domingo, 12 de fevereiro de 2012

Sila Tarot: Compatibilidade entre os signos

ÁRIES / CARNEIRO
Carneiro-Carneiro

Um ariano com outro ariano resulta numa combinação dinâmica. Tão depressa batalham como se reconciliam e sempre com redobrado ardor. Ambos adoram o desafio e para eles é importante manter o amor. São, os dois, imprevisíveis, de modo que a vida a dois será uma caixa de surpresas. Comunicam se facilmente, com sentido de humor, mas o pior é que ambos necessitam de ser protagonistas e têm dificuldades em escutarem-se um ao outro.
 
A mulher ariana pode encantar-se com o poder do seu marido e com a segurança que este lhe dá ao amá-la tão apaixonadamente. O homem ariano dedicará os seus afectos à família mas, como é independente, não permite que alguém tente manejar a sua vida: cada um deve ter o seu próprio território para que não se confrontem, pois as suas naturezas são violentas e impulsivas. No entanto, formam um par recíproco, que se entende bem.


Carneiro-Touro

Como o Touro é realista e reservado, não aprecia fantasias quiméricas, e possui uma natureza sedentária, dificilmente aprecia o Carneiro, que é impulsivo, apaixonado, eficiente, e que vive a vida num turbilhão de fogo. No entanto, apesar da convivência ser turbulenta, eles nutrem uma atracção que lhes pode proporcionar a maior felicidade. O Touro, com a sua sensualidade, faz vibrar o ariano, além de que é um amigo com quem se pode contar. Ele pode provocar no indivíduo de Carneiro um grande entusiasmo. A nível económico, podem haver fricções, pois o ariano dá pouca importância ao dinheiro e é generoso, ao passo que o taurino gosta de o possuir e consegue multiplicá-lo facilmente.

Se o Touro ficar encantado com a beleza do ariano, vai apaixonar-se lentamente mas com profundidade. Por sua vez, o Carneiro confiará nele e ajudá-lo-á, dando-lhe a segurança de que ele necessite. O Carneiro é imprudente e inconstante, ao contrário do Touro que é a prudência personificada. O primeiro quer liberdade, o segundo é possessivo, mas, no plano sexual, entendem-se lindamente. Apesar do Touro ser menos fantasista e explosivo do que o Carneiro, é senhor de uma sensibilidade e resistência invejáveis. Para que a ligação entre eles resulte, devem ser tolerantes em relação aos defeitos e às divergências que existem entre ambos. Os seus ritmos também são diferentes: enquanto o Touro é lento, o Carneiro é rápido. Se a mulher for do Signo de Touro, ela dá estabilidade ao homem de Carneiro, no entanto, a ligação poderá ter altos e baixos.


Carneiro-Gémeos

Esta relação é um constante desafio, envolve muita paixão. Gémeos gosta muito de conquistar, mas se o Carneiro não for hábil o Gémeos vai mesmo realizar o seu desejo. Se o amor surgir vai ser tão intenso e vibrante como nos filmes. Se a mulher for do Signo de Carneiro vai achar que o Gémeos é o seu príncipe, e tem tantas qualidades que irá desejar conquistá-lo. Gémeos tem uma capacidade de expressão extraordinária, que nada nem ninguém consegue interpretar, a não ser o Carneiro, que é especialista em interpretações. O Carneiro tem necessidade de ser aceite tal como é, e se o Gémeos não puser objecções à sua maneira de ser, poderá aí nascer o par ideal.

O homem Carneiro apaixona-se loucamente pela mulher Gémeos dando-lhe estabilidade e protegendo-a. No entanto, o casamento não é prioridade, e muitas vezes prefere uma ligação sem compromisso, pois ele limita a sua liberdade. Eles têm muitos pontos em comum, mas a vida em comum tende a ter altos e baixos. A mulher Carneiro gosta muito de mandar, mas o homem Gémeos só faz aquilo que quer, o que pode dar origem a alguns desentendimentos. Sexualmente, entendem-se bem, havendo cumplicidade na sua relação e isso é um forte ponto a favor. Têm ambos fortes personalidades.

Carneiro-Caranguejo

A lua, por vezes, torna o Câncer melancólico, mas se isso não acontecer esta união é mais fácil. Por seu lado, o Carneiro é demasiado impulsivo para o sensível Câncer. Há que haver uma cedência mútua para que resulte num entendimento perfeito, pois de outro modo podem surgir conflitos. O Câncer é inseguro, tímido, introvertido e irá ter algumas dificuldades em aceitar a impetuosidade do Carneiro, mas como tem um coração meigo e generoso, acabarão por se entender. Caso os seus sóis natais estejam em quadratura (o que se verifica se nascerem em dias aproximados do respectivo mês de nascimento), terão de se proteger dessa influência agindo com amor, paciência e compreensão.

Se o homem for Câncer, deverá não ter segredos para com a sua mulher Carneiro, se não, ela sentir-se-á insegura e desequilibrada emocionalmente. O Câncer, fortemente influenciado pela Lua, está sujeito a profundos estados de tristeza e precisa de segurança. O Carneiro, que tem uma relação de cumplicidade com a Lua e é muito romântico, vai proporcionar-lhe essa segurança de que o Câncer tanto anseia. Umas das grandes dificuldades da ligação entre estes dois Signos é que ambos são egocêntricos, e possuem fortes personalidades. A mulher Carneiro deverá conter os seus ímpetos para não ferir a sensibilidade do homem Câncer, assim como a sua susceptibilidade.

Se a mulher for Câncer, tenderá a abafar, com a sua possessividade, o homem Carneiro que a todo custo fará para se livrar dessa pressão. Para a mulher Câncer a família é importante, e como é muito sensível, o egoísmo e a posição dominadora do Carneiro pode, por vezes, trazer-lhe sofrimento. No entanto, como têm interesses familiares e emocionais comuns, a ligação pode ser duradoura, mas na condição de haver concessões de parte a parte.

Carneiro-Leão

Tanto um como o outro gostam de mandar e, por vezes, lutam pelo poder com todas as suas forças. É bom que o Carneiro ceda a liderança ao Leão, pois para com este é muito mais difícil ficar em segundo lugar. Trata-se de uma união fascinante recheada de muitas tempestades sentimentais e fases de paixão ardente. Eles tanto se podem amar apaixonadamente como virem a odiar-se com todo o ímpeto dos seus corações embora o rancor não exista entre eles, pelo que se se zangarem rapidamente fazem as pazes. O Carneiro sendo um aventureiro, é um triunfador nato que não teme nada nem ninguém, mas tem um coração de manteiga, ainda que goste de competir para atingir os seus objectivos. O Leão não precisa de competir, pois sendo o rei, acha que está acima de todos os outros, e o Carneiro terá de reconhecer isso. No plano sexual também ambos querem dominar e tomar as iniciativas, mas como possuem um bom sentido de humor, as tensões desfazem-se e aproveitam ao máximo a sua relação.

O Leão é orgulhoso, vaidoso e por vezes é capaz de ferir o Carneiro que, pouco paciente, reagirá com veemência. Por fim o Leão, que apesar de tudo é muito generoso, acabará por o acarinhar e mimar. Se a mulher pertencer ao Signo de Carneiro, a relação pode ser mais fácil, pois esta ficará fascinada com a superficialidade e a majestade do Leão que, por sua vez, com a sua generosidade irá encher a ariana de manifestações de amor, presentes, flores e até mensagens carinhosas. Ambos têm uma grande intuição para saber o que o outro deseja, mas nem um nem o outro suporta a mentira, pelo que podem perder a confiança que depositam no parceiro. Ainda que ocorra uma separação poderão ficar amigos.


Carneiro-Virgem

Muito organizados, os Virgens têm tendência para criticarem as reacções dos arianos, mas se estes souberem dar a volta por cima poderão entender-se, até porque sexualmente são bastante habilidosos. Como o Carneiro é do elemento Fogo e Virgem do elemento Terra, a ligação é viável mas um pouco difícil a longo prazo. Como a mulher Virgem é romântica e sentimental, ela dá estabilidade ao homem Carneiro. No entanto, sendo ele independente e amando a sua liberdade, isto fará com que a virginiana se sinta insegura. O Carneiro não suporta as críticas da sua companheira Virgem, pelo que a união pode sofrer altos e baixos.

Se a mulher Virgem for mais aventureira e o homem Carneiro mais velho, haverá mais possibilidade de formarem um casal compatível. Se, pelo contrário, a mulher for do Signo de Carneiro e o homem de Virgem, a ligação será mais difícil pois ela é extrovertida e independente e ele é introvertido, terno e nervoso. Serão de prever crises e tensões, às quais se seguirão as reconciliações, mas o relacionamento terá sempre altos e baixos. O Carneiro é activo e o Virgem é a reflexão em pessoa. Enquanto o primeiro age pelas emoções, o segundo usa o seu intelecto. Na realidade são opostos, mas muitas vezes os opostos entendem-se: o Carneiro admirará a doçura, a suavidade e a inteligência de Virgem, que por sua vez porá ordem no caos do Carneiro. Por seu turno, o Virgem será mais flexível e menos extremista pela influência do Carneiro. São óptimos a trabalhar juntos pois o Carneiro é fogoso e impulsivo para empreender, e o Virgem tem ambição e paciência para se combinar com ele. Se souberem tirar partido das suas qualidades podem ganhar muito dinheiro. Sexualmente, entendem-se muito bem, pois o Virgem possui imaginação e o Carneiro possui o fogo da paixão, o que estimula uma atracção que pode durar por toda a vida.

Carneiro-Balança

Tal como os opostos se atraem, estes dois Signos podem representar o equilíbrio perfeito com muito sentimento e paixão, principalmente se o Balança se convencer de que o Carneiro é o parceiro ideal. Como os dois Signos são opostos e complementares, aquilo que falta a um tem o outro, pelo que se completam perfeitamente e poderão viver felizes juntos, confiantes que reencontraram a sua outra metade. Marte rege Carneiro e Vénus rege Balança. Na filosofia astrológica eles representam energias muito estimulantes no seu conjunto, pelo que se poderão atrair a vida inteira. Balança é justo, lógico e pensa muito antes de tomar qualquer decisão, medindo os prós e os contras, ao contrário do Carneiro que toma decisões rapidamente não se importando de ter de mudar de atitude se for preciso. Por vezes as grandes diferenças entre ambos dão origem a decepções. As hesitações do Balança exasperam o Carneiro que acaba por decidir por ambos. Como possuem personalidades fortes, por vezes, há jogos de forças entre eles.
 
Se o homem é do Signo de Carneiro, pode ser por vezes agressivo, o que a mulher Balança não suportará, mas, como complementares que são, acabarão por se adaptar às suas diferenças. Se é o homem que pertence ao Signo de Balança, como ele gosta de viver em paz, fica desestabilizado com a agressividade da ariana. O homem Balança é sedutor e por vezes não é fiel, o que desesperará a mulher Carneiro, mas ela terá de fechar os olhos, pois como a atracção entre ambos é grande ele terá tendência para se reconciliar com ela. Existe um bom entendimento sexual e, se conseguirem adaptar-se às diferenças um do outro, tudo irá bem entre eles.

Carneiro-Escorpião
 
A compatibilidade entre estes dois Signos não será fácil pois o Carneiro é do Elemento Fogo e o Escorpião é de Água. Uma faceta que será excelente na sua relação é a sexualidade, mas terá de haver plena confiança entre ambos. O Carneiro vai fascinar-se com o olhar misterioso e enigmático do Escorpião, mas terá de ser cuidadoso com as suas investidas. Eles vão ter prazer na relação, que conta com bastantes e variados amigos. A vida em comum pode levá-los tanto ao Céu como ao Inferno mas, de certo modo, nunca navegarão em águas mornas. Se a mulher for do Signo de Carneiro e o homem do de Escorpião, terão uma relação possível mas difícil, uma vez que a ariana é extrovertida e franca, enquanto o Escorpião é dissimulado e introvertido. Apesar da mulher Carneiro ser forte, dominante e independente, no fundo é frágil, sensível, e só se vai mostrar tal como é, em situações muito íntimas. Tendo Marte como planeta comum, as suas naturezas agressivas, apaixonadas, e conquistadoras poderão levá-los a conflitos. Este par tem mais hipóteses no caso de um segundo casamento, e principalmente depois dos 40 anos. Se o homem pertence ao Signo de Carneiro e a mulher ao de Escorpião, ele render-se-á aos encantos dela, mal ela ponha os olhos nele.

O ariano não deve ser possessivo nem ciumento, pois a mulher de Escorpião é tão brilhante que não passa despercebida, o que lhe vai atrair muitos admiradores. A paixão entre ambos será tão intensa que poderá durar para sempre. Uma mulher de um Signo «feminino» entende-se bem com um homem de um Signo «masculino», apesar de terem por vezes discussões violentas e poderem cair, muito frequentemente, numa medição de forças. A mulher Escorpião deve dar mais liberdade e independência ao homem de Carneiro, para que a relação perdure.

Carneiro-Sagitário

São dois Signos que sentem atracção mútua logo ao primeiro encontro, e que têm muito em comum, como por exemplo viajar e descobrir novos mundos. Ambos são espontâneos, possuindo grande vitalidade, e a menos que haja grande predominância do elemento Terra nas suas cartas astrais, são capazes de trocar um trabalho, seguro mas limitativo, por outro mais instável, mas onde nada os prenda. O nativo de Carneiro não deverá privar o Sagitário da sua liberdade pois isso o reprimirá. Para o Sagitário, o amor é como um fogo, onde ele se sente crescer. Se o homem Sagitário, que tem grande voluntariedade, disser a verdade, sem rodeios, pode ferir a susceptibilidade da ariana, assim como deve evitar fazer-lhe ciúmes, pois o Sagitário é encantador, carinhoso e muito sedutor. As situações excitantes e os desafios atraem-nos, são capazes de fazer tudo por causas que à partida parecem perdidas, não gostam de ser enganados e não suportam as fraudes. A amizade para eles é muito importante, e por esse motivo têm imensas amizades às quais dedicam a maior estima. Como são ambos Signos «masculinos», por vezes têm conflitos de autoridade entre si. A ariana gosta de mandar mas o sagitariano só faz o que ele quer.

Ela também não aceita a tendência que o Sagitário tem para a infidelidade, o que a pode tornar colérica. Se eles se esforçarem por se compreenderem mutuamente passarão as provas que a vida lhes deparará. Se o homem for Sagitário e a mulher Carneiro, poderão protagonizar grandes histórias de amor e de cumplicidade, pois são ambos extrovertidos, entusiastas e optimistas, mas necessitam de dar liberdade um ao outro, apesar de terem dificuldade de fazerem concessões recíprocas. Se a relação não resultar e se separarem, ficarão amigos e podem até voltar a juntar-se. Vale a pena apostar nesta união; o Sagitário, sábio, filósofo e tranquilo consegue abrandar a impulsividade do Carneiro, resultando numa união duradoura, desde que não tenham de se submeter um ao outro.

Carneiro-Capricórnio

É uma relação óptima para os negócios, mas o Capricórnio, firme e materialista, terá de convencer-se de que o Carneiro não quer só divertir-se, e, se assim for, pode resultar numa união quente e amorosa. O Capricórnio sente se atraído pelo fogo do Carneiro e este, por sua vez, aprecia a segurança, a perseverança, a organização e responsabilidade que são os atributos do Capricórnio. O Carneiro é impaciente mas terá de ter muita paciência até que o Capricórnio demonstre os seus sentimentos e prove que o ama, pois, em caso contrário, este assusta-se com a impetuosidade do Carneiro e fecha-se em si próprio, com medo de ser ferido. Para o Capricórnio, uma relação é algo de muito importante e o Carneiro deverá ter muito cuidado em não ferir ou ofender o seu parceiro pois, caso isso aconteça, o Capricórnio deixa de lutar para manter o bom entendimento. O Capricórnio, com a sua paciência e perseverança tem muito para ensinar ao Carneiro, que tem dificuldades com o controlo e a planificação, e, se o conseguir, isso dar-lhe-á enorme satisfação. As suas formas de conceber o mundo são diametralmente opostas, mas aí pode estar a sua forma de se sentirem atraídos. O Capricórnio, com um carácter reservado e silencioso, fascinará e despertará a curiosidade do Carneiro, que tentará trazê-lo para o seu mundo um tanto louco e caótico. Mas, como o Capricórnio necessita de segurança, irá exigir que o Carneiro lhe garanta um amor para toda a vida. Ambos podem enriquecer-se e aprender um com o outro: o Carneiro, dando a espontaneidade e ritmo de que o Capricórnio necessita, e este dando-lhe segurança e estabilidade.

Se o homem é do Signo de Carneiro e a mulher de Capricórnio têm em comum a ambição e a relação pode ser amorosa, apaixonada, além de se estimularem profissionalmente. Ela é séria, prudente, introvertida e possui uma maturidade precoce. Ele é dinâmico, impulsivo, com um espírito jovem, mas uma maturidade tardia, pelo que esta diferença de maturidades pode fazer o casal entrar em choques. Têm ambos personalidades fortes e, possivelmente, os mesmos defeitos; no entanto, uma mulher de Signo «feminino» entende-se bem com um homem de Signo «masculino». No caso da mulher Carneiro e do homem Capricórnio, o casamento é possível mas um pouco difícil; podem decepcionar se reciprocamente e tendem a discutir. Cada um vive no seu mundo, por isso têm dificuldade em compreender-se, além de funcionarem em ritmos diferentes. Deverão fazer concessões recíprocas e comprometer-se a manter a sua relação. Por vezes, o relacionamento resulta melhor em «união de facto».

Carneiro-Aquário
O Aquário, embora volúvel, é inteligente, e o Carneiro fica fascinado e atraído por ele, apesar de pensarem de forma muito diferente. Se o Carneiro o quiser conquistar, deverá fazer-se um pouco difícil, pois só assim despertará a sua atenção. O Carneiro é regido por Marte e o Aquário por Úrano; um é guerreiro, o outro imprevisível; no entanto, ambos são activos, possuem força e originalidade. Tanto o Carneiro como o Aquário são independentes, criativos, e detestam a mediocridade. São capazes de empreender aventuras juntos, encarando o futuro alegremente. Gostam ambos de viajar e, se o fizerem, vão decerto a sítios inesperados, com histórias e glórias passadas. O Aquário com a sua tolerância aceita os caprichos do Carneiro com um espírito algo divertido. Por vezes com a sua racionalidade e lógica, pode ser levado a perder-se emocionalmente, porque embora a sua mente seja fria e analítica, ele é emocionalmente dependente e vulnerável. O Carneiro irá ajudá-lo a soltar os seus sentimentos e a aceitá-los. Como o Carneiro é um Signo de Fogo, e Aquário de Ar, este pode avivar a fogosidade daquele, fazendo com que exista uma paixão duradoura.
Se a mulher é de Carneiro e o homem de Aquário, a união livre será a mais aconselhada. São ambos inconformistas, com ideais diferentes e com uma grande necessidade de liberdade. O ariano gosta de comandar, mas o Aquário também gosta de dirigir. Demasiado imaturos e instáveis, podem formar o par ideal para uma amizade amorosa, mas se persistirem no casamento podem vir a separar-se, conquanto o façam sem rancor. Se o homem é de Carneiro e a mulher de Aquário, a relação é idêntica. Pode verificar-se uma maior tendência para uma união de facto do que para o casamento. Podem viver bastante tempo juntos se respeitarem a liberdade um do outro. A aquariana sofrerá com o egoísmo e as infidelidades do Carneiro e, a não ser que feche os olhos, podem passar por fases de separação. Esta união terá de se basear em que ambos são especiais e que só se dão se encontrarem um bom entendimento nas suas vidas, podendo constituir algo importante.
Carneiro-Peixes
São Signos que na ordem zodiacal se encontram muito perto um do outro, mas que vivem em mundos diferentes. Pode tratar-se de uma relação agradável e romântica, mas construída sobre alicerces pouco estáveis, a não ser que usem o seu sentido prático para que o seu amor ganhe solidez. Carneiro, com o seu planeta Marte agressivo e aguerrido, e o Peixes, cujo regente é Neptuno, que é imaginativo, sensível e misterioso, atraem-se mutuamente. O Carneiro é seduzido pelo magnetismo do Peixes e este pela força e auto-segurança do parceiro. Se o Carneiro, com o seu espírito mandão, julga que vai ter em Peixes uma pessoa fácil de liderar, engana-se, pois este tem uma força interior que lhe é concedida por Neptuno e pelo seu elemento, a Água que, apesar de ser aparentemente passivo, concentra a sua força na própria passividade. A mulher Peixes verá no seu Carneiro o príncipe encantado, e fará tudo para o ajudar a triunfar, fazendo até o papel de mãe protectora, ou usando a sua natural magia para conquistar o seu coração.

O homem Carneiro vê na pisciana a mulher frágil que ele vai proteger de todos os perigos e de todas as injustiças que abundam neste mundo cruel. Peixes compreende os sentimentos e as emoções melhor do que ninguém, mas muitas vezes tenta fugir à realidade, pelo que pode forjar mentiras para não sentir a dureza da vida que o aflige. Carneiro enfrenta a vida como se fosse um desafio e os medos do Peixes podem fazer com que haja tensões entre ambos, a não ser que o Carneiro encha a sua pisciana de amor e ternura de modo a que ela se sinta muito protegida. Não é difícil a ambos sacrificarem-se, mas se se respeitarem dando-se mutuamente liberdade e independência, poderão ter um amor muito duradouro. O homem Carneiro, de temperamento activo, pode não apreciar a passividade da mulher Peixes, a não ser para a dominar. A pisciana, calma e muito feminina, pode submeter-se, mas vai-se distanciando pouco a pouco. Se, eventualmente, entrar em depressão e ficar ciumenta com as possíveis infidelidades do Carneiro, um dia pode simplesmente ir-se embora. Ambos precisarão de fazer concessões mútuas para que a relação resulte.
No caso da mulher pertencer ao Signo de Carneiro e o homem ao de Peixes a ligação é possível mas será um pouco difícil a longo prazo. Ele é sensível e introvertido, enquanto que ela é agressiva e extrovertida, pelo que a relação terá altos e baixos. Em caso de separação, esta poderá ser difícil para ambos.
TOURO

Veja Mais:

Touro-Carneiro

Como o Touro é realista e reservado, não aprecia fantasias quiméricas, e possui uma natureza sedentária, dificilmente aprecia o Carneiro, que é impulsivo, apaixonado, eficiente, e que vive a vida num turbilhão de fogo. No entanto, apesar da convivência ser turbulenta, eles nutrem uma atracção que lhes pode proporcionar a maior felicidade. O Touro, com a sua sensualidade, faz vibrar o ariano, além de que é um amigo com quem se pode contar. Ele pode provocar no indivíduo de Carneiro um grande entusiasmo. A nível económico, podem haver fricções, pois o ariano dá pouca importância ao dinheiro e é generoso, ao passo que o taurino gosta de o possuir e consegue multiplicá-lo facilmente. Se o Touro ficar encantado com a beleza do ariano, vai apaixonar-se lentamente mas com profundidade. Por sua vez, o Carneiro confiará nele e ajudá-lo-á, dando-lhe a segurança de que ele necessite. O Carneiro é imprudente e inconstante, ao contrário do Touro que é a prudência personificada. O primeiro quer liberdade, o segundo é possessivo, mas, no plano sexual, entendem-se lindamente. Apesar do Touro ser menos fantasista e explosivo do que o Carneiro, é senhor de uma sensibilidade e resistência invejáveis. Para que a ligação entre eles resulte, devem ser tolerantes em relação aos defeitos e às divergências que existem entre ambos. Os seus ritmos também são diferentes: enquanto o Touro é lento, o Carneiro é rápido.

Se a mulher for do Signo de Touro, ela dá estabilidade ao homem de Carneiro, no entanto, a ligação poderá ter altos e baixos.
Touro-Touro
Podem formar um par perfeito, uma vez que são sexualmente muito semelhantes, principalmente se as suas Luas e Vénus estiverem em harmonia. Terão de ser leais, confiarem um no outro e não serem tão obstinados. Ambos apreciam o conforto do lar, nada mais os encanta do que estar em casa ouvindo as suas músicas preferidas. Esta união pacata e serena, que ocasionalmente pode tornar-se aborrecida e monótona, como é estável e duradoura tem todas as condições necessárias para o casamento. São ambos afortunados em questões de dinheiro, mais do que os nativos de qualquer outro Signo, sabem acumular muitos bens e, ainda melhor, administrá-los. Se forem tolerantes e generosos um com o outro, especialmente em situações difíceis, poderão ter garantida a felicidade para o resto da vida.

Amorosos e afectuosos, compreendem-se bem pois possuem as mesmos atributos: ambição, solidariedade, alegria de viver e necessidade de segurança. Por isso procuram ter uma casa, crianças e viver em paz. Também terão os mesmos defeitos; são ciumentos, possessivos e um pouco rancorosos. Como Signos «fixos» que são, preferem a rotina às mudanças. Eles vivem em função um do outro e as suas discussões nunca serão sobre a vida sexual onde se entendem perfeitamente.


Touro-Gémeos

Embora sejam Signos que se sucedem um ao outro na ordem zodiacal, têm maneiras de ver bastante diferentes. Touro sente-se fascinado pelo Gémeos, um ser ágil que não se prende a nada nem a ninguém e que decide facilmente o que melhor lhe convém.

No entanto, Gémeos está demasiado virado para a acção e por vezes é impaciente. O Touro também necessitava que ele fosse mais sensual, pois no amor entrega-se totalmente, adora as carícias e os preâmbulos, demonstrando toda a sua sensualidade. Por seu lado, Gémeos é mais criativo e fascina-se com as fantasias sexuais. Estas diferenças podem tornar o Touro um pouco mais frio e reservado, deixando o Gémeos um pouco confuso. Uma coisa que o Touro deve compreender é que mesmo assim deve demonstrar o seu lado sensual e carinhoso para que a relação, que por vezes pode ser difícil, se torne gratificante.

Touro no amor mostra-se cauteloso e desconfiado. Fascinam-no, as palavras e as atitudes do Gémeos, mas como aprecia a estabilidade, a segurança e uma relação duradoura, ficará ciumento e inseguro com a necessidade que o seu companheiro tem de sair, de viajar, de experimentar.
Gémeos não é exclusivamente de ninguém, e isso irá complicar a relação. Só a paciência da mulher Touro poderá estabilizar a imaturidade do homem Gémeos. Se a mulher for Gémeos e o homem Touro, ele deve ser menos exigente e mais paciente, ter calma para suportar uma mulher nervosa e contraditória como a geminiana
Touro-Caranguejo (câncer)

Ambos apreciam a vida doméstica e em família mas podem depender um do outro para partilharem as longas noites de Inverno. No entanto o Touro deverá ser amistoso e persuasivo se o Câncer entrar em depressão. Como são um Signo do elemento Terra e outro do elemento Água, há uma boa compatibilidade entre ambos podendo resultar numa relação feliz. A Lua, que é o planeta de Câncer está em exaltação no Signo de Touro, de forma que o homem Touro é o marido por excelência para a mulher Câncer pois dá-lhe a segurança material e o afecto que ela tanto necessita. Os seus gostos são muito idênticos, ambos respeitam as tradições, amam a família e as crianças, apreciam a boa mesa e têm o sentido da propriedade. O homem Touro esforça-se a trabalhar e a mulher Câncer governa o lar. De igual modo, se a mulher for de Touro e o homem pertencer ao Câncer, os gostos iguais unem-nos. Podem viver durante muito tempo numa felicidade calma e tranquila.

O homem Câncer gosta de dar ordens mas ele não deverá dominar a mulher Touro, pois ela preza muito a sua independência. Ela, apesar de afectuosa, gosta de homens que respeitem as mulheres. Uma coisa em que o Touro tem dificuldade em entender no Câncer é essa influência que a Lua tem nele e que o faz passar da alegria para a tristeza sem qualquer razão aparente, mas como o Touro é muito equilibrado nos momentos críticos, beneficia muito o Câncer dando-lhe força e protegendo-o. Como ambos possuem uma grande força interior, facilmente vencem as adversidades e ultrapassam as fases difíceis. Sexualmente entendem-se muito bem. Ambos são afectuosos, ternos, mimam-se antes, durante e depois de fazerem amor, não dando pelo passar do tempo. Se a relação que o Câncer tem com a mãe for superada, quer dizer que o cordão umbilical foi cortado, pois, em caso contrário, se houver uma fixação à mãe por parte do Câncer, o Touro deverá ser muito paciente e inteligente, unindo-se à mãe e não se pondo contra ela, para que a relação resulte o melhor possível.


Touro-Leão

O Touro é obstinado e pode por vezes fazer barreira a esta relação, assim como há o perigo de ferir o orgulho do Leão. Porém, se com amor fizerem cedências e não se guerrearem, podem entender-se, resultando numa relação difícil mas fascinante. O Touro, que é tranquilo, sereno, e sensitivo, sente-se fascinado pela força e coragem que o Leão, inquieto e triunfador, usa para conseguir o que quer. Por sua vez o Leão também sente admiração pela serenidade, suavidade, pelo gosto de amealhar, pelo amor à natureza e ao lar que o Touro manifesta. Este último também possui um grande sentido estético, força interior, e é muito disciplinado no trabalho. Os Sóis de ambos os Signos estão em Quadratura, o que significa muitas tensões; Leão é regido pelo Sol que lhe dá vitalidade, exuberância e um brilho intenso como o Astro-Rei. Vénus rege Touro que lhe confere um grande refinamento e gosto, tanto pelos aspectos estéticos como pelos prazeres da vida. O Leão é egocêntrico, ele é Rei, por isso, o Touro deve ser muito paciente para não fazer comentários que o possam ferir. Sexualmente serão, em geral, muito apaixonados, a não ser que haja aspectos de tensão nas suas Cartas Natais. Ambos precisam de ser mimados. O Leão mostra a sua alma através das suas fraquezas que ninguém imaginou que ele tivesse, e o Touro, firme e seguro, sabe protegê-lo e compreendê-lo, fazendo com que sigam o mesmo caminho juntos.

Se o homem é de Leão e a mulher de Touro, este, extrovertido e mundano, quer mostrar a sua força, enquanto ela sonha com a sua intimidade afectiva. O leonino quer dominar e a taurina é independente, só faz o que a sua cabeça lhe dita, mas ela terá de se submeter para que a união resulte. Por sua vez, se a mulher é Leão, é ela que é extrovertida, gastadora, que gosta do luxo e da vida mundana, enquanto o homem Touro aprecia a calma e a tranquilidade do lar. Eles são diferentes em muitos aspectos mas têm em comum uma grande ambição no plano material. Em ambos os casos eles precisam de tempo, tanto para se juntarem como para se separarem. Mesmo que existam probabilidades de separação, os interesses materiais acabarão por uni-los.
Touro-Virgem

Pode dizer-se que se trata de duas almas gémeas. Os seus Signos encontram se em Trígono, que é uma posição muito harmoniosa. Ambos são responsáveis, perseverantes, tenazes e pertencem ao elemento Terra. Touro é regido por Vénus e Virgem por Mercúrio, e existe entre ambos uma grande admiração e respeito mútuo. O Touro fica fascinado com a forma de se expressar e a inteligência do Virgem, e este admira-se com a paciência e perseverança do Touro. O que é mais difícil a ambos é darem o primeiro passo para começar a relação. Por vezes pensam tanto que perdem a oportunidade, mas se o fazem e iniciam a relação, esta irá processar-se lentamente, mas com bases bastante sólidas. A segurança pessoal é muito importante para os dois poderem enfrentar o futuro, mas juntos podem projectar grandes coisas, como cultivar uma terra que aparentava ser improdutiva, fazer grandes negócios, ou abrir uma escola onde possam ajudar crianças com dificuldades familiares. Ambos apreciam a boa mesa, mas o Virgem, principalmente se for mulher, preocupa-se com a linha, e o Touro que se cuide pois ela é capaz de o pôr a dieta. Juntos podem desfrutar de uma harmonia agradável, em que o Virgem, tão perfeccionista, sucumbe ao encanto do Touro. Este tem dons para suavizar a vida do virginiano, aliviando lhe a tensão com uma boa massagem sensual, após um penoso dia de trabalho.

O homem Virgem é o companheiro ideal para uma mulher Touro, principalmente se ele for mais velho. Ele é romântico, ela é muito feminina, e como têm um relacionamento sexual excelente, e um amor duradouro, complementam-se bem, pois ambos procuram a estabilidade afectiva.

O homem Touro e a mulher Virgem também formam um par muito sólido. Têm os pés bem assentes na terra, são económicos e têm senso prático. Procuram a segurança material e trabalham bem para a adquirir. A longo prazo podem aborrecer-se com a rotina da vida (Vénus, regente de Touro, está em «queda» no Signo de Virgem) e a virginiana pode fazer sofrer o homem Touro por este não gostar de mudanças, mas os interesses materiais e familiares irão uni-los por muito tempo.


Touro-Balança

Estes dois Signos, ambos regidos por Vénus, a deusa do amor e dos prazeres, têm objectivos semelhantes. Gostam de ambientes refinados e chiques, e o seu sentido crítico é semelhante. Apreciam as visitas a museus e a exposições, e são capazes de percorrer feiras e mercados em procura de obras de arte que possam adquirir por um bom preço. No entanto Touro é do elemento Terra e Balança do elemento Ar, o que não dá uma combinação fácil. Enquanto o Balança se movimenta acima da Terra, o Touro tem os pés bem assentes nela, daí alguma dificuldade de se apaixonarem. Uma coisa que funciona bem entre eles é a sexualidade, visto Vénus conferir-lhes uma grande sensualidade. Já sob o ponto de vista da fidelidade, há que ter em conta que o Balança dificilmente é fiel e o Touro não perdoa a quem o engane. A seu favor têm o facto de serem ambos muito românticos, o que lhes pode proporcionar viver um grande amor, já que Balança cativa o coração do Touro com o seu encanto; mas é preciso que este não o aborreça com as suas exigências.

Sendo a mulher Touro de um Signo feminino e o homem Balança de um Signo masculino, isto conduz a um bom entendimento. A taurina deve dar liberdade ao Balança, pois ele tem absoluta necessidade dela, mas irá sofrer com as suas infidelidades, que despertarão os seus ciúmes, uma vez que o Balança gosta de seduzir. A taurina, mais introvertida, não aprecia a vida mundana, daí os factores que os diferenciam. Mesmo que haja possibilidades de separação, os interesses familiares e materiais uni-los-ão por muito tempo. Se o homem for Touro, ele apaixona-se pela mulher Balança, que oscila entre as suas contradições, que tanto pode dizer «sim» como «não». Se a arte os unir podem viver felizes juntos, mas ela é sedutora, extrovertida e mundana, enquanto ele é estável, agarrado à sua casa, ao seu jardim e à sua família, possessivo, ciumento, o que pode dar origem a mal-entendidos. Conforme os seus temas natais, podem passar por fases de separação.
Touro-Escorpião
São Signos opostos, mas que por essa mesma razão podem atrair-se. No entanto, será só uma atracção física, pelo que terão de descobrir algo mais que os una. O que falta ao Escorpião o Touro tem, ou seja, paciência, serenidade, paz interior e clareza de espírito. O Touro acalma a impetuosidade do Escorpião, mas também aprecia a sua capacidade de regeneração. Plutão, o deus dos Infernos e do sub mundo, rege Escorpião, enquanto Vénus rege Touro, o que faz com que, ao enamorarem-se, os nativos destes Signos encontrem todos os ingredientes para serem especiais, apesar dos ciúmes de Touro que é naturalmente fiel, mas mais frio e passivo, e das tensões e explosões do Escorpião. Em comum têm alguns pontos, como serem reservados e prezarem muito a sua intimidade, afastando-se das reuniões sociais para se rodearem somente dos seus amigos. Escorpião é considerado um dos melhores amantes do Zodíaco, pelo que neste aspecto se entendem às mil maravilhas. Ele põe toda a sua energia e sexualidade no acto de fazer amor, como se isso fosse para ele morte e renascimento. Tanta paixão fascina o Touro de tal forma que se sente elevado aos céus, apesar de a Terra ser o seu elemento, e, por princípio, os seus pés estarem bem firmes nela. Será uma relação que, dure o que durar, deixará profundas marcas.
Esta relação será mais difícil se a mulher for de Touro e o homem de Escorpião pois este, por vezes, é um tanto dominador, exclusivista e possessivo. A taurina, inocentemente, deixará manipular-se. É uma relação complicada, com disputas e reconciliações, paixão e ciúmes, que pode levar anos a desgastar-se. Tal como todos os Signos opostos, eles podem realizar-se pela complementaridade ou pelo antagonismo. Se conseguirem adaptar-se às suas diferenças, o relacionamento perdura. Se o homem for Touro, ele dará segurança à mulher Escorpião que, por sua vez, assumirá as suas responsabilidades familiares. São os dois Signos «femininos» e como tal, introvertidos e possessivos, mas aliam a sensualidade à sexualidade, e amam a sua intimidade afectiva, assim como têm ambições materiais e qualidades de entreajuda. Também têm os mesmos defeitos, pelo que podem gerar cóleras recíprocas, mas poderão criar empreendimentos juntos, com sucesso.
Touro-Sagitário
Quando um Touro encontra o Sagitário apaixona-se rapidamente por ele pois este é divertido, sonhador e adora viajar. Todavia, o Touro quere-o só para si e tem tendência a prendê-lo. Só que o Sagitário precisa de liberdade como do ar que respira, o que não quer dizer que seja infiel, pelo que é preciso saber confiar nele. O Touro é um Signo de Terra regido por Vénus, a Deusa do amor, enquanto Sagitário é um Signo de Fogo e tem como regente Júpiter, o deus benfeitor. Enquanto o Touro é lento e precisa de estabilidade, o Sagitário, representado pelo Centauro, galopa para um futuro que sonha cheio de expectativas. O Sagitário é optimista e fia-se na protecção do seu regente Júpiter para lhe proporcionar uma vida fácil, no aspecto profissional, amoroso, e económico. O Touro tem de se esforçar muito para conseguir o que deseja, e muitas vezes teme não alcançar os seus objectivos. O Sagitário não entende este estado de alma negativo e pessimista do Touro porque para ele a vida é uma festa. Sexualmente os seus desejos são diferentes, mas o Sagitário irá estimular o Touro muito positivamente, e como este é senhor de uma grande sexualidade e erotismo, deixará o Sagitário fascinado. Pode dizer-se que são dois seres livres juntos, mas o Sagitário não admite a submissão, de modo que o Touro deve começar a relação com uma quase indiferença até cativar o coração do Sagitário e poderem formar uma relação harmoniosa. Ambos amam a vida, os filhos e a família. A mulher Touro é organizada e aceita as contrariedades da vida diária, enquanto o homem Sagitário, extrovertido e independente, tem necessidade de espaço e de liberdade, ama a aventura e as mudanças e está sempre empenhado no seu trabalho. A mulher Touro, introvertida e estável, é possessiva e ciumenta, mas sente-se muitas vezes só e abandonada, quando devia aprender a partilhar as experiências do seu Sagitário e a ter mais confiança nele.
Eles funcionam de modo diferente, mas acabarão por se entender melhor quando forem mais velhos e mais maduros. Se a mulher for Sagitário seduz o homem Touro com o seu dinamismo, pois corre mais do que ele. Também neste caso os seus ritmos são diferentes. O Touro, como Signo fixo, estabiliza a sagitariana, mas esta tem necessidade de espaço e liberdade, por isso, poderá haver desacordo entre eles. O homem Touro, ciumento e possessivo, agarrado à casa e às crianças, sofre em silêncio em vez de seguir a sagitariana nas suas viagens. Se houver uma grande incompatibilidade entre os seus temas natais, poderão tender para a separação ou para o divórcio, mas será a mulher Sagitário a decidi lo, pois o homem Touro detesta as mudanças. Com um bom sentido de adaptação a relação poderá perdurar.
Touro-Capricórnio

Tanto um como outro desejam uma relação estável e duradoura só que o Capricórnio não entende o sexo como o Touro; cabe a este mostrar-lhe os prazeres da sexualidade. Sendo ambos Signos do elemento Terra, estáveis e sólidos, compreendem-se logo mal se encontram. Capricórnio precisa muito de afecto e carinho mas não sabe pedir, e o Touro, enquanto não tem a certeza de que a relação é para sempre, também não é pródigo em manifestações de carinho. Como ambos têm os mesmos objectivos de vida, não se deixam desequilibrar por paixões arrebatadoras, são voluntariosos e disciplinados e conseguem quase tudo a que se propõem.
Acabam por formar uma relação harmoniosa e, salvo pequenos obstáculos que devem ultrapassar, esta será enriquecedora para ambos. A afinidade «química» que existe entre ambos, composta pela sensualidade do Touro e a resistência do Capricórnio faz antever uma vida íntima sexual intensa e feliz. Ambos terão de se esforçar para conseguir algo que desejem, mas o Touro ajudará o Capricórnio a triunfar, dando-lhe toda a energia de que ele necessita, podendo caminhar juntos toda a vida.

