nossa realidade, dia após dia, com os mesmos elementos do passado, quase não dando oportunidade ao novo.

Senti que esse momento de percepção foi uma grande libertação... Anteriormente sentia-me presa como se estivesse num casulo, que eu não queria abandonar... mas que me limitava só ao que eu reconhecia, e mesmo assim, parece que ficava cada vez mais limitada por medos e preocupações...
Logo de seguida senti-me livre e aberta a todas as possibilidades... num segundo de clareza, o casulo rompeu-se e eu voei...

É que as transformações tão necessárias, às vezes não são muito fáceis e podemos-nos apegar ao que deve ser deixado... prolongando o tempo do casulo, retardando o vôo da borboleta... o vôo da liberdade...

A nossa natureza é sábia... e quando estamos prontos para dar mais um passo adiante, onde podemos ter uma visão mais ampla da nossa realidade, isso acontece suavemente, quando não resistimos, e de acordo com o fluxo natural da vida... ou nem por isso... se tentamos resistir e segurar a todo custo o que já passou...
Nesses casos é quando o Universo nos costuma puxar o tapete... e alguma coisa inesperada e aparentemente má nos chama a atenção para as transformações tão necessárias...

Ficamos tão acostumados com determinados casulos que não nos servem mais, que mesmo apertados e desconfortáveis, preferimos ficar ali a arriscar um mergulho no desconhecido...
Mesmo sem perspectiva nenhuma, existem situações nas nossas vidas que nos prendem até ao ponto, em que algo acontece para nos mostrar que chegou realmente a hora de mudar e de alcançar novos vôos.

Saber fluir com os ciclos faz da nossa vida mais leve e sem esforço... mas quase sempre nos agarramos às beiradas tentando segurar o tempo... ás coisas... ás pessoas... e nem percebemos que a vida passa e nós ficamos estagnados e presos ao que passou.

Quando mudamos de ciclo é como se chegássemos a um patamar um pouco acima de onde estávamos... na subida da montanha... e dali a nossa vista alcança um pouco mais longe e podemos ver com mais clareza as coisas... que eram verdade, até então, agora... vista desse ponto, já não são...

Aprendemos que as verdades que nos alimentam em determinados momentos, não são as que nos alimentam em outros... nessa realidade de impermanência, tudo se vai transformando, na medida em que nos abrimos para essas transformações...
Podemos deixarmos-nos prender aos casulos que nos servem de morada e de caminho... durante a nossa jornada aqui... mas o casulo não é uma morada permanente e é pura perda de tempo e de energia acreditarmos que é...

Deixar ir o que passou, sem julgamentos e com Amor, por entender que era o aprendizagem que precisávamos naquele momento, mas que já cumpriu seu papel... nos deixa livres para mergulhar por inteiro nas infinitas possibilidades que se apresentam quando soltamos as amarras do passado e nos abrimos para o risco e para a maravilha que é viver sem garantias... no presente...tendo em vista um melhor futuro.




sábado, 18 de fevereiro de 2012

Sila Tarot: Devo Ser e Sou!


Primeiro precisamos pontuar que o DEVO não vem do verbo debitar, mas sim do dever que cabe a cada ser humano, em sua busca de evolução interior.
É por isso que somos humanos.
Entender-se a si próprio obriga a meditar, pensar, analisar e agir de forma consciente.
Não copiar. Não seguir.
Descobrir, por nossa busca, qual foi a razão porque nascemos aqui neste país, nesta cidade, com estes amigos e nesta família. Isso foi a nossa escolha.
Devo procurar entender efectivamente o que SOU, de SER. Jamais conseguirei ser, se somente me adapto ao meio e não busco a evolução que o meu interior procura.
Devo assimilar que preciso entender as pessoas á minha volta, sem contudo, julgá-las. Julgar cria karma.
Devo, antes de qualquer coisa, saber que uma vida é um estágio a ser cumprido.
Devo buscar. Este é o ponto.

SOU, portanto, uma essência em processo de evolução.
Sou hoje, se possível, melhor do que fui ontem e pior do que serei amanhã.
Sou o que admito SER.
Sou o fruto dos meus pensamentos e consequentes palavras e atitudes.
Sou quem produz, desta forma, a eletricidade de meus desejos, ambições e vontades.
Nada se compara à força de um pensamento.
Jamais serei o que o dinheiro compra. Serei, sim, o que minha mente projecta.
Mas, de onde vem o Devo e Sou deste texto?
Vem das letras que formam a palavra DEUS. E não é por um acaso que o EU está entre o D de Devo e o S de Sou. Devo buscar conhecimento e sabedoria para meu crescimento e, portanto, eu SOU o meu caminho.

Compliquei a sua cabeça?
Sim, é provável.
Compliquei se você ainda for refém do que o ser humano criou para o controlar. Para o dirigir e para o manter preso a conceitos e preconceitos que só serviam para quando a comunicação praticamente era feita de voz a voz e por contato pessoal.
Naquela época era mais fácil domar e conduzir. Todo o ser ignorante passa a ser uma presa fácil.
Naquela época acreditava-se que o mundo era quadrado.
Quadrada, hoje, é a postura de quem segue e não se questiona.
De quem não pesquisa e não se atualiza...




Sila Tarot: Terminou a relação, mas não consegue esquecer o ex?

Quando terminamos uma relação externamente, mas continuamos nela internamente, certamente vai se frustrar! A dor do fim indesejado é uma das piores, eu sei. Não tem remédio, não tem alívio, não tem, muitas vezes, sequer explicação. Mas... a boa notícia é que tem cura! E tem mesmo, por mais que você não consiga acreditar enquanto está a sentir esse drama!

Mas fica um aviso: É preciso que você queira curar-se! Querer mesmo! Não adianta afundar-se no lugar do sofredor, traído, injustiçado ou abandonado, porque de nada vai ajudar! É preciso doer com dignidade e, sobretudo, consciência! Aprender com a dor é uma das atitudes mais sábias que existe!


Para tanto, é bom avaliar e considerar os factos! Vamos às possibilidades mais recorrentes:

Você fez algo errado e perdeu a pessoa amada?
Vá atrás do prejuízo, peça desculpas e uma segunda oportunidade, lembrando-se sempre que o outro tem o direito de dizer não!. Se este for o seu caso, use a inteligência e aceite...você perdeu. Reavalie as suas escolhas e comprometa-se a não repetir o mesmo erro. Saiba que vai precisar de tempo até a dor passar, até a aceitação se transformar na possibilidade de um novo amor.

O outro já não gosta de si ou passou a gostar de outra pessoa?


Infelizmente, acontece! E poderia ter acontecido consigo, inclusive. Mas foi com ele.Pode acontecer ás duas partes intervenientes. E pode apostar: você não é a primeira e nem a última pessoa a ter de lidar com essa sensação horrorosa de rejeição e de baixa auto-estima. Mas também passa, eu garanto! Foque em suas qualidades, realce o que tem de melhor, melhore o que não está tão bom e aproveite o episódio para se tornar ainda mais preparado para quem vai gostar muito de si! E acima de tudo, goste de si própria. Aceite que nem sempre se pode agradar e o outro também têm o direito de fazer uma escolha. Cada “tampa” é para o seu “tacho”. Aceite e respeite essa decisão. Por vezes é necessário aceitar um NÃO.