O homem Capricórnio, como Signo de Inverno, é um pouco frio, por isso vai apaixonar-se pela mulher Touro que é calorosa, como Signo de Primavera que é. Muito semelhantes, eles compreendem-se e apreciam-se, assim como ambos gostam do trabalho e do dinheiro. O homem Capricórnio é o marido certo para um segundo casamento, podendo estabelecer uma relação séria e sólida onde impera a fidelidade. A mulher Capricórnio é muito atraída pelo homem Touro. Podem formar um casal sério, estável e sólido e à prova das contingências da vida. O homem Touro, venusiano, seduz à sua volta. Sendo caloroso, acha a mulher capricorniana distante, mas formarão um casal fiel e rotineiro que poderá viver muito tempo em conjunto. Boas compatibilidades, mesmo que se trate de um segundo casamento, depois dos quarenta anos, pois são ambos conservadores, tradicionalistas e têm as mesmas concepções de vida.
Touro-Aquário
Sendo Touro um Signo do elemento Terra e Aquário do elemento Ar não têm muitas coisas em comum. Touro é tradicionalista, ama a terra, o quotidiano, e o presente, enquanto o Aquário está mais virado para o futuro, é visionário, e nada o prende. No entanto, por vezes, podem cruzar-se os seus destinos e se fizerem um grande esforço, a sua união será conseguida. Aquário faz amizade com muita facilidade, e aí Touro terá de condescender e partilhá-lo com os seus amigos. Esta relação não é muito fácil a não ser que se esforcem bastante, mas se o fizerem, resultará muito enriquecedora. O Aquário não possui muito tacto e, muito especialmente se a mulher for Touro, terá de usar muita compreensão para que o seu coração se abra. Touro anseia por um amor para toda a vida e que seja apoiado em bases sólidas. Já o Aquário considera um compromisso como uma estagnação. Sexualmente, podem entender-se às mil maravilhas porque o Touro, imaginativo e sedutor, aprecia as excentricidades do seu Aquário. Porém, a mulher Touro deseja uma intimidade afectiva tranquila, enquanto o homem Aquário é pouco convencional, inconformista e tem necessidade de independência e liberdade. É uma boa relação para um amor de juventude, mas mais difícil para um casamento duradouro devido à possível imaturidade do homem Aquário. A taurina é demasiado possessiva para ele. Ela estabiliza-o por algum tempo, mas acaba por se cansar da sua inconstância. Como Signos «fixos» que ambos são, têm os mesmos defeitos o que gera incompatibilidades. Se o Aquário for mais maduro, poderão ter um bom entendimento, principalmente se for um segundo casamento e depois dos quarenta anos.
Se a mulher for Aquário e o homem Touro, a compatibilidade também será possível pois o homem é de um Signo «feminino» e a mulher de um Signo «masculino». No entanto, os temperamentos serão diferentes; o taurino é estável e corajoso, dedica-se à sua carreira de alma e coração. A aquariana aprecia a segurança material mas está constantemente ocupada a tratar do marido, quando tem necessidade de liberdade e de contactar com a vida exterior. Apesar da sua independência é uma boa dona de casa, mas aborrece-se com a possessividade do Touro. Ambos vão precisar de tempo para se unirem e também para se afastarem, se for o caso. Podem viver muito tempo juntos, ou simplesmente terem uma aventura sem consequências.
Touro-Peixes
Nesta relação haverá muito romantismo e deverá ter sentido prático. Ambos possuem qualidades que poderão beneficiar o outro. O Peixes é muito altruísta, gosta de partilhar com os outros e o Touro, que é muito criativo, ficará fascinado com esta qualidade do Peixes, que lhe vai ensinar o positivismo da imaginação. Os seus elementos, Terra de Touro e Água de Peixes, são compatíveis. Deste modo, as relações entre ambos, inclusive no trabalho, serão boas. Touro irá beneficiar da intuição do Peixes para concretizar os seus projectos. Ambos apreciam os prazeres dos sentidos e o fazer amor pode ser visto como um divertimento. Sexualmente, entendem-se maravilhosamente: Touro não se sentirá tão preso à terra e mergulhará nas águas da sensualidade, usufruindo de prazeres não sonhados.
Mesmo que a relação amorosa não resulte, irão ficar bons amigos para sempre. Se não existirem tensões nos seus mapas astrológicos, poderão casar-se e estabelecer uma relação duradoura. O Touro irá acreditar no destino e nas estrelas, tal como o Peixes o crê convincentemente porque irão sentir uma atracção magnética logo ao primeiro contacto.

Sendo a mulher Touro e o homem Peixes, uma vez que Vénus está em exaltação em Peixes, farão um par muito sentimental, com muita ternura e afecto. A taurina, ao apaixonar-se pelo homem Peixes, estabilizar-se-á e evitará que ele ande à deriva, mas como também tem necessidade de tranquilidade irá acabar com a inconstância do pisciano e não lhe admitirá infidelidades. São os dois introvertidos e bastante sensíveis, assim como se atrairão recíproca e sexualmente. Podem ter rupturas na sua relação, mas serão seguidas de reconciliações, principalmente se o pisciano for mais maduro. O homem Touro e a mulher Peixes também poderão ter uma boa ligação ou mesmo um bom casamento. Os dois Signos «femininos» protegem a sua intimidade afectiva. A pisciana é doce e sensível e o taurino tem muita ternura para lhe dar, assim como a irá reconfortar com a sua presença. Profissionalmente, também terão um bom entendimento. De um Signo «mutável», a mulher Peixes é livre e gosta de se evadir nem que seja em pensamento, mas o homem Touro tem os pés assentes na terra e, desse modo, irá estruturá-la, evitando que ela se perca. Deverão aprender a tolerar as suas diferenças para que a união perdure. Mesmo perante o perigo de separação ou divórcio, os interesses familiares e materiais poderão mantê-los ligados.
GÉMEOS
 
Gémeos-Carneiro

Esta relação é um constante desafio, envolve muita paixão. Gémeos gosta muito de conquistar, mas se o Carneiro não for hábil o Gémeos vai mesmo realizar o seu desejo. Se o amor surgir vai ser tão intenso e vibrante como nos filmes.

Se a mulher for do Signo de Carneiro vai achar que o Gémeos é o seu príncipe, e tem tantas qualidades que irá desejar conquistá-lo. Gémeos tem uma capacidade de expressão extraordinária, que nada nem ninguém consegue interpretar, a não ser o Carneiro, que é especialista em interpretações. O Carneiro tem necessidade de ser aceite tal como é, e se o Gémeos não puser objecções à sua maneira de ser, poderá aí nascer o par ideal. O homem Carneiro apaixona se loucamente pela mulher Gémeos dando-lhe estabilidade e protegendo-a. No entanto, o casamento não é prioridade, e muitas vezes prefere uma ligação sem compromisso, pois ele limita a sua liberdade. Eles têm muitos pontos em comum, mas a vida em comum tende a ter altos e baixos. A mulher Carneiro gosta muito de mandar, mas o homem Gémeos só faz aquilo que quer, o que pode dar origem a alguns desentendimentos. Sexualmente, entendem-se bem, havendo cumplicidade na sua relação e isso é um forte ponto a favor. Têm ambos fortes personalidades.

Gémeos-Touro
 
Embora sejam Signos que se sucedem um ao outro na ordem zodiacal, têm maneiras de ver bastante diferentes. Touro sente-se fascinado pelo Gémeos, um ser ágil que não se prende a nada nem a ninguém e que decide facilmente o que melhor lhe convém. No entanto, Gémeos está demasiado virado para a acção e por vezes é impaciente. O Touro também necessitava que ele fosse mais sensual, pois no amor entrega-se totalmente, adora as carícias e os preâmbulos, demonstrando toda a sua sensualidade. Por seu lado, Gémeos é mais criativo e fascina-se com as fantasias sexuais. Estas diferenças podem tornar o Touro um pouco mais frio e reservado, deixando o Gémeos um pouco confuso.

Uma coisa que o Touro deve compreender é que mesmo assim deve demonstrar o seu lado sensual e carinhoso para que a relação, que por vezes pode ser difícil, se torne gratificante.Touro no amor mostra-se cauteloso e desconfiado. Fascinam-no, as palavras e as atitudes do Gémeos, mas como aprecia a estabilidade, a segurança e uma relação duradoura, ficará ciumento e inseguro com a necessidade que o seu companheiro tem de sair, de viajar, de experimentar. Gémeos não é exclusivamente de ninguém, e isso irá complicar a relação. Só a paciência da mulher Touro poderá estabilizar a imaturidade do homem Gémeos. Se a mulher for Gémeos e o homem Touro, ele deve ser menos exigente e mais paciente, ter calma para suportar uma mulher nervosa e contraditória como a geminiana.

Gémeos-Gémeos

Ninguém melhor para conhecer um Gémeos do que outro Gémeos. São dois seres que, normalmente, estão de acordo, mas que dificilmente conseguem manter segredos um do outro. Extrovertidos e cerebrais, de uma grande cumplicidade, apaixonam-se pelas mesmas coisas e vivem juntos excelentes momentos. A influência de Mercúrio nas suas vidas poderá ser o tema das suas muitas conversas. Como Signos «masculinos» não têm, por princípio uma personalidade muito fraca e são igualmente exigentes, mas tanto um como outro não suportam ser dominados. Sendo Signos «mutáveis», também têm os mesmos defeitos, o principal dos quais é a instabilidade, o que pode complicar a relação. A sua comum imaturidade também pode dar origem a afastamentos, consoante os seus temas natais, o que, de qualquer modo, será doloroso.

Dois Signos de Ar tão semelhantes, não precisam de falar muito para se entenderem, no entanto podem esconder um do outro o seu mundo emocional, que só demonstram em ocasiões muito especiais. A sua versatilidade, lucidez e brilhantismo faz com que juntos possam fazer grandes conquistas. Mas que não tentem ser infiéis, pois logo o outro descobriria com a maior facilidade. De constantes mudanças de humor, terão dificuldade em estar sincronizados, o que pode dar origem a algumas discussões e desencontros. Sexualmente, serão muito especiais, o que tanto pode ser tortuoso como divertido, mas sempre diferente. Se confiarem um no outro, puserem de parte a razão e a lógica e soltarem as emoções, poderão ter relações muito gratificantes. A sua dualidade confere-lhes duas personalidades a cada um, portanto quatro no par. Se não forem demasiado ciumentos nem absorventes, se confiarem um no outro, forem tolerantes nas suas necessidades de terem amigos e mantiverem longas conversações, a sua relação poderá ter um longo futuro.
 
Gémeos-Câncer

Na relação entre um Câncer, amigo do lar e do conforto do calor da lareira, e um Gémeos, que goste de sair, alguém terá de ceder para manter vivo o amor. Porém, os seus elementos, Água do Câncer e Ar de Gémeos, não são completamente incompatíveis, ambos são adaptáveis, fluidos, subtis e muito curiosos. Câncer é muito minucioso e não se esquece das coisas importantes que gosta de comemorar. Já o Gémeos é capaz de se esquecer até do seu próprio aniversário. O Câncer, com a sua imaginação bastante colorida, atrai a atenção do Gémeos, que gosta de ouvir histórias, e o primeiro conta-as maravilhosamente. Mas, apesar destes encontros apaixonados, uma coisa que pode dar azo a fricções é que o Gémeos não dá segurança ao Câncer, e este tem muita necessidade dela. A versatilidade e sedução do Gémeos põe o Câncer muito nervoso e ciumento fazendo com que se torne possessivo. Se o Câncer perceber que o Gémeos é um Signo «mutável» e confiar nele, tiver paciência com a sua necessidade de querer conhecer tudo, este voltará sempre para o seu querido Câncer, terno e protector, fazendo-o participar das suas vivências e aventuras.

O Câncer despertará as emoções que o Gémeos, muitas vezes, tem reprimidas, ajudando-o a enriquecer a sua personalidade. O Gémeos com o seu dom da palavra, vai, por sua vez, ajudar o Câncer a transmitir verbalmente a sua sensibilidade, a sair da sua carapaça, e a não ter medo de se mostrar tal e qual é. Sendo a mulher Gémeos e o Homem Câncer, a ligação pode ser boa, pois apesar da geminiana ser extrovertida e ter necessidade de liberdade, o Câncer sente-se atraído por ela. E, como romântico que é, tem tendência em conservá la, estabilizá-la e dar-lhe toda a felicidade. Sendo Signos vizinhos, a ligação pode ser duradoura se a geminiana for suficientemente madura para dar um lar ao Câncer. Por sua vez, este tende a prendê-la com as suas pinças, mas ela precisa de liberdade e irá ficar nervosa. Ao contrário, a relação entre um homem Gémeos e uma mulher Câncer, é uma ligação um pouco difícil, porque ele, o eterno jovem, deseja liberdade, os contactos com os amigos, a vida mundana, e ela, que deseja a sua intimidade afectiva e familiar, acaba por abafar o Gémeos, deixando-o deprimido. Melhores possibilidades podem ocorrer se o homem for mais velho. Serão sujeitos a disputas e reconciliações, que poderão ser superadas se o casal tiver mais maturidade. É necessário que façam concessões para que a ligação perdure, mas, se houver uma separação, poderão ficar amigos.

Gémeos-Leão
O Gémeos tem em Leão a pessoa que pode acarinhar toda a vida e, mesmo sendo um pouco namoradeiro, o Leão sabe que é amado e perdoa-lhe essa fraqueza. Ambos são extrovertidos, amam a vida e os encontros sociais. Existe entre eles uma forte atracção magnética, forte e racional por parte de Leão, sedutora, subtil e refinada por parte do Gémeos. A personalidade do Leão, que precisa de possuir rapidamente e à sua maneira, vai colidir com a dualidade e versatilidade do Gémeos que, tal como o seu elemento Ar, pode escapar-se-lhe entre as mãos, mas será isso mesmo que o desafiará e que fortalecerá o seu desejo e paixão, dando origem a que se amem desesperada e loucamente.
O Leão, tal como o seu elemento Fogo, brilha e, em sociedade, é calmo e divertido, apresentando-se como um Rei, luxuoso e protagonista, mas o Gémeos, com o seu dom da palavra, mal abre a boca, deixa todo o mundo fascinado ao seu redor, roubando algum protagonismo ao Leão, que deverá aprender a ceder os aplausos ao Gémeos, até porque eles o assustam, e ficará encantado com essa tomada de posição. Estes dois Signos estão na posição de Sextil entre si, o que dá origem a uma grande atracção e magnetismo. O Leão é vaidoso e o Gémeos não permitirá que alguém fira a sua vaidade, pelo que sairá sempre em sua defesa, devido a uma grande generosidade.

Se a mulher for de Gémeos e o homem de Leão, ele estabilizá-la-á. Formarão um par construtivo sobre os planos material e amoroso, ela será completamente seduzida por ele, que deverá conter um pouco a sua necessidade de liberdade. Com o tempo, o Leão adaptar-se-á à sua geminiana, pois tem medo de a perder. Pertencendo a um Signo «duplo», a geminiana é instável e a felicidade do casal dependerá muito da maturidade de ambos. Sendo o homem Gémeos, ele apaixonar-se-á pela mulher Leão e ela estimulá-lo-á no seu trabalho. O homem de Gémeos é bem sucedido na sua carreira, e à leonina isto agrada-lhe, porque estão ligados por interesses materiais. O Gémeos é instável e não se fixa na vida devido à sua necessidade de mudança, e de não saber o que quer, o que deixa a leonina nervosa. Por vezes há uma luta de forças entre estes dois Signos «masculinos», dando origem a crises. Existem probabilidades de infidelidades de parte a parte e a relação poderá ter altos e baixos.
Gémeos-Virgem
Ambos regidos por Mercúrio, têm uma mente ágil, atenta e brilhante, já os seus elementos, Terra de Virgem e Ar de Gémeos, dão origem a diferenças significativas. O Virgem é ordenado e pontual, qualidades que faltam ao Gémeos, por isso ele fica fascinado pela estabilidade e responsabilidade que o Virgem lhe pode proporcionar. Se forem perseverantes, a relação entre eles pode ser muito boa. No entanto, o ângulo formado entre as suas posições do Sol é uma Quadratura, pelo que pode haver tensões nos primeiros encontros. Nunca será um amor à primeira vista, mas que se irá alicerçar com o tempo. Ultrapassados os primeiros atritos, podem estabelecer uma boa relação. Dado que o Gémeos é um Signo «duplo», um deles pode ser fantasioso e apaixonado enquanto o outro é frio e desligado, pelo que sexualmente pode deixar o Virgem completamente baralhado, uma vez que para ele tudo é planeado. O Virgem não se apaixona facilmente, a não ser que tenha, por exemplo, a Lua ou o Ascendente em Escorpião. Por isso, a sua relação amorosa poderá ser tranquila e tirar proveito das coisas boas que o Gémeos lhe pode proporcionar. O Virgem, cujo elemento é a Terra, é tenaz, responsável, observador e analítico. Ao passo que o Gémeos, do elemento Ar, é dinâmico, versátil e interessa-se e encanta-se com tudo. Isto leva a crer que não têm muito em comum, mas existe um magnetismo que os atrai e, juntos, poderão realizar muitas coisas importantes. O Virgem dará segurança ao Gémeos ensinando-lhe a não dispersar a sua energia. O Gémeos fará o Virgem entender o que é a flexibilidade e a ligeireza, e a não valorizar tanto o perfeccionismo pois, por vezes, isso faz-lhe perder tempo e a ocasião de aproveitar outras oportunidades.
Se a mulher for Gémeos, ela é a ideal para um homem Virgem. Uma vez que os dois Signos são regidos por Mercúrio, dão-se bem no plano intelectual, têm o sentido da comunicação e são muito humanos, fortes de espírito, mas também um pouco imaturos, o que os pode afastar. Os seus estilos de vida são diferentes. A geminiana é instável e extrovertida, enquanto o Virgem é prudente e introvertido. Os Signos «mutáveis» normalmente não vivem a sua vida juntos devido à sua instabilidade, mas isso depende do seu tema natal. Se a mulher for Virgem e o homem Gémeos, a ligação é possível mas difícil pois têm personalidades diferentes. A virginiana privilegia a sua intimidade amorosa e a sua carreira, de modo que ela acha o Gémeos um tanto extravagante. Intelectualmente, por influência de Mercúrio, são bastante compatíveis e adoram conversar. O geminiano deve perceber que a virginiana é a mulher que lhe convém porque lhe dá estabilidade, mas mesmo assim estes dois, devido à sua instabilidade, tendem para algum afastamento. Uma ligação sem casamento é mais provável, principalmente se a virginiana for mais tolerante, no entanto uma mulher de Signo «feminino» entende-se melhor com um homem de Signo «masculino».
Gémeos-Balança

O Balança ambiciona uma relação duradoura, e, se o Gémeos não for namoradeiro, e se esforçar para que o parceiro tenha confiança nele poderão fazer um belo e romântico par. Ambos os Signos pertencem ao elemento Ar e pensam ter encontrado a sua alma gémea, ficando com a impressão de que sempre se conheceram. Adoram conversar conquanto o Balança seja mais lógico e menos caloroso do que o Gémeos assim como têm os mesmos gostos no que se relaciona com a estética, com a ordem e com o apreço pelos eventos sociais. Sexualmente a relação é das melhores de todo o Zodíaco, pois une-os uma grande ternura, um amor profundo, a fantasia e a agressividade quanto baste. A regência de Vénus em Balança dá à relação um toque de sensualidade que os encanta, pois para eles o amor é algo sublime que precisa de ser cuidado. As muitas personalidades do Gémeos por vezes deixam o calmo Balança desconcertado com a sua dispersão, embora esta seja controlada. Se o Balança estiver desequilibrado, o Gémeos ajuda-o a tomar decisões e a não perder oportunidades. Por sua vez, o Balança dá ao Gémeos calma e tranquilidade, domina os seus impulsos e ajuda-o a dar solução a qualquer problema que se lhes depare.
Se a mulher for Gémeos e o homem Balança, ela evidencia-se pelo seu dom da palavra e ele pela sedução. São dois artistas que gostam de se divertir e de viajar e que se entendem bem sexualmente. Como são um tanto imaturos e instáveis, com o tempo podem vir a ter problemas. A geminiana, nervosa e um pouco infiel, precisa de liberdade e, se não for suficientemente madura, pode tentar procurar noutro lado a sua alma gémea. O Balança pode entrar em depressão porque precisa de equilíbrio. Se a geminiana for mais velha, há melhores hipóteses de uma boa relação. Se o homem for Gémeos, é bom que ele seja mais velho, porque é um eterno adolescente. Como Signos masculinos que são, opõem-se e possuem demasiada instabilidade para saberem o que querem. São inteligentes e brilhantes em sociedade, e são capazes de se entenderem por meias palavras. A mulher Balança é de certa forma instável; tanto pode pender para a separação como para a reconciliação. É possível que sejam mais compatíveis numa união de facto do que num casamento.
Gémeos-Escorpião
Esta união poderá ser um desafio sob diversos aspectos. Se o Gémeos não tentar ter outras aventuras, encontra no Escorpião um companheiro muito apaixonado. O Gémeos tem uma personalidade analítica que sabe intuir e ver o que os outros não querem dar a entender. O Escorpião é introvertido, mais concentrado do que o comum dos mortais, orgulhoso, ambicioso e dificilmente permite que penetrem no seu íntimo. Sendo o Escorpião um ser fechado, o Gémeos sente-se atraído por ele. O Gémeos saberá despertar os sentimentos do Escorpião, assim como este saberá entrar no mundo oculto e vulnerável do Gémeos, que é a sua infância, os seus receios e as suas saudades. Em certa medida o Escorpião é o oposto do Gémeos; põe paixão em tudo o que faz, e é veemente em todos os aspectos da sua vida, enquanto o Gémeos não se concentra numa só coisa, num só projecto ou numa só pessoa, mas quando se encontram ficam extasiados um com o outro. Apesar de todas as suas diferenças, o sexo é muito importante para o Escorpião que nele põe toda a sua energia, carregando-o de mistério. O Gémeos leva a sexualidade com mais ligeireza. Para ele é como se fosse um jogo, e pode pensar que o Escorpião tem falta de criatividade. O Gémeos desdramatiza as paixões do Escorpião e ensina-o a ser mais descontraído nos seus sentimentos, enquanto o Escorpião mostra ao Gémeos como se vivem os sentimentos íntimos.
Se o homem for Escorpião e a mulher Gémeos, a ligação é possível mas, com o tempo pode tornar-se difícil. Ela, extrovertida e juvenil, ele, introvertido, ciumento e possessivo, têm a separá-los a imaturidade dela e a personalidade complicada dele. Podem provocar-se mutuamente. Será uma relação mais fácil se for só amigável, ou mesmo uma união de facto. Tudo depende da maturidade do geminiano; sendo o homem Gémeos e a mulher Escorpião, a atracção será grande, mas a instabilidade dele pode fazer com que não saiba o que quer, e isto pode tender a afastá-lo. Ele gosta de movimento, de barulho e de novas relações, ela preza a sua intimidade afectiva e tenta prendê-lo. Se o geminiano for bem sucedido na sua carreira, isso ajudará a consolidar a união pois a instabilidade do Gémeos cansa a mulher Escorpião, que o acha superficial. Devem respeitar-se mutuamente para que a relação perdure, principalmente ela deverá ter confiança nele. O entendimento será melhor se o geminiano for mais velho, pois terá possibilidades de ser mais maduro.
Gémeos-Sagitário
São dois Signos que têm muito em comum, como a necessidade de mudança, a inteligência, a dispersão, a alegria de viver, e ambos são «duplos» e em Astrologia representados por figuras duplas. Protegidos por Júpiter e Mercúrio, têm todas as razões para formar um par afortunado com uma relação intensa. O Gémeos usa mais a diplomacia nos seus relacionamentos em geral e vai ajudar o Sagitário, que comete alguns erros devido à sua impetuosidade. Por seu lado, o Sagitário que é mais idealista e altruísta, transmitir-lhe-á esses valores. Por vezes, os comentários do Sagitário podem ferir a susceptibilidade do Gémeos, mas ele não o faz de má-fé nem é malicioso, pelo que acaba por arrepender-se de ter sido tão brusco. Ambos, gostam de aventuras e de viajar, conquanto usufruam desses prazeres de forma diferente. Apesar do Gémeos ser mais frio que o apaixonado Sagitário, acabam por se completar e ultrapassando a sua dualidade são uma só entidade. Algo que ambos têm em comum é o medo de se comprometerem, mas se o vencerem a sua relação irá ser divertida e duradoura. Sociáveis, extrovertidos e independentes, necessitam de espaço e de liberdade.

No caso da mulher ser Gémeos, ela tende a prender o seu Sagitário, que é um viajante nato. É essencial que ela lhe dê liberdade, assim como ele respeite a dela. Para que a relação perdure, deve haver muitas concessões de parte a parte, fazendo ambos por se adaptarem às suas diferenças. Sendo a mulher Sagitário, ela, que é uma grande apaixonada, tende a transformar o homem Gémeos, dando-lhe estabilidade. Sendo bastante sedutores, são cúmplices intelectualmente, e tanto podem viver uma vida paralela sendo amigos ou amantes, como podem ter uma aventura sem consequências. O homem Gémeos, um eterno adolescente, tem de aprender a perceber a mulher Sagitário. Como são Signos opostos, poderão ser vencidos pela sua complementaridade ou pelo seu antagonismo. Se souberem fazer concessões poderão ter uma relação bastante duradoura.
Gémeos-Capricórnio

Se um Capricórnio se apaixonar por um Gémeos, pensa que se trata de um sentimento eterno, e poderá sê-lo se o Capricórnio não lhe exigir garantias de futuro. Isso iria assustar o Gémeos uma vez que para ele as relações duram enquanto há amor, e não está certo de que o amor seja eterno. As suas personalidades são muito diferentes, mas podem saber lidar com isso mutuamente. Capricórnio é circunspecto, foge do protagonismo, enquanto o Gémeos é um conversador nato, gosta de estar em destaque e brilhar. O Capricórnio gosta de dar passeios pelo campo, dos desportos e, muitas vezes, aprecia estar só. O Gémeos precisa de rodear-se de gente e de comunicar, pelo que a companhia do Capricórnio pode muitas vezes aborrecê-lo. Como são Signos opostos, e os extremos se atraem, podem sentir-se fascinados um pelo outro e encontrarem uma plataforma de entendimento. O Gémeos sabe como derreter o gelo do Capricórnio e conquanto esta união não seja de paixão contínua, pode proporcionar um entendimento que dure para toda a vida. O Gémeos pode achar o Capricórnio insensível e difícil de compreender, e este, por sua vez, achar o Gémeos vaidoso, imaturo, e caprichoso, mas se vencerem estas diferenças poderão ter uma relação alegre e diferente assente em bases firmes. O Gémeos gosta de fazer do amor um namoro constante mas os seus devaneios não estão de acordo com o desejo de estabilidade do Capricórnio, pelo que terão ambos de ter muita paciência para se compreenderem. Se o Gémeos se cansar através das suas andanças e quiser descansar, encontra, sempre, o amor e o carinho, a segurança e a protecção que o Capricórnio lhe pode assegurar. O Capricórnio ensina ao seu parceiro a serenidade, a perseverança e a forma de alcançar os seus objectivos; por sua vez, o Gémeos mostra-lhe um Mundo diferente, onde a curiosidade proporciona experiências enriquecedoras que poderá viver continuamente.
O homem Capricórnio é um parceiro ideal para uma mulher Gémeos, porque lhe dá estabilidade e protecção. Por sua vez, a geminiana dá-lhe o seu calor, a sua fantasia, o seu entusiasmo e deste modo complementam-se. Se respeitarem as suas diferenças formarão um par duradouro, embora tenham sempre que zelar pelos interesses materiais e familiares. Sendo o homem Gémeos e a mulher Capricórnio, ele extrovertido e de espírito jovem, ela introvertida e precocemente madura, têm possibilidades de um bom entendimento, se ela o proteger, estabilizar e, ao mesmo tempo, aceitar a sua fantasia e ligeireza de espírito. Ela gosta de mandar, mas ele só faz o que quer. O geminiano não aceita a frieza da capricorniana. Por sua vez ela não tem muita confiança nele, pelo que podem sentir a relação instável e desejar separar-se, mas outras posições planetárias podem contrariar essa tendência. A sua união depende muito do respeito que tiverem, mutuamente, pelas suas diferenças. No entanto, o Gémeos terá a ganhar se se esforçar por se entender com um Capricórnio.
 
Gémeos-Aquário
Entre um Aquário, genial, excêntrico e pouco controlado e um versátil e mutável Gémeos, a vida nunca é aborrecida. Ambos gostam de conviver, criam facilmente um bom grupo de amigos com quem dialogam sobre filosofia ou sobre temas da actualidade. Brilhantes, os dois gostam de ler e de estar actualizados acerca dos eventos mundiais. É possível trabalharem em conjunto ou mesmo terem um negócio, pois profissionalmente entendem-se às mil maravilhas. Contudo, existem algumas diferenças entre eles: o Aquário é menos sujeito a mudanças do que o Gémeos e pode sofrer com a sua mobilidade, mas se tentarem adaptar-se um ao outro poderão obter uma vida harmoniosa e criativa. Poderá existir algum atrito entre eles, mas será algo momentâneo e facilmente ultrapassável, pois ambos possuem sentido de humor. O Aquário tem o propósito de mudar o mundo e o Gémeos, com o seu poder de comunicação, transmite essa mensagem a todos os que o rodeiam. Podem não ser bem compreendidos pelos outros, mas eles sabem bem gozar alegremente a vida. A sexualidade não é o mais importante para eles, há muito mais coisas interessantes para partilhar, falar e experimentar, embora as suas relações sexuais sejam satisfatórias. Sendo ambos Signos do elemento Ar, atraem-se imediatamente mal se conhecem. Para mais, as suas posições no Zodíaco estão em «Trígono» que é uma posição favorável. As suas vidas podem ser cheias de diversões, aventuras e não rotineiras.
O homem Aquário precisa de espaço vital, de modo que a mulher Gémeos deve ter confiança nele para que a união seja mais fácil. Por vezes, a relação pode sofrer reveses devido à sua mobilidade e instabilidade, e como são Signos «masculinos», poderão passar por conflitos de autoridade. No entanto, como têm bastantes afinidades intelectuais estão no mesmo comprimento de onda e acabam compreendendo-se bem. No caso da mulher ser Aquário, ela deverá fazer concessões para que a relação perdure e o homem, sendo Gémeos, deve aprender a ser mais estável, apesar da sua necessidade de liberdade. Se se casarem jovens, terão maior tendência para a instabilidade, mas numa união mais madura poderão ter excelente compatibilidade e formarão um casal original devido à sua cumplicidade.
Gémeos-Peixes
O Gémeos, do elemento Ar, e o Peixes, do elemento Água, à partida, não têm uma grande compatibilidade, mas se no seu tema natal houver bons aspectos entre o Sol e a Lua, poderão chegar a um razoável entendimento. Peixes é o Signo dos mistérios, do que há para além do que não pode ser transmitido por palavras, o que atrairá e fascinará o Gémeos. Ambos são muito solidários em relação a injustiças e podem comover-se profundamente com muitas coisas. São imprevisíveis, odeiam a rotina, e ambos têm personalidades duplas. As viagens são algo que fazem com prazer, mas se há uma coisa que o Peixes não suporta é que o Gémeos o submeta a interrogatórios e o obrigue a tomar decisões repentinas, pois a sua mente não é muito ágil. O Peixes, no entanto, não é manipulável nem débil. Ele é muito sensível aos problemas dos outros e está sempre pronto a dar-lhes a sua ajuda, o que por vezes o fatigará, pois não tem a energia mental e física do Gémeos. O Peixes ama sonhando e vive as emoções com intensidade. Entre ambos, a sexualidade é muito importante pois o Gémeos deixa de ser racional e analítico e entrega-se de alma e coração ao seu Peixes. Uma coisa comum a ambos é a facilidade que têm para se escapar das mãos de quem os quiser agarrar.
A mulher Gémeos é extrovertida e mundana, enquanto o homem Peixes é introvertido, solitário, aprecia o silêncio e a tranquilidade, pelo que podem decepcionar-se reciprocamente. Pode ser uma relação difícil dependendo da maturidade de ambos. Deverão esforçar-se por comunicar, principalmente o pisciano, que está mais fechado no seu universo aquático. O homem Gémeos, extrovertido e cerebral, prefere o movimento do mundo e a novidade. Um tanto instável, para ele a vida conjugal não é fácil pois precisa de espaço e sente se sufocado com a vida afectiva monótona. Por seu lado, a mulher Peixes adora o silêncio para sonhar, como se vivesse num outro planeta, portanto tem dificuldades em comunicar. Sendo ambos Signos «duplos», estão sujeitos à instabilidade. A mulher Peixes não suporta as infidelidades e o Gémeos não é lá muito fiel. A compatibilidade será melhor se o homem Gémeos for mais velho e mais maduro.
CÂNCER / CARANGUEJO
 
Câncer-Carneiro
 
A lua, por vezes, torna o Câncer melancólico, mas se isso não acontecer esta união é mais fácil. Por seu lado, o Carneiro é demasiado impulsivo para o sensível Câncer. Há que haver uma cedência mútua para que resulte num entendimento perfeito, pois de outro modo podem surgir conflitos. O Câncer é inseguro, tímido, introvertido e irá ter algumas dificuldades em aceitar a impetuosidade do Carneiro, mas como tem um coração meigo e generoso, acabarão por se entender. Caso os seus sóis natais estejam em quadratura (o que se verifica se nascerem em dias aproximados do respectivo mês de nascimento), terão de se proteger dessa influência agindo com amor, paciência e compreensão.

Se o homem for Câncer, deverá não ter segredos para com a sua mulher Carneiro, se não, ela sentir-se-á insegura e desequilibrada emocionalmente. O Câncer, fortemente influenciado pela Lua, está sujeito a profundos estados de tristeza e precisa de segurança. O Carneiro, que tem uma relação de cumplicidade com a Lua e é muito romântico, vai proporcionar-lhe essa segurança de que o Câncer tanto anseia. Umas das grandes dificuldades da ligação entre estes dois Signos é que ambos são egocêntricos, e possuem fortes personalidades. A mulher Carneiro deverá conter os seus ímpetos para não ferir a sensibilidade do homem Câncer, assim como a sua susceptibilidade. Se a mulher for Câncer, tenderá a abafar, com a sua possessividade, o homem Carneiro que a todo custo fará para se livrar dessa pressão. Para a mulher Câncer a família é importante, e como é muito sensível, o egoísmo e a posição dominadora do Carneiro pode, por vezes, trazer-lhe sofrimento. No entanto, como têm interesses familiares e emocionais comuns, a ligação pode ser duradoura, mas na condição de haver concessões de parte a parte.
Câncer-Touro

Ambos apreciam a vida doméstica e em família mas podem depender um do outro para partilharem as longas noites de Inverno. No entanto o Touro deverá ser amistoso e persuasivo se o Câncer entrar em depressão. Como são um Signo do elemento Terra e outro do elemento Água, há uma boa compatibilidade entre ambos podendo resultar numa relação feliz. A Lua, que é o planeta de Câncer está em exaltação no Signo de Touro, de forma que o homem Touro é o marido por excelência para a mulher Câncer pois dá-lhe a segurança material e o afecto que ela tanto necessita. Os seus gostos são muito idênticos, ambos respeitam as tradições, amam a família e as crianças, apreciam a boa mesa e têm o sentido da propriedade. O homem Touro esforça-se a trabalhar e a mulher Câncer governa o lar.

De igual modo, se a mulher for de Touro e o homem pertencer ao Câncer, os gostos iguais unem-nos. Podem viver durante muito tempo numa felicidade calma e tranquila. O homem Câncer gosta de dar ordens mas ele não deverá dominar a mulher Touro, pois ela preza muito a sua independência. Ela, apesar de afectuosa, gosta de homens que respeitem as mulheres. Uma coisa em que o Touro tem dificuldade em entender no Câncer é essa influência que a Lua tem nele e que o faz passar da alegria para a tristeza sem qualquer razão aparente, mas como o Touro é muito equilibrado nos momentos críticos, beneficia muito o Câncer dando-lhe força e protegendo-o. Como ambos possuem uma grande força interior, facilmente vencem as adversidades e ultrapassam as fases difíceis. Sexualmente entendem-se muito bem. Ambos são afectuosos, ternos, mimam-se antes, durante e depois de fazerem amor, não dando pelo passar do tempo. Se a relação que o Câncer tem com a mãe for superada, quer dizer que o cordão umbilical foi cortado, pois, em caso contrário, se houver uma fixação à mãe por parte do Câncer, o Touro deverá ser muito paciente e inteligente, unindo-se à mãe e não se pondo contra ela, para que a relação resulte o melhor possível.
Câncer-Gémeos

Na relação entre um Câncer, amigo do lar e do conforto do calor da lareira, e um Gémeos, que goste de sair, alguém terá de ceder para manter vivo o amor. Porém, os seus elementos, Água do Câncer e Ar de Gémeos, não são completamente incompatíveis, ambos são adaptáveis, fluidos, subtis e muito curiosos. Câncer é muito minucioso e não se esquece das coisas importantes que gosta de comemorar. Já o Gémeos é capaz de se esquecer até do seu próprio aniversário. O Câncer, com a sua imaginação bastante colorida, atrai a atenção do Gémeos, que gosta de ouvir histórias, e o primeiro conta-as maravilhosamente. Mas, apesar destes encontros apaixonados, uma coisa que pode dar azo a fricções é que o Gémeos não dá segurança ao Câncer, e este tem muita necessidade dela. A versatilidade e sedução do Gémeos põe o Câncer muito nervoso e ciumento fazendo com que se torne possessivo. Se o Câncer perceber que o Gémeos é um Signo «mutável» e confiar nele, tiver paciência com a sua necessidade de querer conhecer tudo, este voltará sempre para o seu querido Câncer, terno e protector, fazendo-o participar das suas vivências e aventuras. O Câncer despertará as emoções que o Gémeos, muitas vezes, tem reprimidas, ajudando-o a enriquecer a sua personalidade. O Gémeos com o seu dom da palavra, vai, por sua vez, ajudar o Câncer a transmitir verbalmente a sua sensibilidade, a sair da sua carapaça, e a não ter medo de se mostrar tal e qual é.

Sendo a mulher Gémeos e o Homem Câncer, a ligação pode ser boa, pois apesar da geminiana ser extrovertida e ter necessidade de liberdade, o Câncer sente-se atraído por ela. E, como romântico que é, tem tendência em conservá la, estabilizá-la e dar-lhe toda a felicidade. Sendo Signos vizinhos, a ligação pode ser duradoura se a geminiana for suficientemente madura para dar um lar ao Câncer. Por sua vez, este tende a prendê-la com as suas pinças, mas ela precisa de liberdade e irá ficar nervosa. Ao contrário, a relação entre um homem Gémeos e uma mulher Câncer, é uma ligação um pouco difícil, porque ele, o eterno jovem, deseja liberdade, os contactos com os amigos, a vida mundana, e ela, que deseja a sua intimidade afectiva e familiar, acaba por abafar o Gémeos, deixando-o deprimido. Melhores possibilidades podem ocorrer se o homem for mais velho. Serão sujeitos a disputas e reconciliações, que poderão ser superadas se o casal tiver mais maturidade. É necessário que façam concessões para que a ligação perdure, mas, se houver uma separação, poderão ficar amigos.
Câncer-Câncer

Ambos se compreendem mutuamente, partilham os mesmos sentimentos, choram no ombro um do outro, mas também, influenciados pela Lua, têm acessos de mau humor, mudanças inesperadas e quando ela está cheia podem sofrer crises de melancolia ou, pelo contrário, serem românticos, sonhadores e sentirem uma atracção especial um pelo outro. O quarto minguante também os irá afectar tornando-os indolentes, preguiçosos, com falta de energia, de modo que as suas vidas são cheias de altos e baixos, alegrias e tristezas, mas sempre muito voltadas para o passado. Em comum também têm o gosto pelas viagens, pela boa mesa, o desejo de ganharem dinheiro, mas o pior é que ambos também têm os seus conflitos e acabam escondendo-se nas suas carapaças não querendo dar o braço a torcer. Terão de ter a maior cautela para não ferir reciprocamente os seus sentimentos. Ambos precisam de um clima quente e terno na hora do amor, a não ser na Lua Cheia que os incentivará a viverem uma enorme paixão. Também na vida doméstica os gostos são comuns, o que os fará passar muitos serões nos braços um do outro.