Vocês até gostam um do outro, mas as incompatibilidades se tornaram insuportáveis? Tentou ceder em alguns pontos?
Foi razoável e mesmo assim não deu para continuar a conviver com as diferenças de cada um? Bem, isso também faz parte do amadurecimento das relações. E que bom que você se deu conta de que pode fazer escolhas. Poderia continuar, mas a que preço? À base de quantas discussões e infelicidade mútua? Não vale a pena! Amor tem de inspirar sincronicidade e harmonia, pelo menos na maior parte do tempo. Se não for assim, melhor doer agora, mas abrir espaço para encontrar alguém com quem você se identifique mais...

O outro só a faz sofrer e mesmo assim você continua querendo ficar com ele?


É hora de ser inteligente! Chega de repetir que você não consegue viver sem essa pessoa, mesmo se olhando no espelho e constatando que se está a deixar destruir. Isso definitivamente não é amor! É doença, apego, dependência, mesmo vício. E para os vícios existem tratamentos. Vá se tratar! Terapia, grupos como Mulheres que Amam Demais ou afins, são formas de recuperar sua auto-estima. Enfim, Tudo tem uma resolução, tudo tem uma saída. Mas é você quem tem de a procurar! É da sua felicidade que estamos a falar! Largue o passado bem aí onde você está, e dê o próximo passo, livre-se deste peso. Vai continuar a doer? Provavelmente vai! por mais algum tempo....tudo passa. Quando alguém que nos é querido morre, temos de superar e ultrapassar...Tudo passa...Garanto! Mas vai passar mais depressa se aprender a cuidar de si! E acima de tudo a respeitar-se a si mesma!

Ainda existe amor entre vocês? Amam-se e sentem isso de verdade?
Estão passando por uma crise, mas o que há de bom vale a pena?
Talvez a distância seja importante por um tempo. Seja sincero. Fale o que sente. Fale o que quer e o que pretende. Aja de modo a gerar confiança. Mantenha os laços de afecto. Ouça as críticas e as reclamações e reveja seus comportamentos. É uma chance maravilhosa de amadurecer. Viva um dia de cada vez. Faça o seu melhor hoje e confie! O amor é mais forte do que qualquer crise quando duas pessoas estão certas do que querem.

Por fim, por mais que pareça clichê ou mera tentativa de aliviar sua dor, acredite: seja qual for o seu caso, se for pra ser, mais dia, menos dia, será! Mas se não for para ser, você pode doer até morrer, não será! Portanto, relaxe e entenda, de uma vez por todas, que seu ex pode até voltar a ser actual, mas agora, neste momento, é a hora de cuidar de si mesma! Afinal, para que o amor aconteça, seja com esta pessoa ou com outra, é preciso que você esteja bem! Que esteja bem para receber o amor de forma harmonioza e equilibrada. Acima de tudo tente não repetir padrões de comportamento...reflicta e veja o que é necessário mudar, pensando no outro, em si e fundamentalmente no que é necessário para gerar Felicidade. Goste de si, cuide-se e proteja-se a si própria...ninguém fará isso melhor que você.

Sila Tarot: Sexo casual: fazer ou não fazer?

Há tempos que venho pensando no assunto. Não exatamente sobre fazer ou não fazer, mas sobre a conotação que as pessoas, a sociedade e a mídia têm dado ao acto sexual. A impressão que fica é de que, na maioria das vezes, temos caído em dois perigosos extremos: ou se romantiza demais ou se banaliza demais!

Portanto, penso que o ideal, ao falarmos sobre o assunto, é tentar encontrar o equilíbrio e, sobretudo, a possibilidade de uma postura saudável diante das escolhas. Sem querer minimizar o que quer que faça parte dos valores de cada um, apenas para facilitar a compreensão, penso que podemos traçar um paralelo entre sexo e comida.

A começar pelo sábio ditado que diz que somos o que comemos, podemos ter uma ideia da importância de nossas escolhas ao compor nosso cardápio diário. Comer demais causa obesidade. Gordura em excesso entope as artérias do coração e causa doenças cardíacas. Açúcar além da conta pode causar, entre outros danos, diabetes. Alimentos industrializados podem provocar câncer. Por outro lado, alimentos naturais e até mesmo alguns não tão politicamente correctos, quando consumidos com moderação e consciência, não prejudicam a saúde. E por aí vai... Você certamente já sabe de tudo isso.

Bem, com as relações sexuais, é mais ou menos a mesma coisa. Poderia citar aqui o que pode causar o sexo sem responsabilidade, mas acredito ser desnecessário. Sendo assim, se a pergunta é sexo casual: fazer ou não fazer?, sugiro algumas importantes reflexões: este status de casual é uma opção ou uma falta de opção? E se é uma opção, ela tem a ver com uma atitude também casual ou recorrente? Se for recorrente, será que se trata de uma fuga, um medo, uma dificuldade de estabelecer vínculos afetivos? Está tentando enganar a quem?

Aprofundando, você realmente quer, ou simplesmente está se a deixar levar pela vontade e escolha do outro? Você está reconhecendo seu próprio desejo, em seu corpo, em seus batimentos cardíacos, ou apenas está reproduzindo um comportamento ditado pela mídia como sendo o mais condizente com os tempos actuais?

O facto é que se você tem se tornado aquele tipo de pessoa que vai às “baladas” e já parte para os finalmentes, certamente está banalizando o acto sexual, desconsiderando seus sentimentos e desvalorizando seu coração. E se, por outro lado, vive negando sua sexualidade, usando o seu sexo como passaporte para conquistar algum outro status ou transformando-o numa espécie de leilão, também está seguramente se equivocando na dose.

Fazer ou não fazer sexo tem de estar directamente relacionado com uma fórmula poderosíssima: aquela resultante da combinação entre o que você sente, pensa e quer. Ou melhor, seus sentimentos, desejos, valores e responsabilidades.

Quer? Acredita que não está violando sua própria ética? Pode arcar com as consequências? Sabe fazer com responsabilidade? Então, vá por inteiro. Entregue-se de corpo e alma e faça esse momento valer a pena. Sem culpas, sem tabus, sem pudores inúteis e sem falsos moralismos. Porque sendo casual ou não, fazer amor tem de ser uma escolha que conduza os envolvidos ao prazer, à alegria, à delícia de se saber visto, querido e pulsante! E isso só pode ter a ver com maturidade e, por que não dizer?, amor...




terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Sila Tarot: Horóscopo Cigano

 

Punhal (21/03 a 20/04)

O Punhal é a imagem da luta e vontade de vencer. Representa honra, vitória e êxitos. Os ciganos também usavam o punhal para abrir matas, sendo então, símbolo de superação e pioneirismo. A pessoa sob esta influência é uma pessoa irrequieta, firme e dona de si mesma. Ousada, tem uma personalidade forte e odeia ser subestimada. Quando isso ocorre, torna-se agressiva. Ama demais, é fiel e adora sexo. Não é econômica, mas sabe controlar o dinheiro. Sai-se bem em esportes, artes marciais e cargos de chefia e liderança.

Coroa (21/04 a 20/05)

Relaciona-se ao ouro e a nobreza. É símbolo de amor puro, força, poder e elegância, o que torna a pessoa desse elemento valorizada e importante. A pessoa sob esta influência luta pelo que quer, pois a estabilidade financeira lhe é fundamental. Nasceu para administrar e querer ser dona de seu próprio trabalho. É fiel no amor, sensível e não suporta que brinquem com seus sentimentos. Gosta das artes e tem grande criatividade para trabalhar nesse setor.