Sendo ambos Signos de Água é evidente a sua compatibilidade. Introvertidos, sensíveis, eles têm a cumplicidade de dois irmãos que não precisam de falar para se compreenderem. Amam a família e os filhos e são capazes de construir um lar confortável. São os dois possuidores de fortes personalidades e um tanto dominadores, e tudo irá bem se for a canceriana a submeter-se, se não serão de prever algumas discussões e jogos de poder. É possível que um dos dois se sinta ainda muito ligado à sua família original e não tenha a mesma propensão para a família do cônjuge, mas regra geral o bom entendimento é igual para com as duas famílias. Mais do que tudo eles dependem um do outro.
Câncer-Leão
Diferentes tal como o Sol e a Lua que os rege, são no entanto complementares. Câncer admira a força e a vitalidade do Leão. Este, por sua vez, encanta-se com a intuição e sensibilidade do Câncer, mas por vezes a Água do Câncer pode apagar o Fogo do Leão ou, vice-versa, o Fogo do Leão faz evaporar a água do Câncer se não proceder da melhor forma. Podem manter-se juntos mas também se podem destruir, o que muitas vezes acontece. O Leão não suporta as mudanças de humor do Câncer e este, por sua vez, pode não ser tão carinhoso e afectuoso com o Leão, como ele desejaria. Esta relação pode ser complicada, no entanto será fascinante e atraente se conseguirem ultrapassar os atritos dos primeiros tempos. O Leão tem dificuldade de entender o que o Câncer esconde debaixo da carapaça e isso preocupa-o. O Sol do Leão governa o dia e a Lua do Câncer governa a noite. Deste modo os dois gostam de mandar, mas o canceriano pode levar a melhor pois é um verdadeiro líder, e o Leão não gosta nada de ser comandado. Sexualmente também se completam. O Câncer contribui com a sua sensibilidade e poesia e o Leão com a sua paixão e impetuosidade. Se assim for, poderão ter relações maravilhosas, especialmente na Lua Cheia.
Se a mulher for Câncer e o homem Leão, ela de um Signo «feminino» e ele de um Signo «masculino», entendem-se bem, o que é preciso é que as regras de ambos fiquem bem definidas. A canceriana ama a noite e vive das lembranças do passado. O Leão, extrovertido, seguro de si, aprecia o mundanismo e o dia. Podem formar um par harmonioso se a canceriana se submeter ao Leão, que gosta de dominar, mas que também a protege. Podem existir entre ambos lutas de poder que por vezes levam Leão a encolerizar-se, originando tendência para a separação, mas o amor pelos filhos irá fazer com que fiquem unidos por muito tempo.

No caso do homem Câncer e da mulher Leão a ligação será mais difícil, pois a princípio o canceriano fica fascinado pela leonina, mas com o tempo vai achá-la agressiva e autoritária. Esta, maternal como é, tenta dominá-lo, mas ele escapa-se nos seus sonhos. O canceriano pode ser um tanto infiel, mas se a leonina o prende ele deixa. Por seu turno ela adora ser admirada e não posta de parte. A leonina é sensível ao prestígio social e, se o canceriano for rico, ela pode tentar fingir que não percebe, e fechar os olhos às suas infidelidades se não forem muito evidentes. No entanto poderão existir irritações, discussões coléricas e até alguma violência recíproca que poderá levar à ruptura da relação. No entanto, consoante os seus temas natais, os interesses familiares falarão mais alto e a ligação poderá ser duradoura.

Câncer-Virgem
 
Virgem, Signo do elemento Terra, tem necessidade da Água do Câncer, daí o darem-se tão bem. Por seu lado, Câncer também precisa dos pés assentes na terra que o Virgem lhe proporciona para não se deixar embalar excessivamente pelos seus sonhos. Têm muito em comum como o gostar de trabalhar, de amealhar, e como o Câncer é intuitivo e o Virgem tem sentido prático e é inteligente, podem amealhar grandes fortunas. Um pequeno contra é o Câncer ser meigo e sensível e o Virgem ser mais racional e poder criticar o canceriano quando este está de mau humor. Têm de usar de toda a sua compreensão para se entenderem bem. A sexualidade entre ambos está longe de ser uma paixão efémera, e constitui um amor profundo e ilimitado. O Virgem entende bem o amor do Câncer que, por sua vez, o rodeia com a força e intensidade dos seus sentimentos, fazendo com que se sintam tão envolvidos um com o outro que seria difícil de imaginar. O Câncer é possessivo e desconfiado e aí está um grande problema pois pode aborrecer o Virgem com os seus ciúmes e inquisições, e este, que preza a sua liberdade, começa por reclamar suavemente e depois com sonoras réplicas. Para que o Virgem não fuja de vez, o canceriano terá de ter mais calma e não abafar tanto o seu parceiro. No entanto, este grande amor tem possibilidades de persistir por muito tempo, mesmo até que «a morte os separe».

Sendo o homem de Câncer, ele é regido pela Lua, e como tal sensível e terno, encontrando uma boa aceitação por parte da virginiana. Ambos tranquilos, necessitando de estabilidade e segurança afectiva, formarão um par feliz e sem problemas. Porém, o canceriano é dominador e gosta de mandar, ao que a virginiana não atende pois só faz o que tinha planeado. O canceriano pode ser, por razões profissionais, um tanto infiel, o que fará sofrer a virginiana, no entanto ela é-lhe tão devotada e tolerante que finge não perceber. Sendo a mulher Câncer e o homem Virgem, este irá apaixonar-se por ela, que por sua vez o protege com o seu amor maternal. Sendo ambos Signos «femininos», são muito sensíveis, introvertidos, e desejam ter uma vida tranquila, sem surpresas, sem sobressaltos, enfim, sem tumultos. Construtivos sob o ponto de vista material, normalmente é ela que assume as responsabilidades familiares, pois ele pode ser mais imaturo; todavia isso poderá fazê-lo revoltar-se contra o domínio dela. Podem surgir rupturas na relação, mas sempre com possibilidades de reconciliação.
Câncer-Balança
São dois Signos que se atraem pelo fascínio dos opostos, apesar de terem valores e formas de viver totalmente diferentes. Balança representa o pensamento enquanto que o canceriano representa o sentimento que não entende a lógica. O Balança é objectivo e depende essencialmente dessa mesma lógica. A Água, elemento de Câncer, sente-se atraída pelo elemento Ar de Balança, e, se forem capazes de parar de se degladiarem, poderão enriquecer-se aprendendo um com o outro. Balança é um sedutor nato, e isso pode provocar ciúmes no Câncer logo que este se ausente para uma viagem sem o seu parceiro. Se assim não fosse a vida deles seria um mar de rosas. As suas posições na roda do Zodíaco são de «quadratura», o que pode criar algumas tensões, até porque a Balança é optimista e o Câncer, principalmente nas mudanças de Lua, tende para o pessimismo. O que para esta relação é bom é o entendimento dos seus regentes, Vénus de Balança e Lua de Câncer, que lhes proporcionará umas felizes relações amorosas, sentimentais e românticas. O seu primeiro encontro será inesquecível devido ao amor do Câncer e à ternura e imaginação da Balança. Se souberem superar as suas diferenças têm muito a aprender um com o outro.

O homem Balança como grande romântico que é, e necessitando de afecto, sente-se atraído pela canceriana. Ambos de forte personalidade têm, como Signos «cardeais» que são, os mesmos defeitos mas estilos de vida diferentes, o que pode com o tempo dar origem a divergências. O Balança tem tendência para a infidelidade, o que faz a canceriana refugiar-se na sua carapaça e nos seus sonhos. Será uma relação com altos e baixos mas os interesses materiais e familiares poderão evitar a separação. No caso do homem ser Câncer, este fica encantado com a beleza da sua Balança. Ambos apreciam o conforto do lar, onde dão largas ao seu romantismo e sentimentalismo. Contudo, têm naturezas diferentes. O Câncer, introvertido, sonha com uma vida familiar tranquila, enquanto a mulher Balança, extrovertida e sedutora é mais tentada pela vida social. O canceriano é dominador, de modo que toma as decisões pelos dois. Ele deveria dar mais liberdade à libriana para ela poder fazer a vida social que tanto ama, para que a relação perdure. Ambos possuidores de fortes personalidades, dão ordens um ao outro o que provoca uma certa instabilidade.
 
Câncer-Escorpião
 
Por serem ambos Signos do elemento Água, estão sujeitos a uma forte atracção logo ao primeiro encontro, com probabilidades de formarem um par para toda a vida. O entendimento mútuo é intuitivo e, apesar de, aparentemente, serem frios, quando exteriorizam as suas emoções, vivem um amor e uma sexualidade plenas, que os pode levar à paixão total. O Escorpião é o melhor dos amantes e o Câncer, o que mais quer é ser amado e, como ambos necessitam de constantes manifestações de afecto, o seu relacionamento pode ser perfeito e duradouro, se o canceriano não der azo aos ciúmes do Escorpião e este não for tão sensível à possessividade do Câncer. Se surgirem alguns conflitos, não se devem refugiar no silêncio, mas sim desfazerem qualquer mal-entendido para evitarem romper uma relação que tem muito para dar certo. Ambos possuidores de uma energia regenerativa podem, juntos, fazer maravilhas. Se desta união houver filhos, eles serão especiais, com uma sensibilidade acentuada. Se o homem for Escorpião, é o parceiro ideal para a mulher Câncer e, se se respeitarem mutuamente, formarão uma relação perfeita, pois possuem muitas afinidades, como o amor pelo lar e pelos filhos. Mas, se o Escorpião for infiel ou agressivo, pode provocar crises que vão ferir a sensibilidade da canceriana. A mulher canceriana gosta de mandar, e o homem Escorpião não lhe fica atrás, pelo que a vida de ambos pode ser atribulada. Há possibilidades de rupturas e de reconciliações, consoante os seus temas natais, mas, com respeito mútuo, poderão fazer um casal quase perfeito.

Ao contrário, se o homem for Câncer e a mulher Escorpião, a mesma sensibilidade de ambos pode estabelecer uma cumplicidade psíquica, que fará com que se entendam quase sem falarem. Formarão um casal estável, com muito amor, pois o canceriano não pode passar sem a sua mulher Escorpião. No entanto, ele tem uma forte personalidade, à qual ela deverá submeter-se, para que a relação perdure. Podem viver muitos anos juntos e, se houver uma separação, esta será dolorosa.
Câncer-Sagitário
 
Sendo o primeiro do elemento Água, e o outro do elemento Fogo, a tendência é para, ou o Fogo fazer evaporar a Água, ou a Água apagar o Fogo, o que quer dizer que um pode desestabilizar o outro. No entanto, é um risco que podem correr pois a atracção entre ambos é muito forte. O Sagitário tem o dom de se saber expressar, é jovem de espírito, não é maldoso e deseja tirar o melhor partido de tudo. O canceriano, por sua vez, não se deixa conhecer muito bem. Têm formas diferentes de estar na vida; enquanto o Sagitário é capaz de mudar de casa com a maior facilidade, o canceriano adora o seu lar. O Câncer quer mandar, é um líder nato, e o Sagitário não gosta de obedecer. Contudo, se o Câncer contiver o seu espírito possessivo e beneficiar da alegria e generosidade do Sagitário, e se o Câncer proteger calorosamente o Sagitário, evidenciando-lhe este os cambiantes da vida, podem viver uma relação compensadora e atractiva para ambos. Sexualmente, haverá um bom entendimento pois o Câncer, terno e amoroso, entrega-se totalmente, e o Sagitário, impulsivo e fogoso, vive o amor de uma forma alegre e divertida. É importante que o Sagitário aproveite os dias de mudanças de Lua pois aí o Câncer estará em plena forma. Já nos outros dias terá de ter muita calma para não ferir a sua susceptibilidade de Sagitário. Este ensinará ao Câncer o que é a fragilidade e a naturalidade, e o Câncer será para o Sagitário o ombro amigo onde ele recuperará das suas andanças.

Sendo o homem Câncer de um Signo «feminino» e a mulher Sagitário de um Signo «masculino», poderá resultar numa ligação ou casamento, mas um tanto difícil a longo prazo. A sagitariana precisa de liberdade e de espaço. Romântico, o homem Câncer aprecia a vida familiar e o seu lar. Sendo dominador, o Câncer terá várias dificuldades na relação com a mulher sagitariana, mas se lhe der liberdade a relação pode perdurar. No caso contrário, a mulher Câncer e o homem Sagitário, ela desejará estar no conforto do lar e ele desejará a liberdade de viajar, de descobrir o mundo, o que acabará por fazer sofrer a canceriana. Depois, ele não é também muito fiel e ela não suporta a infidelidade dele, pelo que se poderão decepcionar mutuamente. A canceriana, sendo um Signo «feminino», deve respeitar a necessidade de liberdade do sagitariano para que a relação perdure. É uma ligação difícil que pode levar ao divórcio, mas poderá ter melhores resultados se o homem for mais velho, mais maduro para apreciar a vida familiar.
Câncer-Capricórnio

Signos opostos mas ambos apreciadores de segurança, podem dar-se bem se o Câncer puder sentir as emoções do Capricórnio, que muitas vezes não vêm facilmente à superfície.

O Câncer, do elemento Água, e o Capricórnio, de Terra, dão uma boa combinação, porque acima de tudo um tem o que o outro necessita, complementando-se. A Lua, que rege Câncer, simboliza os sonhos, o inconsciente, a intuição. Saturno, que rege Capricórnio, tem a ver com a realidade, a reflexão antes de agir, a paciência, o cuidado. Câncer é o calor do Verão, Capricórnio o frio do Inverno. Podem tirar as maiores vantagens da relação com o outro. Criativo, o Câncer, aliado à tenacidade e disciplina do Capricórnio, podem alcançar triunfos inimagináveis. Sendo os dois ambiciosos, poderão alcançar grandes riquezas se se ajudarem em vez de competirem. O Capricórnio não é muito sensível pelo que deve ter muito cuidado para não traumatizar o Câncer, que teme qualquer silêncio por falta de atenção e carinho. Para ambos, o dinheiro e a família são muito importantes, gostam de amealhar e de gozar os prazeres do lar. Sexualmente as suas vidas poderão ser muito activas. O Câncer é criativo, o Capricórnio confere ternura e paixão ao encontro amoroso, de modo a realizarem uma relação plena para ambos. Capricórnio pode entender a timidez do Câncer em mostrar os seus sentimentos e esperar todo o tempo até que eles venham ao de cima. Por sua vez o Câncer mostrará ao Capricórnio o mundo das sensações, da criatividade e da imaginação, moldando a sua rigidez para outras formas de compreensão que o enriquecerão intensamente.

Para a mulher Câncer e o homem Capricórnio a compatibilidade é boa e podem formar uma relação duradoura e sólida. Ela representa o mundo da infância enquanto ele o mundo do adulto, por isso complementam-se. Ela é a dona da casa, ele o trabalhador que traz para casa o sustento da família e lhe dá segurança. Ele é um homem tradicional para quem o trabalho e o lar são as coisas mais importantes. Mesmo que haja hipóteses de separação os interesses materiais e familiares poderão mantê-los unidos, principalmente se se adaptarem às suas diferenças. O mesmo acontece se o homem for Câncer e a mulher Capricórnio. Mas, neste caso, a mulher Capricórnio pode ter mais maturidade e o homem ser mais infantil. Ambos Signos «cardeais» gostam de mandar, pelo que podem ter lutas de poder assim como problemas de comunicação, pois Saturno está em «exílio» em Câncer. Ambos egocentristas e de fortes personalidades, devem fazer concessões mútuas para que a relação resista com o tempo. Como Signos opostos, tanto podem ser complementares como antagónicos, mas com boa capacidade de adaptação, o casal resistirá.
Câncer-Aquário
É uma relação incontrolável, a de um Câncer, do elemento Água, e um Aquário, do elemento Ar. Estes dois elementos interligam-se com muita facilidade dando uma boa união. Além do mais, têm muitos pontos em comum como a imprevisibilidade e a alternância de estados de espírito. Só que o Câncer gosta de possuir o seu parceiro e o Aquário não quer sentir-se preso, pois ama acima de tudo a sua liberdade. O Câncer põe em risco essa liberdade e pode sufocar o Aquário com o seu carinho. Não é que ele não aprecie sentir se amado e não retribua esse amor ao seu Câncer, mas detesta exageros e essa forma de expressar o seu amor. Câncer é um pouco exagerado. Aquário é regido pelo imprevisível Úrano e, tal como ele, uma pessoa pouco previsível, e Câncer, regido pela Lua, também, tal como ela, sofre as mudanças das suas fases: romântico e carinhoso quando está cheia, dinâmico quando crescente e tristonho e mal-humorado quando decrescente. O Câncer, como Signo «cardeal», gosta de mandar, e Aquário, Signo «fixo», não aprecia ser comandado e isso pode gerar lutas de poder, mas não quer dizer que não estabeleçam uma relação interessante, até porque sexualmente são bastante compatíveis. O Aquário é bastante instável, pode mudar de emprego de um momento para o outro, enquanto que para o Câncer a estabilidade é muito importante. O Aquário deverá ser paciente com as ligações do Câncer ao passado, ele que só pensa projectar-se no futuro, por mais incerto que ele se apresente.
Se a mulher for Câncer e o homem Aquário dá uma boa compatibilidade pois são uma mulher de Signo «feminino» e um homem de Signo «masculino». A canceriana é uma mulher conservadora, agarrada às tradições, vive para o seu mundo familiar e para o conforto do lar. Extrovertido, o Aquário, gosta de preservar a sua liberdade e dificilmente se mantém fiel, o que chocará bastante a sua companheira. Mesmo que haja possibilidades de separação, poderão manter-se amigos. Sendo o homem Câncer e a mulher Aquário, a ligação será difícil, uma vez que têm personalidades diferentes. A aquariana é mais extrovertida e cerebral não deixando de ser uma boa dona de casa e uma excelente mãe de família. Introvertido e caseiro, o canceriano aprecia essa faceta na sua mulher, por isso ele trabalha pelos dois, para dar uma boa vida material e estabilizar a sua consorte. Eles amam-se reciprocamente, no entanto a sua relação pode sofrer altos e baixos, principalmente se houver falta de dinheiro.
Câncer-Peixes
Dois elementos de Água juntos ou dão uma tempestade, ou fundem-se numa calmaria que desliza na mesma direcção. Ambos são mutáveis e um pouco lunáticos, românticos, ternos e sonhadores. Atraem-se à primeira vista e são capazes de viver juntos com as suas ilusões e optimismos. A criatividade também é um ponto comum mas o dinheiro pode ser uma razão de conflitos entre eles. Enquanto que para o Câncer o dinheiro é muito importante e se esforça por ganhá-lo, o Peixes não lhe liga qualquer importância, de modo que sob o ponto de vista económico as discussões podem ser muitas. Emocional e sentimentalmente não existem muitas diferenças e em caso de precisarem de um ombro onde chorar terão sempre um à sua disposição. Dado serem bastante intuitivos e até terem tendências telepáticas são capazes de comunicar com poucas palavras. Entre eles não haverá mentiras e até os silêncios serão bastante significativos. Só que o Peixes deverá estar a par das mudanças da Lua para melhor entender os estados de espírito do seu Câncer. Este adora ser mimado e Peixes será capaz de abdicar de si próprio só para o satisfazer. Na relação amorosa o entendimento também é perfeito, usarão da energia necessária para que o desejo se mantenha sempre vivo.
Para o caso de a mulher ser Câncer e o homem Peixes, a compatibilidade é boa, ela enamorar-se-á do seu pisciano, haverá grande paixão entre eles e a união será perfeita. Sendo ambos românticos e sentimentais, a sua relação pode ser apenas prejudicada pela instabilidade do homem Peixes. Este tem necessidade de que se ocupem dele, mas não aceita uma mulher possessiva e dominadora. Por sua vez, o pisciano pode ser infiel o que irá causar sofrimento à emocional canceriana. Poderá haver risco de separação, mas não se deixarão facilmente pois os interesses materiais e familiares irão mantê-los unidos. A duração da sua relação depende das suas maturidades. Sendo o homem Câncer e a mulher Peixes, a compatibilidade entre os dois é boa e há probabilidades de casamento. Ambos sentimentais, eles entendem-se, mesmo sem falar. Sendo introvertidos, privilegiam a sua intimidade afectiva. Este par romântico, unido por uma grande paixão, depende um do outro. No entanto, não é fácil viver o dia-a-dia com um Câncer que se refugia debaixo da sua carapaça, que gosta de mandar e que é caprichoso. A pisciana pode cansar-se e escorregará entre as suas pinças. Possuem ambos uma grande intuição, podendo adivinhar tudo sem nada dizer. Se tiverem tentações recíprocas de se deixarem, os interesses materiais uni-los-ão, e acabarão caindo nos braços um do outro. Devem aprender a ter mais confiança mútua.
 
LEÃO
 
Leão-Carneiro

Tanto um como o outro gostam de mandar e, por vezes, lutam pelo poder com todas as suas forças. É bom que o Carneiro ceda a liderança ao Leão, pois para com este é muito mais difícil ficar em segundo lugar. Trata-se de uma união fascinante recheada de muitas tempestades sentimentais e fases de paixão ardente. Eles tanto se podem amar apaixonadamente como virem a odiar-se com todo o ímpeto dos seus corações embora o rancor não exista entre eles, pelo que se se zangarem rapidamente fazem as pazes. O Carneiro sendo um aventureiro, é um triunfador nato que não teme nada nem ninguém, mas tem um coração de manteiga, ainda que goste de competir para atingir os seus objectivos. O Leão não precisa de competir, pois sendo o rei, acha que está acima de todos os outros, e o Carneiro terá de reconhecer isso. No plano sexual também ambos querem dominar e tomar as iniciativas, mas como possuem um bom sentido de humor, as tensões desfazem-se e aproveitam ao máximo a sua relação. O Leão é orgulhoso, vaidoso e por vezes é capaz de ferir o Carneiro que, pouco paciente, reagirá com veemência. Por fim o Leão, que apesar de tudo é muito generoso, acabará por o acarinhar e mimar.

Se a mulher pertencer ao Signo de Carneiro, a relação pode ser mais fácil, pois esta ficará fascinada com a superficialidade e a majestade do Leão que, por sua vez, com a sua generosidade irá encher a ariana de manifestações de amor, presentes, flores e até mensagens carinhosas. Ambos têm uma grande intuição para saber o que o outro deseja, mas nem um nem o outro suporta a mentira, pelo que podem perder a confiança que depositam no parceiro. Ainda que ocorra uma separação poderão ficar amigos.

Leão-Touro

O Touro é obstinado e pode por vezes fazer barreira a esta relação, assim como há o perigo de ferir o orgulho do Leão. Porém, se com amor fizerem cedências e não se guerrearem, podem entender-se, resultando numa relação difícil mas fascinante. O Touro, que é tranquilo, sereno, e sensitivo, sente-se fascinado pela força e coragem que o Leão, inquieto e triunfador, usa para conseguir o que quer. Por sua vez o Leão também sente admiração pela serenidade, suavidade, pelo gosto de amealhar, pelo amor à natureza e ao lar que o Touro manifesta. Este último também possui um grande sentido estético, força interior, e é muito disciplinado no trabalho. Os Sóis de ambos os Signos estão em Quadratura, o que significa muitas tensões; Leão é regido pelo Sol que lhe dá vitalidade, exuberância e um brilho intenso como o Astro-Rei. Vénus rege Touro que lhe confere um grande refinamento e gosto, tanto pelos aspectos estéticos como pelos prazeres da vida. O Leão é egocêntrico, ele é Rei, por isso, o Touro deve ser muito paciente para não fazer comentários que o possam ferir. Sexualmente serão, em geral, muito apaixonados, a não ser que haja aspectos de tensão nas suas Cartas Natais. Ambos precisam de ser mimados. O Leão mostra a sua alma através das suas fraquezas que ninguém imaginou que ele tivesse, e o Touro, firme e seguro, sabe protegê-lo e compreendê-lo, fazendo com que sigam o mesmo caminho juntos.

Se o homem é de Leão e a mulher de Touro, este, extrovertido e mundano, quer mostrar a sua força, enquanto ela sonha com a sua intimidade afectiva. O leonino quer dominar e a taurina é independente, só faz o que a sua cabeça lhe dita, mas ela terá de se submeter para que a união resulte. Por sua vez, se a mulher é Leão, é ela que é extrovertida, gastadora, que gosta do luxo e da vida mundana, enquanto o homem Touro aprecia a calma e a tranquilidade do lar. Eles são diferentes em muitos aspectos mas têm em comum uma grande ambição no plano material. Em ambos os casos eles precisam de tempo, tanto para se juntarem como para se separarem. Mesmo que existam probabilidades de separação, os interesses materiais acabarão por uni-los.

Leão-Gémeos
O Gémeos tem em Leão a pessoa que pode acarinhar toda a vida e, mesmo sendo um pouco namoradeiro, o Leão sabe que é amado e perdoa-lhe essa fraqueza. Ambos são extrovertidos, amam a vida e os encontros sociais. Existe entre eles uma forte atracção magnética, forte e racional por parte de Leão, sedutora, subtil e refinada por parte do Gémeos. A personalidade do Leão, que precisa de possuir rapidamente e à sua maneira, vai colidir com a dualidade e versatilidade do Gémeos que, tal como o seu elemento Ar, pode escapar-se-lhe entre as mãos, mas será isso mesmo que o desafiará e que fortalecerá o seu desejo e paixão, dando origem a que se amem desesperada e loucamente.

O Leão, tal como o seu elemento Fogo, brilha e, em sociedade, é calmo e divertido, apresentando-se como um Rei, luxuoso e protagonista, mas o Gémeos, com o seu dom da palavra, mal abre a boca, deixa todo o mundo fascinado ao seu redor, roubando algum protagonismo ao Leão, que deverá aprender a ceder os aplausos ao Gémeos, até porque eles o assustam, e ficará encantado com essa tomada de posição. Estes dois Signos estão na posição de Sextil entre si, o que dá origem a uma grande atracção e magnetismo. O Leão é vaidoso e o Gémeos não permitirá que alguém fira a sua vaidade, pelo que sairá sempre em sua defesa, devido a uma grande generosidade.

Se a mulher for de Gémeos e o homem de Leão, ele estabilizá-la-á. Formarão um par construtivo sobre os planos material e amoroso, ela será completamente seduzida por ele, que deverá conter um pouco a sua necessidade de liberdade. Com o tempo, o Leão adaptar-se-á à sua geminiana, pois tem medo de a perder. Pertencendo a um Signo «duplo», a geminiana é instável e a felicidade do casal dependerá muito da maturidade de ambos. Sendo o homem Gémeos, ele apaixonar-se-á pela mulher Leão e ela estimulá-lo-á no seu trabalho. O homem de Gémeos é bem sucedido na sua carreira, e à leonina isto agrada-lhe, porque estão ligados por interesses materiais. O Gémeos é instável e não se fixa na vida devido à sua necessidade de mudança, e de não saber o que quer, o que deixa a leonina nervosa. Por vezes há uma luta de forças entre estes dois Signos «masculinos», dando origem a crises. Existem probabilidades de infidelidades de parte a parte e a relação poderá ter altos e baixos.

Leão-Câncer

Diferentes tal como o Sol e a Lua que os rege, são no entanto complementares. Câncer admira a força e a vitalidade do Leão. Este, por sua vez, encanta-se com a intuição e sensibilidade do Câncer, mas por vezes a Água do Câncer pode apagar o Fogo do Leão ou, vice-versa, o Fogo do Leão faz evaporar a água do Câncer se não proceder da melhor forma. Podem manter-se juntos mas também se podem destruir, o que muitas vezes acontece. O Leão não suporta as mudanças de humor do Câncer e este, por sua vez, pode não ser tão carinhoso e afectuoso com o Leão, como ele desejaria. Esta relação pode ser complicada, no entanto será fascinante e atraente se conseguirem ultrapassar os atritos dos primeiros tempos. O Leão tem dificuldade de entender o que o Câncer esconde debaixo da carapaça e isso preocupa-o. O Sol do Leão governa o dia e a Lua do Câncer governa a noite. Deste modo os dois gostam de mandar, mas o canceriano pode levar a melhor pois é um verdadeiro líder, e o Leão não gosta nada de ser comandado. Sexualmente também se completam. O Câncer contribui com a sua sensibilidade e poesia e o Leão com a sua paixão e impetuosidade. Se assim for, poderão ter relações maravilhosas, especialmente na Lua Cheia.

Se a mulher for Câncer e o homem Leão, ela de um Signo «feminino» e ele de um Signo «masculino», entendem-se bem, o que é preciso é que as regras de ambos fiquem bem definidas. A canceriana ama a noite e vive das lembranças do passado. O Leão, extrovertido, seguro de si, aprecia o mundanismo e o dia. Podem formar um par harmonioso se a canceriana se submeter ao Leão, que gosta de dominar, mas que também a protege. Podem existir entre ambos lutas de poder que por vezes levam Leão a encolerizar-se, originando tendência para a separação, mas o amor pelos filhos irá fazer com que fiquem unidos por muito tempo. No caso do homem Câncer e da mulher Leão a ligação será mais difícil, pois a princípio o canceriano fica fascinado pela leonina, mas com o tempo vai achá-la agressiva e autoritária. Esta, maternal como é, tenta dominá-lo, mas ele escapa-se nos seus sonhos. O canceriano pode ser um tanto infiel, mas se a leonina o prende ele deixa. Por seu turno ela adora ser admirada e não posta de parte. A leonina é sensível ao prestígio social e, se o canceriano for rico, ela pode tentar fingir que não percebe, e fechar os olhos às suas infidelidades se não forem muito evidentes. No entanto poderão existir irritações, discussões coléricas e até alguma violência recíproca que poderá levar à ruptura da relação. No entanto, consoante os seus temas natais, os interesses familiares falarão mais alto e a ligação poderá ser duradoura.
Leão-Leão
A amabilidade é uma característica comum e eles podem entender-se maravilhosamente trocando atenções. O Fogo de um e de outro pode, logo no primeiro encontro, acender a paixão. Sendo tão iguais e com tantas partes em comum, tudo leva a crer que a relação funcionará. Mas na sua vida podem lutar para serem o centro das atenções, o que resultará numa verdadeira batalha. Ciumentos e possessivos não admitem que o outro se destaque mais. Se juntarem as suas forças poderão mover montanhas e enfrentar todo o género de adversidades. Não temem as infidelidades, ela porque se sente protegida pelo seu rei, ele porque dificilmente encontraria uma mulher que se lhe igualasse. Sexualmente o entendimento é perfeito, principalmente se a leonina se submeter à força do seu parceiro.

Ela será provocadora e sedutora, ele dominará suavemente tornando-a uma leoa mansa que o admira e aceita o seu poder. Viverão um para o outro o seu romance como se fosse uma história de príncipes encantados. Por vezes, podem zangar-se e rugir como se estivessem enfadados, mas acabarão sempre por se reconciliar sem rancor de parte a parte. Cheios de energia, eles podem fundar um negócio com sucesso e viverão felizes se a fortuna lhes sorrir, serão dois sóis a iluminar os que estão à sua volta. Como têm os mesmos defeitos podem ter lutas de poder e rivalidades de amor-próprio. Mesmo que haja possibilidade de separação, os interesses materiais e familiares sempre se sobreporão e continuarão a encorajar-se e a admirar-se mutuamente, ultrapassando assim todas as possibilidades de ruptura.


Leão-Virgem

Inseguro e analítico, o Virgem pode assustar-se com o ardor e a veemência do Leão, mas eles respeitam-se mantendo as distâncias. A Terra, elemento de Virgem, sente uma grande atracção pelo Fogo, elemento do Leão, e este, por sua vez, com a sua paixão e vitalidade, seduz o Virgem fazendo-o vibrar como nunca antes tinha acontecido. No entanto, o Leão gosta muito de mandar, o que afastará o Virgem que não aceita ser dominado. Virgem aprecia a vida organizada e perfeita, mas não perderá nada se, por influência de Leão, descobrir que há outros prismas por onde ver a vida e tirar mais partido da existência. Virgem não é pretensioso e por isso aceitará facilmente o protagonismo do Leão que, por sua vez, tendo o apoio e a segurança que lhe dá o Virgem, é capaz de enfrentar o mundo e conseguir tudo o que deseja. Sexualmente podem viver momentos de erotismo intenso e de paixão. Todavia, devido à sua fantasia e ingenuidade, o Leão pode chocar-se com o pragmatismo do Virgem. Se conseguirem superar as suas diferenças, formarão o par ideal, pois o Leão encontra toda a compreensão no Virgem e este sentir-se-á protegido pela fortaleza indestrutível do Leão, capaz de ir contra tudo e todos para defender o seu amor.
O homem Virgem, introvertido, tímido e pudico é dominado pela soberba da mulher Leão que o manipula facilmente, ela que é senhora de uma grande maturidade. A leonina ama o luxo, não é muito económica e despreza os homens fracos. O simples e servil virginiano faz tudo para lhe agradar, trabalha bastante para ter um bom nível de vida e servir a sua esposa real. No entanto, ele pode criticar a falta de humildade dela. Podem trabalhar juntos com sucesso e a mulher Leão nunca deixará o virginiano se ele lhe der segurança e conforto. Sendo a mulher Virgem, ela será seduzida pelo homem Leão. É uma esposa devotada, uma excelente amante e uma perfeita mãe de família o que muito satisfará o leonino. Tanto sexual como intelectualmente o entendimento será satisfatório. A virginiana devotada tratará o Leão como um rei. Mundano e extrovertido, o Leão não tem o sentido da economia, enquanto a virginiana é introvertida, reservada e económica. Poderão gerar-se tensões devido a estes diferentes traços do carácter que podem conduzir a um afastamento. Mas, um Signo «fixo», como o Leão, e um Signo «mutável», como o Virgem, normalmente vivem juntos muito tempo.
Leão-Balança

O Leão sentir-se-á cativado pelo encanto e atractivo de Balança, e como encara a vida sob um ponto de vista muito positivo, ajudará o libriano a superar a sua indecisão. O Fogo de Leão com o Ar de Balança reveste-se de um grande fascínio, pois o Ar activa o Fogo e fá-lo brilhar intensamente, e nada mais agrada ao Leão do que brilhar. Se este não mostrar mau génio, usar de prudência para não desestabilizar o Balança, a relação pode ser óptima, baseada na profunda amizade e respeito mútuo. Vénus, regente de Balança, está muito perto do Sol de Leão, de modo que as suas características combinam-se perfeitamente. Leão, com a sua força e dinamismo, ajudará o Balança a tomar decisões, o que para ele é muito difícil. Sendo ambos criativos, tiram muito partido da vida social. Balança, muito sedutor, encanta toda a gente mas não deverá roubar protagonismo ao Leão, pois ele tem necessidade de irradiar e de ser o centro das atenções. Se um Balança tem normalmente a tendência para ser infiel, perante um Leão ele sentirá as emoções com tal intensidade, que não pensará em qualquer tipo de aventura. Balança encanta-se com a força e a coragem que o Leão tem, pois, sem qualquer espécie de dúvidas, toma decisões com audácia e temeridade como um verdadeiro rei. A proximidade simbólica de Vénus e do Sol gera uma certa cumplicidade, que é o mesmo que existe quando Leão e Balança fazem amor. Balança, com a sua voluptuosidade e sensualidade, Leão,
com paixão vulcânica, entendem-se maravilhosamente, o que pode durar toda uma vida.
O homem Balança fica encantado com a majestade da mulher leonina, com a sua elegância, e cobre-a de prendas. Ela manipula docemente o Balança e domina o lar, mas sendo ambos Signos «masculinos», pode haver lutas de poder entre eles. O Balança pode querer mandar, mas a leonina só faz o que quer. O libriano é mundano e gosta de seduzir, mas a leonina, ciumenta, aborrece-se, encoleriza-se facilmente se ele sair das marcas. Pode haver o risco de infidelidades recíprocas que levará a um afastamento, mas a leonina ficará muito ligada ao libriano, principalmente se ele tiver grande segurança financeira. Se o Homem for Leão, é seduzido pela beleza da libriana; se for um homem rico e famoso, enche-a de presentes e ela sente-se protegida. Sentimentais e românticos, existe grande cumplicidade entre ambos, é o charme junto com a sedução. A libriana sabe mandar com doçura e o Leão gosta de ser servido como um rei, autoritário e orgulhoso como é! Como Signos «masculinos» que são, têm conflitos de autoridade e ciúmes recíprocos, pois são, ambos, tão sedutores que podem proporcionar-se ocasiões de serem infiéis, o que levará à ruptura da sua união, embora possam voltar a reencontrar-se.
Leão-Escorpião
O Escorpião é o símbolo sexual do Zodíaco e nunca encarará o amor como um namorico sem consequências, assim como não aceitará que o Leão seja namoradeiro. No entanto, a atracção entre ambos é grande, só que tanto o Fogo do Leão pode evaporar a Água do Escorpião como esta pode apagar o Fogo leonino. Este dois Signos invulneráveis podem juntos fazer muitas coisa. Terão inúmeras aventuras, conquistarão o impossível, mas o dia-a-dia entre eles será bem diferente, já que tentarão cada um dominar o outro. Ambos possessivos e ciumentos, criam inúmeras dificuldades quando discutem as suas razões e cada um quer ficar com a sua. Só que na união física eles encontram-se de uma forma tão magnética que perdem a noção do tempo, do espaço e da realidade, tal é a emoção que os une. Só quem aprecia o risco e as emoções fortes pode entender o que se passa entre os nativos destes dois Signos. Um ponto forte entre ambos é também o amor pela família, pelos filhos, que acima de tudo para eles é uma necessidade.

No caso do homem ser Leão, ele é muito atraído pela mulher Escorpião. Juntos, eles são o poder e a destruição, uma vez que são representados pelos animais mais ferozes do Zodíaco. Tanto se podem amar como detestar; as suas personalidades são tão fortes que estão sujeitos a entrar em disputas, mas também a reconciliarem-se. O leonino irá sofrer com a complexidade da mulher Escorpião, mas os Signos «fixos» normalmente vivem juntos muito tempo, pelo que a possibilidade de separação é um tanto remota. Se se respeitarem mutuamente, poderão viver uma forte relação. Sendo o homem Escorpião e a mulher Leão, a ligação é possível mas também difícil, pois são bastante diferentes. Ela, extrovertida e autoritária, ele, directo e franco, dão origem a lutas de forças permanentes entre estas duas fortes personalidades. O Escorpião é sujeito a infidelidades discretas e, se ele tiver uma boa situação, a leonina fecha os olhos, se não, poderão surgir confrontos e rivalidades. São duas forças da natureza onde prevalece a paixão, ou a guerra. Os conflitos são inevitáveis mas como têm em comum o sentido das responsabilidades familiares, podem viver muito tempo juntos.


Leão-Sagitário

Uma combinação com todos os ingredientes para ser perfeita, a destes dois Signos de Fogo, só que, como o Leão é dominador e o Sagitário, quer ser independente e livre, terá de se valer do seu encanto para tornar-se irresistível. O Leão é regido pelo Sol, o rei dos astros, e o Sagitário por Júpiter, o Deus dos Deuses e, astrologicamente, eles encontram-se em «Trígono», o que dá uma posição de total empatia. Ambos optimistas, brincalhões, cheios de vitalidade, sabem tirar partido da vida. Só que uma diferença os separa: o gosto do Leão pela vida social, que ao Sagitário menos interessa, mas, se conseguirem superar as suas diferenças, a união entre eles será difícil de romper. Também o Leão gosta muito de mandar e o Sagitário, com o seu gosto pela liberdade, quando se vê muito pressionado, foge. Sagitário é muito frontal a dizer as coisas, o que pode ferir o Leão, que por sua vez não suporta que lhe façam críticas, mas o que vale é que nenhum é rancoroso e sempre que há alguma fricção, a atracção química que os une fá los esquecer qualquer problema que surja.
Com a mulher Leão e o homem Sagitário há um bom entendimento sexual, são dois apaixonados pela vida, podem protagonizar lindas histórias de amor, pois neles existe grande cumplicidade e muitas afinidades. Ambos apreciadores do luxo e do conforto, tudo lhes correrá bem se houver bastante desafogo financeiro. Caso contrário, a ligação será mais difícil. Possuidores de fortes personalidades, podem ter cóleras recíprocas e lutas de poder pelo que devem evitar trabalhar juntos. A leonina exige exclusividade no seu amor, mas, o sagitariano não é fiel e podem afastar-se, no que será ele a decidir pois ama a sua liberdade e independência. Mesmo assim, ficarão bons amigos. A mulher de Leão deverá ser mais tolerante para que a ligação perdure. O homem Leão e a mulher Sagitário têm boas probabilidades de casamento ou união, pois irão apaixonar-se ao primeiro encontro já que estão no mesmo comprimento de onda e têm muitas afinidades. Sendo ambos optimistas e dinâmicos, a vida, o luxo e o dinheiro são as melhores coisas do mundo. Sexualmente o entendimento é perfeito, pois há grande cumplicidade. De Signo «fixo», o leonino prende-se à sagitariana que, para lhe agradar torna-se ambiciosa porque ele é exigente e perfeccionista. Estes dois parceiros também não devem trabalhar juntos pois estão sujeitos a atrair rivalidades. Será um par feliz caso haja bastante dinheiro, pois a sagitariana, muito independente, pode querer procurar melhor situação. O leonino deseja ter uma companheira amiga do lar, mas deve dar liberdade à sagitariana para que o casal mantenha a sua ligação.
Leão-Capricórnio

É um desafio para o trabalhador Capricórnio apaixonar-se pelo extravagante Leão, a não ser que este se controle, pois Capricórnio é convencional e materialista. O Leão regido pelo Sol e o Capricórnio regido por Saturno não têm muito em comum, no entanto o Fogo de Leão pode «queimar» a Terra de Capricórnio, mas nunca destruí-la. O Capricórnio, introvertido, sério e tradicionalista, como Signo de Terra, sente-se atraído pelo Fogo do alegre, divertido, amoroso e conquistador Leão que se apresenta com a aparência e a superioridade de um rei. Através da atracção dos opostos, é natural que esta seja a razão do atractivo que sentem, além de uma enorme curiosidade mútua. Ambos se admiram, o Capricórnio pela despreocupação do Leão nos assuntos de dinheiro, e pela facilidade com que recupera da adversidade. O sério e reservado Capricórnio é capaz de ceder ao Leão o protagonismo de que ele tanto necessita, assim como ser tolerante com as suas extravagâncias e caprichos. Sexualmente o Capricórnio pode ser surpreendente. Ao ver-se rodeado de romantismo, ternura e magia reagirá com paixão e voluptuosidade. Além disso, o Capricórnio será sempre fiel ao Leão.