Candeias (21/05 a 20/06)

Representa as luzes e a verdade, portanto a sabedoria e a clareza de idéias. As candeias eram usadas para iluminar os acampamentos. Também simbolizam a esperteza e a vivacidade. A pessoa sob esta influência é comunicativa e tem uma inteligência brilhante, fazendo muitos amigos. Adora estudar e pesquisar, principalmente, o que se relaciona a ela mesma. É romântica e nunca desiste de uma conquista, mesmo que não se envolva por completo. Quando quer algo, consegue.

Roda (21/06 a 21/07)

Por representar o ir e vir e estar relacionada à Lua, pela sua forma arredondada, as pessoas regidas por esse signo tem urna forte ligação com as mulheres e gestantes em geral. A emoção é a palavra que traduz seu jeito. A Roda move sua vida na alegria e na tristeza. É dócil e tranqüila, mas, quando se irrita, sai de baixo. É um pouco insegura e tem uma certa tendência à nostalgia. Ama com intensidade e sente muito ciúme.

Estrela (22/07 a 22/08)

A estrela cigana possui seis pontas, formando dois triângulos iguais, que indicam a igualdade entre o que está a cima e o que está a baixo. Representa sucesso e evolução interior. A pessoa que nasce sob esta influência é otimista e alto astral, nasceu para brilhar. Curte a vida intensamente e tem um talento especial para atrair as pessoas. Vive rodeada de amigos, mas tem mania de querer que tudo seja como você deseja. Conseguirá ótimas oportunidades como atriz, dançarina, modelo, cantora, etc.

Sino (23/08 a 22/09)

Exatidão e perfeição. Nos séculos passados, era usado como relógio, e os ciganos o associaram à pontualidade, à disciplina e à firmeza. A pessoa sob esta influência é bastante organizada, ambiciosa, que supera sempre suas próprias expectativas. Acha que a vida é para ser aproveitada nos mínimos detalhes, porém, com consciência e sem exageros. Muito inteligente, analisa e critica tudo o que está ao seu redor. Sai-se bem trabalhando em administração.

Moeda (23/09 a 22/10)

A moeda é associada ao equilíbrio e à justiça e relacionada à riqueza material e espiritual, que é representada pela cara e coroa. Para os ciganos, cara é o ouro físico, e coroa, o espiritual. A pessoa sob esta influência é sensível, charmosa, vive de amores e sentimentos. Tem que estar apaixonada sempre. As atenções se voltam para você facilmente. Tem talentos artísticos e decorativos. Adora ajudar às pessoas e vive para isso. Razão pela qual está sempre cercada de amigos e companheiros.

Adaga (23/10 a 21/11)

A adaga é entregue ao cigano quando ele sai da adolescência e ingressa na vida adulta. Por isso, é associada também à morte, ou seja, às mudanças necessárias que a vida nos oferece para crescermos. A pessoa sob esta influência tem um temperamento forte e enigmático, se torna irresistível e respeitada. Possui uma mente analítica, percebendo tudo o que está ao seu redor. Sempre procura se aprofundar no que está à sua volta, seja no amor ou no trabalho. Ama de maneira sensual e arrebatadora.

Machado (22/11 a 21/12)

O machado é o destruidor de bloqueios e barreiras. Ele simboliza a liberdade, pois rompe com todas os obstáculos que a natureza impõem. A pessoa sob esta influência tem a liberdade como a palavra que mais gosta de falar e curtir. Aventureira, jamais permanece parada em um só lugar. É como o vento, que tudo toca, em tudo está, mas em nada fica. Otimista, até as dores para você são sinais de alegria. Apaixona-se e se desapaixona facilmente. Dá-se bem com trabalhos sem rotinas em que possa aprender sempre.

Ferradura (22/12 a 20/01)

A ferradura representa o esforço e o trabalho. Os ciganos têm a ferradura como um poderoso talismã, que atrai a boa sorte, a fortuna e afasta o azar. A pessoa sob esta influência tem seu bom senso, às vezes se torna séria demais. Tem, então, que se soltar um pouco mais. Raramente, confia em alguém. Busca amores estáveis e concretos. Pretende casar e ter filhos. É completamente familiar, ama os poucos amigos e se dedica à profissão.

Taça (21/01 a 19/02)

União e receptividade, pois qualquer líquido cabe nela e adquire sua forma. Tanto que, no casamento cigano, os noivos tomam vinho em uma única taça, que representa valor e comunhão. A pessoa sob esta influência sente uma grande preocupação com os assuntos à sua volta. Inteligente, humana, inquieta, tem vários amigos sinceros. Original, está sempre inovando. Vive atrás da felicidade. No amor, aprecia a sinceridade e a fidelidade.

Capela (20/02 a 20/03)

Representa o grande Deus. É sinal de religiosidade e fé. É o local em que todos entram em contato com seu Deus interno e desperta a força e o amor. A pessoa sob esta influência é emotiva, sensível, leal, justa, espiritualizada e sonhadora, é o próprio amor encamado. Tem muita força espiritual e dons para a clarividência. Ama cegamente e, às vezes, se desilude. É romântica e carinhosa. Quanto ao trabalho, gosta de tudo o que se relaciona a ajudar ao próximo.


 

Sila Tarot: Previsões Horóscopo Chinês - 2012


RATO

Muito positivo, boas realizações pessoais e profissionais. Sonhos antigos serão realizados. Mantenha o foco, siga o que foi planejado. No amor, ano também muito favorável. Quem está só pode encontrar o par definitivo. Só precisa ter cuidado com a carência e não se envolver com pessoas erradas. Para aqueles que já têm um par, chegou a hora de estabelecer uma nova fase na vida afetiva. O período favorece as uniões, o casamento e nascimento de filhos. Na saúde, problemas digestivos poderão repercutir na pele e no sangue. Evite o sedentarismo.

O Rato dá um bom exemplo de como uma virtude, se exagerada, pode se transformar num defeito. Por ser franco demais, muitas vezes acaba melindrando as pessoas, que, consequentemente, passam a evitá-lo. Sem contar que se trata de um dos mais liberais dos signos, sempre ansioso por novas experiências, o que lhe dá um acentuado caráter infiel, difícil de ser controlado, mesmo no caso das mulheres nascidas sob esse signo. Um homem forte não basta para conter seu desejo de liberdade. É preciso que ele acompanhe seu ritmo, o que, convenhamos, não é nada fácil.

Quando sob controle, a franqueza do Rato demonstra uma honestidade a toda prova, o que lhe aumenta o conceito e a popularidade, que já é natural para os nativos deste signo, altamente extrovertido e inquieto.

A curiosidade é o seu lema o tempo todo e, para provocar um nativo de Rato, nada como espicaçá-la. Nas mãos de uma pessoa do sexo oposto que saiba fazer o seu jogo, o Rato dará sempre a impressão de ter sido capturado, mas quando menos se esperar ele escapará, já que o seu desejo de liberdade é maior do que sua curiosidade. Mantê-lo preso é um desafio para quem sabe como lidar com uma relação e não permitir jamais que ela caia na rotina, inclusive quanto ao sexo.