A mulher Leão e o homem Capricórnio formarão um casal possível mas um tanto difícil a longo prazo. Ela, excêntrica e mundana, ele, reservado e introvertido, dois seres diferentes e com forte personalidade. Ele sente-se atraído pela leonina mas dificilmente se deixa manipular. Ele quer mandar mas ela é também autoritária e só faz o que quer. O capricorniano refreia-se a ele próprio, e, tendo um comportamento distante e solitário, pode ocasionar divergências e rivalidades que levem à separação, dependendo isto dos seus temas natais. A leonina com o tempo poderá adaptar-se ao Capricórnio, adoptando um comportamento semelhante ao dele, pois as ambições materiais são comuns, podendo até terem negócios de sucesso. Se se adaptarem às suas diferenças poderão ter uma longa ligação. Também o homem Leão e a mulher Capricórnio poder-se-ão unir, embora a relação seja difícil dado as suas diferentes personalidades. A capricorniana é muito selectiva nas suas relações, enquanto o leonino é extrovertido e muito social. Enquanto ela adora a sua intimidade, ele prefere os eventos sociais. O leonino aspira ao poder e à riqueza. A capricorniana é ambiciosa, mas também responsável e paciente. Profissionalmente eles estimulam-se um ao outro. Ele, de um Signo «masculino» e ela de um Signo «feminino» têm as condições essenciais ao bom entendimento e complementam-se. Ela é uma mulher de poder e ele é um reizinho que gosta de mandar, podem ter lutas de poder e complicações entre si. Não obstante os interesses materiais e familiares, pode haver hipóteses de separação, embora devam aprender a respeitar as suas diferenças para preservar a relação.
Leão-Aquário
É uma relação que pode ser harmoniosa se o Leão não quiser sempre dirigi-la, quer sentimental quer sexualmente. Aquário, Signo do elemento Ar, faz avivar o Fogo de Leão, mas não deverá soprar com muita força pois poderá apagá lo. Signos opostos no círculo do Zodíaco são «fixos» e «positivos», e ambos têm muita vitalidade e teimosia. Porém, Leão tem qualidades que faltam ao Aquário como o calor humano, a estabilidade e a paixão. O Aquário, que por sua vez é humilde, aceita as críticas, qualidade que o Leão não tem. De tão opostos que são acabam atraindo-se, o que lhes permite aprender um com o outro. Leão transmitirá ao Aquário a sua vitalidade, a sua grande generosidade e o seu carácter optimista. Este, por sua vez, retribuir-lhe-á com o seu auto controlo, a tolerância e o poder da sua mente racional. O Ar de Aquário faz com que ele seja imprevisível, pouco convencional e um tanto ou quanto excêntrico, não permitindo que ninguém o agarre. Não o atrai o passado, nem o sonho, nem o romantismo, pelo contrário, o seu principal interesse é o futuro. É muito realista e pragmático e tem umas manifestações de afecto muito próprias. O Leão, ao contrário, no amor entrega-se por completo e precisa de ser mimado e afagado. Sexualmente, o entendimento é perfeito pois o Aquário mostra as suas emoções ao ser envolvido pela paixão do Leão e aí demonstra todo o seu amor, ternura, desejo e sexualidade.
O homem Aquário, ao apaixonar-se pela mulher Leão, deixa-se seduzir pela sua beleza. Ela, por sua vez, dá-lhe a estabilidade necessária à sua carreira e de certo modo manipula-o sem que ele se aperceba. Exclusivista e individualista, a leonina precisa de atenção, admiração, e, como é extrovertida, aprecia a vida mundana. Por vezes, os pontos de vista opostos e os ciúmes podem turvar a união. O aquariano é um revolucionário, rebelde, e ama a sua liberdade, não gostando de ser comandado. Como são dois Signos «masculinos» pode haver jogos de força entre si, mas a leonina deve dar-lhe espaço vital. O pior é que ela pode cansar-se de um homem imaturo como o Aquário. Como são Signos opostos, eles vivem tanto a sua complementaridade como o seu antagonismo. Para poderem permanecer juntos devem adaptar-se às suas diferenças. Da mesma forma, o homem Leão e a mulher Aquário são como o Verão e o Inverno: ele aquece-a e ela arrefece-lhe os ímpetos. Eles sentem o amor à primeira vista pois têm muitas afinidades. Ambos são extrovertidos, amam o mundo, mas, no entanto, têm características diferentes. Quando jovem, a aquariana tem ideias revolucionárias, é anti conformista e rebelde. Com grande sentido de humanidade, pode apaixonar-se por acções colectivas. O Leão é egocêntrico e exclusivista, só pensa nele e quer sempre chamar a atenção sobre si. Ele gosta de dar ordens como um pequeno rei e a aquariana não gosta de as receber. Ele é machista e ela apoia a igualdade dos sexos. Como Signos «masculinos», podem viver conflitos de autoridade. Estes Signos opostos são conduzidos pela complementaridade e pelo antagonismo. Para que a relação perdure, terão de aceitar que o outro tem uma natureza oposta à sua.
Leão-Peixes
Para o Leão, que gosta de carícias e afagos, o Peixes é o par perfeito, mas não poderão viver de ilusões; se querem subsistir têm de olhar para o lado prático da vida. Há sempre algum perigo num Signo do elemento Fogo juntar-se ao de Água, pois tanto o primeiro pode fazer evaporar o segundo como este afogá-lo mas, se tomarem consciência disso, respeitar-se-ão um ao outro. Esta dupla funciona bem, pois o Leão gosta de mandar e o Peixes não se importa de obedecer, desde que lhe facilitem a vida. Para o Peixes o mais importante são os seus sonhos, as suas quimeras e as fantasias às quais gosta de se entregar.
Peixes, de aparente fragilidade, sabe valorizar e elogiar as acções do Leão que, por sua vez, fica envaidecido e ajuda-o, dando-lhe o apoio necessário que o leva ao triunfo. O Leão, super protector, também quer proteger o seu Peixes, tão esquivo e misterioso. O Leão é carinhoso, não se escusa a demonstrações afectivas e o Peixes recebê-las-á muito bem, retribuindo-as a dobrar. O Leão vive com a luz do Sol; Peixes, na profundidade dos mares. Isto pode proporcionar-lhes situações de choque. Principalmente, a falta de decisão e disciplina do Peixes tende a alterar o Leão, e o Peixes pode não compreender que o Leão reaja mal. Se o Leão encontra a sua princesa Peixes, misteriosa e sedutora, será o seu herói, que a defenderá de todos os perigos. Ele dirigirá a relação e fala-á feliz, e, mesmo no encontro sexual, eles fundir-se-ão, apesar da grande diferença que existe entre eles, tal como o céu e a terra.
A mulher Leão e o homem Peixes podem ter uma ligação, mas será difícil a longo prazo dado as suas diferenças. O pisciano é um grande apaixonado que aprecia a sua intimidade afectiva. Ele ficará seduzido pela leonina, mas não é tão intenso quanto ela. A leonina, extrovertida e egocêntrica, tem um grande interesse pelos ambientes mundanos e será uma das poucas mulheres que pode manipular o pisciano, no entanto, com o tempo ele acaba por se escapar. Por vezes, podem surgir conflitos entre ambos onde a separação será possível, dependendo dos seus temas natais, mas se a leonina for mais tolerante, a ligação permanecerá firme. O homem Leão e a mulher Peixes também poderão ser uma ligação difícil ao fim de algum tempo. Ele, mundano e extrovertido, só pensa nela, ela deseja ter a sua intimidade afectiva, sonha com um príncipe encantado mas ele é um rei e nem sempre encantador. O leonino, trabalhador, estabiliza a pisciana, no entanto, ela que é hipersensível, pode sofrer com o autoritarismo dele e deixá-lo. No mundo real, os Leões não nadam com os Peixes. Isso quer dizer que pode surgir uma certa incompreensão na sua relação.
VIRGEM
Virgem-Carneiro

Muito organizados, os Virgens têm tendência para criticarem as reacções dos arianos, mas se estes souberem dar a volta por cima poderão entender-se, até porque sexualmente são bastante habilidosos. Como o Carneiro é do elemento Fogo e Virgem do elemento Terra, a ligação é viável mas um pouco difícil a longo prazo. Como a mulher Virgem é romântica e sentimental, ela dá estabilidade ao homem Carneiro. No entanto, sendo ele independente e amando a sua liberdade, isto fará com que a virginiana se sinta insegura. O Carneiro não suporta as críticas da sua companheira Virgem, pelo que a união pode sofrer altos e baixos.

Se a mulher Virgem for mais aventureira e o homem Carneiro mais velho, haverá mais possibilidade de formarem um casal compatível. Se, pelo contrário, a mulher for do Signo de Carneiro e o homem de Virgem, a ligação será mais difícil pois ela é extrovertida e independente e ele é introvertido, terno e nervoso. Serão de prever crises e tensões, às quais se seguirão as reconciliações, mas o relacionamento terá sempre altos e baixos. O Carneiro é activo e o Virgem é a reflexão em pessoa. Enquanto o primeiro age pelas emoções, o segundo usa o seu intelecto. Na realidade são opostos, mas muitas vezes os opostos entendem-se: o Carneiro admirará a doçura, a suavidade e a inteligência de Virgem, que por sua vez porá ordem no caos do Carneiro. Por seu turno, o Virgem será mais flexível e menos extremista pela influência do Carneiro. São óptimos a trabalhar juntos pois o Carneiro é fogoso e impulsivo para empreender, e o Virgem tem ambição e paciência para se combinar com ele. Se souberem tirar partido das suas qualidades podem ganhar muito dinheiro. Sexualmente, entendem-se muito bem, pois o Virgem possui imaginação e o Carneiro possui o fogo da paixão, o que estimula uma atracção que pode durar por toda a vida.

Virgem-Touro

Pode dizer-se que se trata de duas almas gémeas. Os seus Signos encontram se em Trígono, que é uma posição muito harmoniosa. Ambos são responsáveis, perseverantes, tenazes e pertencem ao elemento Terra. Touro é regido por Vénus e Virgem por Mercúrio, e existe entre ambos uma grande admiração e respeito mútuo. O Touro fica fascinado com a forma de se expressar e a inteligência do Virgem, e este admira-se com a paciência e perseverança do Touro. O que é mais difícil a ambos é darem o primeiro passo para começar a relação. Por vezes pensam tanto que perdem a oportunidade, mas se o fazem e iniciam a relação, esta irá processar-se lentamente, mas com bases bastante sólidas. A segurança pessoal é muito importante para os dois poderem enfrentar o futuro, mas juntos podem projectar grandes coisas, como cultivar uma terra que aparentava ser improdutiva, fazer grandes negócios, ou abrir uma escola onde possam ajudar crianças com dificuldades familiares. Ambos apreciam a boa mesa, mas o Virgem, principalmente se for mulher, preocupa-se com a linha, e o Touro que se cuide pois ela é capaz de o pôr a dieta. Juntos podem desfrutar de uma harmonia agradável, em que o Virgem, tão perfeccionista, sucumbe ao encanto do Touro. Este tem dons para suavizar a vida do virginiano, aliviando lhe a tensão com uma boa massagem sensual, após um penoso dia de trabalho.

O homem Virgem é o companheiro ideal para uma mulher Touro, principalmente se ele for mais velho. Ele é romântico, ela é muito feminina, e como têm um relacionamento sexual excelente, e um amor duradouro, complementam-se bem, pois ambos procuram a estabilidade afectiva.

O homem Touro e a mulher Virgem também formam um par muito sólido. Têm os pés bem assentes na terra, são económicos e têm senso prático. Procuram a segurança material e trabalham bem para a adquirir. A longo prazo podem aborrecer-se com a rotina da vida (Vénus, regente de Touro, está em «queda» no Signo de Virgem) e a virginiana pode fazer sofrer o homem Touro por este não gostar de mudanças, mas os interesses materiais e familiares irão uni-los por muito tempo.

Virgem-Gémeos

Ambos regidos por Mercúrio, têm uma mente ágil, atenta e brilhante, já os seus elementos, Terra de Virgem e Ar de Gémeos, dão origem a diferenças significativas. O Virgem é ordenado e pontual, qualidades que faltam ao Gémeos, por isso ele fica fascinado pela estabilidade e responsabilidade que o Virgem lhe pode proporcionar. Se forem perseverantes, a relação entre eles pode ser muito boa. No entanto, o ângulo formado entre as suas posições do Sol é uma Quadratura, pelo que pode haver tensões nos primeiros encontros. Nunca será um amor à primeira vista, mas que se irá alicerçar com o tempo. Ultrapassados os primeiros atritos, podem estabelecer uma boa relação. Dado que o Gémeos é um Signo «duplo», um deles pode ser fantasioso e apaixonado enquanto o outro é frio e desligado, pelo que sexualmente pode deixar o Virgem completamente baralhado, uma vez que para ele tudo é planeado. O Virgem não se apaixona facilmente, a não ser que tenha, por exemplo, a Lua ou o Ascendente em Escorpião. Por isso, a sua relação amorosa poderá ser tranquila e tirar proveito das coisas boas que o Gémeos lhe pode proporcionar. O Virgem, cujo elemento é a Terra, é tenaz, responsável, observador e analítico. Ao passo que o Gémeos, do elemento Ar, é dinâmico, versátil e interessa-se e encanta-se com tudo. Isto leva a crer que não têm muito em comum, mas existe um magnetismo que os atrai e, juntos, poderão realizar muitas coisas importantes. O Virgem dará segurança ao Gémeos ensinando-lhe a não dispersar a sua energia. O Gémeos fará o Virgem entender o que é a flexibilidade e a ligeireza, e a não valorizar tanto o perfeccionismo pois, por vezes, isso faz-lhe perder tempo e a ocasião de aproveitar outras oportunidades.

Se a mulher for Gémeos, ela é a ideal para um homem Virgem. Uma vez que os dois Signos são regidos por Mercúrio, dão-se bem no plano intelectual, têm o sentido da comunicação e são muito humanos, fortes de espírito, mas também um pouco imaturos, o que os pode afastar. Os seus estilos de vida são diferentes. A geminiana é instável e extrovertida, enquanto o Virgem é prudente e introvertido. Os Signos «mutáveis» normalmente não vivem a sua vida juntos devido à sua instabilidade, mas isso depende do seu tema natal. Se a mulher for Virgem e o homem Gémeos, a ligação é possível mas difícil pois têm personalidades diferentes. A virginiana privilegia a sua intimidade amorosa e a sua carreira, de modo que ela acha o Gémeos um tanto extravagante. Intelectualmente, por influência de Mercúrio, são bastante compatíveis e adoram conversar. O geminiano deve perceber que a virginiana é a mulher que lhe convém porque lhe dá estabilidade, mas mesmo assim estes dois, devido à sua instabilidade, tendem para algum afastamento. Uma ligação sem casamento é mais provável, principalmente se a virginiana for mais tolerante, no entanto uma mulher de Signo «feminino» entende-se melhor com um homem de Signo «masculino».

Virgem-Câncer

Virgem, Signo do elemento Terra, tem necessidade da Água do Câncer, daí o darem-se tão bem. Por seu lado, Câncer também precisa dos pés assentes na terra que o Virgem lhe proporciona para não se deixar embalar excessivamente pelos seus sonhos. Têm muito em comum como o gostar de trabalhar, de amealhar, e como o Câncer é intuitivo e o Virgem tem sentido prático e é inteligente, podem amealhar grandes fortunas. Um pequeno contra é o Câncer ser meigo e sensível e o Virgem ser mais racional e poder criticar o canceriano quando este está de mau humor. Têm de usar de toda a sua compreensão para se entenderem bem. A sexualidade entre ambos está longe de ser uma paixão efémera, e constitui um amor profundo e ilimitado. O Virgem entende bem o amor do Câncer que, por sua vez, o rodeia com a força e intensidade dos seus sentimentos, fazendo com que se sintam tão envolvidos um com o outro que seria difícil de imaginar. O Câncer é possessivo e desconfiado e aí está um grande problema pois pode aborrecer o Virgem com os seus ciúmes e inquisições, e este, que preza a sua liberdade, começa por reclamar suavemente e depois com sonoras réplicas. Para que o Virgem não fuja de vez, o canceriano terá de ter mais calma e não abafar tanto o seu parceiro. No entanto, este grande amor tem possibilidades de persistir por muito tempo, mesmo até que «a morte os separe».

Sendo o homem de Câncer, ele é regido pela Lua, e como tal sensível e terno, encontrando uma boa aceitação por parte da virginiana. Ambos tranquilos, necessitando de estabilidade e segurança afectiva, formarão um par feliz e sem problemas. Porém, o canceriano é dominador e gosta de mandar, ao que a virginiana não atende pois só faz o que tinha planeado. O canceriano pode ser, por razões profissionais, um tanto infiel, o que fará sofrer a virginiana, no entanto ela é-lhe tão devotada e tolerante que finge não perceber. Sendo a mulher Câncer e o homem Virgem, este irá apaixonar-se por ela, que por sua vez o protege com o seu amor maternal. Sendo ambos Signos «femininos», são muito sensíveis, introvertidos, e desejam ter uma vida tranquila, sem surpresas, sem sobressaltos, enfim, sem tumultos. Construtivos sob o ponto de vista material, normalmente é ela que assume as responsabilidades familiares, pois ele pode ser mais imaturo; todavia isso poderá fazê-lo revoltar-se contra o domínio dela. Podem surgir rupturas na relação, mas sempre com possibilidades de reconciliação.
Virgem-Leão
Inseguro e analítico, o Virgem pode assustar-se com o ardor e a veemência do Leão, mas eles respeitam-se mantendo as distâncias. A Terra, elemento de Virgem, sente uma grande atracção pelo Fogo, elemento do Leão, e este, por sua vez, com a sua paixão e vitalidade, seduz o Virgem fazendo-o vibrar como nunca antes tinha acontecido. No entanto, o Leão gosta muito de mandar, o que afastará o Virgem que não aceita ser dominado. Virgem aprecia a vida organizada e perfeita, mas não perderá nada se, por influência de Leão, descobrir que há outros prismas por onde ver a vida e tirar mais partido da existência. Virgem não é pretensioso e por isso aceitará facilmente o protagonismo do Leão que, por sua vez, tendo o apoio e a segurança que lhe dá o Virgem, é capaz de enfrentar o mundo e conseguir tudo o que deseja. Sexualmente podem viver momentos de erotismo intenso e de paixão. Todavia, devido à sua fantasia e ingenuidade, o Leão pode chocar-se com o pragmatismo do Virgem. Se conseguirem superar as suas diferenças, formarão o par ideal, pois o Leão encontra toda a compreensão no Virgem e este sentir-se-á protegido pela fortaleza indestrutível do Leão, capaz de ir contra tudo e todos para defender o seu amor.

O homem Virgem, introvertido, tímido e pudico é dominado pela soberba da mulher Leão que o manipula facilmente, ela que é senhora de uma grande maturidade. A leonina ama o luxo, não é muito económica e despreza os homens fracos. O simples e servil virginiano faz tudo para lhe agradar, trabalha bastante para ter um bom nível de vida e servir a sua esposa real. No entanto, ele pode criticar a falta de humildade dela. Podem trabalhar juntos com sucesso e a mulher Leão nunca deixará o virginiano se ele lhe der segurança e conforto. Sendo a mulher Virgem, ela será seduzida pelo homem Leão. É uma esposa devotada, uma excelente amante e uma perfeita mãe de família o que muito satisfará o leonino. Tanto sexual como intelectualmente o entendimento será satisfatório. A virginiana devotada tratará o Leão como um rei. Mundano e extrovertido, o Leão não tem o sentido da economia, enquanto a virginiana é introvertida, reservada e económica. Poderão gerar-se tensões devido a estes diferentes traços do carácter que podem conduzir a um afastamento. Mas, um Signo «fixo», como o Leão, e um Signo «mutável», como o Virgem, normalmente vivem juntos muito tempo.
Virgem-Virgem
Com muitas ideias e valores em comum, e com mais sensibilidade do que querem aparentar, podem realizar um par perfeito, se não se criticarem mutuamente. Têm os mesmos defeitos e qualidades, amam o trabalho, são equilibrados, responsáveis, e, por vezes, demasiado lógicos, pelo que podem não tirar proveito das suas capacidades criativas. No entanto, podem usufruir, ambos, de momentos muito especiais. O interesse por assuntos científicos, médicos, e ervanários pode proporcionar-lhes conversas infindáveis. Mas são, também, um pouco hipocondríacos, daí o seu interesse por esses temas. Se nos seus temas natais os Signos lunares e os Ascendentes forem compatíveis, podem formar um par para toda a vida. Com mentes lúcidas e brilhantes, poderão empreender projectos por mais ousados que sejam e levá-los a bom termo. Com uma sexualidade profunda, saberão dar satisfação um ao outro. Se forem capazes de reconhecer os próprios defeitos e não tentarem culpar-se mutuamente, poderão ter uma relação terna e muito harmoniosa. Sóbrios, sérios e corajosos, eles sabem entender-se sem quase falarem. Sendo um par «em conjunção», entendem-se bem mas, primeiro que tudo, eles precisam de estabilidade afectiva, além de amarem o trabalho, o dinheiro e as economias. As suas carreiras serão o fundamento das suas vidas e formarão um par rotineiro e reciprocamente devotado.
A mulher Virgem tornar-se-á uma mãe protectora, principalmente se o parceiro for um tanto imaturo e instável. Poderão chegar a uma separação se houver problemas de dinheiro entre eles, mas se usarem de sabedoria poderão ter uma ligação para sempre.
Virgem-Balança

Ninguém melhor para entender um Virgem do que o Balança, que tal como ele, ama a perfeição, o equilíbrio e a ordem. A eficácia do Virgem encanta o libriano e, como ambos são inteligentes e cultos, talentosos e com gostos refinados, poderão formar uma união inteligente, onde partilharão os seus gostos artísticos, onde poderão viajar e experimentar toda a qualidade de emoções. Poderá haver um contra: é que o Balança gosta de despertar a admiração dos outros e de fazer charme, enquanto o Virgem é mais circunspecto e nas reuniões sociais não se sente muito à vontade, a não ser que esteja no meio de amigos, pois tem dificuldade em integrar-se. São bons para trabalhar em conjunto, pois o Virgem é lógico e o Balança tem mais sentido prático, o que resulta em eficiência. No intercâmbio das suas qualidades, o Virgem ajuda o Balança a ser mais analítico, crítico, a saber tomar decisões. Este, por sua vez, ensina o Virgem a ser mais sociável e não se rodear tanto de silêncios. A sexualidade entre eles é muito especial, já que o Balança necessita de ser adorado, mas a ligação entre eles será profunda e apaixonada, se nos seus mapas natais, houver planetas colocados em Signos de Fogo.

Se a mulher for Virgem e o homem Balança, a compatibilidade é boa, uma vez que a virginiana é devotada ao marido, aos filhos, e o libriano ficará encantado com uma mulher tão perfeita em tudo. Mas ela precisa de ternura e estabilidade, e pode ficar ciumenta com as infidelidades do Balança. A vida dos dois pode ser próspera porque ela trabalha bastante e estimulam-se reciprocamente. No caso contrário, a mulher Balança e o homem Virgem, a ligação será mais difícil a longo prazo, pois têm modos de vida diferentes. Ela é extrovertida e social, enquanto ele só quer ter uma vida simples e eficaz. O virginiano é um homem tímido, que privilegia a sua carreira e trabalha para dar segurança e estabilidade ao seu lar. A libriana tem tendência para dar ordens e o Virgem, conquanto lhe seja devotado, ao fim de algum tempo só fará o que entender. Com o tempo podem vir a ter dificuldades pois a libriana quer tomar as iniciativas e o Virgem tem dificuldade de decidir. Mesmo que existam tendências para a separação, a ligação será mais estável se o virginiano for mais velho.
Virgem-Escorpião
O romance entre os dois pode ser excitante se o virginiano não se assustar com as habilidades sexuais do Escorpião. No entanto eles necessitam um do outro pois o elemento Água de Escorpião é o único que amacia a Terra do Virgem. Podem ser um pouco reservados no primeiro encontro, pois ambos são tímidos e têm receio de se deixar levar pelas emoções, mas depois a força do Escorpião envolverá suavemente, mas com energia, o Virgem e este mostrar se á tal como é e deixar-se-á seduzir. Ambos são leais e desinteressados no amor, mas a fusão será perfeita quando o Escorpião se entregar completamente. O Escorpião é a personificação do mistério, nada o surpreende pois tem dons de premonição e emana um tal magnetismo que é difícil resistir-lhe. O Virgem admira essa superioridade, assim como a segurança que tem para enfrentar o Mundo, mas por sua vez, acalma o seu espírito inquieto e vagabundo e tortura se sem qualquer razão. É aí que o Virgem é o elemento que o acalma e lhe dá o equilíbrio necessário para viver. Estimulam-se mutuamente e dão o melhor deles próprios. Têm também, ambos, as mesmas ambições materiais e partilham o mesmo amor pelo trabalho.

Se a mulher for Virgem e o homem Escorpião, ela, sentimental e submissa, devota-se inteiramente ao seu Escorpião, no entanto não será muito fácil para ela, pois o Escorpião é um homem apaixonado mas agressivo que terá de aprender a respeitar a sua mulher. Por sua vez ela deve dar-lhe toda a independência de que ele necessita. Sendo os dois introvertidos, mais inibida a virginiana, mais secreto o Escorpião, podem vir a destruir-se. Como Signos «femininos», são sujeitos a ansiedades e depressões. Podem vir a ter discussões, mas com possibilidades de reconciliação. Mesmo que tenham tendência para a ruptura, o amor pelos filhos e os interesses materiais poderão evitar a separação. No caso do homem ser Virgem e a mulher Escorpião, este é fortemente atraído por ela, que lhe dará muito afecto, a ponto de não poder passar sem ela. O virginiano é muito inocente e a Escorpião pode manipulá-lo facilmente. Também aqui os dois são ambiciosos no plano material e podem trabalhar juntos com sucesso. A virginiana pode achar o Escorpião um tanto imaturo e podem criticar-se mutuamente; no entanto, têm muitas afinidades e cumplicidades. Se ocorrer uma ruptura entre estes dois seres, essa separação será dolorosa. No entanto, os interesses materiais e familiares podem ajudar a evitar esse afastamento. Se o virginiano for mais velho será melhor a compatibilidade entre os dois.


Virgem-Sagitário

Sagitário é um optimista e, caso o Virgem não lhe queira encontrar defeitos, este poderá ser o ideal para ele, se bem que nunca deverá prendê-lo pois o Sagitário ama a sua liberdade. Pelo seu lado o Sagitário sente-se, também, muito atraído pelo Virgem, que lhe pode dar segurança, disciplina e perseverança. Para o Sagitário a vida é uma festa, mais ou menos agradável, mas sempre fascinante, o que ajudará o Virgem, muito trabalhador e prático, a ver a existência de outra forma. O Virgem ensinará ao Sagitário a diplomacia e os bons modos, enquanto aprenderá com ele a generosidade, o altruísmo e o dar valor à liberdade. Virgem tem dificuldade em abrir o seu coração e mostrar os seus sentimentos e o Sagitário deverá ter muito cuidado para não ferir a sua susceptibilidade. Em relação ao dinheiro, o Sagitário é muito gastador, mais despreocupado, mas também generoso na forma de o repartir. Virgem, mais prudente e austero, é mais recatado na forma como o despende. Já no gosto de viajar estão ambos de acordo, no entanto, o Sagitário é mais aventureiro do que o Virgem e não o deixará descansar.

Na sexualidade, o Sagitário vive o amor com fogosidade e alegria, contagiando o Virgem, mais moderado, e as sensações que viverão juntos, fazem com que sintam o amor com enorme intensidade. No caso particular de a mulher ser Virgem e o homem Sagitário, a ligação é possível, embora com alguns contras, pois a virginiana ambiciona ter uma vida calma, tem necessidade de segurança afectiva e estabilidade, enquanto o sagitariano é extrovertido e social, pelo que gosta de viajar, de se divertir com os amigos, de ter espaço para as suas múltiplas aventuras. Além disso gosta de luxo e gasta muito dinheiro, o que assusta a virginiana, que é prudente e económica. São como a cigarra e a formiga. Mas como «Signo masculino» Sagitário tem tendência para proteger a virginiana, e como ambos amam a família e os filhos, esse é um ponto de estabilidade para a sua união. A virginiana é ciumenta e muitas vezes critica o seu parceiro, o que dá origem a disputas, mas a que se seguem, geralmente, reconciliações. Mesmo que haja tendência para a separação existirá melhor compatibilidade se o sagitariano for mais velho. O mesmo se dá, caso o homem seja Virgem e a mulher Sagitário. Ela, sociável e extrovertida, aprecia a liberdade e a independência. Ele, mais reservado e introvertido, gosta da vida do lar e adapta se bem à rotina. Normalmente é ela que comanda a vida do casal. A sagitariana não aprecia as lides domésticas e não suporta as críticas do virginiano. Têm ambos os mesmos defeitos e dupla personalidade. Mesmo havendo probabilidades de separação ou divórcio, os interesses materiais e familiares poderão evitar a quebra de ligação. Melhor compatibilidade se o virginiano for inteligente e a sagitariana mais burguesa ou se ele for mais louco e ela mais aventureira.
Virgem-Capricórnio

Apesar de terem os mesmos objectivos de vida, nem sempre haverá uma grande paixão entre eles, mas o Capricórnio irá ficar maravilhado com a Virgem pois ela dar-lhe-á satisfação e segurança. Têm muitas coisas em comum como a amabilidade, a seriedade, a circunspecção. Para eles o trabalho está sempre em primeiro lugar, têm um grande sentido do dever, pelo que juntos poderão fazer uma equipa perfeita, que enfrentará qualquer situação. Ambos do Elemento Terra, adoram o dinheiro e aquilo que podem adquirir com ele, tal como uma casa confortável, onde gozem a sua intimidade e o prazer da boa música. Entendem-se maravilhosamente no amor. A sexualidade é para eles profunda, emotiva e terna, com paixão na dose certa, que fará as delícias da relação. Com bom sentido de humor e uma mente muito rica, terão conversas interessantes e divertidas. No plano das viagens, se o Virgem deixar o assunto nas mãos do Capricórnio, tudo bem, pois ele tratará de tudo na perfeição, fazendo com que a viagem seja tranquila e relaxante. Visitarão lugares lindos onde comerão bem e gozarão os prazeres de um belo pôr-do-sol. O Virgem aprende com o Capricórnio a planificar e a não perder tempo com detalhes, e por sua vez ensina-lhe a valorizar as pequenas coisas e a não perder os amigos e os negócios.

Sendo a mulher Virgem e o homem Capricórnio, ele será muito atraído por ela, têm muitas afinidades, aliam o dever à fidelidade, gostam de trabalhar e de ganhar dinheiro. Sérios, reservados e introvertidos, não irão casar se de ânimo leve, uni-los-ão a razão e os interesses. Têm o sentido da responsabilidade e reúnem as suas vidas profissionais e familiares. O capricorniano é autoritário e gosta de dar ordens à virginiana que, como Signo de serviço que é, aceita-as, mas ele, por vezes, torna-se distante e ela tem necessidade de provas de amor e ternura. Podem criar um negócio juntos com possibilidade de sucesso. Com uma afectividade sólida e profunda a uni-los, podem formar um casal unido e feliz. No caso do homem Virgem e da mulher Capricórnio a situação é idêntica, eles têm uma boa compatibilidade intelectual e uma estima recíproca. Sérios e estáveis, entendem-se perfeitamente no dia-a-dia. No entanto, há uma diferença de maturidade: a capricorniana é mais precoce, enquanto o virginiano é mais tardio. Por vezes o silêncio instala-se entre eles e a capricorniana sente-se só, pelo que podem separar-se se os interesses familiares e materiais não forem muito fortes. Devem preencher as suas vidas com viagens e projectos para fugirem à rotina. Na velhice terão boas economias para enfrentarem a reforma.

Virgem-Aquário
 
O Virgem poderá sempre ter com o Aquário bons temas de conversa, mas uma coisa que não pode é impor-lhe regras, porque um Signo do Elemento Ar não se pode tentar prender porque sairá correndo. Grande diferença de personalidade os separa: enquanto o Virgem é ordenado, preciso e amigo da rotina, o Aquário é imprevisível, despistado e, por vezes, até extravagante. O Aquário, que é muito amigo do seu amigo, tem várias relações de amizade e não suporta que o Virgem o critique. Além disso, gosta de sair com os seus amigos e nem sempre regressa a horas como o Virgem desejaria. Também não é fiel e, se vir que a relação não resulta corta com ela. No entanto, a personalidade do Virgem fascina-o e o seu bom coração maravilha-o, de tal modo que tentará conquistá-lo. Sexualmente, não são dados a paixões, amam-se tranquilamente, mas, como o Virgem ocupa a liderança, a sua relação será cada vez mais forte e intensa, de maneira a esquecerem as suas diferenças. O Aquário gosta de viajar e descobrir sítios nunca antes explorados, o que irá divertir bastante o circunspecto Virgem. O Aquário não é minucioso nem ordenado, e irá aprender isso com o Virgem. Este, por sua vez, irá conhecer o que é a ousadia e a independência com o Aquário, além da facilidade em fazer amizades.

A mulher Virgem e o homem Aquário podem fazer um par, tanto possível quanto um Signo de Terra se liga com um Signo de Ar. São ambos muito humanos, entendem-se bem intelectualmente, mas o aquariano é muito independente, extrovertido, revolucionário mesmo, e tem muita necessidade de liberdade. A virginiana, virtuosa e fiel aos seus compromissos, sentimental e romântica, necessita de afecto e sente-se derrotada quando o aquariano não lhe dá a atenção de que necessita, pois ele preocupa-se mais com os outros do que com ela própria. Ela, na ânsia de se ver respeitada, impõe-se pelas críticas que ele não suporta. Daí, algumas discussões e possibilidades de separação, no entanto, interesses comuns podem evitar que esta se dê. Se a virginiana for de temperamento alegre, poderá perdoar as lacunas do aquariano. No caso de o homem ser Virgem e a mulher Aquário, também poderá dar um casamento moderado. Aqui é a aquariana que é extrovertida, com necessidade de liberdade e com gosto pelas amizades e o virginiano mais introvertido, romântico, e com necessidade de estabilidade material e afectiva. No entanto, como são muito humanos, podem completar-se, embora possam ter tendência para discutir. Como o virginiano é trabalhador e corajoso, põe o seu trabalho em primeiro lugar, e a aquariana, como boa dona de casa, entretém-se no seu lar e gere bem o que o seu parceiro ganha com o trabalho. No entanto, os dois podem ser um tanto imaturos. O Aquário é infiel, além de que pode ausentar-se por razões profissionais, ao passo que a virginiana é paciente e fecha os olhos, acabando tudo por entrar na ordem. Se o virginiano for mais velho a compatibilidade será maior pois ele entenderá a originalidade da aquariana.


Virgem-Peixes
 
Crítico e analítico, o Virgem é o oposto do sonhador e romântico Peixes. No entanto, o Virgem deve abster-se de críticas, pois um pouco de romantismo na sua vida também lhe faz falta. A Água de Peixes é necessária à Terra de Virgem pois amacia-a e fertiliza-a. Por isso o Peixes, apesar de ser o oposto de Virgem, sente-se muito atraído por ele. É a atracção dos opostos. Peixes é sensível, intuitivo, dá com mais prazer do que recebe, mas tem os seus sentimentos bem guardados no fundo da sua psique. Virgem, senhor da razão e da lógica, não entende o enigmático Peixes com as suas intuições, muitas vezes acertadas, mas, ao mesmo tempo, as suas inseguranças, falta de decisão e medos que, por vezes, atingem o caos. Virgem, com o seu sentido prático e sempre com a solução para todos os problemas, dá segurança ao Peixes, que tem medo da vida e ainda mais do futuro. Por vezes o Peixes é assaltado por crises de melancolia e mudanças de humor que o Virgem não entende bem, mas sempre acolherá com toda a ternura e amenizará os seus medos e receios, até porque uma coisa que o Virgem gosta é de que necessitem dele. Por outro lado, o Virgem deve ser cauteloso em não ferir as susceptibilidades do Peixes, que com a sua clareza e transparência, e apesar de não mentir, gosta de guardar os seus segredos e viver no seu mundo, onde a fantasia e a realidade se confundem. A sexualidade para o Peixes é fascinante e proporcionará ao Virgem sensações fortes e intensas como ele nunca sentiu, e isso será uma grande força para a união ser duradoura.

Sendo a mulher Virgem e o homem Peixes, eles são atraídos um pelo outro, pois apesar de opostos são complementares. Ambos «Signos femininos», são muito devotados um ao outro. Bastante românticos, desejam ter uma vida tranquila com muita ternura a uni-los. O pisciano faz a virginiana sonhar, mas ele não será sempre fiel e ela ficará ciumenta, no entanto, como ela tem os pés assentes na Terra, suporta as suas fraquezas. Sendo uma mulher muito ordenada, orienta a sua vida do dia-a-dia e estabiliza o pisciano. No entanto, ele aborrece-se e tem tendência a evadir-se, a sonhar e andar à deriva. Sendo «Signos mutáveis», é difícil viverem juntos toda a vida, para mais têm os mesmos defeitos, um dos quais a instabilidade. Podem surgir incompreensões que os afastarão. Como Signos opostos, tanto podem ser regidos pela complementaridade como pelo antagonismo, pelo que devem esforçar-se por se adaptarem às suas diferenças. Se a mulher for Peixes e o homem Virgem, a situação será idêntica, atraem-se por serem opostos mas, ao mesmo tempo, complementares. A pisciana sonha com um príncipe encantado e o virginiano corresponde aos seus sonhos pois é romântico e compreende as mulheres. Mas ele precisa de segurança material, portanto, tem de organizar a sua vida e assumir essa responsabilidade pelos dois, pois ela é muito sonhadora no seu dia-a-dia. Mas, também neste caso, os dois podem ser instáveis. Devem tentar adaptar-se às suas diferenças para que a união resulte. Parece haver uma melhor compatibilidade se o virginiano for mais velho.
LIBRA / BALANÇA
Balança-Carneiro

Tal como os opostos se atraem, estes dois Signos podem representar o equilíbrio perfeito com muito sentimento e paixão, principalmente se o Balança se convencer de que o Carneiro é o parceiro ideal. Como os dois Signos são opostos e complementares, aquilo que falta a um tem o outro, pelo que se completam perfeitamente e poderão viver felizes juntos, confiantes que reencontraram a sua outra metade. Marte rege Carneiro e Vénus rege Balança. Na filosofia astrológica eles representam energias muito estimulantes no seu conjunto, pelo que se poderão atrair a vida inteira. Balança é justo, lógico e pensa muito antes de tomar qualquer decisão, medindo os prós e os contras, ao contrário do Carneiro que toma decisões rapidamente não se importando de ter de mudar de atitude se for preciso. Por vezes as grandes diferenças entre ambos dão origem a decepções. As hesitações do Balança exasperam o Carneiro que acaba por decidir por ambos. Como possuem personalidades fortes, por vezes, há jogos de forças entre eles.

Se o homem é do Signo de Carneiro, pode ser por vezes agressivo, o que a mulher Balança não suportará, mas, como complementares que são, acabarão por se adaptar às suas diferenças. Se é o homem que pertence ao Signo de Balança, como ele gosta de viver em paz, fica desestabilizado com a agressividade da ariana. O homem Balança é sedutor e por vezes não é fiel, o que desesperará a mulher Carneiro, mas ela terá de fechar os olhos, pois como a atracção entre ambos é grande ele terá tendência para se reconciliar com ela. Existe um bom entendimento sexual e, se conseguirem adaptar-se às diferenças um do outro, tudo irá bem entre eles.