A bondade tende a tornar seu coração um tanto mole, mas ele sabe colocar a razão em todas as suas decisões de vulto, jamais se precipitando, muito embora seu otimismo lhe dê um excesso de confiança que, aliado a sua popularidade, dá uma impressão falsa do resultado de seu trabalho.

Saúde:
predisposição para doenças na cabeça e faces, inflamações e febres em geral.

Virtudes:
Entusiasmo, otimismo, sociabilidade, franqueza, alegria, disposição para viagens, esportista, boas intenções e independência.

Defeitos: Inconstância, superficialidade, atração pelo incerto (jogos e negócios escusos), de difícil entendimento em alguns momentos.

Compatibilidade com os outros signos:Rato - Bom nível de Compatibilidade.
Boi - Compatibilidade excelente.
Tigre - Não muito bom. Se toleram.
Coelho - Relações amigáveis.
Dragão - Excelente nível de Compatibilidade.
Serpente – Bom nível de Compatibilidade.
Cavalo – Péssimo nível de Compatibilidade.
Cabra– Alguma antipatia.
Macaco – Altamente compatível.
Galo – Nível de Compatibilidade medíocre. Não se dão muito bem.
Cão – Bom nível de Compatibilidade.
Porco – Boa Compatibilidade. Objetivos comuns.

BUFALO

Destaque na vida pessoal e profissional. Terá segurança em relação ao que deseja. Todos os esforços do passado serão recompensados. No amor, os encontros estarão favorecidos com promessas de muita paixão e sedução. Seu magnetismo pessoal despertará o interesse do sexo oposto. Para aqueles que já têm um par, o momento será de muita paixão e fortes emoções. Na saúde, evite a ansiedade, cuide do sistema circulatório. Mantenha a forma através de exercícios regulares, lentos e profundos. Fique atento aos riscos de acidentes.

O Boi esconde suas emoções por trás de sua reserva e de sua introspecção, pretendendo dar a isso ares de cautela e ponderação, mas querendo ocultar, na verdade, sua necessidade de auto-afirmação e sua carência afetiva, que ele teima em negar.

Busca através de suas ações provar seu valor e sua capacidade, mas não faz isso em função dos outros, mas para si mesmo. O Boi é um constante desafiador de seus próprios limites e sabe como ocultar sua ambição.

O que ele busca para sua vida é a solidez, por isso trabalha nesse sentido durante sua juventude, para colher na maturidade a segurança de que precisa para explorar os aspectos emocionais de sua vida, que oculta com sua racionalidade às vezes exasperaste. Essa sua preocupação com o futuro, na maior parte das vezes, impede que ele viva o presente. Na esperança de algo que está distante, o Boi sacrifica os melhores anos de sua existência, mas não foge ao que planejou para si mesmo. No devido tempo ele se revelará e revelará aos outros o seu verdadeiro caráter.

Apegados às necessidades materiais da família, o Boi deixa a desejar quanto ao aspecto emocional, sendo muito econômico nas suas manifestações de carinho.

No sexo podem ser amantes pacientes e preocupados com a própria image, atentos, porém, às necessidades do sexo oposto, a quem procuram demonstrar, através das sensações físicas, aquilo que não consegue verbalizar.

Na cama, pode-se afirmar que o Boi não ama, ela presta um culto de adoração a sua companhia.

Saúde: possíveis problemas com garganta, dentes e cordas vocais, furúnculos e abcessos.

Virtudes: O alto senso de responsabilidade faz do Boi um signo à arte no Horóscopo Chinês, pela perseverança, pela sua dedicação ao trabalho.

Defeitos: Pode ser mesquinho e avarento, além de irritadiço. Se for provocado, pode premeditar o mal e se vingar. A ironia e o sarcasmo são armas poderosas.

Compatibilidade com os outros signos:Rato - Muito compatível. Prosperidade juntos.
Boi - Compatibilidade medíocre.
Tigre - Extrema incompatibilidade. Diferenças ferrenhas.
Coelho - Compatíveis. Relacionamentos sólidos.
Dragão - Compatíveis. Sem grandes lutas.
Serpente - Boa Compatibilidade.
Cavalo - Compatibilidade medíocre.
Cabra - Compatibilidade medíocre. Tolerância recíproca.
Macaco - Compatibilidade aceitável. Não haverão pontos em comum.
Galo - Melhor combinação com o Boi.
Cão – Combinação não muito boa. Animosidade.
Porco - Sem grandes choques, mas sem laços muito fortes

Sila Tarot: Previsões Astrologicas 2012


2012
É um ano marcado pela entrada do planeta Netuno no signo que ele mesmo rege: Peixes. Da última vez que passou por Peixes, o Ocidente ainda vivia o século XIX! Em seu retorno, Netuno instiga diversos pontos muito desejáveis, como o incremento da espiritualidade e a reformulação deste conceito em novos e mais ricos significados: o que significa, afinal, "espiritualidade"?
É preciso seguir esta ou aquela religião para sermos "mais espirituais"? Todas estas questões e muitas outras pertinentes ao tema serão alvo do interesse humano ao longo de 2012 e nos anos ainda por vir.
Como ativará os primeiros graus de Peixes, este trânsito de Netuno terá importância fundamental para aqueles que nasceram principalmente no primeiro decanato de Gêmeos, Virgem, Sagitário e Peixes. Nas próximas páginas, você poderá checar sobre o que Netuno reserva para estes signos (e outros).

2012 também é marcado por outros movimentos planetários significativos: Júpiter migra de Touro para Gêmeos no mês de junho, Urano finalmente entrou em Áries, Saturno deixa Libra em novembro e entra no signo de Escorpião. O planeta Marte, que geralmente fica apenas dois meses e meio num signo, passa praticamente o primeiro semestre ativando Virgem. De que modo estes trânsitos afetam a vida de cada signo, a depender dos decanatos, você poderá conferir nas próximas páginas.

Nunca é demais lembrar que quando falamos em previsões para 2012, estamos nos referindo às previsões feitas para signos solares. Mas as ditas "previsões astrológicas completas" demandam o estudo integral do mapa astrológico do indivíduo, que considera dados tais quais a hora e a cidade de nascimento. Assim sendo, devemos encarar as previsões para signos solares como uma introdução à Astrologia, mas de forma alguma constituem o trabalho completo que pode ser oferecido. Para previsões completas, é preciso consultar um astrólogo.

Por fim, você irá observar que mesmo as previsões feitas para signos solares envolvem decanatos. Cada signo possui três decanatos, e cada decanato envolve dez dias do período de um signo. As datas indicadas como pertencentes a um decanato, em cada signo, podem sofrer variação de um dia para mais ou para menos, a depender do ano de nascimento. Por exemplo: alguém que nasceu no dia 21 de março pode ter o Sol a 0 grau de Áries ou a 29 graus de Peixes. Em casos assim, de datas-limite, convém consultar um astrólogo para tirar a dúvida de qual o decanato de nascimento, pois você pode pensar que nasceu no primeiro decanato de Áries, mas nasceu no terceiro decanato de Peixes!

Esperamos que as informações a seguir sejam úteis não apenas como uma forma de aprender a manejar melhor o ano de 2012, mas principalmente como um estímulo para que você procure saber mais sobre Astrologia. Um bom ano para todos!