Balança-Touro

Estes dois Signos, ambos regidos por Vénus, a deusa do amor e dos prazeres, têm objectivos semelhantes. Gostam de ambientes refinados e chiques, e o seu sentido crítico é semelhante. Apreciam as visitas a museus e a exposições, e são capazes de percorrer feiras e mercados em procura de obras de arte que possam adquirir por um bom preço. No entanto Touro é do elemento Terra e Balança do elemento Ar, o que não dá uma combinação fácil. Enquanto o Balança se movimenta acima da Terra, o Touro tem os pés bem assentes nela, daí alguma dificuldade de se apaixonarem. Uma coisa que funciona bem entre eles é a sexualidade, visto Vénus conferir-lhes uma grande sensualidade. Já sob o ponto de vista da fidelidade, há que ter em conta que o Balança dificilmente é fiel e o Touro não perdoa a quem o engane. A seu favor têm o facto de serem ambos muito românticos, o que lhes pode proporcionar viver um grande amor, já que Balança cativa o coração do Touro com o seu encanto; mas é preciso que este não o aborreça com as suas exigências.

Sendo a mulher Touro de um Signo feminino e o homem Balança de um Signo masculino, isto conduz a um bom entendimento. A taurina deve dar liberdade ao Balança, pois ele tem absoluta necessidade dela, mas irá sofrer com as suas infidelidades, que despertarão os seus ciúmes, uma vez que o Balança gosta de seduzir. A taurina, mais introvertida, não aprecia a vida mundana, daí os factores que os diferenciam. Mesmo que haja possibilidades de separação, os interesses familiares e materiais uni-los-ão por muito tempo. Se o homem for Touro, ele apaixona-se pela mulher Balança, que oscila entre as suas contradições, que tanto pode dizer «sim» como «não». Se a arte os unir podem viver felizes juntos, mas ela é sedutora, extrovertida e mundana, enquanto ele é estável, agarrado à sua casa, ao seu jardim e à sua família, possessivo, ciumento, o que pode dar origem a mal-entendidos. Conforme os seus temas natais, podem passar por fases de separação.

Balança-Gémeos

O Balança ambiciona uma relação duradoura, e, se o Gémeos não for namoradeiro, e se esforçar para que o parceiro tenha confiança nele poderão fazer um belo e romântico par. Ambos os Signos pertencem ao elemento Ar e pensam ter encontrado a sua alma gémea, ficando com a impressão de que sempre se conheceram. Adoram conversar conquanto o Balança seja mais lógico e menos caloroso do que o Gémeos assim como têm os mesmos gostos no que se relaciona com a estética, com a ordem e com o apreço pelos eventos sociais. Sexualmente a relação é das melhores de todo o Zodíaco, pois une-os uma grande ternura, um amor profundo, a fantasia e a agressividade quanto baste. A regência de Vénus em Balança dá à relação um toque de sensualidade que os encanta, pois para eles o amor é algo sublime que precisa de ser cuidado. As muitas personalidades do Gémeos por vezes deixam o calmo Balança desconcertado com a sua dispersão, embora esta seja controlada. Se o Balança estiver desequilibrado, o Gémeos ajuda-o a tomar decisões e a não perder oportunidades. Por sua vez, o Balança dá ao Gémeos calma e tranquilidade, domina os seus impulsos e ajuda-o a dar solução a qualquer problema que se lhes depare.

Se a mulher for Gémeos e o homem Balança, ela evidencia-se pelo seu dom da palavra e ele pela sedução. São dois artistas que gostam de se divertir e de viajar e que se entendem bem sexualmente. Como são um tanto imaturos e instáveis, com o tempo podem vir a ter problemas. A geminiana, nervosa e um pouco infiel, precisa de liberdade e, se não for suficientemente madura, pode tentar procurar noutro lado a sua alma gémea. O Balança pode entrar em depressão porque precisa de equilíbrio. Se a geminiana for mais velha, há melhores hipóteses de uma boa relação. Se o homem for Gémeos, é bom que ele seja mais velho, porque é um eterno adolescente. Como Signos masculinos que são, opõem-se e possuem demasiada instabilidade para saberem o que querem. São inteligentes e brilhantes em sociedade, e são capazes de se entenderem por meias palavras. A mulher Balança é de certa forma instável; tanto pode pender para a separação como para a reconciliação. É possível que sejam mais compatíveis numa união de facto do que num casamento.

Balança-Câncer

São dois Signos que se atraem pelo fascínio dos opostos, apesar de terem valores e formas de viver totalmente diferentes. Balança representa o pensamento enquanto que o canceriano representa o sentimento que não entende a lógica. O Balança é objectivo e depende essencialmente dessa mesma lógica. A Água, elemento de Câncer, sente-se atraída pelo elemento Ar de Balança, e, se forem capazes de parar de se degladiarem, poderão enriquecer-se aprendendo um com o outro. Balança é um sedutor nato, e isso pode provocar ciúmes no Câncer logo que este se ausente para uma viagem sem o seu parceiro. Se assim não fosse a vida deles seria um mar de rosas. As suas posições na roda do Zodíaco são de «quadratura», o que pode criar algumas tensões, até porque a Balança é optimista e o Câncer, principalmente nas mudanças de Lua, tende para o pessimismo. O que para esta relação é bom é o entendimento dos seus regentes, Vénus de Balança e Lua de Câncer, que lhes proporcionará umas felizes relações amorosas, sentimentais e românticas. O seu primeiro encontro será inesquecível devido ao amor do Câncer e à ternura e imaginação da Balança. Se souberem superar as suas diferenças têm muito a aprender um com o outro.

O homem Balança como grande romântico que é, e necessitando de afecto, sente-se atraído pela canceriana. Ambos de forte personalidade têm, como Signos «cardeais» que são, os mesmos defeitos mas estilos de vida diferentes, o que pode com o tempo dar origem a divergências. O Balança tem tendência para a infidelidade, o que faz a canceriana refugiar-se na sua carapaça e nos seus sonhos. Será uma relação com altos e baixos mas os interesses materiais e familiares poderão evitar a separação. No caso do homem ser Câncer, este fica encantado com a beleza da sua Balança. Ambos apreciam o conforto do lar, onde dão largas ao seu romantismo e sentimentalismo. Contudo, têm naturezas diferentes. O Câncer, introvertido, sonha com uma vida familiar tranquila, enquanto a mulher Balança, extrovertida e sedutora é mais tentada pela vida social. O canceriano é dominador, de modo que toma as decisões pelos dois. Ele deveria dar mais liberdade à libriana para ela poder fazer a vida social que tanto ama, para que a relação perdure. Ambos possuidores de fortes personalidades, dão ordens um ao outro o que provoca uma certa instabilidade.
Balança-Leão
O Leão sentir-se-á cativado pelo encanto e atractivo de Balança, e como encara a vida sob um ponto de vista muito positivo, ajudará o libriano a superar a sua indecisão. O Fogo de Leão com o Ar de Balança reveste-se de um grande fascínio, pois o Ar activa o Fogo e fá-lo brilhar intensamente, e nada mais agrada ao Leão do que brilhar. Se este não mostrar mau génio, usar de prudência para não desestabilizar o Balança, a relação pode ser óptima, baseada na profunda amizade e respeito mútuo. Vénus, regente de Balança, está muito perto do Sol de Leão, de modo que as suas características combinam-se perfeitamente. Leão, com a sua força e dinamismo, ajudará o Balança a tomar decisões, o que para ele é muito difícil. Sendo ambos criativos, tiram muito partido da vida social. Balança, muito sedutor, encanta toda a gente mas não deverá roubar protagonismo ao Leão, pois ele tem necessidade de irradiar e de ser o centro das atenções. Se um Balança tem normalmente a tendência para ser infiel, perante um Leão ele sentirá as emoções com tal intensidade, que não pensará em qualquer tipo de aventura. Balança encanta-se com a força e a coragem que o Leão tem, pois, sem qualquer espécie de dúvidas, toma decisões com audácia e temeridade como um verdadeiro rei. A proximidade simbólica de Vénus e do Sol gera uma certa cumplicidade, que é o mesmo que existe quando Leão e Balança fazem amor. Balança, com a sua voluptuosidade e sensualidade, Leão, com paixão vulcânica, entendem-se maravilhosamente, o que pode durar toda uma vida.
O homem Balança fica encantado com a majestade da mulher leonina, com a sua elegância, e cobre-a de prendas. Ela manipula docemente o Balança e domina o lar, mas sendo ambos Signos «masculinos», pode haver lutas de poder entre eles. O Balança pode querer mandar, mas a leonina só faz o que quer. O libriano é mundano e gosta de seduzir, mas a leonina, ciumenta, aborrece-se, encoleriza-se facilmente se ele sair das marcas. Pode haver o risco de infidelidades recíprocas que levará a um afastamento, mas a leonina ficará muito ligada ao libriano, principalmente se ele tiver grande segurança financeira. Se o Homem for Leão, é seduzido pela beleza da libriana; se for um homem rico e famoso, enche-a de presentes e ela sente-se protegida. Sentimentais e românticos, existe grande cumplicidade entre ambos, é o charme junto com a sedução. A libriana sabe mandar com doçura e o Leão gosta de ser servido como um rei, autoritário e orgulhoso como é! Como Signos «masculinos» que são, têm conflitos de autoridade e ciúmes recíprocos, pois são, ambos, tão sedutores que podem proporcionar-se ocasiões de serem infiéis, o que levará à ruptura da sua união, embora possam voltar a reencontrar-se.
Balança-Virgem
 
Ninguém melhor para entender um Virgem do que o Balança, que tal como ele, ama a perfeição, o equilíbrio e a ordem. A eficácia do Virgem encanta o libriano e, como ambos são inteligentes e cultos, talentosos e com gostos refinados, poderão formar uma união inteligente, onde partilharão os seus gostos artísticos, onde poderão viajar e experimentar toda a qualidade de emoções. Poderá haver um contra: é que o Balança gosta de despertar a admiração dos outros e de fazer charme, enquanto o Virgem é mais circunspecto e nas reuniões sociais não se sente muito à vontade, a não ser que esteja no meio de amigos, pois tem dificuldade em integrar-se. São bons para trabalhar em conjunto, pois o Virgem é lógico e o Balança tem mais sentido prático, o que resulta em eficiência. No intercâmbio das suas qualidades, o Virgem ajuda o Balança a ser mais analítico, crítico, a saber tomar decisões. Este, por sua vez, ensina o Virgem a ser mais sociável e não se rodear tanto de silêncios. A sexualidade entre eles é muito especial, já que o Balança necessita de ser adorado, mas a ligação entre eles será profunda e apaixonada, se nos seus mapas natais, houver planetas colocados em Signos de Fogo.

Se a mulher for Virgem e o homem Balança, a compatibilidade é boa, uma vez que a virginiana é devotada ao marido, aos filhos, e o libriano ficará encantado com uma mulher tão perfeita em tudo. Mas ela precisa de ternura e estabilidade, e pode ficar ciumenta com as infidelidades do Balança. A vida dos dois pode ser próspera porque ela trabalha bastante e estimulam-se reciprocamente. No caso contrário, a mulher Balança e o homem Virgem, a ligação será mais difícil a longo prazo, pois têm modos de vida diferentes. Ela é extrovertida e social, enquanto ele só quer ter uma vida simples e eficaz. O virginiano é um homem tímido, que privilegia a sua carreira e trabalha para dar segurança e estabilidade ao seu lar.

A libriana tem tendência para dar ordens e o Virgem, conquanto lhe seja devotado, ao fim de algum tempo só fará o que entender. Com o tempo podem vir a ter dificuldades pois a libriana quer tomar as iniciativas e o Virgem tem dificuldade de decidir. Mesmo que existam tendências para a separação, a ligação será mais estável se o virginiano for mais velho.
Balança-Balança

Dois Balanças podem formar uma relação relaxante como se fossem duas almas gémeas. Predispostos à conversação, dados ao romance, são reciprocamente amáveis e sensíveis. Ambos do elemento Ar faz com que este seja mais forte, e como são sedutores e apaixonados, essa relação pode ser muito intensa. No amor eles são muito imaginativos e insaciáveis. Estão de acordo em tudo, nas reuniões sociais, nas grandes comemorações com os amigos e até nas viagens não haverá problemas no momento de escolher um destino. O seu idílio poderá durar toda a vida pois não lhes faltarão temas de conversa e desfrutarão o melhor possível da vida tanto diurna como nocturna. O único problema que irá afectar a ambos é a dificuldade de decidir, que lhes custa tanto a ponto de levarem semanas a tomar uma decisão. No entanto uma vez tomada, irão em frente e suportarão todas as consequências. Por vezes um deles fica melancólico e sem energia e, se o outro estiver com o mesmo estado de espírito, não acontece nada de especial, o pior é se um estiver com vontade de viver intensamente e não compartilha o sentimento com o outro.

Neste caso e principalmente se este Balança for o homem, ele segue a sua vida e pode não ficar ao lado dela a acompanhá-la na sua tristeza. Este par é bastante mundano e a fidelidade não é garantida, pois há muita gente à volta deles e as tentações são recíprocas o que pode destruir o casal. De fortes personalidades podem existir lutas de força entre eles, pois ambos gostam de dar ordens em casa mas para que a relação perdure parece necessário que seja a mulher Balança a submeter-se. Consoante o seu tema natal pode haver possibilidades de divórcio, mas devido à sua dificuldade em tomar decisões mais dificilmente se separarão.

Balança-Escorpião

O Balança não terá dificuldade em conquistar o Escorpião, mas tem de ter em conta a sua intensidade sexual e os seus ciúmes. Ao primeiro encontro eles sentem-se atraídos por misteriosas forças que os atraem mas ao mesmo tempo os atemorizam. O Balança perturba o Escorpião com o seu sorriso, mas também fica suspenso ao ver alguém com tanto poder de sedução como o daquele ser. A curiosidade do Balança levará este a querer sondar o íntimo do Escorpião, mas este, regido por Plutão, e do elemento Água, deslizará tal qual ela, e não o deixará penetrar nos mistérios e no oculto do seu interior. Se houver aspectos favoráveis da Lua ou dos seus Ascendentes, a relação pode ser estável, mas em caso contrário o Balança terá muita dificuldade em suportar as introspecções e melancolia que por vezes exala o Escorpião. Escorpião é naturalmente receoso e não se fia completamente no Balança, tão versátil e tão dado à coqueteria. Por sua vez, o Balança também não se fia no Escorpião, que é capaz de desaparecer sem dizer para onde vai. O Escorpião, graças ao seu sexto sentido, é muito difícil de deixar-se enganar, mas tanto um como o outro deviam aprender a ter confiança mútua. Sexualmente, o Balança necessita de atenções e estímulos antes de se entregar aos prazeres amorosos, e o Escorpião estará à altura de poder satisfazer todos os seus desejos sexuais. Sendo o homem Balança e a mulher Escorpião, ele sentir-se-á muito atraído por ela e ficará feliz por poder viver uma intensa relação sexual. A mulher Escorpião é introvertida e possessiva, e no amor quer ter a exclusividade.

O Balança é extrovertido e mundano, e apesar de gentil, pode mostrar-se um pouco superficial, no entanto, este casamento «de Vénus com Plutão», da sensualidade com a paixão, pode ser muito duradoiro. O Balança tenderá a dar ordens mas a Escorpião só faz o que bem entende pois tem uma forte personalidade. Deste modo terão de fazer concessões para que se entendam. Podem existir tentações e infidelidades, assim como agressividades e ciúmes pelo que não é impossível haver alguma tendência para a separação. Para que isso não aconteça terão de tolerar as suas diferenças. No caso da mulher ser Balança e o homem Escorpião a ligação será difícil a longo prazo, pois o Escorpião é introvertido, solitário e secreto, e ao ficar seduzido pela beleza e doçura da Balança, ele tentará dominá-la, mas ela não se submeterá facilmente. Escorpião é um homem possessivo e exclusivista, com tendências a fazer cenas de ciúmes e não evita fazer críticas, o que desencadeará lutas de forças entre ambos. Ao fim de algum tempo a Balança escapará ao Escorpião que se tornará agressivo, atitude que ela não suporta. Ela espera manifestações de delicadeza, de cortesia e cumprimentos, pelo que fica depressiva e desestabilizada e acaba desprezando o Escorpião, o que causará sofrimento a um e a outro. Possibilidades de separações e reconciliações, mas se é a libriana a dar origem à separação mais dificilmente se reconciliarão.

Balança-Sagitário
 
Relação com grandes possibilidades, mas o Balança terá de dar toda a liberdade ao Sagitário para que este se mantenha a seu lado. Os elementos de ambos, Ar de Balança e Fogo de Sagitário, combinam-se maravilhosamente, uma vez que o Ar alimenta o Fogo. Têm muitas coisas em comum pelo que cada um olhará o outro como a sua alma gémea. Sagitário encantar-se-á com a diplomacia, a inteligência e a sensualidade do Balança, e este, por sua vez, apreciará a vitalidade, o sentido de justiça e o idealismo do Sagitário. Cada um dá mais força ao outro, e ambos com o seu idealismo poderão iluminar este mundo tão embrenhado em tensões e escuridão. Sagitário nasceu livre e não suporta que o prendam, de modo que o Balança terá de ter paciência, não o privar da sua liberdade e usar de toda a sua diplomacia se o quiser levar a uma relação estável ou a um compromisso. Por outro lado o Sagitário não é propriamente um diplomata a comunicar e pode ferir a sensibilidade do Balança ao dizer-lhe as duras verdades, e nem sempre no momento mais propício. Ultrapassadas estas pequenas divergências eles formarão uma dupla muito forte onde a sexualidade é inigualável, provocando paixões e desejos incontidos em que a simbiose poderá ser perfeita. Se o Balança ensinar ao Sagitário a diplomacia e a subtileza, e este lhe retribuir ajudando-o a descobrir o positivo da vida e da aventura, nada os poderá separar.

Se o homem é de Sagitário, ele é seduzido pela beleza da Balança, e como são os dois extrovertidos e amam a vida, além de serem grandes sedutores, têm todos os ingredientes para fazer um par feliz, embora com o tempo possam vir a ter dificuldades, pois são os dois instáveis. A Balança gosta de mandar, mas o sagitariano dificilmente acata ordens. Ela, muito perfeccionista, não suporta infidelidades. Sendo os dois Signos «masculinos», podem vir a ter conflitos de autoridade. Não fora os interesses materiais e familiares a ligarem-nos, haveria possibilidade de separação. Se forem tolerantes e respeitarem as suas diferenças terão uma ligação duradoura, mas se se separarem ficarão bons amigos. Se o homem for Balança e a mulher for Sagitário, e ele estiver disposto a segui-la, o casamento será feliz e estável. Será a sagitariana que terá de tomar decisões pois o Balança é mais instável e tem dificuldades em tomar as iniciativas, mas os dois completam-se e admiram-se mutuamente. O Balança gosta de mandar, mas a sagitariana só faz o que ela quer. Sendo ambos extrovertidos, têm uma intensa vida social, onde estão sujeitos a algumas tentações e infidelidades, mas não quer dizer que, se ambos fizerem concessões, o casamento não perdure por muito tempo. Em caso de separação ou divórcio, e isto só acontecerá se houver indicações nos seus temas natais, os interesses materiais e familiares irão talvez impedir que isso se concretize e poderão viver muito tempo juntos

Balança-Capricórnio

Se o Balança se apaixonar por um Capricórnio sabe de antemão que terá quem cuide dele na velhice, mesmo que este lhe pareça demasiado convencional. Todavia o encontro destes dois Signos é um pouco complicado. Balança é do elemento Ar e Capricórnio de Terra. São dois elementos que não se interligam com facilidade. Capricórnio, circunspecto, realista e pragmático é um Signo de acção, que leva a vida muito a sério e pode ficar nervoso perante a tranquilidade e indecisão de Balança que, para mais, ainda é idealista, sonhador e romântico. Enquanto o Capricórnio aprecia a vida do lar e muitas vezes fica só, o Balança adora os eventos sociais e ver-se rodeado de gente! No plano económico, enquanto o Balança gosta de viver bem e não se importa de gastar dinheiro, o Capricórnio é austero e económico, pelo que podem surgir disputas. Na forma de gozarem as férias também estarão em desacordo, já que o Capricórnio quer é descontrair e descansar, enquanto que o Balança quer sonhar e divertir-se. Ambos vêem a vida por prismas completamente diferentes, mas se o Balança aceitar o Capricórnio, pode aprender com ele a ter ordem, tenacidade e encarar a vida com seriedade, e beneficiar da sua fidelidade quando ama, assim como do seu sentido de humor quando está feliz. O Capricórnio é muito responsável no seu trabalho e a sua ambição faz com que progrida nele. Mas, por tanto se dedicar ao trabalho, pode não ter tempo para dar as atenções e a ternura que o Balança necessita. Ele é um bom companheiro, não é possessivo nem ciumento, ama profundamente, e com o propósito de ser para sempre, de modo que se se conseguirem adaptar e forem tolerantes um com o outro, poderão tirar o melhor partido da relação. Sexualmente, os primeiros contactos podem ser um tanto frios, mas lentamente ir-se-ão descobrindo de modo que com muita sensualidade e ternura chegarão a um bom entendimento.

A situação será bem melhor se os seus Ascendentes ou os Signos Lunares estiverem em Signos de Fogo. Capricórnio é tímido, reservado, pouco criativo e nada romântico, mas se o Balança for capaz de ir ao fundo do seu ser, talvez consiga que ele mostre os seus sentimentos e que queira aprender com o seu parceiro Balança a arte do amor e poder desfrutar dela. Capricórnio pode ensinar ao Balança a tomar decisões e a aprender com ele a ser flexível, diplomata e a apreciar as coisas boas da vida. Se o homem for Balança e a mulher Capricórnio, este, regido por Vénus, dá e procura bastante o amor, não pode mesmo viver sem ele, pelo que acha a capricorniana um pouco fria e distante. Eles podem aborrecer-se juntos e, como são ambos Signos cardeais, têm os mesmos defeitos: tanto um como o outro gostam de dirigir. De fortes personalidades, poderão estimular se profissionalmente, mas deverão respeitar as suas diferenças. Todavia, o Balança é muito atraído pela capricorniana, mas ela despreza os homens fracos e superficiais. Por vezes ele pode ir procurar em outro lado o amor e o sexo de que necessita. Se o Balança for mais velho e mais maduro a relação terá mais hipóteses de sucesso. Com a mulher Balança e o homem Capricórnio, ele, introvertido e solitário, mas ambicioso, um trabalhador nato procurando a segurança material, vai poder achar a Balança superficial. No entanto, ao dar-lhe segurança material vai receber dela o afecto e o calor humano que afinal toda a gente precisa. O capricorniano sob o seu aspecto frio apaixona-se pela Balança de uma forma que, por vezes, se pode tornar mais tensa ou mesmo violenta. A Balança detesta violência e pode deixá-lo, o que o tornará muito infeliz. Como têm alguns defeitos em comum, podem haver lutas de força entre eles que poderão dar azo a separação ou a divórcio, situação essa que pode ser evitada tendo em conta os interesses materiais e familiares mútuos. Para que a relação perdure é preciso que o capricorniano seja mais sociável.

Balança-Aquário

São dois intelectuais que se atraem bastante um ao outro. Ambos Signos do elemento Ar são bastante positivos. Sendo os dois inteligentes e atractivos têm a seu favor os seus «sóis» natais estarem em Trígono o que lhes confere muita harmonia. A grande atracção que sentem um pelo outro pode transformar-se em amor. O Balança tem tendência, quando está apaixonado, a viver todas as horas do dia com o seu amado, mas o Aquário precisa de ar para viver e não suporta que o asfixiem. O Balança terá de ter isso em conta para o bom andamento da relação. Ambos prezam muito a amizade e dão prioridade aos seus amigos, só que os amigos, muitos e variados do Aquário podem não agradar ao esquisito Balança. São os dois muito brilhantes e comunicadores, fazendo com que as suas conversas sejam ricas de conteúdo. Deste modo, nunca se aborrecerão juntos, além de que o melhor para eles é fazer amor, onde se encontram em perfeita harmonia. Apesar de não se amarem de uma forma agressiva e passional, compenetram-se de tal forma nos seus desejos que acabam por se satisfazer mutuamente. A sua grande interligação manifesta-se desde o primeiro momento em que se encontram, gostam de se fundir numa alegre reunião onde conseguem rir, chorar, admirar-se e compartilhar o amor ao máximo. Sentem se de tal maneira realizados na sua convivência que pensam até já a terem efectuado noutras vidas anteriores.

O casal formado pela mulher Balança e o homem Aquário tem tudo para resultar numa boa ligação. São ambos extrovertidos e amam a vida social, no entanto parece haver uma melhor compatibilidade numa ligação livre, já que o Aquário presa muito a sua liberdade e independência. Ele é imaturo e gosta de estabelecer muitos encontros. A Balança, bastante tolerante, tenta adaptar-se. O Aquário dá-lhe toda a ternura que ela precisa, mas como acima de tudo é um humanista, também se ocupa dos outros, o que faz com que ela se sinta abandonada. Esta relação terá altos e baixos, com períodos de alguma instabilidade. Ela gosta de mandar, mas o aquariano só faz o que ele quer. A Balança, apesar de também apreciar a sua liberdade, deverá ser mais tolerante com a liberdade do aquariano. Podem verificar-se infidelidades recíprocas que poderão dar origem a separação consoante os seus temas natais. Sendo o homem Balança e a mulher Aquário poderão ter uma relação estável pois têm imensas afinidades. Ambos extrovertidos e generosos, gostam das reuniões sociais, são apaixonados pelas artes e pelos espectáculos, têm necessidade de mudança e vida social. A relação será calorosa e a aquariana acomodar-se-á às exigências sexuais do Balança. Este casamento será tanto mais feliz quanto o homem tiver mais segurança financeira. A sua casa será bela pois eles têm um grande sentido estético. O Balança terá tendência para mandar, mas a aquariana não gosta de ser dirigida e só faz o que deseja. Ele pode ser um pouco infiel, mas a aquariana, indulgente, é capaz de fechar de olhos e a relação não correrá perigo. Possibilidades de separação, mas podendo ser travadas pelos interesses familiares e materiais mútuos.


Balança-Peixes
 
Dois Signos que se atraem fortemente quando se encontram. O Peixes, doce, inquieto e perturbador e o Balança romântico e refinado ficam de tal forma encantados que não sabem o que fazer. O Peixes fica atemorizado perante a personalidade brilhante e sedutora do Balança, acha que uma pessoa com tais qualidades não vai confiar nele, pois a sua auto-estima não é grande, não se sabe valorizar, e é esse o seu grande problema. Balança, com a sua sensibilidade, detectará logo a necessidade de segurança do Peixes e imediatamente o protegerá. Será o Balança a conduzir a relação e o Peixes deixar-se-á levar sem dificuldade. Nada mais encanta ao Peixes do que facilitarem-lhe a vida e ninguém melhor para o fazer do que o Balança. O maior problema pode surgir quando for necessário tomar decisões. O Balança é muito indeciso, pensa muito antes de tomar qualquer atitude e o Peixes não é precisamente a pessoa que seja enérgica e rápida a decidir. O Peixes é muito secreto e tem sempre receio de mostrar o seu mundo interior, pelo que o Balança terá de ter muita paciência, dar lhe muita segurança e confiança para chegar até lá. Peixes não possui muita energia e é inseguro, mas, por outro lado, é muito intuitivo, generoso e abnegado o que o torna mágico. O Peixes não distingue bem a realidade da fantasia e acaba por achar a vida tão injusta que se refugia no seu íntimo. É nessa altura que o Balança deve, com o seu carinho e boas palavras, reconfortá-lo para que volte a encarar o mundo com um sorriso.

Se a mulher é Balança e o homem Peixes é como se este tivesse encontrado a sua princesa encantada, pois tudo quanto tinha sonhado está nessa mulher admirável, sensual, inteligente e brilhante. A sexualidade para eles é a simbiose perfeita, terão tão intensas sensações que não parecerão deste mundo. No caso do homem Balança e da mulher Peixes a ligação é boa, mas pode tornar-se difícil ao fim de algum tempo. A pisciana, sonhadora, aprecia mais a intimidade afectiva; ele, mais mundano, prefere a vida social e acabarão por ter problemas de comunicação. Em comum têm a delicadeza, a doçura e a amabilidade, assim como o apreço pela arte e pela estética. Além disso não amam a solidão. A união de um homem de Signo «masculino» e uma mulher de Signo «feminino» é sempre afectuosa e sentimental o que é o caso de um Balança com uma mulher Peixes mas a personalidade dela é um pouco complexa, e como é hipersensível, não vê nele o príncipe dos seus sonhos. Este detesta os conflitos, e a mulher Peixes ignora ou foge deles. Possibilidade de haver infidelidades recíprocas que poderão levar à separação. Por norma as compatibilidades são melhores se houver uma maior diferença de idades.
 
ESCORPIÃO
Escorpião-Carneiro

A compatibilidade entre estes dois Signos não será fácil pois o Carneiro é do Elemento Fogo e o Escorpião é de Água. Uma faceta que será excelente na sua relação é a sexualidade, mas terá de haver plena confiança entre ambos. O Carneiro vai fascinar-se com o olhar misterioso e enigmático do Escorpião, mas terá de ser cuidadoso com as suas investidas. Eles vão ter prazer na relação, que conta com bastantes e variados amigos. A vida em comum pode levá-los tanto ao Céu como ao Inferno mas, de certo modo, nunca navegarão em águas mornas. Se a mulher for do Signo de Carneiro e o homem do de Escorpião, terão uma relação possível mas difícil, uma vez que a ariana é extrovertida e franca, enquanto o Escorpião é dissimulado e introvertido. Apesar da mulher Carneiro ser forte, dominante e independente, no fundo é frágil, sensível, e só se vai mostrar tal como é, em situações muito íntimas. Tendo Marte como planeta comum, as suas naturezas agressivas, apaixonadas, e conquistadoras poderão levá-los a conflitos. Este par tem mais hipóteses no caso de um segundo casamento, e principalmente depois dos 40 anos. Se o homem pertence ao Signo de Carneiro e a mulher ao de Escorpião, ele render-se-á aos encantos dela, mal ela ponha os olhos nele.

O ariano não deve ser possessivo nem ciumento, pois a mulher de Escorpião é tão brilhante que não passa despercebida, o que lhe vai atrair muitos admiradores. A paixão entre ambos será tão intensa que poderá durar para sempre. Uma mulher de um Signo «feminino» entende-se bem com um homem de um Signo «masculino», apesar de terem por vezes discussões violentas e poderem cair, muito frequentemente, numa medição de forças. A mulher Escorpião deve dar mais liberdade e independência ao homem de Carneiro, para que a relação perdure.

Escorpião-Touro

São Signos opostos, mas que por essa mesma razão podem atrair-se. No entanto, será só uma atracção física, pelo que terão de descobrir algo mais que os una. O que falta ao Escorpião o Touro tem, ou seja, paciência, serenidade, paz interior e clareza de espírito. O Touro acalma a impetuosidade do Escorpião, mas também aprecia a sua capacidade de regeneração. Plutão, o deus dos Infernos e do sub mundo, rege Escorpião, enquanto Vénus rege Touro, o que faz com que, ao enamorarem-se, os nativos destes Signos encontrem todos os ingredientes para serem especiais, apesar dos ciúmes de Touro que é naturalmente fiel, mas mais frio e passivo, e das tensões e explosões do Escorpião. Em comum têm alguns pontos, como serem reservados e prezarem muito a sua intimidade, afastando-se das reuniões sociais para se rodearem somente dos seus amigos. Escorpião é considerado um dos melhores amantes do Zodíaco, pelo que neste aspecto se entendem às mil maravilhas. Ele põe toda a sua energia e sexualidade no acto de fazer amor, como se isso fosse para ele morte e renascimento. Tanta paixão fascina o Touro de tal forma que se sente elevado aos céus, apesar de a Terra ser o seu elemento, e, por princípio, os seus pés estarem bem firmes nela. Será uma relação que, dure o que durar, deixará profundas marcas. Esta relação será mais difícil se a mulher for de Touro e o homem de Escorpião pois este, por vezes, é um tanto dominador, exclusivista e possessivo.

A taurina, inocentemente, deixará manipular-se. É uma relação complicada, com disputas e reconciliações, paixão e ciúmes, que pode levar anos a desgastar-se. Tal como todos os Signos opostos, eles podem realizar-se pela complementaridade ou pelo antagonismo. Se conseguirem adaptar-se às suas diferenças, o relacionamento perdura. Se o homem for Touro, ele dará segurança à mulher Escorpião que, por sua vez, assumirá as suas responsabilidades familiares. São os dois Signos «femininos» e como tal, introvertidos e possessivos, mas aliam a sensualidade à sexualidade, e amam a sua intimidade afectiva, assim como têm ambições materiais e qualidades de entreajuda. Também têm os mesmos defeitos, pelo que podem gerar cóleras recíprocas, mas poderão criar empreendimentos juntos, com sucesso.

Escorpião-Gémeos

Esta união poderá ser um desafio sob diversos aspectos. Se o Gémeos não tentar ter outras aventuras, encontra no Escorpião um companheiro muito apaixonado. O Gémeos tem uma personalidade analítica que sabe intuir e ver o que os outros não querem dar a entender. O Escorpião é introvertido, mais concentrado do que o comum dos mortais, orgulhoso, ambicioso e dificilmente permite que penetrem no seu íntimo. Sendo o Escorpião um ser fechado, o Gémeos sente-se atraído por ele. O Gémeos saberá despertar os sentimentos do Escorpião, assim como este saberá entrar no mundo oculto e vulnerável do Gémeos, que é a sua infância, os seus receios e as suas saudades. Em certa medida o Escorpião é o oposto do Gémeos; põe paixão em tudo o que faz, e é veemente em todos os aspectos da sua vida, enquanto o Gémeos não se concentra numa só coisa, num só projecto ou numa só pessoa, mas quando se encontram ficam extasiados um com o outro. Apesar de todas as suas diferenças, o sexo é muito importante para o Escorpião que nele põe toda a sua energia, carregando-o de mistério. O Gémeos leva a sexualidade com mais ligeireza. Para ele é como se fosse um jogo, e pode pensar que o Escorpião tem falta de criatividade. O Gémeos desdramatiza as paixões do Escorpião e ensina-o a ser mais descontraído nos seus sentimentos, enquanto o Escorpião mostra ao Gémeos como se vivem os sentimentos íntimos.

Se o homem for Escorpião e a mulher Gémeos, a ligação é possível mas, com o tempo pode tornar-se difícil. Ela, extrovertida e juvenil, ele, introvertido, ciumento e possessivo, têm a separá-los a imaturidade dela e a personalidade complicada dele. Podem provocar-se mutuamente. Será uma relação mais fácil se for só amigável, ou mesmo uma união de facto. Tudo depende da maturidade do geminiano; sendo o homem Gémeos e a mulher Escorpião, a atracção será grande, mas a instabilidade dele pode fazer com que não saiba o que quer, e isto pode tender a afastá-lo. Ele gosta de movimento, de barulho e de novas relações, ela preza a sua intimidade afectiva e tenta prendê-lo. Se o geminiano for bem sucedido na sua carreira, isso ajudará a consolidar a união pois a instabilidade do Gémeos cansa a mulher Escorpião, que o acha superficial. Devem respeitar-se mutuamente para que a relação perdure, principalmente ela deverá ter confiança nele. O entendimento será melhor se o geminiano for mais velho, pois terá possibilidades de ser mais maduro.

Escorpião-Câncer

Por serem ambos Signos do elemento Água, estão sujeitos a uma forte atracção logo ao primeiro encontro, com probabilidades de formarem um par para toda a vida. O entendimento mútuo é intuitivo e, apesar de, aparentemente, serem frios, quando exteriorizam as suas emoções, vivem um amor e uma sexualidade plenas, que os pode levar à paixão total. O Escorpião é o melhor dos amantes e o Câncer, o que mais quer é ser amado e, como ambos necessitam de constantes manifestações de afecto, o seu relacionamento pode ser perfeito e duradouro, se o canceriano não der azo aos ciúmes do Escorpião e este não for tão sensível à possessividade do Câncer. Se surgirem alguns conflitos, não se devem refugiar no silêncio, mas sim desfazerem qualquer mal-entendido para evitarem romper uma relação que tem muito para dar certo. Ambos possuidores de uma energia regenerativa podem, juntos, fazer maravilhas. Se desta união houver filhos, eles serão especiais, com uma sensibilidade acentuada.

Se o homem for Escorpião, é o parceiro ideal para a mulher Câncer e, se se respeitarem mutuamente, formarão uma relação perfeita, pois possuem muitas afinidades, como o amor pelo lar e pelos filhos. Mas, se o Escorpião for infiel ou agressivo, pode provocar crises que vão ferir a sensibilidade da canceriana. A mulher canceriana gosta de mandar, e o homem Escorpião não lhe fica atrás, pelo que a vida de ambos pode ser atribulada. Há possibilidades de rupturas e de reconciliações, consoante os seus temas natais, mas, com respeito mútuo, poderão fazer um casal quase perfeito.

Ao contrário, se o homem for Câncer e a mulher Escorpião, a mesma sensibilidade de ambos pode estabelecer uma cumplicidade psíquica, que fará com que se entendam quase sem falarem. Formarão um casal estável, com muito amor, pois o canceriano não pode passar sem a sua mulher Escorpião. No entanto, ele tem uma forte personalidade, à qual ela deverá submeter-se, para que a relação perdure. Podem viver muitos anos juntos e, se houver uma separação, esta será dolorosa.
Escorpião-Leão
O Escorpião é o símbolo sexual do Zodíaco e nunca encarará o amor como um namorico sem consequências, assim como não aceitará que o Leão seja namoradeiro. No entanto, a atracção entre ambos é grande, só que tanto o Fogo do Leão pode evaporar a Água do Escorpião como esta pode apagar o Fogo leonino. Este dois Signos invulneráveis podem juntos fazer muitas coisa. Terão inúmeras aventuras, conquistarão o impossível, mas o dia-a-dia entre eles será bem diferente, já que tentarão cada um dominar o outro. Ambos possessivos e ciumentos, criam inúmeras dificuldades quando discutem as suas razões e cada um quer ficar com a sua. Só que na união física eles encontram-se de uma forma tão magnética que perdem a noção do tempo, do espaço e da realidade, tal é a emoção que os une. Só quem aprecia o risco e as emoções fortes pode entender o que se passa entre os nativos destes dois Signos. Um ponto forte entre ambos é também o amor pela família, pelos filhos, que acima de tudo para eles é uma necessidade.

No caso do homem ser Leão, ele é muito atraído pela mulher Escorpião. Juntos, eles são o poder e a destruição, uma vez que são representados pelos animais mais ferozes do Zodíaco. Tanto se podem amar como detestar; as suas personalidades são tão fortes que estão sujeitos a entrar em disputas, mas também a reconciliarem-se. O leonino irá sofrer com a complexidade da mulher Escorpião, mas os Signos «fixos» normalmente vivem juntos muito tempo, pelo que a possibilidade de separação é um tanto remota. Se se respeitarem mutuamente, poderão viver uma forte relação. Sendo o homem Escorpião e a mulher Leão, a ligação é possível mas também difícil, pois são bastante diferentes. Ela, extrovertida e autoritária, ele, directo e franco, dão origem a lutas de forças permanentes entre estas duas fortes personalidades. O Escorpião é sujeito a infidelidades discretas e, se ele tiver uma boa situação, a leonina fecha os olhos, se não, poderão surgir confrontos e rivalidades. São duas forças da natureza onde prevalece a paixão, ou a guerra. Os conflitos são inevitáveis mas como têm em comum o sentido das responsabilidades familiares, podem viver muito tempo juntos.


Escorpião-Virgem

O romance entre os dois pode ser excitante se o virginiano não se assustar com as habilidades sexuais do Escorpião. No entanto eles necessitam um do outro pois o elemento Água de Escorpião é o único que amacia a Terra do Virgem. Podem ser um pouco reservados no primeiro encontro, pois ambos são tímidos e têm receio de se deixar levar pelas emoções, mas depois a força do Escorpião envolverá suavemente, mas com energia, o Virgem e este mostrar se á tal como é e deixar-se-á seduzir. Ambos são leais e desinteressados no amor, mas a fusão será perfeita quando o Escorpião se entregar completamente. O Escorpião é a personificação do mistério, nada o surpreende pois tem dons de premonição e emana um tal magnetismo que é difícil resistir-lhe. O Virgem admira essa superioridade, assim como a segurança que tem para enfrentar o Mundo, mas por sua vez, acalma o seu espírito inquieto e vagabundo e tortura se sem qualquer razão. É aí que o Virgem é o elemento que o acalma e lhe dá o equilíbrio necessário para viver. Estimulam-se mutuamente e dão o melhor deles próprios. Têm também, ambos, as mesmas ambições materiais e partilham o mesmo amor pelo trabalho.