ÁRIES

Em 2012, um dos eventos astrológicos mais marcantes é o fato de o planeta Urano se encontrar nos primeiros graus de Áries e Plutão nos primeiros graus de Capricórnio. Isto diz respeito especialmente àqueles nascidos nos primeiros dez dias deste signo, que se perceberão mais ousados e dinâmicos, com uma enorme disposição para contestar tudo aquilo que lhes parecer superado. A impaciência, já natural ao primeiro signo de Fogo do Zodíaco, se torna mais intensa, o que pode ser prejudicial para os relacionamentos. Por outro lado, há vantagens nesta impaciência: os arianos do primeiro decanato simplesmente deixam de tolerar aquilo que não pode nem deve mais ser tolerado. Coragem para jogar tudo pro alto e inovar é o que não faltará para os arianos do primeiro decanato. Uma palavra-chave, aqui, é intensidade."Uma palavra-chave, aqui, é intensidade."
Os arianos dos últimos dez dias do signo, por outro lado, vivenciam uma oposição do planeta Saturno que dura praticamente até o mês de outubro, e a simbologia desta oposição é exatamente o oposto da descrita pra os nativos do primeiro decanato. No caso do terceiro decanato ariano, o que se verifica é uma percepção clara de que é preciso respeitar limites muito bem definidos, e que de nada adiantará apressar as coisas, até porque não haverá energia pessoal tão disponível que justifique tanta aceleração. Isso pode ser um pouco frustrante para os apressados arianos, mas tem uma vantagem clara: a oposição de Saturno força os processos de despertar da consciência. Uma palavra-chave possível, neste caso, é amadurecimento.
Para os que têm o Sol em Áries no segundo decanato, não há nenhum trânsito planetário lento que seja muito significativo, mas certamente há muitos outros pontos astrológicos importantes que só podem ser verificados através de uma consulta astrológica individual.
Para aqueles que possuem o Ascendente em Áries, 2012 tende a ser um ano especialmente intenso, veloz, sem monotonia. Um ano em que o temperamento se mostra contestador, ousado, corajoso. Mudanças radicais, sobretudo no que diz respeito à própria filosofia de vida e ao trabalho, são mais do que esperadas, em decorrência do trânsito de Plutão.




  • Primeiro decanato: de 21 de março a 30 de março.
  • Segundo decanato: de 31 de março a 9 de abril.
  • Terceiro decanato: de 1º de abril a 19 de abril.

TOURO

Para os taurinos, o primeiro semestre de 2012 é marcado pela passagem do planeta Júpiter, considerado "o grande benéfico" para a Astrologia, e sugerindo um período de afirmação da vontade. A consciência se expande, possibilitando uma visão mais ampla das coisas e, consequentemente, maior entusiasmo em relação à existência.
A conjunção Júpiter-Sol torna a vida plena de sentido, e o dia-a-dia passa a ser encarado como uma grande aventura."A conjunção Júpiter-Sol torna a vida plena de sentido, e o dia-a-dia passa a ser encarado como uma grande aventura."
Os filhos de Touro se lançarão nestas novas jornadas com cabeça erguida e maior convicção do valor próprio.
É preciso, contudo, tomar cuidado com os problemas decorrentes do excesso de confiança. Uma coisa é saber dar valor a si mesmo e aos próprios talentos. Outra, muito diferente, é portar-se com vaidade e orgulho.
No primeiro trimestre, os taurinos mais afetados pelo trânsito de Júpiter são os nativos do primeiro decanato (nascidos nos dez primeiros dias do signo de Touro); do final de março até o final de abril, é a vez dos nativos do segundo decanato experimentarem a simbologia jupiteriana. E durante os meses de maio e junho, é a vez daqueles que nasceram nos últimos dez dias do signo de Touro (terceiro decanato).
Para aqueles que nasceram com o Ascendente em Touro, o primeiro semestre de 2012 é marcado como sendo um ano de excelente projeção pessoal, capacidade de enxergar oportunidades e poder de aproveitar com grande eficiência toda e qualquer porta que porventura se abrir.
Independentemente de qual seja o decanato em que o taurino tenha nascido, ou se a pessoa possui Ascendente em Touro, uma palavra-chave para este signo em 2012 é abundância.
Por fim, vale dizer que nos últimos dois meses de 2012 os taurinos do primeiro decanato poderão sentir um leve decréscimo de energia vital, decorrente da oposição do planeta Saturno. Será preciso poupar energias, evitando o desperdício.

  • Primeiro decanato: de 20 de abril a 29 de abril.
  • Segundo decanato: de 30 de abril a 10 de maio.
  • Terceiro decanato: de 11 de maio a 20 de maio.

GÊMEOS

A partir do mês de julho de 2012, o planeta Júpiter passa a transitar pelo signo de Gêmeos - por onde passa apenas de 12 em 12 anos, de onde se pode deduzir que se trata de um trânsito bastante importante e, felizmente, positivo. Este ciclo jupiteriano dirá respeito especificamente aos geminianos dos primeiro e segundo decanato. Os nascidos no final de Gêmeos viverão este trânsito apenas no ano de 2013.
Trata-se de um movimento planetário especialmente positivo, pois diz respeito ao processo de expansão da consciência que possibilita identificar novas oportunidades para os quais será possível se dirigir com entusiasmo e afinco. Júpiter é considerado o "grande benéfico" da Astrologia, e é dito que, quando passa por um signo, termina por beneficiá-lo largamente. Tanto que uma palavra-chave para este tipo de trânsito é êxito.
As qualidades gerais de Gêmeos,tais quais a velocidade, o ecletismo e o domínio da linguagem, tendem a se intensificar na segunda metade de 2012, e farão grande diferença nos êxitos pessoais. É preciso, contudo, tomar cuidado com o orgulho e com certa prepotência - efeitos colaterais comuns quando Júpiter está envolvido."É preciso, contudo, tomar cuidado com o orgulho e com certa prepotência - efeitos colaterais comuns quando Júpiter está envolvido."
Os geminianos do primeiro decanato, entretanto, vivem um trânsito extra: a quadratura do planeta Netuno, que pode se manifestar como forte dificuldade para definir com clareza aquilo que efetivamente se deseja. Somando-se a Júpiter, tudo isso pode tomar a forma de uma tendência a querer fazer de tudo um pouco, assoberbando-se de atividades. Se não tomarem cuidado, os geminianos do primeiro decanato podem perder o foco ao longo do ano.
Já os geminianos do terceiro decanato se encontram um tanto mais concentrados, em decorrência do trígono de Saturno, que perdura até novembro.
Aqueles que nasceram com o Ascendente em Gêmeos experimentarão a segunda metade do ano de 2012 como sendo especialmente empolgante. Muitas aventuras novas e alargamento do campo de ação são algumas das excitantes promessas decorrentes da passagem de Júpiter pelo Ascendente. O segundo semestre tende a ser bastante divertido!