Se a mulher for Virgem e o homem Escorpião, ela, sentimental e submissa, devota-se inteiramente ao seu Escorpião, no entanto não será muito fácil para ela, pois o Escorpião é um homem apaixonado mas agressivo que terá de aprender a respeitar a sua mulher. Por sua vez ela deve dar-lhe toda a independência de que ele necessita. Sendo os dois introvertidos, mais inibida a virginiana, mais secreto o Escorpião, podem vir a destruir-se. Como Signos «femininos», são sujeitos a ansiedades e depressões. Podem vir a ter discussões, mas com possibilidades de reconciliação. Mesmo que tenham tendência para a ruptura, o amor pelos filhos e os interesses materiais poderão evitar a separação. No caso do homem ser Virgem e a mulher Escorpião, este é fortemente atraído por ela, que lhe dará muito afecto, a ponto de não poder passar sem ela. O virginiano é muito inocente e a Escorpião pode manipulá-lo facilmente. Também aqui os dois são ambiciosos no plano material e podem trabalhar juntos com sucesso. A virginiana pode achar o Escorpião um tanto imaturo e podem criticar-se mutuamente; no entanto, têm muitas afinidades e cumplicidades. Se ocorrer uma ruptura entre estes dois seres, essa separação será dolorosa. No entanto, os interesses materiais e familiares podem ajudar a evitar esse afastamento. Se o virginiano for mais velho será melhor a compatibilidade entre os dois.

Escorpião-Balança

O Balança não terá dificuldade em conquistar o Escorpião, mas tem de ter em conta a sua intensidade sexual e os seus ciúmes. Ao primeiro encontro eles sentem-se atraídos por misteriosas forças que os atraem mas ao mesmo tempo os atemorizam. O Balança perturba o Escorpião com o seu sorriso, mas também fica suspenso ao ver alguém com tanto poder de sedução como o daquele ser. A curiosidade do Balança levará este a querer sondar o íntimo do Escorpião, mas este, regido por Plutão, e do elemento Água, deslizará tal qual ela, e não o deixará penetrar nos mistérios e no oculto do seu interior. Se houver aspectos favoráveis da Lua ou dos seus Ascendentes, a relação pode ser estável, mas em caso contrário o Balança terá muita dificuldade em suportar as introspecções e melancolia que por vezes exala o Escorpião. Escorpião é naturalmente receoso e não se fia completamente no Balança, tão versátil e tão dado à coqueteria. Por sua vez, o Balança também não se fia no Escorpião, que é capaz de desaparecer sem dizer para onde vai. O Escorpião, graças ao seu sexto sentido, é muito difícil de deixar-se enganar, mas tanto um como o outro deviam aprender a ter confiança mútua. Sexualmente, o Balança necessita de atenções e estímulos antes de se entregar aos prazeres amorosos, e o Escorpião estará à altura de poder satisfazer todos os seus desejos sexuais. Sendo o homem Balança e a mulher Escorpião, ele sentir-se-á muito atraído por ela e ficará feliz por poder viver uma intensa relação sexual. A mulher Escorpião é introvertida e possessiva, e no amor quer ter a exclusividade. O Balança é extrovertido e mundano, e apesar de gentil, pode mostrar-se um pouco superficial, no entanto, este casamento «de Vénus com Plutão», da sensualidade com a paixão, pode ser muito duradoiro. O Balança tenderá a dar ordens mas a Escorpião só faz o que bem entende pois tem uma forte personalidade. Deste modo terão de fazer concessões para que se entendam. Podem existir tentações e infidelidades, assim como agressividades e ciúmes pelo que não é impossível haver alguma tendência para a separação. Para que isso não aconteça terão de tolerar as suas diferenças.

No caso da mulher ser Balança e o homem Escorpião a ligação será difícil a longo prazo, pois o Escorpião é introvertido, solitário e secreto, e ao ficar seduzido pela beleza e doçura da Balança, ele tentará dominá-la, mas ela não se submeterá facilmente. Escorpião é um homem possessivo e exclusivista, com tendências a fazer cenas de ciúmes e não evita fazer críticas, o que desencadeará lutas de forças entre ambos. Ao fim de algum tempo a Balança escapará ao Escorpião que se tornará agressivo, atitude que ela não suporta. Ela espera manifestações de delicadeza, de cortesia e cumprimentos, pelo que fica depressiva e desestabilizada e acaba desprezando o Escorpião, o que causará sofrimento a um e a outro. Possibilidades de separações e reconciliações, mas se é a libriana a dar origem à separação mais dificilmente se reconciliarão.

Escorpião-Escorpião

Dois Escorpiões podem constituir o par ideal tanto na sua vida quotidiana como no afecto sexual, mas terão de evitar lutas pelo poder a que tanto estão sujeitos e também o serem demasiado apaixonados. Entre eles nada é superficial nem frívolo, pois a tudo o que se propõem é com profundidade e para sempre. Logo ao primeiro olhar se sentirão apanhados, pois cada um devolve o olhar com a mesma intensidade. Sentir-se-ão bem um com o outro e poderão viver apaixonadamente todas as situações e emoções que a vida lhes imponha. Se casarem será para sempre, se se aborrecerem será para sempre, se se odiarem será para sempre, mas se se reconciliarem também será para sempre. Como Signos «fixos» que são, tudo para eles é definitivo. A sua grande intuição faz com que mesmo sem falar se entendam. São incapazes de se enganar, pois descobrem logo qualquer mentira por mais pequena que seja. Antecipam-se nos desejos, pois têm uma percepção extra-sensorial superior aos demais sentidos. Amam de forma intensa, de tal modo que a sua paixão incendeia e parece que sem amar não poderiam viver. O amor para eles é como descer aos infernos e subir aos céus, é como viver e morrer o que por vezes os pode atemorizar mas que os purifica e regenera ao mesmo tempo. Uma coisa que devem evitar é serem vingativos, porque o Escorpião não deixa passar nada. Uma vez ferido crava o seu aguilhão e aí as coisas tornam-se difíceis.

Não suportam as mentiras nem a falta de lealdade, e caso haja mal-entendidos entre eles é preciso que os esclareçam rapidamente para não surgirem tensões mútuas capazes de tornar a relação difícil. Tanto um como o outro geram uma vontade de ferro para fazer face às adversidades, são capazes de desafiar o destino quando ele é difícil e aceitam a vida tal como ela é, pois nada é permanente. Juntos farão uma parelha poderosa, pois potenciam se mutuamente, assim como beneficiam da experiência um do outro. Também dado que ambos são autoritários, podem ter discussões e as lutas de força também podem ser muitas, o que lhes tornará a vida numa sequência de altos e baixos, com tantas brincadeiras amorosas e apaixonadas como discussões sem fim. Os períodos de crise alternam-se com as reconciliações e podem dar azo a separação, mas os interesses materiais e familiares serão levados em conta e a ligação acabará por poder ser duradoura. Devem ter confiança um no outro e respeitarem-se, além de fazerem concessões mútuas. Será através da comunicação que todas as soluções serão encontradas. São suficientemente solidários um com o outro e devem aprender a não dramatizar.


Escorpião-Sagitário
 
Dois Signos que se podem temer à primeira vista mas que se sabem respeitar mutuamente. O elemento Água do Escorpião e o elemento Fogo do Sagitário, faz com que, ao encontrarem-se, ou o Fogo seja apagado pela Água, ou esta seja seca pela acção do calor do Fogo. No entanto, ambos se apercebem do perigo devido à sua grande intensidade e, superando isto, acabam nos braços um do outro. São cordiais e intensos, mas a alegria e a jovialidade do Sagitário são um bálsamo para o coração sedento do Escorpião. Irão amar-se muito, mas também se irão iludir bastante. O Escorpião tem uma faceta oculta muito estranha que raras vezes deixa antever. O Sagitário não é propriamente um diplomata, pois diz o que pensa, muitas vezes no momento menos oportuno e pode ferir o Escorpião com as suas palavras, que pode ripostar, a menos que veja que não havia más intenções da parte do Sagitário. O Escorpião é melancólico e dado a ter emocionalmente altos e baixos. Se o Sagitário, que é optimista e que gosta de falar e divertir-se, não respeitar os seus estados de espírito, isso pode deixá-lo furioso e surgirão as alterações de humor. Cada um deles tem muito a ensinar ao outro; o Sagitário pode unir-se ao Escorpião e ver a vida por um plano mais optimista e divertido, assim como ser mais caloroso com os outros. O Escorpião fará com que o Sagitário não tema as adversidades, controle as suas emoções mais instintivas, e veja o lado mais oculta da vida. O Escorpião deve refrear o seu espírito possessivo, nem que para isso tenha de fazer um grande esforço, pois o Sagitário tem de ser livre e, se o tentarem prender, a sua vitalidade morrerá e perderá o seu grande optimismo perante a vida.

Sendo a mulher Escorpião e o homem Sagitário, que é um eterno viajante extrovertido, ela pode ser a esposa ideal para ele pois obriga-o a questionar-se. Por sua vez, ele comunica-lhe o seu entusiasmo, o seu optimismo e a sua energia. Se souberem respeitarem as suas diferenças são duas pessoas que poderão viver juntas durante muito tempo, já que ele é de um Signo «masculino» e ela de um Signo «feminino». Ela pode fazer cenas de ciúme e até irritar-se com ele, podendo mesmo deixá-lo. A compatibilidade será maior se o sagitariano for mais velho e mais maduro. Ao contrário, se a mulher for Sagitário e o homem Escorpião, a relação poderá ser mais difícil a longo prazo. Ela é extrovertida e optimista, ele é desconfiado e introvertido, sendo exclusivista e possessivo no amor. Ambos de temperamentos fortes, o fogo jupiteriano e a paixão plutónica, têm um bom entendimento sexual e uma relação apaixonada. De Signo «fixo» o Escorpião é teimoso e não se submete à sagitariana, que fica infeliz. Ele é ciumento e tenta dominá-la, mas deverá aprender a ter confiança nela e a dar-lhe uma certa independência para que a relação seja duradoura.
Escorpião-Capricórnio

Estes dois Signos completam-se, pois têm necessidade um do outro. A terra, elemento do Capricórnio e a Água elemento do Escorpião, sabem que não são nada um sem o outro. A Terra necessita da Água para ser fertilizada, e a Água precisa da Terra para a deter e envolver-se nela. O Capricórnio, o Signo da estabilidade, ao ser confrontado com o Escorpião, fica rendido ao seu olhar magnético, é como se a terra se abrisse a seus pés, e apesar de se esconder por detrás de uma máscara de frieza e impassibilidade, o Escorpião sabe entender os seus sentimentos. São ambos ambiciosos, gostam de possuir riquezas e ascender a postos de poder. O Capricórnio, com a sua tenacidade e inteligência, consegue normalmente os seus intentos, mas como por vezes é rígido, e dificilmente se adapta a mudanças, pode perder oportunidades. O Escorpião é semelhante em inteligência e impulsividade, mas como é muito intuitivo, facilmente se adapta a qualquer mudança e segue outro caminho para atingir o seu objectivo. Têm muito a aprender um com o outro. O Escorpião ensinará o Capricórnio a ser menos rígido e mais flexível e a saber mudar de opinião. Juntos podem fundar um negócio que será produtivo e os enriquecerá depressa. O Escorpião consegue muito bem descobrir os segredos dos outros, que guardará ciosamente. O Capricórnio geralmente não é curioso, respeitará as suas reservas, e nunca lhe dará razão para ciúmes. Ambos são muito possessivos, pelo que dedicarão a vida um ao outro não permitindo a interferência de terceiros. Não apreciam reuniões sociais e ficam encantados em sítios tranquilos onde descontraiam com amigos ou mesmo a sós. Sexualmente, a princípio podem ter algumas dificuldades já que o Escorpião é muito sexual e necessita de muito calor e intensidade no acto amoroso. Já o Capricórnio não mostra as suas emoções, e mantém os seus sentimentos sob controlo, podendo, por vezes, ficar assustado com a força do Escorpião, e tendo dificuldade em penetrar no seu mundo. Normalmente, precisa de tempo para se adaptar. Quando se sentirem seguros, serão capazes de se mostrar tal como são, e então o Capricórnio soltará as suas emoções e o Escorpião sentir-se-á confiante e seguro a seu lado.

No caso da mulher ser Escorpião e do homem ser Capricórnio, a ligação ou casamento pode ser feliz. Ambos são introvertidos mas têm sede de amor. Com ambições comuns e possuidores de fortes personalidades formam um par estável. Possuem o sentido das responsabilidades e das obrigações familiares, assim como têm aspirações espirituais. Estes dois Signos simbolizam a sabedoria e o conhecimento. Ambos Signos «femininos» são exclusivistas e possessivos, mas também muito agarrados um ao outro. No caso do homem ser Escorpião e a mulher Capricórnio, a situação é idêntica. Existe muita atracção sexual entre eles, uma vez que Marte está em «exaltação» no Signo de Capricórnio e formam um par apaixonado. Apesar do homem Escorpião ser um marido difícil de conviver, a capricorniana sabe como levá-lo. Muito exigentes, estimulam-se profissionalmente e podem criar uma empresa conducente ao sucesso, sendo indestrutíveis se unirem os seus esforços. Dados à filosofia, podem fazer juntos uma procura espiritual que os realizará. A sua vida em comum poderá ter uma longa duração.

Escorpião-Aquário

O Escorpião ao ligar-se a um Aquário terá de ter em conta que estes dois Signos astrologicamente estão em «quadratura», uma configuração que gera dificuldades e tensão. Isto pode ser amenizado se as suas Luas ou Ascendentes estiverem em harmonia, o que não quer dizer que não haja uma atracção entre eles. O elemento Ar de Aquário não é incompatível com a Água de Escorpião, mas pode agitá-la transformando um lago tranquilo num mar turbulento. O Escorpião gosta de possuir e de dominar. A personalidade livre e excêntrica do Aquário, possuidor de uma natureza imprevisível, é um enigma para o Escorpião. Este fará tudo para o decifrar. O Escorpião ama de forma apaixonada, absorvente e possessiva, o Aquário é livre, inventivo e aéreo, não suportando ser preso. Ao sentirem-se atraídos, nenhum quer dar o primeiro passo para se aproximarem, mas Escorpião, com o seu olhar magnético, desconcertará o Aquário que ficará perdido. Só uma intervenção divina fará com que estes seres se aproximem e vivam uma relação que será uma aventura apaixonante. Mas se houver desentendimentos e chegarem à discussão, o Aquário, com a sua verbosidade genial pode competir com o Escorpião, e se este se sentir ferido riposta com o seu aguilhão e vai ferindo o Aquário onde mais lhe dói. Poderão ganhar dinheiro se trabalharem juntos, mas fá-lo-ão de forma diversa, o Escorpião com tenacidade e método, e Aquário usando a sua originalidade e excentricidade. No amor podem surgir complicações, o Escorpião é intenso, entrega-se ao acto amoroso e quer atingir o máximo das sensações, o Aquário mantém as emoções à distância não se envolvendo com os sentimentos e dificilmente utiliza a palavra amor. O Escorpião sabe descobrir onde o Aquário é vulnerável, ou seja, no seu receio de enfrentar as emoções e na angústia de não controlar os instintos. O Aquário, por sua vez, intui e entende os estados melancólicos do Escorpião, respeitando-os. Este, quando ressurge, encontra a mão amiga do Aquário que o ajuda a descobrir o caminho da felicidade. Se a mulher for Escorpião e o homem Aquário a compatibilidade será média e poderão vir a concretizar uma relação mesmo que esta seja difícil. A Escorpião, possessiva e ciumenta, introvertida e apaixonada, tem necessidade de estabilidade afectiva. Como é muito exigente e perfeccionista, fica angustiada com a imaturidade e instabilidade do aquariano. Este, por sua vez, é mais cerebral do que apaixonado, de modo que intelectualiza o amor. Além disso, o Aquário, que é extrovertido, tem necessidade de liberdade e independência, daí que pode tornar a relação conflituosa, na qual a Escorpião terá tendência para se vingar do aquariano. Ambos os Signos tendem a ser infiéis, pelo que há probabilidades de separação.

Apesar de tudo uma mulher de Signo «feminino» entende-se bem com um homem de Signo «masculino», principalmente se ele for mais maduro. Melhor compatibilidade no caso do homem ser Escorpião e a mulher Aquário, pois este procura uma boa esposa, uma boa dona de casa e mãe para os seus filhos, exactamente o que encontra na aquariana, que é uma mulher perfeita em tudo. Deste modo constituirão um casamento sólido. O Escorpião trabalhará denodadamente para manter o lar e ela cuidará dele sentindo-se plenamente satisfeita. São ambos muito independentes, no entanto as suas personalidades são bastante diferentes. O Escorpião introvertido e apaixonado tem dificuldade em dominar os seus instintos, a aquariana, mais extrovertida, é tolerante mas não é uma mulher de paixões. Sofrerá com as infidelidades discretas do Escorpião, mas desdramatizará as situações e fechará os olhos. Sendo cerebral, ela não procura uma afectividade excessiva, mas sim uma cumplicidade intelectual. O Escorpião deverá evitar os seus ciúmes quando ela se afasta, pois a aquariana tem necessidade de se sentir livre. Possibilidades de incompreensões recíprocas, pelo que devem fazer mútuas concessões.


Escorpião-Peixes
 
Dois seres que têm a capacidade de ler as mentes um do outro, mas em que o Escorpião fará sofrer o Peixes se for infiel. No entanto, esta relação parece trazer a bênção dos Céus, pois algo de superior os atrai para os braços um do outro. É um amor perturbador, violento, sensual, etéreo, que é impelido por um magnetismo tão forte e por umas sensações tão intensas que cada um esquecer se á de si próprio para formarem duas pessoas numa só alma. Nesta relação mágica nem precisam de falar para se entenderem e para partilharem o seu mundo tão especial. Esta união, que poderá resultar em casamento, será a de duas pessoas sempre apaixonadas, em que os sentimentos serão autênticos e transmitirão felicidade. O intuitivo e sensível Peixes será seduzido pela carga erótica e passional do Escorpião e sentir-se-á conquistado, mas ninguém melhor para dar um amor mais incondicional do que o Peixes, e só o Escorpião saberá amar com paixão e dar a protecção que o Peixes tanto precisa. Ambos intuitivos e misteriosos partilham os mesmos receios e a sua sensibilidade estará sempre em sintonia. Esta fascinante união pode não durar toda a vida mas será sempre recordada com emoção pois deixará profundas marcas nas suas almas. Sendo a mulher Escorpião e o homem Peixes haverá uma boa compatibilidade entre estes dois Signos do elemento Água e ambos «femininos». A intuição e a sensibilidade serão pontos comuns e terão também afinidades espirituais. A paixão envolvê-los-á e apreciarão a sua intimidade afectiva. Além do excelente entendimento psíquico, eles são os dois mestres na arte do sexo. Há cumplicidade entre eles e uma fascinação recíproca pelo que a relação será de longa duração. A Escorpião é exigente e tem necessidade de ser tranquilizada, no entanto o pisciano é um sonhador e nem sempre será fiel, pelo que ela pode tornar-se agressiva, enervar-se, e picá-lo com o seu ferrão. Apesar de alguma possibilidade de separação, e que parece ser mais pelo lado dela, os interesses materiais e familiares serão tomados em conta e poderão evitar que isso aconteça. Melhor compatibilidade se o homem Peixes for mais velho e mais maduro.

Com o homem Escorpião e a mulher Peixes a ligação ou casamento terá muitas probabilidades de êxito pois encantar-se-ão com o charme um do outro. O Escorpião apaixonar-se-á da pisciana, e ela passivamente, submeter-se-á com ternura e ser-lhe-á devotada. Ambos sensíveis e introvertidos entendem-se bem na intimidade, e como todos os Signos do elemento Água, comunicam por meias palavras. O envolvimento sexual é intenso, além de terem uma grande atracção psíquica e intelectual. Porém, a pisciana nem sempre é muito madura. Como Signo mutável, tem tendência a sonhar e a evadir se, pelo que a relação se torna complicada. Além disso o Escorpião não é um homem com quem seja fácil viver. Ele é inquieto e agressivo e pode haver jogos de força entre os dois. Nesse caso a pisciana com a sua doçura e submissão desarmá-lo-á. Consoante os seus temas natais, poderá haver possibilidades de separação ou divórcio, mas se se separarem vão ficar saudosos um do outro, amando-se à distância, e com bastante probabilidades de se voltarem a unir. Como são Signos «femininos» poderão ter períodos de depressão, mas serão sempre muito ligados um ao outro.
 
SAGITÁRIO
 
Sagitário-Carneiro

São dois Signos que sentem atracção mútua logo ao primeiro encontro, e que têm muito em comum, como por exemplo viajar e descobrir novos mundos. Ambos são espontâneos, possuindo grande vitalidade, e a menos que haja grande predominância do elemento Terra nas suas cartas astrais, são capazes de trocar um trabalho, seguro mas limitativo, por outro mais instável, mas onde nada os prenda. O nativo de Carneiro não deverá privar o Sagitário da sua liberdade pois isso o reprimirá. Para o Sagitário, o amor é como um fogo, onde ele se sente crescer. Se o homem Sagitário, que tem grande voluntariedade, disser a verdade, sem rodeios, pode ferir a susceptibilidade da ariana, assim como deve evitar fazer-lhe ciúmes, pois o Sagitário é encantador, carinhoso e muito sedutor. As situações excitantes e os desafios atraem-nos, são capazes de fazer tudo por causas que à partida parecem perdidas, não gostam de ser enganados e não suportam as fraudes. A amizade para eles é muito importante, e por esse motivo têm imensas amizades às quais dedicam a maior estima. Como são ambos Signos «masculinos», por vezes têm conflitos de autoridade entre si. A ariana gosta de mandar mas o sagitariano só faz o que ele quer. Ela também não aceita a tendência que o Sagitário tem para a infidelidade, o que a pode tornar colérica. Se eles se esforçarem por se compreenderem mutuamente passarão as provas que a vida lhes deparará.

Se o homem for Sagitário e a mulher Carneiro, poderão protagonizar grandes histórias de amor e de cumplicidade, pois são ambos extrovertidos, entusiastas e optimistas, mas necessitam de dar liberdade um ao outro, apesar de terem dificuldade de fazerem concessões recíprocas. Se a relação não resultar e se separarem, ficarão amigos e podem até voltar a juntar-se. Vale a pena apostar nesta união; o Sagitário, sábio, filósofo e tranquilo consegue abrandar a impulsividade do Carneiro, resultando numa união duradoura, desde que não tenham de se submeter um ao outro.

Sagitário-Touro

Quando um Touro encontra o Sagitário apaixona-se rapidamente por ele pois este é divertido, sonhador e adora viajar. Todavia, o Touro quere-o só para si e tem tendência a prendê-lo. Só que o Sagitário precisa de liberdade como do ar que respira, o que não quer dizer que seja infiel, pelo que é preciso saber confiar nele. O Touro é um Signo de Terra regido por Vénus, a Deusa do amor, enquanto Sagitário é um Signo de Fogo e tem como regente Júpiter, o deus benfeitor. Enquanto o Touro é lento e precisa de estabilidade, o Sagitário, representado pelo Centauro, galopa para um futuro que sonha cheio de expectativas. O Sagitário é optimista e fia-se na protecção do seu regente Júpiter para lhe proporcionar uma vida fácil, no aspecto profissional, amoroso, e económico. O Touro tem de se esforçar muito para conseguir o que deseja, e muitas vezes teme não alcançar os seus objectivos. O Sagitário não entende este estado de alma negativo e pessimista do Touro porque para ele a vida é uma festa. Sexualmente os seus desejos são diferentes, mas o Sagitário irá estimular o Touro muito positivamente, e como este é senhor de uma grande sexualidade e erotismo, deixará o Sagitário fascinado. Pode dizer-se que são dois seres livres juntos, mas o Sagitário não admite a submissão, de modo que o Touro deve começar a relação com uma quase indiferença até cativar o coração do Sagitário e poderem formar uma relação harmoniosa. Ambos amam a vida, os filhos e a família.

A mulher Touro é organizada e aceita as contrariedades da vida diária, enquanto o homem Sagitário, extrovertido e independente, tem necessidade de espaço e de liberdade, ama a aventura e as mudanças e está sempre empenhado no seu trabalho. A mulher Touro, introvertida e estável, é possessiva e ciumenta, mas sente-se muitas vezes só e abandonada, quando devia aprender a partilhar as experiências do seu Sagitário e a ter mais confiança nele. Eles funcionam de modo diferente, mas acabarão por se entender melhor quando forem mais velhos e mais maduros. Se a mulher for Sagitário seduz o homem Touro com o seu dinamismo, pois corre mais do que ele. Também neste caso os seus ritmos são diferentes. O Touro, como Signo fixo, estabiliza a sagitariana, mas esta tem necessidade de espaço e liberdade, por isso, poderá haver desacordo entre eles. O homem Touro, ciumento e possessivo, agarrado à casa e às crianças, sofre em silêncio em vez de seguir a sagitariana nas suas viagens. Se houver uma grande incompatibilidade entre os seus temas natais, poderão tender para a separação ou para o divórcio, mas será a mulher Sagitário a decidi lo, pois o homem Touro detesta as mudanças. Com um bom sentido de adaptação a relação poderá perdurar.

Sagitário-Gémeos

São dois Signos que têm muito em comum, como a necessidade de mudança, a inteligência, a dispersão, a alegria de viver, e ambos são «duplos» e em Astrologia representados por figuras duplas. Protegidos por Júpiter e Mercúrio, têm todas as razões para formar um par afortunado com uma relação intensa. O Gémeos usa mais a diplomacia nos seus relacionamentos em geral e vai ajudar o Sagitário, que comete alguns erros devido à sua impetuosidade. Por seu lado, o Sagitário que é mais idealista e altruísta, transmitir-lhe-á esses valores. Por vezes, os comentários do Sagitário podem ferir a susceptibilidade do Gémeos, mas ele não o faz de má-fé nem é malicioso, pelo que acaba por arrepender-se de ter sido tão brusco. Ambos, gostam de aventuras e de viajar, conquanto usufruam desses prazeres de forma diferente. Apesar do Gémeos ser mais frio que o apaixonado Sagitário, acabam por se completar e ultrapassando a sua dualidade são uma só entidade. Algo que ambos têm em comum é o medo de se comprometerem, mas se o vencerem a sua relação irá ser divertida e duradoura. Sociáveis, extrovertidos e independentes, necessitam de espaço e de liberdade.

No caso da mulher ser Gémeos, ela tende a prender o seu Sagitário, que é um viajante nato. É essencial que ela lhe dê liberdade, assim como ele respeite a dela. Para que a relação perdure, deve haver muitas concessões de parte a parte, fazendo ambos por se adaptarem às suas diferenças. Sendo a mulher Sagitário, ela, que é uma grande apaixonada, tende a transformar o homem Gémeos, dando-lhe estabilidade. Sendo bastante sedutores, são cúmplices intelectualmente, e tanto podem viver uma vida paralela sendo amigos ou amantes, como podem ter uma aventura sem consequências. O homem Gémeos, um eterno adolescente, tem de aprender a perceber a mulher Sagitário. Como são Signos opostos, poderão ser vencidos pela sua complementaridade ou pelo seu antagonismo. Se souberem fazer concessões poderão ter uma relação bastante duradoura.

Sagitário-Câncer

Sendo o primeiro do elemento Água, e o outro do elemento Fogo, a tendência é para, ou o Fogo fazer evaporar a Água, ou a Água apagar o Fogo, o que quer dizer que um pode desestabilizar o outro. No entanto, é um risco que podem correr pois a atracção entre ambos é muito forte. O Sagitário tem o dom de se saber expressar, é jovem de espírito, não é maldoso e deseja tirar o melhor partido de tudo. O canceriano, por sua vez, não se deixa conhecer muito bem. Têm formas diferentes de estar na vida; enquanto o Sagitário é capaz de mudar de casa com a maior facilidade, o canceriano adora o seu lar. O Câncer quer mandar, é um líder nato, e o Sagitário não gosta de obedecer. Contudo, se o Câncer contiver o seu espírito possessivo e beneficiar da alegria e generosidade do Sagitário, e se o Câncer proteger calorosamente o Sagitário, evidenciando-lhe este os cambiantes da vida, podem viver uma relação compensadora e atractiva para ambos. Sexualmente, haverá um bom entendimento pois o Câncer, terno e amoroso, entrega-se totalmente, e o Sagitário, impulsivo e fogoso, vive o amor de uma forma alegre e divertida. É importante que o Sagitário aproveite os dias de mudanças de Lua pois aí o Câncer estará em plena forma. Já nos outros dias terá de ter muita calma para não ferir a sua susceptibilidade de Sagitário. Este ensinará ao Câncer o que é a fragilidade e a naturalidade, e o Câncer será para o Sagitário o ombro amigo onde ele recuperará das suas andanças.

Sendo o homem Câncer de um Signo «feminino» e a mulher Sagitário de um Signo «masculino», poderá resultar numa ligação ou casamento, mas um tanto difícil a longo prazo. A sagitariana precisa de liberdade e de espaço. Romântico, o homem Câncer aprecia a vida familiar e o seu lar. Sendo dominador, o Câncer terá várias dificuldades na relação com a mulher sagitariana, mas se lhe der liberdade a relação pode perdurar. No caso contrário, a mulher Câncer e o homem Sagitário, ela desejará estar no conforto do lar e ele desejará a liberdade de viajar, de descobrir o mundo, o que acabará por fazer sofrer a canceriana. Depois, ele não é também muito fiel e ela não suporta a infidelidade dele, pelo que se poderão decepcionar mutuamente. A canceriana, sendo um Signo «feminino», deve respeitar a necessidade de liberdade do sagitariano para que a relação perdure. É uma ligação difícil que pode levar ao divórcio, mas poderá ter melhores resultados se o homem for mais velho, mais maduro para apreciar a vida familiar.

Sagitário-Leão
 
Uma combinação com todos os ingredientes para ser perfeita, a destes dois Signos de Fogo, só que, como o Leão é dominador e o Sagitário, quer ser independente e livre, terá de se valer do seu encanto para tornar-se irresistível. O Leão é regido pelo Sol, o rei dos astros, e o Sagitário por Júpiter, o Deus dos Deuses e, astrologicamente, eles encontram-se em «Trígono», o que dá uma posição de total empatia. Ambos optimistas, brincalhões, cheios de vitalidade, sabem tirar partido da vida. Só que uma diferença os separa: o gosto do Leão pela vida social, que ao Sagitário menos interessa, mas, se conseguirem superar as suas diferenças, a união entre eles será difícil de romper. Também o Leão gosta muito de mandar e o Sagitário, com o seu gosto pela liberdade, quando se vê muito pressionado, foge. Sagitário é muito frontal a dizer as coisas, o que pode ferir o Leão, que por sua vez não suporta que lhe façam críticas, mas o que vale é que nenhum é rancoroso e sempre que há alguma fricção, a atracção química que os une fá los esquecer qualquer problema que surja.
Com a mulher Leão e o homem Sagitário há um bom entendimento sexual, são dois apaixonados pela vida, podem protagonizar lindas histórias de amor, pois neles existe grande cumplicidade e muitas afinidades. Ambos apreciadores do luxo e do conforto, tudo lhes correrá bem se houver bastante desafogo financeiro. Caso contrário, a ligação será mais difícil. Possuidores de fortes personalidades, podem ter cóleras recíprocas e lutas de poder pelo que devem evitar trabalhar juntos. A leonina exige exclusividade no seu amor, mas, o sagitariano não é fiel e podem afastar-se, no que será ele a decidir pois ama a sua liberdade e independência. Mesmo assim, ficarão bons amigos. A mulher de Leão deverá ser mais tolerante para que a ligação perdure. O homem Leão e a mulher Sagitário têm boas probabilidades de casamento ou união, pois irão apaixonar-se ao primeiro encontro já que estão no mesmo comprimento de onda e têm muitas afinidades. Sendo ambos optimistas e dinâmicos, a vida, o luxo e o dinheiro são as melhores coisas do mundo. Sexualmente o entendimento é perfeito, pois há grande cumplicidade. De Signo «fixo», o leonino prende-se à sagitariana que, para lhe agradar torna-se ambiciosa porque ele é exigente e perfeccionista. Estes dois parceiros também não devem trabalhar juntos pois estão sujeitos a atrair rivalidades. Será um par feliz caso haja bastante dinheiro, pois a sagitariana, muito independente, pode querer procurar melhor situação. O leonino deseja ter uma companheira amiga do lar, mas deve dar liberdade à sagitariana para que o casal mantenha a sua ligação.
Sagitário-Virgem
Sagitário é um optimista e, caso o Virgem não lhe queira encontrar defeitos, este poderá ser o ideal para ele, se bem que nunca deverá prendê-lo pois o Sagitário ama a sua liberdade. Pelo seu lado o Sagitário sente-se, também, muito atraído pelo Virgem, que lhe pode dar segurança, disciplina e perseverança. Para o Sagitário a vida é uma festa, mais ou menos agradável, mas sempre fascinante, o que ajudará o Virgem, muito trabalhador e prático, a ver a existência de outra forma. O Virgem ensinará ao Sagitário a diplomacia e os bons modos, enquanto aprenderá com ele a generosidade, o altruísmo e o dar valor à liberdade. Virgem tem dificuldade em abrir o seu coração e mostrar os seus sentimentos e o Sagitário deverá ter muito cuidado para não ferir a sua susceptibilidade. Em relação ao dinheiro, o Sagitário é muito gastador, mais despreocupado, mas também generoso na forma de o repartir. Virgem, mais prudente e austero, é mais recatado na forma como o despende. Já no gosto de viajar estão ambos de acordo, no entanto, o Sagitário é mais aventureiro do que o Virgem e não o deixará descansar.

Na sexualidade, o Sagitário vive o amor com fogosidade e alegria, contagiando o Virgem, mais moderado, e as sensações que viverão juntos, fazem com que sintam o amor com enorme intensidade. No caso particular de a mulher ser Virgem e o homem Sagitário, a ligação é possível, embora com alguns contras, pois a virginiana ambiciona ter uma vida calma, tem necessidade de segurança afectiva e estabilidade, enquanto o sagitariano é extrovertido e social, pelo que gosta de viajar, de se divertir com os amigos, de ter espaço para as suas múltiplas aventuras. Além disso gosta de luxo e gasta muito dinheiro, o que assusta a virginiana, que é prudente e económica. São como a cigarra e a formiga. Mas como «Signo masculino» Sagitário tem tendência para proteger a virginiana, e como ambos amam a família e os filhos, esse é um ponto de estabilidade para a sua união. A virginiana é ciumenta e muitas vezes critica o seu parceiro, o que dá origem a disputas, mas a que se seguem, geralmente, reconciliações. Mesmo que haja tendência para a separação existirá melhor compatibilidade se o sagitariano for mais velho. O mesmo se dá, caso o homem seja Virgem e a mulher Sagitário. Ela, sociável e extrovertida, aprecia a liberdade e a independência. Ele, mais reservado e introvertido, gosta da vida do lar e adapta se bem à rotina. Normalmente é ela que comanda a vida do casal. A sagitariana não aprecia as lides domésticas e não suporta as críticas do virginiano. Têm ambos os mesmos defeitos e dupla personalidade. Mesmo havendo probabilidades de separação ou divórcio, os interesses materiais e familiares poderão evitar a quebra de ligação. Melhor compatibilidade se o virginiano for inteligente e a sagitariana mais burguesa ou se ele for mais louco e ela mais aventureira.
Sagitário-Balança

Relação com grandes possibilidades, mas o Balança terá de dar toda a liberdade ao Sagitário para que este se mantenha a seu lado. Os elementos de ambos, Ar de Balança e Fogo de Sagitário, combinam-se maravilhosamente, uma vez que o Ar alimenta o Fogo. Têm muitas coisas em comum pelo que cada um olhará o outro como a sua alma gémea. Sagitário encantar-se-á com a diplomacia, a inteligência e a sensualidade do Balança, e este, por sua vez, apreciará a vitalidade, o sentido de justiça e o idealismo do Sagitário. Cada um dá mais força ao outro, e ambos com o seu idealismo poderão iluminar este mundo tão embrenhado em tensões e escuridão. Sagitário nasceu livre e não suporta que o prendam, de modo que o Balança terá de ter paciência, não o privar da sua liberdade e usar de toda a sua diplomacia se o quiser levar a uma relação estável ou a um compromisso. Por outro lado o Sagitário não é propriamente um diplomata a comunicar e pode ferir a sensibilidade do Balança ao dizer-lhe as duras verdades, e nem sempre no momento mais propício. Ultrapassadas estas pequenas divergências eles formarão uma dupla muito forte onde a sexualidade é inigualável, provocando paixões e desejos incontidos em que a simbiose poderá ser perfeita. Se o Balança ensinar ao Sagitário a diplomacia e a subtileza, e este lhe retribuir ajudando-o a descobrir o positivo da vida e da aventura, nada os poderá separar.

Se o homem é de Sagitário, ele é seduzido pela beleza da Balança, e como são os dois extrovertidos e amam a vida, além de serem grandes sedutores, têm todos os ingredientes para fazer um par feliz, embora com o tempo possam vir a ter dificuldades, pois são os dois instáveis. A Balança gosta de mandar, mas o sagitariano dificilmente acata ordens. Ela, muito perfeccionista, não suporta infidelidades. Sendo os dois Signos «masculinos», podem vir a ter conflitos de autoridade. Não fora os interesses materiais e familiares a ligarem-nos, haveria possibilidade de separação. Se forem tolerantes e respeitarem as suas diferenças terão uma ligação duradoura, mas se se separarem ficarão bons amigos. Se o homem for Balança e a mulher for Sagitário, e ele estiver disposto a segui-la, o casamento será feliz e estável. Será a sagitariana que terá de tomar decisões pois o Balança é mais instável e tem dificuldades em tomar as iniciativas, mas os dois completam-se e admiram-se mutuamente. O Balança gosta de mandar, mas a sagitariana só faz o que ela quer. Sendo ambos extrovertidos, têm uma intensa vida social, onde estão sujeitos a algumas tentações e infidelidades, mas não quer dizer que, se ambos fizerem concessões, o casamento não perdure por muito tempo. Em caso de separação ou divórcio, e isto só acontecerá se houver indicações nos seus temas natais, os interesses materiais e familiares irão talvez impedir que isso se concretize e poderão viver muito tempo juntos.

Sagitário-Escorpião

Dois Signos que se podem temer à primeira vista mas que se sabem respeitar mutuamente. O elemento Água do Escorpião e o elemento Fogo do Sagitário, faz com que, ao encontrarem-se, ou o Fogo seja apagado pela Água, ou esta seja seca pela acção do calor do Fogo. No entanto, ambos se apercebem do perigo devido à sua grande intensidade e, superando isto, acabam nos braços um do outro. São cordiais e intensos, mas a alegria e a jovialidade do Sagitário são um bálsamo para o coração sedento do Escorpião. Irão amar-se muito, mas também se irão iludir bastante. O Escorpião tem uma faceta oculta muito estranha que raras vezes deixa antever. O Sagitário não é propriamente um diplomata, pois diz o que pensa, muitas vezes no momento menos oportuno e pode ferir o Escorpião com as suas palavras, que pode ripostar, a menos que veja que não havia más intenções da parte do Sagitário. O Escorpião é melancólico e dado a ter emocionalmente altos e baixos. Se o Sagitário, que é optimista e que gosta de falar e divertir-se, não respeitar os seus estados de espírito, isso pode deixá-lo furioso e surgirão as alterações de humor. Cada um deles tem muito a ensinar ao outro; o Sagitário pode unir-se ao Escorpião e ver a vida por um plano mais optimista e divertido, assim como ser mais caloroso com os outros. O Escorpião fará com que o Sagitário não tema as adversidades, controle as suas emoções mais instintivas, e veja o lado mais oculta da vida. O Escorpião deve refrear o seu espírito possessivo, nem que para isso tenha de fazer um grande esforço, pois o Sagitário tem de ser livre e, se o tentarem prender, a sua vitalidade morrerá e perderá o seu grande optimismo perante a vida.

Sendo a mulher Escorpião e o homem Sagitário, que é um eterno viajante extrovertido, ela pode ser a esposa ideal para ele pois obriga-o a questionar-se. Por sua vez, ele comunica-lhe o seu entusiasmo, o seu optimismo e a sua energia. Se souberem respeitarem as suas diferenças são duas pessoas que poderão viver juntas durante muito tempo, já que ele é de um Signo «masculino» e ela de um Signo «feminino». Ela pode fazer cenas de ciúme e até irritar-se com ele, podendo mesmo deixá-lo. A compatibilidade será maior se o sagitariano for mais velho e mais maduro. Ao contrário, se a mulher for Sagitário e o homem Escorpião, a relação poderá ser mais difícil a longo prazo. Ela é extrovertida e optimista, ele é desconfiado e introvertido, sendo exclusivista e possessivo no amor. Ambos de temperamentos fortes, o fogo jupiteriano e a paixão plutónica, têm um bom entendimento sexual e uma relação apaixonada. De Signo «fixo» o Escorpião é teimoso e não se submete à sagitariana, que fica infeliz. Ele é ciumento e tenta dominá-la, mas deverá aprender a ter confiança nela e a dar-lhe uma certa independência para que a relação seja duradoura.


Sagitário-Sagitário
 
O amor entre estes dois Signos pode ser uma eterna festa, bastante calorosa uma vez que são ambos do elemento Fogo. Mas para que esta relação tenha êxito é melhor que ela seja considerada como uma encantadora brincadeira que até pode durar toda a vida. Duas pessoas com a mesma personalidade e as mesmas características tendem a ser mais enérgicas, criativas, optimistas e com uma vitalidade potenciada. Mal se conhecem tornam-se inseparáveis, pois partilham tudo na vida ou quase tudo. Dados ambos às viagens e às aventuras estão sempre de malas feitas prontos a ir descobrir as maravilhas do mundo. O seu maior prazer é descobrir terras nunca visitadas, acampar, passar a noite a olhar as estrelas, enfim, nada os atrai mais do que o risco e a aventura. Possuidores de um coração terno, generoso e expansivo têm grandes ideais e podem dedicar-se às actividades em benefício dos outros. Com Júpiter como regente, sentem-se protegidos e com muita sorte. No entanto, como o seu ponto fraco é a diplomacia, são capazes de dizer o que sentem sem pensar e nem sempre na melhor altura.

Por isso, quando se aborrecem dirão as coisas mais desagradáveis, sem se preocuparem com o efeito que causam no outro. Contudo, o mau momento passado, ficam bem dispostos como se nada tivesse acontecido. Conforme são levados a cometer muitas «gafes» assim são capazes, apesar da falta de jeito, de pedir desculpa. Sexualmente o entendimento é perfeito, são alegres, divertidos, optimistas e vivem o amor como uma brincadeira sem ansiedades nem angústias. No seu primeiro encontro vão ter a sensação de já se terem conhecido antes, tal é a compreensão que sentem um pelo outro, e usufruirão de prazeres físicos e psíquicos que lhes farão conhecer mundos ignorados. Este amor tem todas as condições para durar toda uma vida, pois eles são o espelho um do outro. Apesar de tudo a união será mais perfeita se for livre, pois ambos precisam de espaço, de independência e de liberdade. Além de amarem a vida, gostam de fazer projectos, assim como são bons desportistas. Por vezes, também, têm necessidade de gozar a sua solidão, mas nesse caso eles respeitam se mutuamente. Esta relação, é a união da autonomia com a tolerância, no entanto a mulher não admite infidelidades e se o sagitariano a trai ela pode deixá-lo. Também ambos sofrem de instabilidade, e como são os dois Signos «masculinos» podem ter lutas de forças, que podem conduzir ao divórcio, isto consoante os seus temas natais. Os interesses materiais e familiares poderão contrariar esta tendência.
Sagitário-Capricórnio

O Capricórnio, Signo do elemento Terra, sente uma magnética atracção pelo Fogo, elemento de Sagitário, ficando fascinado pelo seu calor e pelo seu brilho. Este, por sua vez, fica preso à segurança da Terra, à sua estabilidade, força e dureza, tudo quanto Capricórnio lhe pode dar. Sagitário é um ser cheio de vida, optimista, aventureiro e lutador, para quem a vida é um jogo, ao contrário do Capricórnio que circunspecto, prudente e ambicioso leva a vida muito a sério. O Sagitário irá aprender com o Capricórnio o sentido da realidade, a lógica que trava as aspirações que se podem tornar demasiado grandiosas. Sendo afinal tão opostos, é na forma de conceber o mundo que vão encontrar o pólo de atracções. O Sagitário cansado de viver aventuras e de correr riscos encontra no carácter reservado do Capricórnio muita paz e segurança. O Sagitário tem por hábito fazer comentários francos mas inoportunos e manifestar falta de tacto, mas o Capricórnio não se dá conta deles e vira-lhe as costas com a sua frieza e passividade o que desesperará o Sagitário. Uma coisa que pode gerar conflito entre eles é o que toca a dinheiro. O Sagitário não sabe fazer economias e o Capricórnio, por muito apaixonado que esteja, estará sempre disposto a controlar as despesas e a diminuir os gastos. Se o Sagitário confiar nele, só terá a ganhar pois este orientará as despesas de forma benéfica para ambos. No relacionamento amoroso, o Sagitário, jovial e sedutor, conseguirá libertar emocionalmente o coração do Capricórnio, conseguindo uma vida sexual bastante satisfatória, mas terá de usar de grande paciência. O Capricórnio, regido por Saturno, não se entrega de imediato, primeiro tem de pensar bem antes de actuar.

Uma mulher Sagitário com um homem Capricórnio podem conseguir uma ligação mas com algumas dificuldades pois são personalidades diferentes. Ela, extrovertida, optimista, calorosa, ele, introvertido, distante e pessimista. Enquanto ela prefere as aventuras e as viagens ele preza acima de tudo a estabilidade afectiva assim como a profissional. A sagitariana dinamiza o capricorniano, mas ele, que é ciumento e complicado, aborrece-se e pode deixá-la. Dependendo sobretudo dos seus temas natais, eles podem ir até ao divórcio, embora possam conter esta predisposição por causa dos interesses materiais e familiares que os ligarão por muito tempo. Como são ambos ambiciosos podem criar uma empresa em conjunto destinada ao sucesso. O capricorniano, um homem por vezes solitário, deverá dar liberdade e um pouco de independência à sagitariana para que a relação resulte. Talvez haja melhor compatibilidade numa ligação sem compromissos. No caso da mulher Capricórnio e do homem Sagitário a ligação pode ser difícil devido à instabilidade do sagitariano. Ele prefere as viagens e a aventura assim como os prazeres da vida. Ela preza a sua intimidade e a estabilidade material e afectiva. Pessimista e desconfiada a capricorniana não se aventura de ânimo leve, assume a sua carreira e os seus deveres de mãe, achando o sagitariano exuberante e instável. Ela tem dificuldade em confiar nele, e há riscos de infidelidade por parte dele podendo resultar em afastamento. Júpiter, que está em «queda» no Signo de Capricórnio, faz com que este casal resista dificilmente aos problemas que surgirão no decorrer dos tempos. Porém, com a maturidade o sagitariano irá apreciar melhor as qualidades da capricorniana.

Sagitário-Aquário

São dois Signos que gostam de se sentir livres, mas o Aquário tem muita dificuldade em mostrar os seus sentimentos, no entanto, sentem uma grande atracção um pelo outro e poderão viver uma relação fascinante que os enriquecerá. O Sagitário, regido por Júpiter, irá sentir uma grande admiração pela linda e brilhante inteligência do Aquário que é regido pelo imprevisível Úrano. O Aquário também ficará fascinado pelo carácter franco e jovial do Sagitário. Uma coisa que é comum aos dois é o gosto pela aventura e pelas viagens, e pelo amor à liberdade. Através da sua natureza livre, eles sabem respeitar essa necessidade de não se sentirem presos e de terem direito ao seu isolamento. Tanto um como o outro possuem grandes amigos com quem gostam de conviver e valorizam a amizade como uma coisa muito importante nas suas vidas. De tal forma que um grande amor pode começar por uma amizade que com o tempo se desenvolveu. Quando a vida se lhes depara com momentos difíceis, eles ter se ão um ao outro, sempre prontos a darem mútuo apoio. São muito generosos com toda a gente, mas mais ainda com aqueles que amam. Nos encontros amorosos, o elemento de Aquário, que é o Ar, desenvolve, de tal forma o Fogo, elemento de Sagitário que poderão viver grandes momentos de paixão. Aquário, tão racional, esquecer-se-á desta sua faceta e partilhará dos jogos amorosos do divertido Sagitário, que o levará para situações absolutamente imprevisíveis. O aborrecimento nunca se instalará entre eles e a vida poderá ser uma aventura interminável. O Sagitário aprende com o Aquário a explorar o Universo sem limites, e por sua vez ensina-lhe a desfrutar a vida com alegria e paixão.
No caso do homem Aquário e da mulher Sagitário, ele é instável e imaturo o que pode cansar a relação. Além disso o aquariano gosta de mandar e a sagitariana só faz o que quer, pelo que podem ter rupturas na relação, mas, normalmente, seguidas de reconciliações. Ambos estarão predispostos a infidelidades e a separação dependerá dos seus temas natais, mas acima de tudo o êxito desta ligação depende muito da maturidade do aquariano. A compatibilidade entre os dois aumentará se forem mais velhos. No caso contrário, o homem Sagitário e a mulher Aquário, terão muitas situações onde as tentações e as infidelidades os podem separar. Na verdade o sagitariano não é sempre fiel. Em jovem ele é o mais infiel do Zodíaco. Quando ele se ausenta, a aquariana, indulgente, fecha os olhos por algum tempo, mas ela também não consegue corrigir o sagitariano pois ele só faz o que bem lhe apetece. Poderão surgir ou separações ou divórcios amigáveis, mas por princípio viverão muito tempo juntos, pois os interesses familiares têm aqui grande força.
Sagitário-Peixes
O Peixes desperta o romantismo que há no Sagitário, que afinal é muito romântico, embora demonstre ser menos sentimental quando se enamora. Um Signo do elemento fogo, Sagitário, e um do elemento Água, Peixes, podem entrar em conflito. Para mais estes dois Signos encontram-se em «quadratura» no círculo Zodiacal, posição essa que prevê dificuldades. No entanto, se os seus Ascendentes ou as suas Luas estiverem em harmonia, a relação poderá ser mais fácil. Neptuno, o regente de Peixes, confere-lhe imaginação, sensibilidade e mistério. O Peixes é tão sensível que qualquer alteração o assusta, afastando rapidamente a agressividade. Sagitário, com a sua falta de tacto, pode fazer-lhe qualquer comentário que o fira, o que o deixará completamente desolado. O Sagitário não percebe como uma pessoa tão aberta e jovial pode ferir-se tão facilmente, e então, se achar que errou, ao tentar emendar as suas palavras, ainda estragará mais a situação. O Peixes não se sente muito seguro no mundo, tem necessidade de que o aceitem, que o queiram e que lhe dêem mimos. O Sagitário, no principio, sente-se fascinado com essa pessoa tão generosa e idealista que não parece deste mundo, mas quando se trata de estabelecer uma relação afectiva, e o Peixes o tenta prender, ele vai fugindo, pois não se pode sentir manietado. O Sagitário encanta o pisciano com a sua valentia, ousadia e jovialidade, que por sua vez se emociona com a generosidade e o coração sempre pronto a ajudar do Peixes. Ao estabelecerem uma relação amorosa, o Sagitário deve ser cauteloso para não assustar o Peixes e deixar que este lhe abra o coração sem medos, de forma a deixar soltar os sentimentos. Só num clima de confiança total, o Peixes, o Signo mais temeroso do Zodíaco, poderá sentir-se confiante e não temer que o Fogo brilhante e entusiasta do Sagitário o fira.
No caso do homem ser Peixes e da mulher ser Sagitário, eles têm caracteres e ritmos diferentes. Ela é extrovertida, activa e optimista, ele é inquieto, sonhador e introvertido. No princípio ele deixa-se levar pela sagitariana porque ela o estrutura, mas com o tempo, o temperamento romântico de Peixes não se coaduna com a independência da sagitariana. Se ele a prende, a sagitariana acaba por se lhe escapar entre os dedos. Desestabilizada por este complexo Signo de Água, a sagitariana acaba por querer recuperar a sua liberdade. Ambos gostam de se evadir e de espaços arejados, assim como têm a paixão das viagens, mas isso não impede que se separem, se essa for a tendência manifesta nos seus temas natais. Se isso acontecer ficarão bons amigos. Melhor compatibilidade se forem mais velhos e mais maduros. No caso do homem Sagitário e da mulher Peixes, a diferença entre ambos também é grande. A pisciana, introvertida e sentimental, depende da sua intimidade afectiva e entrega-se aos seus amores com sensualidade. O sagitariano, extrovertido e independente, gosta da aventura e de se encontrar com os amigos, tem necessidade de espaço e de liberdade não suportando ser abafado afectivamente. Ele quer viver o lado bom da vida sem complicações. Se ambos forem maduros a compatibilidade é boa, mas ao fim de algum tempo poderá tornar-se difícil. Há possibilidades de infidelidades recíprocas. Para mais a pisciana é muito possessiva e ciumenta e o Sagitário não é propriamente fiel. Apesar do excelente entendimento espiritual, têm tendência para a separação se isso estiver patente nos seus temas natais. Para que esta relação perdure é necessário que aprendam a ter confiança um no outro.
CAPRICÓRNIO
 
Capricórnio-Carneiro

É uma relação óptima para os negócios, mas o Capricórnio, firme e materialista, terá de convencer-se de que o Carneiro não quer só divertir-se, e, se assim for, pode resultar numa união quente e amorosa. O Capricórnio sente se atraído pelo fogo do Carneiro e este, por sua vez, aprecia a segurança, a perseverança, a organização e responsabilidade que são os atributos do Capricórnio. O Carneiro é impaciente mas terá de ter muita paciência até que o Capricórnio demonstre os seus sentimentos e prove que o ama, pois, em caso contrário, este assusta-se com a impetuosidade do Carneiro e fecha-se em si próprio, com medo de ser ferido. Para o Capricórnio, uma relação é algo de muito importante e o Carneiro deverá ter muito cuidado em não ferir ou ofender o seu parceiro pois, caso isso aconteça, o Capricórnio deixa de lutar para manter o bom entendimento. O Capricórnio, com a sua paciência e perseverança tem muito para ensinar ao Carneiro, que tem dificuldades com o controlo e a planificação, e, se o conseguir, isso dar-lhe-á enorme satisfação. As suas formas de conceber o mundo são diametralmente opostas, mas aí pode estar a sua forma de se sentirem atraídos. O Capricórnio, com um carácter reservado e silencioso, fascinará e despertará a curiosidade do Carneiro, que tentará trazê-lo para o seu mundo um tanto louco e caótico. Mas, como o Capricórnio necessita de segurança, irá exigir que o Carneiro lhe garanta um amor para toda a vida. Ambos podem enriquecer-se e aprender um com o outro: o Carneiro, dando a espontaneidade e ritmo de que o Capricórnio necessita, e este dando-lhe segurança e estabilidade.

Se o homem é do Signo de Carneiro e a mulher de Capricórnio têm em comum a ambição e a relação pode ser amorosa, apaixonada, além de se estimularem profissionalmente. Ela é séria, prudente, introvertida e possui uma maturidade precoce. Ele é dinâmico, impulsivo, com um espírito jovem, mas uma maturidade tardia, pelo que esta diferença de maturidades pode fazer o casal entrar em choques. Têm ambos personalidades fortes e, possivelmente, os mesmos defeitos; no entanto, uma mulher de Signo «feminino» entende-se bem com um homem de Signo «masculino». No caso da mulher Carneiro e do homem Capricórnio, o casamento é possível mas um pouco difícil; podem decepcionar se reciprocamente e tendem a discutir. Cada um vive no seu mundo, por isso têm dificuldade em compreender-se, além de funcionarem em ritmos diferentes. Deverão fazer concessões recíprocas e comprometer-se a manter a sua relação. Por vezes, o relacionamento resulta melhor em «união de facto».

Capricórnio-Touro

Tanto um como outro desejam uma relação estável e duradoura só que o Capricórnio não entende o sexo como o Touro; cabe a este mostrar-lhe os prazeres da sexualidade. Sendo ambos Signos do elemento Terra, estáveis e sólidos, compreendem-se logo mal se encontram. Capricórnio precisa muito de afecto e carinho mas não sabe pedir, e o Touro, enquanto não tem a certeza de que a relação é para sempre, também não é pródigo em manifestações de carinho. Como ambos têm os mesmos objectivos de vida, não se deixam desequilibrar por paixões arrebatadoras, são voluntariosos e disciplinados e conseguem quase tudo a que se propõem. Acabam por formar uma relação harmoniosa e, salvo pequenos obstáculos que devem ultrapassar, esta será enriquecedora para ambos. A afinidade «química» que existe entre ambos, composta pela sensualidade do Touro e a resistência do Capricórnio faz antever uma vida íntima sexual intensa e feliz. Ambos terão de se esforçar para conseguir algo que desejem, mas o Touro ajudará o Capricórnio a triunfar, dando-lhe toda a energia de que ele necessita, podendo caminhar juntos toda a vida.

O homem Capricórnio, como Signo de Inverno, é um pouco frio, por isso vai apaixonar-se pela mulher Touro que é calorosa, como Signo de Primavera que é. Muito semelhantes, eles compreendem-se e apreciam-se, assim como ambos gostam do trabalho e do dinheiro. O homem Capricórnio é o marido certo para um segundo casamento, podendo estabelecer uma relação séria e sólida onde impera a fidelidade. A mulher Capricórnio é muito atraída pelo homem Touro. Podem formar um casal sério, estável e sólido e à prova das contingências da vida. O homem Touro, venusiano, seduz à sua volta. Sendo caloroso, acha a mulher capricorniana distante, mas formarão um casal fiel e rotineiro que poderá viver muito tempo em conjunto. Boas compatibilidades, mesmo que se trate de um segundo casamento, depois dos quarenta anos, pois são ambos conservadores, tradicionalistas e têm as mesmas concepções de vida.

Capricórnio-Gémeos

Se um Capricórnio se apaixonar por um Gémeos, pensa que se trata de um sentimento eterno, e poderá sê-lo se o Capricórnio não lhe exigir garantias de futuro. Isso iria assustar o Gémeos uma vez que para ele as relações duram enquanto há amor, e não está certo de que o amor seja eterno. As suas personalidades são muito diferentes, mas podem saber lidar com isso mutuamente. Capricórnio é circunspecto, foge do protagonismo, enquanto o Gémeos é um conversador nato, gosta de estar em destaque e brilhar. O Capricórnio gosta de dar passeios pelo campo, dos desportos e, muitas vezes, aprecia estar só. O Gémeos precisa de rodear-se de gente e de comunicar, pelo que a companhia do Capricórnio pode muitas vezes aborrecê-lo. Como são Signos opostos, e os extremos se atraem, podem sentir-se fascinados um pelo outro e encontrarem uma plataforma de entendimento. O Gémeos sabe como derreter o gelo do Capricórnio e conquanto esta união não seja de paixão contínua, pode proporcionar um entendimento que dure para toda a vida. O Gémeos pode achar o Capricórnio insensível e difícil de compreender, e este, por sua vez, achar o Gémeos vaidoso, imaturo, e caprichoso, mas se vencerem estas diferenças poderão ter uma relação alegre e diferente assente em bases firmes. O Gémeos gosta de fazer do amor um namoro constante mas os seus devaneios não estão de acordo com o desejo de estabilidade do Capricórnio, pelo que terão ambos de ter muita paciência para se compreenderem. Se o Gémeos se cansar através das suas andanças e quiser descansar, encontra, sempre, o amor e o carinho, a segurança e a protecção que o Capricórnio lhe pode assegurar. O Capricórnio ensina ao seu parceiro a serenidade, a perseverança e a forma de alcançar os seus objectivos; por sua vez, o Gémeos mostra-lhe um Mundo diferente, onde a curiosidade proporciona experiências enriquecedoras que poderá viver continuamente.

O homem Capricórnio é um parceiro ideal para uma mulher Gémeos, porque lhe dá estabilidade e protecção. Por sua vez, a geminiana dá-lhe o seu calor, a sua fantasia, o seu entusiasmo e deste modo complementam-se. Se respeitarem as suas diferenças formarão um par duradouro, embora tenham sempre que zelar pelos interesses materiais e familiares. Sendo o homem Gémeos e a mulher Capricórnio, ele extrovertido e de espírito jovem, ela introvertida e precocemente madura, têm possibilidades de um bom entendimento, se ela o proteger, estabilizar e, ao mesmo tempo, aceitar a sua fantasia e ligeireza de espírito. Ela gosta de mandar, mas ele só faz o que quer. O geminiano não aceita a frieza da capricorniana. Por sua vez ela não tem muita confiança nele, pelo que podem sentir a relação instável e desejar separar-se, mas outras posições planetárias podem contrariar essa tendência. A sua união depende muito do respeito que tiverem, mutuamente, pelas suas diferenças. No entanto, o Gémeos terá a ganhar se se esforçar por se entender com um Capricórnio.

Capricórnio-Câncer

Signos opostos mas ambos apreciadores de segurança, podem dar-se bem se o Câncer puder sentir as emoções do Capricórnio, que muitas vezes não vêm facilmente à superfície.

O Câncer, do elemento Água, e o Capricórnio, de Terra, dão uma boa combinação, porque acima de tudo um tem o que o outro necessita, complementando-se. A Lua, que rege Câncer, simboliza os sonhos, o inconsciente, a intuição. Saturno, que rege Capricórnio, tem a ver com a realidade, a reflexão antes de agir, a paciência, o cuidado. Câncer é o calor do Verão, Capricórnio o frio do Inverno. Podem tirar as maiores vantagens da relação com o outro. Criativo, o Câncer, aliado à tenacidade e disciplina do Capricórnio, podem alcançar triunfos inimagináveis. Sendo os dois ambiciosos, poderão alcançar grandes riquezas se se ajudarem em vez de competirem. O Capricórnio não é muito sensível pelo que deve ter muito cuidado para não traumatizar o Câncer, que teme qualquer silêncio por falta de atenção e carinho. Para ambos, o dinheiro e a família são muito importantes, gostam de amealhar e de gozar os prazeres do lar. Sexualmente as suas vidas poderão ser muito activas. O Câncer é criativo, o Capricórnio confere ternura e paixão ao encontro amoroso, de modo a realizarem uma relação plena para ambos. Capricórnio pode entender a timidez do Câncer em mostrar os seus sentimentos e esperar todo o tempo até que eles venham ao de cima. Por sua vez o Câncer mostrará ao Capricórnio o mundo das sensações, da criatividade e da imaginação, moldando a sua rigidez para outras formas de compreensão que o enriquecerão intensamente.

Para a mulher Câncer e o homem Capricórnio a compatibilidade é boa e podem formar uma relação duradoura e sólida. Ela representa o mundo da infância enquanto ele o mundo do adulto, por isso complementam-se. Ela é a dona da casa, ele o trabalhador que traz para casa o sustento da família e lhe dá segurança. Ele é um homem tradicional para quem o trabalho e o lar são as coisas mais importantes. Mesmo que haja hipóteses de separação os interesses materiais e familiares poderão mantê-los unidos, principalmente se se adaptarem às suas diferenças. O mesmo acontece se o homem for Câncer e a mulher Capricórnio. Mas, neste caso, a mulher Capricórnio pode ter mais maturidade e o homem ser mais infantil. Ambos Signos «cardeais» gostam de mandar, pelo que podem ter lutas de poder assim como problemas de comunicação, pois Saturno está em «exílio» em Câncer. Ambos egocentristas e de fortes personalidades, devem fazer concessões mútuas para que a relação resista com o tempo. Como Signos opostos, tanto podem ser complementares como antagónicos, mas com boa capacidade de adaptação, o casal resistirá.
Capricórnio-Leão
É um desafio para o trabalhador Capricórnio apaixonar-se pelo extravagante Leão, a não ser que este se controle, pois Capricórnio é convencional e materialista. O Leão regido pelo Sol e o Capricórnio regido por Saturno não têm muito em comum, no entanto o Fogo de Leão pode «queimar» a Terra de Capricórnio, mas nunca destruí-la. O Capricórnio, introvertido, sério e tradicionalista, como Signo de Terra, sente-se atraído pelo Fogo do alegre, divertido, amoroso e conquistador Leão que se apresenta com a aparência e a superioridade de um rei. Através da atracção dos opostos, é natural que esta seja a razão do atractivo que sentem, além de uma enorme curiosidade mútua. Ambos se admiram, o Capricórnio pela despreocupação do Leão nos assuntos de dinheiro, e pela facilidade com que recupera da adversidade. O sério e reservado Capricórnio é capaz de ceder ao Leão o protagonismo de que ele tanto necessita, assim como ser tolerante com as suas extravagâncias e caprichos. Sexualmente o Capricórnio pode ser surpreendente. Ao ver-se rodeado de romantismo, ternura e magia reagirá com paixão e voluptuosidade. Além disso, o Capricórnio será sempre fiel ao Leão.
A mulher Leão e o homem Capricórnio formarão um casal possível mas um tanto difícil a longo prazo. Ela, excêntrica e mundana, ele, reservado e introvertido, dois seres diferentes e com forte personalidade. Ele sente-se atraído pela leonina mas dificilmente se deixa manipular. Ele quer mandar mas ela é também autoritária e só faz o que quer. O capricorniano refreia-se a ele próprio, e, tendo um comportamento distante e solitário, pode ocasionar divergências e rivalidades que levem à separação, dependendo isto dos seus temas natais. A leonina com o tempo poderá adaptar-se ao Capricórnio, adoptando um comportamento semelhante ao dele, pois as ambições materiais são comuns, podendo até terem negócios de sucesso. Se se adaptarem às suas diferenças poderão ter uma longa ligação. Também o homem Leão e a mulher Capricórnio poder-se-ão unir, embora a relação seja difícil dado as suas diferentes personalidades. A capricorniana é muito selectiva nas suas relações, enquanto o leonino é extrovertido e muito social. Enquanto ela adora a sua intimidade, ele prefere os eventos sociais. O leonino aspira ao poder e à riqueza. A capricorniana é ambiciosa, mas também responsável e paciente. Profissionalmente eles estimulam-se um ao outro. Ele, de um Signo «masculino» e ela de um Signo «feminino» têm as condições essenciais ao bom entendimento e complementam-se. Ela é uma mulher de poder e ele é um reizinho que gosta de mandar, podem ter lutas de poder e complicações entre si. Não obstante os interesses materiais e familiares, pode haver hipóteses de separação, embora devam aprender a respeitar as suas diferenças para preservar a relação.
Capricórnio-Virgem

Apesar de terem os mesmos objectivos de vida, nem sempre haverá uma grande paixão entre eles, mas o Capricórnio irá ficar maravilhado com a Virgem pois ela dar-lhe-á satisfação e segurança. Têm muitas coisas em comum como a amabilidade, a seriedade, a circunspecção. Para eles o trabalho está sempre em primeiro lugar, têm um grande sentido do dever, pelo que juntos poderão fazer uma equipa perfeita, que enfrentará qualquer situação. Ambos do Elemento Terra, adoram o dinheiro e aquilo que podem adquirir com ele, tal como uma casa confortável, onde gozem a sua intimidade e o prazer da boa música. Entendem-se maravilhosamente no amor. A sexualidade é para eles profunda, emotiva e terna, com paixão na dose certa, que fará as delícias da relação. Com bom sentido de humor e uma mente muito rica, terão conversas interessantes e divertidas. No plano das viagens, se o Virgem deixar o assunto nas mãos do Capricórnio, tudo bem, pois ele tratará de tudo na perfeição, fazendo com que a viagem seja tranquila e relaxante. Visitarão lugares lindos onde comerão bem e gozarão os prazeres de um belo pôr-do-sol. O Virgem aprende com o Capricórnio a planificar e a não perder tempo com detalhes, e por sua vez ensina-lhe a valorizar as pequenas coisas e a não perder os amigos e os negócios.

Sendo a mulher Virgem e o homem Capricórnio, ele será muito atraído por ela, têm muitas afinidades, aliam o dever à fidelidade, gostam de trabalhar e de ganhar dinheiro. Sérios, reservados e introvertidos, não irão casar se de ânimo leve, uni-los-ão a razão e os interesses. Têm o sentido da responsabilidade e reúnem as suas vidas profissionais e familiares. O capricorniano é autoritário e gosta de dar ordens à virginiana que, como Signo de serviço que é, aceita-as, mas ele, por vezes, torna-se distante e ela tem necessidade de provas de amor e ternura. Podem criar um negócio juntos com possibilidade de sucesso. Com uma afectividade sólida e profunda a uni-los, podem formar um casal unido e feliz. No caso do homem Virgem e da mulher Capricórnio a situação é idêntica, eles têm uma boa compatibilidade intelectual e uma estima recíproca. Sérios e estáveis, entendem-se perfeitamente no dia-a-dia. No entanto, há uma diferença de maturidade: a capricorniana é mais precoce, enquanto o virginiano é mais tardio. Por vezes o silêncio instala-se entre eles e a capricorniana sente-se só, pelo que podem separar-se se os interesses familiares e materiais não forem muito fortes. Devem preencher as suas vidas com viagens e projectos para fugirem à rotina. Na velhice terão boas economias para enfrentarem a reforma.
Capricórnio-Balança

Se o Balança se apaixonar por um Capricórnio sabe de antemão que terá quem cuide dele na velhice, mesmo que este lhe pareça demasiado convencional. Todavia o encontro destes dois Signos é um pouco complicado. Balança é do elemento Ar e Capricórnio de Terra. São dois elementos que não se interligam com facilidade. Capricórnio, circunspecto, realista e pragmático é um Signo de acção, que leva a vida muito a sério e pode ficar nervoso perante a tranquilidade e indecisão de Balança que, para mais, ainda é idealista, sonhador e romântico. Enquanto o Capricórnio aprecia a vida do lar e muitas vezes fica só, o Balança adora os eventos sociais e ver-se rodeado de gente! No plano económico, enquanto o Balança gosta de viver bem e não se importa de gastar dinheiro, o Capricórnio é austero e económico, pelo que podem surgir disputas. Na forma de gozarem as férias também estarão em desacordo, já que o Capricórnio quer é descontrair e descansar, enquanto que o Balança quer sonhar e divertir-se. Ambos vêem a vida por prismas completamente diferentes, mas se o Balança aceitar o Capricórnio, pode aprender com ele a ter ordem, tenacidade e encarar a vida com seriedade, e beneficiar da sua fidelidade quando ama, assim como do seu sentido de humor quando está feliz. O Capricórnio é muito responsável no seu trabalho e a sua ambição faz com que progrida nele. Mas, por tanto se dedicar ao trabalho, pode não ter tempo para dar as atenções e a ternura que o Balança necessita. Ele é um bom companheiro, não é possessivo nem ciumento, ama profundamente, e com o propósito de ser para sempre, de modo que se se conseguirem adaptar e forem tolerantes um com o outro, poderão tirar o melhor partido da relação. Sexualmente, os primeiros contactos podem ser um tanto frios, mas lentamente ir-se-ão descobrindo de modo que com muita sensualidade e ternura chegarão a um bom entendimento. A situação será bem melhor se os seus Ascendentes ou os Signos Lunares estiverem em Signos de Fogo. Capricórnio é tímido, reservado, pouco criativo e nada romântico, mas se o Balança for capaz de ir ao fundo do seu ser, talvez consiga que ele mostre os seus sentimentos e que queira aprender com o seu parceiro Balança a arte do amor e poder desfrutar dela. Capricórnio pode ensinar ao Balança a tomar decisões e a aprender com ele a ser flexível, diplomata e a apreciar as coisas boas da vida.

Se o homem for Balança e a mulher Capricórnio, este, regido por Vénus, dá e procura bastante o amor, não pode mesmo viver sem ele, pelo que acha a capricorniana um pouco fria e distante. Eles podem aborrecer-se juntos e, como são ambos Signos cardeais, têm os mesmos defeitos: tanto um como o outro gostam de dirigir. De fortes personalidades, poderão estimular se profissionalmente, mas deverão respeitar as suas diferenças. Todavia, o Balança é muito atraído pela capricorniana, mas ela despreza os homens fracos e superficiais. Por vezes ele pode ir procurar em outro lado o amor e o sexo de que necessita. Se o Balança for mais velho e mais maduro a relação terá mais hipóteses de sucesso. Com a mulher Balança e o homem Capricórnio, ele, introvertido e solitário, mas ambicioso, um trabalhador nato procurando a segurança material, vai poder achar a Balança superficial. No entanto, ao dar-lhe segurança material vai receber dela o afecto e o calor humano que afinal toda a gente precisa. O capricorniano sob o seu aspecto frio apaixona-se pela Balança de uma forma que, por vezes, se pode tornar mais tensa ou mesmo violenta. A Balança detesta violência e pode deixá-lo, o que o tornará muito infeliz. Como têm alguns defeitos em comum, podem haver lutas de força entre eles que poderão dar azo a separação ou a divórcio, situação essa que pode ser evitada tendo em conta os interesses materiais e familiares mútuos. Para que a relação perdure é preciso que o capricorniano seja mais sociável.

Capricórnio-Escorpião

Estes dois Signos completam-se, pois têm necessidade um do outro. A terra, elemento do Capricórnio e a Água elemento do Escorpião, sabem que não são nada um sem o outro. A Terra necessita da Água para ser fertilizada, e a Água precisa da Terra para a deter e envolver-se nela. O Capricórnio, o Signo da estabilidade, ao ser confrontado com o Escorpião, fica rendido ao seu olhar magnético, é como se a terra se abrisse a seus pés, e apesar de se esconder por detrás de uma máscara de frieza e impassibilidade, o Escorpião sabe entender os seus sentimentos. São ambos ambiciosos, gostam de possuir riquezas e ascender a postos de poder. O Capricórnio, com a sua tenacidade e inteligência, consegue normalmente os seus intentos, mas como por vezes é rígido, e dificilmente se adapta a mudanças, pode perder oportunidades. O Escorpião é semelhante em inteligência e impulsividade, mas como é muito intuitivo, facilmente se adapta a qualquer mudança e segue outro caminho para atingir o seu objectivo. Têm muito a aprender um com o outro. O Escorpião ensinará o Capricórnio a ser menos rígido e mais flexível e a saber mudar de opinião. Juntos podem fundar um negócio que será produtivo e os enriquecerá depressa. O Escorpião consegue muito bem descobrir os segredos dos outros, que guardará ciosamente. O Capricórnio geralmente não é curioso, respeitará as suas reservas, e nunca lhe dará razão para ciúmes. Ambos são muito possessivos, pelo que dedicarão a vida um ao outro não permitindo a interferência de terceiros. Não apreciam reuniões sociais e ficam encantados em sítios tranquilos onde descontraiam com amigos ou mesmo a sós. Sexualmente, a princípio podem ter algumas dificuldades já que o Escorpião é muito sexual e necessita de muito calor e intensidade no acto amoroso. Já o Capricórnio não mostra as suas emoções, e mantém os seus sentimentos sob controlo, podendo, por vezes, ficar assustado com a força do Escorpião, e tendo dificuldade em penetrar no seu mundo. Normalmente, precisa de tempo para se adaptar. Quando se sentirem seguros, serão capazes de se mostrar tal como são, e então o Capricórnio soltará as suas emoções e o Escorpião sentir-se-á confiante e seguro a seu lado.

No caso da mulher ser Escorpião e do homem ser Capricórnio, a ligação ou casamento pode ser feliz. Ambos são introvertidos mas têm sede de amor. Com ambições comuns e possuidores de fortes personalidades formam um par estável. Possuem o sentido das responsabilidades e das obrigações familiares, assim como têm aspirações espirituais. Estes dois Signos simbolizam a sabedoria e o conhecimento. Ambos Signos «femininos» são exclusivistas e possessivos, mas também muito agarrados um ao outro. No caso do homem ser Escorpião e a mulher Capricórnio, a situação é idêntica. Existe muita atracção sexual entre eles, uma vez que Marte está em «exaltação» no Signo de Capricórnio e formam um par apaixonado. Apesar do homem Escorpião ser um marido difícil de conviver, a capricorniana sabe como levá-lo. Muito exigentes, estimulam-se profissionalmente e podem criar uma empresa conducente ao sucesso, sendo indestrutíveis se unirem os seus esforços. Dados à filosofia, podem fazer juntos uma procura espiritual que os realizará. A sua vida em comum poderá ter uma longa duração.


Capricórnio-Sagitário
 
O Capricórnio, Signo do elemento Terra, sente uma magnética atracção pelo Fogo, elemento de Sagitário, ficando fascinado pelo seu calor e pelo seu brilho. Este, por sua vez, fica preso à segurança da Terra, à sua estabilidade, força e dureza, tudo quanto Capricórnio lhe pode dar. Sagitário é um ser cheio de vida, optimista, aventureiro e lutador, para quem a vida é um jogo, ao contrário do Capricórnio que circunspecto, prudente e ambicioso leva a vida muito a sério. O Sagitário irá aprender com o Capricórnio o sentido da realidade, a lógica que trava as aspirações que se podem tornar demasiado grandiosas. Sendo afinal tão opostos, é na forma de conceber o mundo que vão encontrar o pólo de atracções. O Sagitário cansado de viver aventuras e de correr riscos encontra no carácter reservado do Capricórnio muita paz e segurança. O Sagitário tem por hábito fazer comentários francos mas inoportunos e manifestar falta de tacto, mas o Capricórnio não se dá conta deles e vira-lhe as costas com a sua frieza e passividade o que desesperará o Sagitário. Uma coisa que pode gerar conflito entre eles é o que toca a dinheiro. O Sagitário não sabe fazer economias e o Capricórnio, por muito apaixonado que esteja, estará sempre disposto a controlar as despesas e a diminuir os gastos. Se o Sagitário confiar nele, só terá a ganhar pois este orientará as despesas de forma benéfica para ambos.

No relacionamento amoroso, o Sagitário, jovial e sedutor, conseguirá libertar emocionalmente o coração do Capricórnio, conseguindo uma vida sexual bastante satisfatória, mas terá de usar de grande paciência. O Capricórnio, regido por Saturno, não se entrega de imediato, primeiro tem de pensar bem antes de actuar. Uma mulher Sagitário com um homem Capricórnio podem conseguir uma ligação mas com algumas dificuldades pois são personalidades diferentes. Ela, extrovertida, optimista, calorosa, ele, introvertido, distante e pessimista. Enquanto ela prefere as aventuras e as viagens ele preza acima de tudo a estabilidade afectiva assim como a profissional. A sagitariana dinamiza o capricorniano, mas ele, que é ciumento e complicado, aborrece-se e pode deixá-la. Dependendo sobretudo dos seus temas natais, eles podem ir até ao divórcio, embora possam conter esta predisposição por causa dos interesses materiais e familiares que os ligarão por muito tempo. Como são ambos ambiciosos podem criar uma empresa em conjunto destinada ao sucesso. O capricorniano, um homem por vezes solitário, deverá dar liberdade e um pouco de independência à sagitariana para que a relação resulte. Talvez haja melhor compatibilidade numa ligação sem compromissos. No caso da mulher Capricórnio e do homem Sagitário a ligação pode ser difícil devido à instabilidade do sagitariano. Ele prefere as viagens e a aventura assim como os prazeres da vida. Ela preza a sua intimidade e a estabilidade material e afectiva. Pessimista e desconfiada a capricorniana não se aventura de ânimo leve, assume a sua carreira e os seus deveres de mãe, achando o sagitariano exuberante e instável. Ela tem dificuldade em confiar nele, e há riscos de infidelidade por parte dele podendo resultar em afastamento. Júpiter, que está em «queda» no Signo de Capricórnio, faz com que este casal resista dificilmente aos problemas que surgirão no decorrer dos tempos. Porém, com a maturidade o sagitariano irá apreciar melhor as qualidades da capricorniana.
Capricórnio-Capricórnio

Ninguém melhor para entender um Capricórnio do que outro Capricórnio. Como têm os mesmos defeitos não se criticam, partilham a ambição. São perseverantes nos seus objectivos, e respeitam mutuamente a sua liberdade e individualidade. Terão êxito nos projectos onde outros não conseguiram ter, pois são constantes, disciplinados, tenazes e eficientes. Só numa coisa vão ter problemas: em decidir quem manda, pois ambos são líderes natos e nem um nem o outro gosta de receber ordens. Neste ponto algum tem de ceder, o que não irá ser fácil. Estes dois seres são uns eternos jovens, ou melhor, a juventude vem lhes com a maturidade, o que será bom para a sua vida amorosa da qual desfrutarão com mais serenidade e na maioria dos casos, para toda a vida. A idade faz-lhes deixar para trás algumas das preocupações e das responsabilidades, deixando-lhes tempo para usufruírem dos prazeres da vida.

Quando eles descobrem a necessidade que têm um do outro, desperta neles a sensualidade e o erotismo, e, se tiverem confiança na relação, soltarão as suas emoções e farão a felicidade um do outro. Eles baseiam a sua vida na confiança e na fidelidade, têm uma concepção tradicional da existência. Como são ambos do elemento Terra, pode faltar-lhes um pouco de fantasia nas suas vidas, e quando a paixão se extingue a relação pode ficar mais distante e caírem na ruptura, embora, mesmo assim, possam continuar muito ligados um ao outro. Os capricornianos são muito trabalhadores, tanto mais que se preocupam com o futuro da família. Na idade da reforma terão tempo e dinheiro para aproveitar a vida e dar nova força ao seu amor. Como são ambos muito atraídos pela religião, poderão fazer uma procura espiritual e interessar-se pelos mistérios da vida depois da morte, assim como por temas filosóficos.