  • Primeiro decanato: de 21 de maio a 31 de maio.
  • Segundo decanato: de 1º de junho a 10 de junho.
  • Terceiro decanato: de 11 de junho a 20 de junho

CÂNCER

Em 2012, o mais transformador dos trânsitos continua a operar para aqueles que nasceram no primeiro decanato do signo de Câncer. A oposição de Plutão simboliza um processo de depuração, de eliminação de tudo aquilo que não serve mais, não apenas num nível físico, como também psicológico. Tal processo pode ser mais fácil ou mais difícil, a depender de como a pessoa lide com a inevitabilidade das mudanças. Mas, por mais fácil que seja para alguns, ainda assim o trânsito apresenta momentos especialmente delicados, sobretudo aqueles que envolvem apegos.
A diferença em relação a 2011 é que em 2012 outro trânsito planetário se soma a Plutão. Refiro-me à passagem de Urano pelos primeiros graus de Áries, formando quadratura àqueles que têm o Sol no primeiro decanato de Câncer. Se em 2011 os processos de finalização foram lentos, em 2012 serão não apenas mais rápidos, como também mais urgentes. Um desejo de liberdade se manifestará com tamanha urgência, que será praticamente impossível se acomodar ou se contentar com aquilo que a vida apresenta."Um desejo de liberdade se manifestará com tamanha urgência, que será praticamente impossível se acomodar ou se contentar com aquilo que a vida apresenta."
Por isso, uma palavra-chave para o primeiro decanato de Câncer é revolução.
O segundo decanato de Câncer não apresenta nenhum trânsito de planeta lento. Sendo assim, aqueles nascidos neste período precisam observar outros pontos de sua carta astrológica, numa consulta individualizada.
O terceiro decanato de Câncer experimenta em 2012 a quadratura do planeta Saturno, que se processa até o mês de novembro. Uma sensação de aprisionamento paulatinamente dará lugar à consciência de que é preciso respeitar limites precisos e se confrontar com o tempo exigido para o amadurecimento de cada coisa. Convém não abusar, pois a quota de energia estará limitada - o que, diga-se de passagem, não é ruim. As pessoas costumam meter os pés pelas mãos muito mais quando têm energia de sobra do que quando possuem pouca. Uma palavra-chave para os cancerianos do terceiro decanato em 2012 é economia.
Por fim, o Ascendente em Câncer é marcado pela passagem de Plutão pela sétima casa astrológica: um momento especialmente delicado no que diz respeito ao tema "amor e relacionamentos". A pessoa precisará travar contato com seus próprios ciúmes, obsessões e paranóias, a fim de exorcizar cada um destes "demônios", se quiser que sua vida afetiva se torne mais saudável. Além disso, Urano se encaminha para o Meio do Céu, pressagiando revoluções surpreendentes na vida profissional.

  • Primeiro decanato: de 21 de junho a 1º de julho.
  • Segundo decanato: de 2 de julho a 11 de julho.
  • Terceiro decanato: de 12 de julho a 22 de julho.

LEÃO

Os leoninos de todos os decanatos passam o primeiro semestre de 2012 com forte tendência a cometer excessos, em decorrência da quadratura do planeta Júpiter, que se localiza em Touro até junho. É preciso tomar cuidado com um excesso de confiança que pode terminar sendo o pior inimigo deste signo. Não é muito inteligente entrar em choque com figuras de autoridade no primeiro semestre de 2012, muito embora seja uma grande tentação provocar este conflito. A tendência seria a de sair perdendo, daí a importância de ter o dobro de prudência quanto a isto. A inclinação ao excesso se manifesta também no terreno financeiro: será que é preciso mesmo comprar tantas coisas? Uma boa dica para o signo de Leão em 2012 é: tente fazer com que este ano seja o ano da descoberta de que menos muitas vezes significa mais!"Uma boa dica para o signo de Leão em 2012 é: tente fazer com que este ano seja o ano da descoberta de que menos muitas vezes significa mais!"
Os leoninos do primeiro decanato passam 2012 vivenciando um trígono do planeta Urano, que se encontrará nos primeiros graus de Áries. Uma palavra-chave para este trânsito é dinamismo. E, de fato, este tende a ser um ano especialmente ativo para os leoninos dos primeiros dez dias do signo. Excelente momento para acelerar processos e tentar resolver as coisas com mais velocidade. A rotina não será entediante, muito pelo contrário, e será possível sentir melhor disposição para lutar por aquilo que se deseja.
Para os leoninos do terceiro decanato, 2012 é marcado como sendo o ano em que o planeta Netuno se despede de Aquário, signo que se opõe a Leão. Ainda em fevereiro, Netuno adentra finalmente o signo de Peixes, o que diminui consideravelmente a forte inclinação autoilusória que tanto afetou os leoninos do terceiro decanato nos últimos anos. A sensação que estes indivíduos podem ter em 2012 é a do despertar de um longo e confuso sonho. Uma palavra-chave para este trânsito é realidade.
Para aqueles nascidos no segundo decanato, não há nenhum outro trânsito lento que possa ser considerado muito significativo, mas certamente há trânsitos importantes que, para serem avaliados, demandam uma análise mais aprofundada do próprio mapa astral.
Os nascidos com o Ascendente em Leão têm um primeiro trimestre complicado para questões de ordem financeira - Marte retrogradando em Virgem sugere conflitos em decorrência de dinheiro. Contudo, a presença de Júpiter no Meio do Céu até junho abre portas notáveis para a projeção profissional. Excelente momento para sonhar alto, sem temor. Uma palavra-chave para as pessoas com Ascendente em Leão em 2012 é ambição.
Leão

  • Primeiro decanato: de 23 de julho a 1º de agosto.
  • Segundo decanato: de 2 de agosto a 12 de agosto.
  • Terceiro decanato: de 13 de agosto a 22 de agosto.

VIRGEM

2012 será um ano marcado por um evento astronômico bastante raro, e que envolve o signo este que é o segundo signo de Terra do Zodíaco: o planeta Marte, que geralmente fica apenas dois meses e meio em cada signo, ficará mais do que metade de um ano inteiro transitando sobre Virgem. Isso se deve graças à retrogradação, um fenômeno aparente em que o planeta parece caminhar para trás.
Por consequência, os nativos de Virgem se dirão mais ansiosos no primeiro semestre de 2012. Se por um lado estarão com mais energia para lutar pelas coisas que desejam, por outro é bastante claro que estarão mais irritadiços e inclinados a conflitos. O grande lance será aprender a administrar esta energia extra, de modo que apenas os aspectos positivos da agressividade sejam vivenciados, e não os negativos.
É importante destacar que, apesar de Marte representar o espírito de luta, ele estará grande parte do tempo em movimento retrógrado ou estacionário, de modo que os processos de batalha não envolverão apenas avanços - pelo contrário, recuar e saber esperar serão pontos estratégicos fundamentais para os nativos de Virgem durante a primeira metade de 2012. Uma palavra-chave é luta."Uma palavra-chave é luta."
Para os nativos do primeiro decanato, temos também a oposição do planeta Netuno, que pode sugerir certa dificuldade para definir com clareza os verdadeiros quereres. Uma quedinha para a autoilusão marca os virginianos do primeiro decanato. Nada, contudo, que não possa ser perfeitamente neutralizado pelo senso prático do elemento Terra ou pela inteligência de Mercúrio.
Para aqueles que possuem o Ascendente em Virgem, o primeiro semestre de 2012 constitui uma fase irritável e nervosa, que inclina para brigas e atitudes impositivas demais. Mas é também um momento positivo para a autoafirmação, para lutar pelos próprios desejos.
Virgem

  • Primeiro decanato: de 23 de agosto a 2 de setembro.
  • Segundo decanato: de 3 de setembro a 12 de setembro.
  • Terceiro decanato: de 13 de setembro a 22 de setembro.
LIBRA
Quase todo o ano de 2012 é marcante para os librianos nascidos no terceiro decanato do signo. O planeta Saturno estará em Libra, por onde só passa a cada 29 anos, porém se encontra nos graus finais do sétimo signo -daí o fato de este trânsito só dizer respeito àqueles nascidos nos últimos dez dias.
Se por um lado este tipo de trânsito se faz sentir como uma fase em que a pessoa não sente que tem muito "gás" pra dar e vender, por outro não deixa de ser interessante notar que, neste ano, há todo um processo de amadurecimento atrelado ao desenvolvimento do caráter. Ou seja, apesar de não haver muita energia disponível e o ano de 2012 não ser interpretado como exatamente "divertido", será marcante que os librianos do decanato 3 terminarão o ano muito mais maduros do que entraram. Uma palavra-chave para este trânsito é conscientização.
Já os librianos do primeiro decanato vivenciam uma quadratura de Plutão. Para estes indivíduos, o ano de 2012 tende a ser experimentado como uma fase de identificação de coisas que não servem mais, que não fazem mais nenhum sentido. É chegada a hora de - sem piedade - reciclar tudo o que deixou de ter importância, sejam coisas, pensamentos, relações etc. Uma palavra-chave para este trânsito é depuração.
No segundo semestre, os librianos dos dois primeiros decanatos se sentirão mais energizados e com boa disposição para agir, batalhando por coisas que demandam ambição e confiança. Tudo isso decorre do trígono de Júpiter, que começa em julho e dura até 2013.
Para os nascidos com o Ascendente em Libra, 2012 é um ano mais introspectivo, em que o poder de observação estará mais ativo do que nunca. Com firmeza e sabedoria, é possível vivenciar um ano sem grandes percalços e muita paz!
Libra

Primeiro decanato: de 23 de setembro a 2 de outubro.

Segundo decanato: de 3 de outubro a 12 de outubro.
Terceiro decanato: de 13 de outubro a 22 de outubro.

ESCORPIÃO

O primeiro semestre de 2012 é marcado pela oposição do planeta Júpiter ao Sol de quem nasceu sob o signo de Escorpião em qualquer decanato. Este trânsito perdura praticamente até o começo do mês de junho.
A oposição de Júpiter se manifesta como uma inclinação para o exagero, e isso pode tomar a forma de vários tipos de excesso. O mais comum é uma tendência a se sobrecarregar de coisas, tomado por um entusiasmo crescente e por uma sensação ilusória de ser mais poderoso do que realmente se é - sobretudo no que diz respeito à disposição física para fazer as coisas. Além da inclinação a achar que pode fazer mais do que realmente pode, há outros perigos que merecem atenção: tendência a gastar mais do que o necessário, por exemplo."Além da inclinação a achar que pode fazer mais do que realmente pode, há outros perigos que merecem atenção: tendência a gastar mais do que o necessário, por exemplo."
E uma inclinação a desafiar autoridades - o que não é de todo ruim, mas é preciso tomar cuidado com a forma como se desafia, e a quem.
O primeiro decanato vive a oposição Júpiter-Sol até o dia 15 de março, quando então é a vez do segundo decanato, que vive este trânsito até o dia 1 de maio. O terceiro decanato vivencia a oposição até o dia 10 de junho. Uma palavra-chave para este signo é exagero.
Os nativos do primeiro decanato de Escorpião são ainda afetados por outros trânsitos em 2012: a partir de novembro, Saturno entra no signo de Escorpião, enfatizando a importância da contenção de energias, de modo a dedica-las de modo concentrado em direções úteis. É, de certa forma, o contrário do vivenciado entre janeiro e março. Uma palavra-chave é produtividade. E, ao longo de todo o ano, Netuno forma trígono ao primeiro decanato do Sol escorpiano, enfatizando as qualidades de intuição e sensibilidade para com o sofrimento alheio. Uma palavra-chave é empatia.
Para aqueles nascidos com o Ascendente em Escorpião, o primeiro semestre de 2012 é excelente para o campo social, tanto num sentido afetivo quanto num sentido profissional. As portas se abrem para o conhecimento de pessoas muito interessantes que, ao entrar na vida de quem tem este Ascendente, enchem a existência de novidades e novos estímulos.
Escorpião

  • Primeiro decanato: de 23 de outubro a 2 de novembro.
  • Segundo decanato: de 3 de novembro a 11 de novembro.
  • Terceiro decanato: de 12 de novembro a 21 de novembro.



SAGITÁRIO

Aqueles nascidos nos primeiros dez dias do signo de Sagitário experimentam em 2012 o trígono proporcionado pelo planeta Urano. Certos de que poderão ousar com maior chance de êxito, os filhos do primeiro decanato darão vazão a idéias inventivas que lhes permitirão encontrar formas novas de abordar suas próprias áreas de atividade. O problema talvez seja identificar com clareza o que se deseja de fato, já que o planeta Netuno estará formando quadratura ao Sol sagitariano de quem nasceu no primeiro decanato. Netuno "nubla" a consciência, de modo que estes sagitarianos podem ficar realmente encantados e apaixonados por determinadas coisas e até lutar por elas, mas sem na verdade querê-las como pensam. Por isso, apesar da incrível força de ação, é preciso que os filhos do nono signo do Zodíaco prestem bem atenção na importância da palavra clareza durante o transcorrer do ano de 2012.
Independentemente de qual seja o seu decanato, se você é de Sagitário o segundo semestre lhe apresenta a um evento astrológico altamente significativo: a entrada do planeta Júpiter no signo de Gêmeos - tecnicamente, o seu oposto diametral. De julho a dezembro, o que mais fica marcado para os sagitarianos é esta oposição jupiteriana, que inclina aos excessos e ao desperdício. Ver a si mesmo como um super-homem constitui erro comum neste tipo de trânsito. Há o risco de acumular mil coisas para fazer, e não conseguir fazer nenhuma delas a contento."Há o risco de acumular mil coisas para fazer, e não conseguir fazer nenhuma delas a contento."
Por essas e outras, é tão importante que os nativos de Sagitário dêem valor à palavra limite no segundo semestre do ano de 2012. Mais ainda: é premente que se evite conflito com figuras de autoridade. A tentação para desafiar quem está por cima pode ser alta. Mas não seria uma atitude nada, nada prudente.
Esta inclinação ao conflito e ao desafio fica mais intensa durante os meses de outubro e novembro, quando o planeta Marte incrementa as coisas ao entrar neste signo de fogo mutável. Há um aspecto muito positivo nestes meses: gás pra dar e vender, ótima disposição para lutar por aquilo que se deseja. O problema é quando a coisa começa a cair pro lado da briga por qualquer motivo... A inclinação de Sagitário para se meter em encrenca é lendária, e tende a ficar mais forte em 2012 (principalmente para aquelas nascidos nos dez primeiros dias do signo).
Para os que nasceram com o Ascendente em Sagitário, o segundo semestre de 2012 é especialmente positivo para os relacionamentos, sejam eles íntimos ou contratuais. Para os que estão solteiros, a boa notícia é que as portas se escancaram, e muitas pessoas novas e interessantes entram. O problema é que o mesmo tipo de coisa tende a ocorrer para quem já está acompanhado... De todo modo, independentemente de qual seja o status de relacionamento do indivíduo, novas oportunidades relacionais surgem, e é preciso aproveitá-las com sabedoria. Este mesmo tipo de trânsito é também muito bom para assinar contratos e formar sociedades. Uma palavra-chave para as pessoas de Ascendente em Sagitário em 2012 é relacionamento.
Sagitário

  • Primeiro decanato: de 22 de novembro a 1º de dezembro.
  • Segundo decanato: de 2 de dezembro a 11 de dezembro.
  • Terceiro decanato: de 12 de dezembro a 20 de dezembro.



CAPRICÓRNIO

O signo de Capricórnio é um dos que mais vivencia trânsitos importantes no decorrer do ano de 2012. Um dos mais significativos envolve a passagem de Plutão pelos primeiros graus deste signo - o que termina tendo uma importância maior para os nativos do primeiro decanato. Urano também entra no jogo, formando quadratura ao Sol dos mesmos indivíduos nascidos nos primeiros dez dias de Capricórnio.
Trata-se de um ano de revoluções significativas, tanto internas quanto externas. "Trata-se de um ano de revoluções significativas, tanto internas quanto externas. "
Se por um lado Plutão simboliza aquelas mudanças absolutamente necessárias -embora um tanto dolorosas - que partem de dentro, Urano representa os processos de revolução que afetam o mundo exterior. O que se pode esperar, portanto, para quem é capricorniano do primeiro decanato, é um ano de 2012 que não deixa pedra sobre pedra. E isso é bom. Já faz um bom tempo que as coisas precisavam passar por uma boa e intensa "espanada". O velho mundo se desintegra, deixando espaço para o surgimento de um novo. A palavra-chave para os capricornianos do primeiro decanato, portanto, é transformação.
Para os capricornianos do terceiro decanato, 2012 quase inteiro (com exceção dos meses de novembro e dezembro) é marcado pela quadratura do planeta Saturno, que sugere a inevitabilidade de encarar alguns limites importantes. Estes capricornianos se darão conta de que não são onipotentes, e de que é importante respeitar o tempo certo das coisas. Não adianta pressa, não adianta forçar - Saturno impõe o aprendizado do tempo certo. Por essas e outras, uma palavra-chave para os capricornianos do terceiro decanato em 2012 é paciência.
Os capricornianos do segundo decanato não vivenciam nenhum trânsito lento muito significativo. Mas isso se formos considerar apenas o Sol, obviamente. Há diversos outros pontos importantes no mapa astral individual de cada um, que só podem ser avaliados por um astrólogo devidamente competente.
Aqueles cujo Ascendente é Capricórnio vivenciam um 2012 forte, que deixa marcas profundas e intensifica os processos de amadurecimento. É inevitável encarar as próprias sombras e se dar conta de que há muita coisa para ser trabalhada internamente. Dar de cara com os próprios defeitos pode não ser nada fácil, mas no final das contas é extremamente libertador!
Capricórnio

  • Primeiro decanato: de 21 de dezembro a 30 de dezembro.
  • Segundo decanato: de 31 de dezembro a 9 de janeiro.
  • Terceiro decanato: de 9 de janeiro a 19 de janeiro.



AQUÁRIO

O primeiro semestre de 2012 é um tanto delicado para os aquarianos do segundo e do terceiro decanato. A quadratura formada por Júpiter num signo de Terra sugere forte inclinação para desperdícios das mais variadas ordens. Caso se deixem levar, estes aquarianos correm o risco de gastar demais, ou mesmo despender energia desnecessária em mil e uma coisas, correndo de um lado para o outro, sem muito foco. A dispersão caracteriza os trânsitos do primeiro semestre para aqueles nascidos nos decanatos 2 e 3 do signo de Aquário.
Já o segundo semestre de 2012 emerge como bem mais animado do que o primeiro. Isso ocorre porque o planeta Júpiter passa a transitar por um signo do elemento Ar a partir de julho, formando trígono aos aquarianos do primeiro e do segundo decanato. Tem-se uma sensação de energização, uma vontade de agir e de se afirmar no mundo, com mais confiança e até mesmo com mais vaidade. Uma palavra-chave para este trânsito é disposição.
Já os aquarianos do terceiro decanato passam o ano quase inteiro (mais especificamente de abril a novembro) sob o trígono de Saturno, experimentando todo um processo de lapidação interior, num trânsito que pode até não ser tão "animado", mas que oferece a oportunidade de elaboração de um caráter mais firme e capaz de assumir papel de referência no meio ambiente em que vive. Uma palavra-chave para este trânsito é concentração.
Para aqueles que nasceram com o Ascendente em Aquário, 2012 é marcado como um ano que favorece processos de mudança, principalmente de residência, logo no primeiro semestre. O segundo semestre seria marcado por uma disposição maior para diversões, romances e exercício da criatividade.
Aquário

  • Primeiro decanato: de 20 de janeiro a 29 de janeiro.
  • Segundo decanato: de 30 de janeiro a 8 de fevereiro.
  • Terceiro decanato: de 9 de fevereiro a 19 de fevereiro.



PEIXES

2012 é um ano muito especial para o signo de Peixes. O planeta Netuno, regente moderno deste signo, passa a navegar pelos mares mutáveis do próprio Peixes, onde ficará por muitos e muitos anos -afetando, todavia, os nascidos no primeiro decanato ao longo de 2012.
Num sentido positivo, os piscianos do primeiro decanato podem esperar por um engrandecimento de suas faculdades intuitivas, de sua já natural sensibilidade. A capacidade de perceber sutilezas que passam despercebidas aos olhos dos reles mortais é intensificada em 2012. Trata-se de um ano especialmente fértil para se trabalhar aquilo que algumas religiões chamam de "espiritualidade" ? mas mesmo quem não tem religião alguma pode chamar esse processo de aprimoramento interior como sendo "desenvolvimento da espiritualidade". Uma palavra-chave para este trânsito é sonho.
Num sentido negativo, Netuno incrementa a já muito forte tendência pisciana para alimentar ilusões."Netuno incrementa a já muito forte tendência pisciana para alimentar ilusões."
É preciso que os nativos do primeiro decanato fiquem duplamente atentos no sentido de não perderem o foco objetivo das coisas, fantasiando demais. Netuno pode levar o sujeito a se perder, navegando em verdadeiras "viagens na maionese", e pode ser difícil encontrar a rota depois.
A partir de 11 de junho, o planeta Júpiter passa a formar quadratura ao Sol de quem nasceu sob o signo de Peixes, afetando especificamente os nascidos no primeiro e no segundo decanato. A tendência a fantasiar se incrementa, acendendo o sinal vermelho de "perigo".Convém, portanto, não refutar os bons conselhos dados por pessoas próximos que alertarão:
"você está fantasiando muito!".Estabelecer limites para si mesmo é fundamental,caso contrário as certezas absolutas poderão cegar em momentos delicados!
Aqueles que têm o Ascendente em Peixes terão um primeiro semestre de 2012 um tanto quanto delicado no plano dos relacionamentos, devido à presença constante do planeta Marte na Casa 7. Conflitos e disputas tendem a se intensificar nas relações íntimas, e será preciso um esforço considerável para evitar as brigas. Uma palavra-chave para este trânsito é competição, e não se recomenda que as pessoas cujo Ascendente seja Peixes iniciem sociedades durante o primeiro semestre de 2012.
Peixes

  • Primeiro decanato: de 20 de fevereiro a 1º de março.
  • Segundo decanato: de 2 de março a 11 de março.
  • Terceiro decanato: de 11 de março a 20 de março.