Capricórnio-Aquário
Se o Capricórnio fosse menos convencional, esta seria uma boa combinação para uma aventura ligeira, mas o Capricórnio é um Signo do elemento Terra, sólido, estático e acolhedor, por isso, tenta pôr-se à distância quando o Aquário, do elemento Ar, está por perto. O Aquário, ágil, dinâmico e independente sente se tremendamente atraído pelos caminhos inexplorados, e é curioso por aquilo que não está conquistado, mas, o Capricórnio, para quem é importante o dever, a responsabilidade, a ordem e as tradições, pode enfastiar se com o Aquário, que não entende nada destas suas qualidades. Só uma boa dose de compreensão e muita tolerância farão com que estes dois Signos se entendam, a não ser que os seus Ascendentes e Luas estejam em harmonia. Se o Capricórnio quiser manter o amor do Aquário terá de lhe dar a liberdade e independência que ele tanto aprecia, e o Aquário, por sua vez, pode encantar o Capricórnio, pondo alguma imaginação e loucura na relação, apesar deste não gostar de viver em sobressalto e sem segurança. Se superarem estas dificuldades, a sua relação pode ser enriquecedora, pois ambos são racionais, apreciam a liberdade de espírito e são firmes na direcção dos objectivos que pretendem conseguir. Capricórnio sente tremendos ciúmes do Aquário, porque não consegue controlá-lo, e isso dá lhe uma enorme insegurança. No amor, entendem-se maravilhosamente bem, desfrutando de cada momento com a maior satisfação. No princípio da relação são capazes de passar horas fazendo amor. Apesar de estes Signos não serem dados a paixões tormentosas, a combinação é a sua expressão de um amor profundo e intenso que lhes traz uma enorme serenidade emocional.

Se a mulher é Capricórnio e o homem é Aquário, ela irá sofrer com as infidelidades e mentiras dele, pois privilegia a sua intimidade afectiva e é fiel aos seus compromissos familiares. O homem Aquário tem necessidade de ar e de liberdade, é rebelde, imaturo e tem dificuldades em comprometer-se seriamente. A capricorniana, amiga da rotina, tenta estabilizá lo, mas ela quer dominar o seu mundo, e ele também gosta de comandar, o que dá origem a lutas de poder entre os dois. Ela acaba por se cansar dele, e se o seu tema natal o indicar, pode ocorrer a separação ou o divórcio. A compatibilidade será mais fácil numa união livre ou se o Aquário for mais velho e mais maduro. Com o homem Capricórnio e a mulher Aquário a ligação também será difícil ao fim de algum tempo, pois ela é sociável e extrovertida, não convencional, enquanto ele é introvertido e conservador e tem necessidade afectiva e material. Ele põe acima de tudo as suas ambições profissionais, mas é um bom chefe de família, responsável, que providencia tudo o que é necessário ao lar. Por sua vez, a aquariana é uma boa dona de casa conquanto aprecie bastante a vida mundana e social. Este casamento pode ser fortalecido através dos interesses materiais ou financeiros e ser consolidado com os filhos. O capricorniano é um homem inquieto que tem necessidade de ter tranquilidade, pelo que a aquariana deve esforçar-se por estar perto dele, assim como não deve negligenciar o plano sexual, pois sujeita-se a perdê-lo. Ambos deverão esforçar se por aceitar as suas diferenças para que a união resulte.


Capricórnio-Peixes

O Capricórnio é demasiado agarrado à terra para aceitar os sonhos do Peixes, embora esse mundo o descontraia um pouco. Peixes, com a sua intuição, sabe penetrar na natureza do Capricórnio e chegar ao mais profundo da sua personalidade. Possui um grande tacto, é doce e generoso, e consegue comover o coração um pouco duro do Capricórnio, que só é duro na aparência, pois, lá no fundo é mais vulnerável do que se possa pensar. O Capricórnio que é tão sério, reservado e inteligente, sente-se fascinado com o encanto natural e irresistível do Peixes. O Peixes que é bastante fantasioso, por vezes não distingue a fantasia da realidade e sente que o Capricórnio o protegerá ficando mais tranquilo e confiante e permitindo-se ser mais ousado pois sabe que aquele o livra de todos os perigos.
O Peixes, com a sua imaginação, fascinará o Capricórnio, e também, por ser subtil e delicado no amor, poderá fazer soltar os sentimentos que este tem tão bem guardados. Às vezes, surgem desencontros entre o misterioso Peixes e o geométrico e transparente Capricórnio, pelo que ambos terão de expor os seus pontos de vista calmamente e com tolerância.. O Peixes que é muito generoso, altruísta e sentimental, tenta penetrar a essência do Capricórnio, conseguindo a sua plena confiança, e, aí eles irão realizar-se, sexualmente, de uma forma muito profunda. A frescura e a luz que o Peixes leva às profundezas da alma do Capricórnio permitir lhes á ter uma união intensa e franca que pode ser para toda a vida. A mulher Capricórnio com o homem Peixes podem constituir uma boa ligação e até mesmo um casamento pois, apesar dos caracteres serem diferentes, eles atraem-se fortemente. Ela, reservada e prudente, não se prende de ânimo leve, procura a estabilidade afectiva e a realização das suas ambições profissionais. Como tem os pés bem assentes na terra, estrutura e estabiliza o homem Peixes. Este ao contrário, sonhador, espiritual e desordenado, deixa-se conduzir e adapta se à capricorniana que é terna, gentil e devotada. A capricorniana tenta dominar e dar as ordens, mas o pisciano não se submete, podendo ausentar-se e até viajar para manter a distância. No entanto, eles completam-se. O homem Peixes acaba por adquirir maturidade e vencer as dificuldades, e a capricorniana deve tentar adoçar o seu carácter e tolerar o seu sonhador Peixes para que a união seja duradoura. No caso do homem Capricórnio e da mulher Peixes a relação dependerá sobretudo da maturidade deles. Ela será feliz ao casar com o capricorniano porque ele é um homem sério e sincero e sente-se protegida. Embora eles se complementem, têm algumas diferenças: o capricorniano simboliza o mundo material e a ordem, é solitário, reservado e dedicado à sua vida, às suas ambições e aos seus trabalhos. A pisciana, terna e doce, é atenciosa, sonhadora, ama a vida espiritual, mas é boémia e pouco rigorosa, e, além de não entender de contratos e obrigações, pode passar por períodos de depressão. Terão muito a aprender juntos e devem harmonizar-se para um bom entendimento mútuo. O entendimento espiritual é excelente.

AQUÁRIO

Aquário-Carneiro

O Aquário, embora volúvel, é inteligente, e o Carneiro fica fascinado e atraído por ele, apesar de pensarem de forma muito diferente. Se o Carneiro o quiser conquistar, deverá fazer-se um pouco difícil, pois só assim despertará a sua atenção. O Carneiro é regido por Marte e o Aquário por Úrano; um é guerreiro, o outro imprevisível; no entanto, ambos são activos, possuem força e originalidade. Tanto o Carneiro como o Aquário são independentes, criativos, e detestam a mediocridade. São capazes de empreender aventuras juntos, encarando o futuro alegremente. Gostam ambos de viajar e, se o fizerem, vão decerto a sítios inesperados, com histórias e glórias passadas. O Aquário com a sua tolerância aceita os caprichos do Carneiro com um espírito algo divertido. Por vezes com a sua racionalidade e lógica, pode ser levado a perder-se emocionalmente, porque embora a sua mente seja fria e analítica, ele é emocionalmente dependente e vulnerável. O Carneiro irá ajudá-lo a soltar os seus sentimentos e a aceitá-los. Como o Carneiro é um Signo de Fogo, e Aquário de Ar, este pode avivar a fogosidade daquele, fazendo com que exista uma paixão duradoura.

Se a mulher é de Carneiro e o homem de Aquário, a união livre será a mais aconselhada. São ambos inconformistas, com ideais diferentes e com uma grande necessidade de liberdade. O ariano gosta de comandar, mas o Aquário também gosta de dirigir. Demasiado imaturos e instáveis, podem formar o par ideal para uma amizade amorosa, mas se persistirem no casamento podem vir a separar-se, conquanto o façam sem rancor. Se o homem é de Carneiro e a mulher de Aquário, a relação é idêntica. Pode verificar-se uma maior tendência para uma união de facto do que para o casamento. Podem viver bastante tempo juntos se respeitarem a liberdade um do outro. A aquariana sofrerá com o egoísmo e as infidelidades do Carneiro e, a não ser que feche os olhos, podem passar por fases de separação. Esta união terá de se basear em que ambos são especiais e que só se dão se encontrarem um bom entendimento nas suas vidas, podendo constituir algo importante.

Aquário-Touro

Sendo Touro um Signo do elemento Terra e Aquário do elemento Ar não têm muitas coisas em comum. Touro é tradicionalista, ama a terra, o quotidiano, e o presente, enquanto o Aquário está mais virado para o futuro, é visionário, e nada o prende. No entanto, por vezes, podem cruzar-se os seus destinos e se fizerem um grande esforço, a sua união será conseguida. Aquário faz amizade com muita facilidade, e aí Touro terá de condescender e partilhá-lo com os seus amigos. Esta relação não é muito fácil a não ser que se esforcem bastante, mas se o fizerem, resultará muito enriquecedora. O Aquário não possui muito tacto e, muito especialmente se a mulher for Touro, terá de usar muita compreensão para que o seu coração se abra. Touro anseia por um amor para toda a vida e que seja apoiado em bases sólidas. Já o Aquário considera um compromisso como uma estagnação. Sexualmente, podem entender-se às mil maravilhas porque o Touro, imaginativo e sedutor, aprecia as excentricidades do seu Aquário. Porém, a mulher Touro deseja uma intimidade afectiva tranquila, enquanto o homem Aquário é pouco convencional, inconformista e tem necessidade de independência e liberdade. É uma boa relação para um amor de juventude, mas mais difícil para um casamento duradouro devido à possível imaturidade do homem Aquário. A taurina é demasiado possessiva para ele. Ela estabiliza-o por algum tempo, mas acaba por se cansar da sua inconstância. Como Signos «fixos» que ambos são, têm os mesmos defeitos o que gera incompatibilidades. Se o Aquário for mais maduro, poderão ter um bom entendimento, principalmente se for um segundo casamento e depois dos quarenta anos.

Se a mulher for Aquário e o homem Touro, a compatibilidade também será possível pois o homem é de um Signo «feminino» e a mulher de um Signo «masculino». No entanto, os temperamentos serão diferentes; o taurino é estável e corajoso, dedica-se à sua carreira de alma e coração. A aquariana aprecia a segurança material mas está constantemente ocupada a tratar do marido, quando tem necessidade de liberdade e de contactar com a vida exterior. Apesar da sua independência é uma boa dona de casa, mas aborrece-se com a possessividade do Touro. Ambos vão precisar de tempo para se unirem e também para se afastarem, se for o caso. Podem viver muito tempo juntos, ou simplesmente terem uma aventura sem consequências.

Aquário-Gémeos

Entre um Aquário, genial, excêntrico e pouco controlado e um versátil e mutável Gémeos, a vida nunca é aborrecida. Ambos gostam de conviver, criam facilmente um bom grupo de amigos com quem dialogam sobre filosofia ou sobre temas da actualidade. Brilhantes, os dois gostam de ler e de estar actualizados acerca dos eventos mundiais. É possível trabalharem em conjunto ou mesmo terem um negócio, pois profissionalmente entendem-se às mil maravilhas. Contudo, existem algumas diferenças entre eles: o Aquário é menos sujeito a mudanças do que o Gémeos e pode sofrer com a sua mobilidade, mas se tentarem adaptar-se um ao outro poderão obter uma vida harmoniosa e criativa. Poderá existir algum atrito entre eles, mas será algo momentâneo e facilmente ultrapassável, pois ambos possuem sentido de humor. O Aquário tem o propósito de mudar o mundo e o Gémeos, com o seu poder de comunicação, transmite essa mensagem a todos os que o rodeiam. Podem não ser bem compreendidos pelos outros, mas eles sabem bem gozar alegremente a vida. A sexualidade não é o mais importante para eles, há muito mais coisas interessantes para partilhar, falar e experimentar, embora as suas relações sexuais sejam satisfatórias. Sendo ambos Signos do elemento Ar, atraem-se imediatamente mal se conhecem. Para mais, as suas posições no Zodíaco estão em «Trígono» que é uma posição favorável. As suas vidas podem ser cheias de diversões, aventuras e não rotineiras.

O homem Aquário precisa de espaço vital, de modo que a mulher Gémeos deve ter confiança nele para que a união seja mais fácil. Por vezes, a relação pode sofrer reveses devido à sua mobilidade e instabilidade, e como são Signos «masculinos», poderão passar por conflitos de autoridade. No entanto, como têm bastantes afinidades intelectuais estão no mesmo comprimento de onda e acabam compreendendo-se bem. No caso da mulher ser Aquário, ela deverá fazer concessões para que a relação perdure e o homem, sendo Gémeos, deve aprender a ser mais estável, apesar da sua necessidade de liberdade. Se se casarem jovens, terão maior tendência para a instabilidade, mas numa união mais madura poderão ter excelente compatibilidade e formarão um casal original devido à sua cumplicidade.

Aquário-Câncer

É uma relação incontrolável, a de um Câncer, do elemento Água, e um Aquário, do elemento Ar. Estes dois elementos interligam-se com muita facilidade dando uma boa união. Além do mais, têm muitos pontos em comum como a imprevisibilidade e a alternância de estados de espírito. Só que o Câncer gosta de possuir o seu parceiro e o Aquário não quer sentir-se preso, pois ama acima de tudo a sua liberdade. O Câncer põe em risco essa liberdade e pode sufocar o Aquário com o seu carinho. Não é que ele não aprecie sentir se amado e não retribua esse amor ao seu Câncer, mas detesta exageros e essa forma de expressar o seu amor. Câncer é um pouco exagerado. Aquário é regido pelo imprevisível Úrano e, tal como ele, uma pessoa pouco previsível, e Câncer, regido pela Lua, também, tal como ela, sofre as mudanças das suas fases: romântico e carinhoso quando está cheia, dinâmico quando crescente e tristonho e mal-humorado quando decrescente. O Câncer, como Signo «cardeal», gosta de mandar, e Aquário, Signo «fixo», não aprecia ser comandado e isso pode gerar lutas de poder, mas não quer dizer que não estabeleçam uma relação interessante, até porque sexualmente são bastante compatíveis. O Aquário é bastante instável, pode mudar de emprego de um momento para o outro, enquanto que para o Câncer a estabilidade é muito importante. O Aquário deverá ser paciente com as ligações do Câncer ao passado, ele que só pensa projectar-se no futuro, por mais incerto que ele se apresente.

Se a mulher for Câncer e o homem Aquário dá uma boa compatibilidade pois são uma mulher de Signo «feminino» e um homem de Signo «masculino». A canceriana é uma mulher conservadora, agarrada às tradições, vive para o seu mundo familiar e para o conforto do lar. Extrovertido, o Aquário, gosta de preservar a sua liberdade e dificilmente se mantém fiel, o que chocará bastante a sua companheira. Mesmo que haja possibilidades de separação, poderão manter-se amigos. Sendo o homem Câncer e a mulher Aquário, a ligação será difícil, uma vez que têm personalidades diferentes. A aquariana é mais extrovertida e cerebral não deixando de ser uma boa dona de casa e uma excelente mãe de família. Introvertido e caseiro, o canceriano aprecia essa faceta na sua mulher, por isso ele trabalha pelos dois, para dar uma boa vida material e estabilizar a sua consorte. Eles amam-se reciprocamente, no entanto a sua relação pode sofrer altos e baixos, principalmente se houver falta de dinheiro.

Aquário-Leão

É uma relação que pode ser harmoniosa se o Leão não quiser sempre dirigi la, quer sentimental quer sexualmente. Aquário, Signo do elemento Ar, faz avivar o Fogo de Leão, mas não deverá soprar com muita força pois poderá apagá lo. Signos opostos no círculo do Zodíaco são «fixos» e «positivos», e ambos têm muita vitalidade e teimosia. Porém, Leão tem qualidades que faltam ao Aquário como o calor humano, a estabilidade e a paixão. O Aquário, que por sua vez é humilde, aceita as críticas, qualidade que o Leão não tem. De tão opostos que são acabam atraindo-se, o que lhes permite aprender um com o outro. Leão transmitirá ao Aquário a sua vitalidade, a sua grande generosidade e o seu carácter optimista. Este, por sua vez, retribuir-lhe-á com o seu auto controlo, a tolerância e o poder da sua mente racional. O Ar de Aquário faz com que ele seja imprevisível, pouco convencional e um tanto ou quanto excêntrico, não permitindo que ninguém o agarre. Não o atrai o passado, nem o sonho, nem o romantismo, pelo contrário, o seu principal interesse é o futuro. É muito realista e pragmático e tem umas manifestações de afecto muito próprias. O Leão, ao contrário, no amor entrega-se por completo e precisa de ser mimado e afagado. Sexualmente, o entendimento é perfeito pois o Aquário mostra as suas emoções ao ser envolvido pela paixão do Leão e aí demonstra todo o seu amor, ternura, desejo e sexualidade.

O homem Aquário, ao apaixonar-se pela mulher Leão, deixa-se seduzir pela sua beleza. Ela, por sua vez, dá-lhe a estabilidade necessária à sua carreira e de certo modo manipula-o sem que ele se aperceba. Exclusivista e individualista, a leonina precisa de atenção, admiração, e, como é extrovertida, aprecia a vida mundana. Por vezes, os pontos de vista opostos e os ciúmes podem turvar a união. O aquariano é um revolucionário, rebelde, e ama a sua liberdade, não gostando de ser comandado. Como são dois Signos «masculinos» pode haver jogos de força entre si, mas a leonina deve dar-lhe espaço vital. O pior é que ela pode cansar-se de um homem imaturo como o Aquário. Como são Signos opostos, eles vivem tanto a sua complementaridade como o seu antagonismo. Para poderem permanecer juntos devem adaptar-se às suas diferenças. Da mesma forma, o homem Leão e a mulher Aquário são como o Verão e o Inverno: ele aquece-a e ela arrefece-lhe os ímpetos. Eles sentem o amor à primeira vista pois têm muitas afinidades. Ambos são extrovertidos, amam o mundo, mas, no entanto, têm características diferentes. Quando jovem, a aquariana tem ideias revolucionárias, é anti conformista e rebelde. Com grande sentido de humanidade, pode apaixonar-se por acções colectivas. O Leão é egocêntrico e exclusivista, só pensa nele e quer sempre chamar a atenção sobre si. Ele gosta de dar ordens como um pequeno rei e a aquariana não gosta de as receber. Ele é machista e ela apoia a igualdade dos sexos. Como Signos «masculinos», podem viver conflitos de autoridade. Estes Signos opostos são conduzidos pela complementaridade e pelo antagonismo. Para que a relação perdure, terão de aceitar que o outro tem uma natureza oposta à sua.
Aquário-Virgem
O Virgem poderá sempre ter com o Aquário bons temas de conversa, mas uma coisa que não pode é impor-lhe regras, porque um Signo do Elemento Ar não se pode tentar prender porque sairá correndo. Grande diferença de personalidade os separa: enquanto o Virgem é ordenado, preciso e amigo da rotina, o Aquário é imprevisível, despistado e, por vezes, até extravagante. O Aquário, que é muito amigo do seu amigo, tem várias relações de amizade e não suporta que o Virgem o critique. Além disso, gosta de sair com os seus amigos e nem sempre regressa a horas como o Virgem desejaria. Também não é fiel e, se vir que a relação não resulta corta com ela. No entanto, a personalidade do Virgem fascina-o e o seu bom coração maravilha-o, de tal modo que tentará conquistá-lo. Sexualmente, não são dados a paixões, amam-se tranquilamente, mas, como o Virgem ocupa a liderança, a sua relação será cada vez mais forte e intensa, de maneira a esquecerem as suas diferenças. O Aquário gosta de viajar e descobrir sítios nunca antes explorados, o que irá divertir bastante o circunspecto Virgem. O Aquário não é minucioso nem ordenado, e irá aprender isso com o Virgem. Este, por sua vez, irá conhecer o que é a ousadia e a independência com o Aquário, além da facilidade em fazer amizades. A mulher Virgem e o homem Aquário podem fazer um par, tanto possível quanto um Signo de Terra se liga com um Signo de Ar. São ambos muito humanos, entendem-se bem intelectualmente, mas o aquariano é muito independente, extrovertido, revolucionário mesmo, e tem muita necessidade de liberdade.

A virginiana, virtuosa e fiel aos seus compromissos, sentimental e romântica, necessita de afecto e sente-se derrotada quando o aquariano não lhe dá a atenção de que necessita, pois ele preocupa-se mais com os outros do que com ela própria. Ela, na ânsia de se ver respeitada, impõe-se pelas críticas que ele não suporta. Daí, algumas discussões e possibilidades de separação, no entanto, interesses comuns podem evitar que esta se dê. Se a virginiana for de temperamento alegre, poderá perdoar as lacunas do aquariano. No caso de o homem ser Virgem e a mulher Aquário, também poderá dar um casamento moderado. Aqui é a aquariana que é extrovertida, com necessidade de liberdade e com gosto pelas amizades e o virginiano mais introvertido, romântico, e com necessidade de estabilidade material e afectiva. No entanto, como são muito humanos, podem completar-se, embora possam ter tendência para discutir. Como o virginiano é trabalhador e corajoso, põe o seu trabalho em primeiro lugar, e a aquariana, como boa dona de casa, entretém-se no seu lar e gere bem o que o seu parceiro ganha com o trabalho. No entanto, os dois podem ser um tanto imaturos. O Aquário é infiel, além de que pode ausentar-se por razões profissionais, ao passo que a virginiana é paciente e fecha os olhos, acabando tudo por entrar na ordem. Se o virginiano for mais velho a compatibilidade será maior pois ele entenderá a originalidade da aquariana.
Aquário-Balança

São dois intelectuais que se atraem bastante um ao outro. Ambos Signos do elemento Ar são bastante positivos. Sendo os dois inteligentes e atractivos têm a seu favor os seus «sóis» natais estarem em Trígono o que lhes confere muita harmonia. A grande atracção que sentem um pelo outro pode transformar-se em amor. O Balança tem tendência, quando está apaixonado, a viver todas as horas do dia com o seu amado, mas o Aquário precisa de ar para viver e não suporta que o asfixiem. O Balança terá de ter isso em conta para o bom andamento da relação. Ambos prezam muito a amizade e dão prioridade aos seus amigos, só que os amigos, muitos e variados do Aquário podem não agradar ao esquisito Balança. São os dois muito brilhantes e comunicadores, fazendo com que as suas conversas sejam ricas de conteúdo. Deste modo, nunca se aborrecerão juntos, além de que o melhor para eles é fazer amor, onde se encontram em perfeita harmonia. Apesar de não se amarem de uma forma agressiva e passional, compenetram-se de tal forma nos seus desejos que acabam por se satisfazer mutuamente. A sua grande interligação manifesta-se desde o primeiro momento em que se encontram, gostam de se fundir numa alegre reunião onde conseguem rir, chorar, admirar-se e compartilhar o amor ao máximo. Sentem se de tal maneira realizados na sua convivência que pensam até já a terem efectuado noutras vidas anteriores. O casal formado pela mulher Balança e o homem Aquário tem tudo para resultar numa boa ligação. São ambos extrovertidos e amam a vida social, no entanto parece haver uma melhor compatibilidade numa ligação livre, já que o Aquário presa muito a sua liberdade e independência.

Ele é imaturo e gosta de estabelecer muitos encontros. A Balança, bastante tolerante, tenta adaptar-se. O Aquário dá-lhe toda a ternura que ela precisa, mas como acima de tudo é um humanista, também se ocupa dos outros, o que faz com que ela se sinta abandonada. Esta relação terá altos e baixos, com períodos de alguma instabilidade. Ela gosta de mandar, mas o aquariano só faz o que ele quer. A Balança, apesar de também apreciar a sua liberdade, deverá ser mais tolerante com a liberdade do aquariano. Podem verificar-se infidelidades recíprocas que poderão dar origem a separação consoante os seus temas natais. Sendo o homem Balança e a mulher Aquário poderão ter uma relação estável pois têm imensas afinidades. Ambos extrovertidos e generosos, gostam das reuniões sociais, são apaixonados pelas artes e pelos espectáculos, têm necessidade de mudança e vida social. A relação será calorosa e a aquariana acomodar-se-á às exigências sexuais do Balança. Este casamento será tanto mais feliz quanto o homem tiver mais segurança financeira. A sua casa será bela pois eles têm um grande sentido estético. O Balança terá tendência para mandar, mas a aquariana não gosta de ser dirigida e só faz o que deseja. Ele pode ser um pouco infiel, mas a aquariana, indulgente, é capaz de fechar de olhos e a relação não correrá perigo. Possibilidades de separação, mas podendo ser travadas pelos interesses familiares e materiais mútuos.

Aquário-Escorpião

O Escorpião ao ligar-se a um Aquário terá de ter em conta que estes dois Signos astrologicamente estão em «quadratura», uma configuração que gera dificuldades e tensão. Isto pode ser amenizado se as suas Luas ou Ascendentes estiverem em harmonia, o que não quer dizer que não haja uma atracção entre eles. O elemento Ar de Aquário não é incompatível com a Água de Escorpião, mas pode agitá-la transformando um lago tranquilo num mar turbulento. O Escorpião gosta de possuir e de dominar. A personalidade livre e excêntrica do Aquário, possuidor de uma natureza imprevisível, é um enigma para o Escorpião. Este fará tudo para o decifrar. O Escorpião ama de forma apaixonada, absorvente e possessiva, o Aquário é livre, inventivo e aéreo, não suportando ser preso. Ao sentirem-se atraídos, nenhum quer dar o primeiro passo para se aproximarem, mas Escorpião, com o seu olhar magnético, desconcertará o Aquário que ficará perdido. Só uma intervenção divina fará com que estes seres se aproximem e vivam uma relação que será uma aventura apaixonante. Mas se houver desentendimentos e chegarem à discussão, o Aquário, com a sua verbosidade genial pode competir com o Escorpião, e se este se sentir ferido riposta com o seu aguilhão e vai ferindo o Aquário onde mais lhe dói. Poderão ganhar dinheiro se trabalharem juntos, mas fá-lo-ão de forma diversa, o Escorpião com tenacidade e método, e Aquário usando a sua originalidade e excentricidade. No amor podem surgir complicações, o Escorpião é intenso, entrega-se ao acto amoroso e quer atingir o máximo das sensações, o Aquário mantém as emoções à distância não se envolvendo com os sentimentos e dificilmente utiliza a palavra amor.

O Escorpião sabe descobrir onde o Aquário é vulnerável, ou seja, no seu receio de enfrentar as emoções e na angústia de não controlar os instintos. O Aquário, por sua vez, intui e entende os estados melancólicos do Escorpião, respeitando-os. Este, quando ressurge, encontra a mão amiga do Aquário que o ajuda a descobrir o caminho da felicidade. Se a mulher for Escorpião e o homem Aquário a compatibilidade será média e poderão vir a concretizar uma relação mesmo que esta seja difícil. A Escorpião, possessiva e ciumenta, introvertida e apaixonada, tem necessidade de estabilidade afectiva. Como é muito exigente e perfeccionista, fica angustiada com a imaturidade e instabilidade do aquariano. Este, por sua vez, é mais cerebral do que apaixonado, de modo que intelectualiza o amor. Além disso, o Aquário, que é extrovertido, tem necessidade de liberdade e independência, daí que pode tornar a relação conflituosa, na qual a Escorpião terá tendência para se vingar do aquariano. Ambos os Signos tendem a ser infiéis, pelo que há probabilidades de separação. Apesar de tudo uma mulher de Signo «feminino» entende-se bem com um homem de Signo «masculino», principalmente se ele for mais maduro. Melhor compatibilidade no caso do homem ser Escorpião e a mulher Aquário, pois este procura uma boa esposa, uma boa dona de casa e mãe para os seus filhos, exactamente o que encontra na aquariana, que é uma mulher perfeita em tudo. Deste modo constituirão um casamento sólido. O Escorpião trabalhará denodadamente para manter o lar e ela cuidará dele sentindo-se plenamente satisfeita. São ambos muito independentes, no entanto as suas personalidades são bastante diferentes. O Escorpião introvertido e apaixonado tem dificuldade em dominar os seus instintos, a aquariana, mais extrovertida, é tolerante mas não é uma mulher de paixões. Sofrerá com as infidelidades discretas do Escorpião, mas desdramatizará as situações e fechará os olhos. Sendo cerebral, ela não procura uma afectividade excessiva, mas sim uma cumplicidade intelectual. O Escorpião deverá evitar os seus ciúmes quando ela se afasta, pois a aquariana tem necessidade de se sentir livre. Possibilidades de incompreensões recíprocas, pelo que devem fazer mútuas concessões.


Aquário-Sagitário
 
São dois Signos que gostam de se sentir livres, mas o Aquário tem muita dificuldade em mostrar os seus sentimentos, no entanto, sentem uma grande atracção um pelo outro e poderão viver uma relação fascinante que os enriquecerá. O Sagitário, regido por Júpiter, irá sentir uma grande admiração pela linda e brilhante inteligência do Aquário que é regido pelo imprevisível Úrano. O Aquário também ficará fascinado pelo carácter franco e jovial do Sagitário. Uma coisa que é comum aos dois é o gosto pela aventura e pelas viagens, e pelo amor à liberdade. Através da sua natureza livre, eles sabem respeitar essa necessidade de não se sentirem presos e de terem direito ao seu isolamento. Tanto um como o outro possuem grandes amigos com quem gostam de conviver e valorizam a amizade como uma coisa muito importante nas suas vidas. De tal forma que um grande amor pode começar por uma amizade que com o tempo se desenvolveu. Quando a vida se lhes depara com momentos difíceis, eles ter se ão um ao outro, sempre prontos a darem mútuo apoio. São muito generosos com toda a gente, mas mais ainda com aqueles que amam. Nos encontros amorosos, o elemento de Aquário, que é o Ar, desenvolve, de tal forma o Fogo, elemento de Sagitário que poderão viver grandes momentos de paixão. Aquário, tão racional, esquecer-se-á desta sua faceta e partilhará dos jogos amorosos do divertido Sagitário, que o levará para situações absolutamente imprevisíveis. O aborrecimento nunca se instalará entre eles e a vida poderá ser uma aventura interminável. O Sagitário aprende com o Aquário a explorar o Universo sem limites, e por sua vez ensina-lhe a desfrutar a vida com alegria e paixão.

No caso do homem Aquário e da mulher Sagitário, ele é instável e imaturo o que pode cansar a relação. Além disso o aquariano gosta de mandar e a sagitariana só faz o que quer, pelo que podem ter rupturas na relação, mas, normalmente, seguidas de reconciliações. Ambos estarão predispostos a infidelidades e a separação dependerá dos seus temas natais, mas acima de tudo o êxito desta ligação depende muito da maturidade do aquariano. A compatibilidade entre os dois aumentará se forem mais velhos. No caso contrário, o homem Sagitário e a mulher Aquário, terão muitas situações onde as tentações e as infidelidades os podem separar. Na verdade o sagitariano não é sempre fiel. Em jovem ele é o mais infiel do Zodíaco. Quando ele se ausenta, a aquariana, indulgente, fecha os olhos por algum tempo, mas ela também não consegue corrigir o sagitariano pois ele só faz o que bem lhe apetece. Poderão surgir ou separações ou divórcios amigáveis, mas por princípio viverão muito tempo juntos, pois os interesses familiares têm aqui grande força.
Aquário-Capricórnio

Se o Capricórnio fosse menos convencional, esta seria uma boa combinação para uma aventura ligeira, mas o Capricórnio é um Signo do elemento Terra, sólido, estático e acolhedor, por isso, tenta pôr-se à distância quando o Aquário, do elemento Ar, está por perto. O Aquário, ágil, dinâmico e independente sente se tremendamente atraído pelos caminhos inexplorados, e é curioso por aquilo que não está conquistado, mas, o Capricórnio, para quem é importante o dever, a responsabilidade, a ordem e as tradições, pode enfastiar se com o Aquário, que não entende nada destas suas qualidades. Só uma boa dose de compreensão e muita tolerância farão com que estes dois Signos se entendam, a não ser que os seus Ascendentes e Luas estejam em harmonia. Se o Capricórnio quiser manter o amor do Aquário terá de lhe dar a liberdade e independência que ele tanto aprecia, e o Aquário, por sua vez, pode encantar o Capricórnio, pondo alguma imaginação e loucura na relação, apesar deste não gostar de viver em sobressalto e sem segurança. Se superarem estas dificuldades, a sua relação pode ser enriquecedora, pois ambos são racionais, apreciam a liberdade de espírito e são firmes na direcção dos objectivos que pretendem conseguir. Capricórnio sente tremendos ciúmes do Aquário, porque não consegue controlá-lo, e isso dá lhe uma enorme insegurança. No amor, entendem-se maravilhosamente bem, desfrutando de cada momento com a maior satisfação. No princípio da relação são capazes de passar horas fazendo amor. Apesar de estes Signos não serem dados a paixões tormentosas, a combinação é a sua expressão de um amor profundo e intenso que lhes traz uma enorme serenidade emocional.

Se a mulher é Capricórnio e o homem é Aquário, ela irá sofrer com as infidelidades e mentiras dele, pois privilegia a sua intimidade afectiva e é fiel aos seus compromissos familiares. O homem Aquário tem necessidade de ar e de liberdade, é rebelde, imaturo e tem dificuldades em comprometer-se seriamente. A capricorniana, amiga da rotina, tenta estabilizá lo, mas ela quer dominar o seu mundo, e ele também gosta de comandar, o que dá origem a lutas de poder entre os dois. Ela acaba por se cansar dele, e se o seu tema natal o indicar, pode ocorrer a separação ou o divórcio. A compatibilidade será mais fácil numa união livre ou se o Aquário for mais velho e mais maduro. Com o homem Capricórnio e a mulher Aquário a ligação também será difícil ao fim de algum tempo, pois ela é sociável e extrovertida, não convencional, enquanto ele é introvertido e conservador e tem necessidade afectiva e material. Ele põe acima de tudo as suas ambições profissionais, mas é um bom chefe de família, responsável, que providencia tudo o que é necessário ao lar. Por sua vez, a aquariana é uma boa dona de casa conquanto aprecie bastante a vida mundana e social. Este casamento pode ser fortalecido através dos interesses materiais ou financeiros e ser consolidado com os filhos. O capricorniano é um homem inquieto que tem necessidade de ter tranquilidade, pelo que a aquariana deve esforçar-se por estar perto dele, assim como não deve negligenciar o plano sexual, pois sujeita-se a perdê-lo. Ambos deverão esforçar se por aceitar as suas diferenças para que a união resulte.

Aquário-Aquário

Ninguém melhor do que um Aquário para entender as necessidades de liberdade de outro Aquário. Dois Signos do elemento Ar, juntos, podem provocar ventos que dão origem a ciclones, mas a sua imensa força pode ser usada da melhor forma, assim eles o queiram. Tão iguais que juntos podem desfrutar a beleza, trabalhar, ler ou receber os seus imensos amigos, assim como, cada um por si, desfrutar de momentos calmos da solidão. Partilharão os mesmos gostos, assim como o contacto com a natureza, o prazer da leitura e os exercícios físicos. Como são muito inteligentes, se trabalharem juntos poderão realizar grandes empreendimentos com êxito. Não lutarão pela liderança, antes pelo contrário, trabalharão em equipa, e, como são muito criativos poderão com as suas ideias ser inovadores em qualquer matéria. Como gostam de viajar, procurarão sítios pouco conhecidos onde se sentirão bem.

As grandes paixões não são a sua prioridade, preferirão um amor cálido e sensual, mas sem grandes fantasias sexuais, a não ser que algum deles tenha o Ascendente ou a Lua em Escorpião ou noutro Signo do elemento Água. Mesmo depois do amor terminar ficará uma grande amizade. Extrovertidos e cerebrais eles têm uma grande cumplicidade intelectual, necessidade de mudança e de liberdade de expressão. Bastante compreensivos, eles possuem uma grande abertura de espírito e dão liberdade um ao outro. Mesmo que, por razões profissionais, tenham de se ausentar, a distância não afectará os seus sentimentos. Podem protagonizar grandes histórias de amor.


Aquário-Peixes
 
Estes dois Signos, Aquário do elemento Ar, e o Peixes do elemento Água, sabem que precisam um do outro, aceitam-se, e entre eles estabelece-se uma comunicação que os irá levar a uma relação na qual se sentirão maravilhosamente bem. Estes dois seres, diferentes de todos os outros mortais, nunca se irão aborrecer juntos. O Aquário sentir-se-á atraído pela magia e mistério que irradia da personalidade do Peixes, que é tímido, que fala e sorri de forma especial e que tem uma grande generosidade para com os outros. O Peixes ficará encantado com a originalidade, a inteligência do Aquário que o surpreenderá sempre com algo de novo e de diferente. Se trabalharem juntos, a inteligência e a genialidade do Aquário, aliadas à intuição e clarividência do Peixes poderão produzir algo de positivo. Apesar de não ser o dinheiro a principal prioridade destes dois Signos, poderão fazer grandes fortunas, além de se realizarem pessoalmente por fazerem aquilo que gostam. Sendo muito humanitários, gostam de socorrer os mais necessitados, assim como se sentem realizados ao efectuar empreendimentos ecológicos, onde possam ser úteis aos outros. Aquário, extravagante, tem um enorme desejo de liberdade, e o Peixes, que é uma pessoa muito tolerante, entende muito bem essa sua necessidade. Nenhum dos dois é muito dado a verbalizar as suas emoções, mas para o Peixes isso não é muito importante, pois com a sua intuição consegue entender as atitudes do Aquário e não precisa de palavras. As suas relações amorosas são excelentes, divertidas, sensuais e eróticas. Peixes realizará os seus sonhos mais escondidos e o Aquário deixará fluir os seus sentimentos e as suas emoções com toda a sua alma.

No caso da mulher ser Aquário e o homem Peixes, a ligação é possível mas com o tempo pode tornar se difícil, pois ela é independente, extrovertida e cerebral, enquanto ele é introvertido, sensível, emocional e romântico, o que o faz ter necessidade de receber ternura e afecto. Se a aquariana não lhe manifestar esse afecto de que tanto necessita, ele, que é um tanto instável, pode ir procurá-lo noutro lado, tanto mais que a fidelidade não é uma das suas virtudes. Se a aquariana fechar os olhos poderão evitar a separação, mas ela deverá estar mais atenta às necessidades do seu cônjuge. Se forem mais velhos ou tiverem mais maturidade a ligação poderá ser mais duradoura. Ambos possuem dons artísticos e a necessidade de viverem a espiritualidade. No caso da mulher Peixes e do homem Aquário, as dificuldades também virão com o tempo, pois a pisciana exigente, procura constantemente o afecto e a ternura, enquanto o Aquário, que preza a sua liberdade, se sente sufocado. A mulher Peixes pode evitar a separação submetendo-se, mas deverá aprender a ter confiança nele. Se o casal é muito jovem, há mais possibilidades de separação, mas se o Aquário for mais velho, se souberem fazer concessões e se aprenderem com a maturidade, a ligação poderá estabilizar-se.
 
PEIXES

Peixes-Carneiro

São Signos que na ordem zodiacal se encontram muito perto um do outro, mas que vivem em mundos diferentes. Pode tratar-se de uma relação agradável e romântica, mas construída sobre alicerces pouco estáveis, a não ser que usem o seu sentido prático para que o seu amor ganhe solidez. Carneiro, com o seu planeta Marte agressivo e aguerrido, e o Peixes, cujo regente é Neptuno, que é imaginativo, sensível e misterioso, atraem-se mutuamente. O Carneiro é seduzido pelo magnetismo do Peixes e este pela força e auto-segurança do parceiro. Se o Carneiro, com o seu espírito mandão, julga que vai ter em Peixes uma pessoa fácil de liderar, engana-se, pois este tem uma força interior que lhe é concedida por Neptuno e pelo seu elemento, a Água que, apesar de ser aparentemente passivo, concentra a sua força na própria passividade. A mulher Peixes verá no seu Carneiro o príncipe encantado, e fará tudo para o ajudar a triunfar, fazendo até o papel de mãe protectora, ou usando a sua natural magia para conquistar o seu coração. O homem Carneiro vê na pisciana a mulher frágil que ele vai proteger de todos os perigos e de todas as injustiças que abundam neste mundo cruel. Peixes compreende os sentimentos e as emoções melhor do que ninguém, mas muitas vezes tenta fugir à realidade, pelo que pode forjar mentiras para não sentir a dureza da vida que o aflige. Carneiro enfrenta a vida como se fosse um desafio e os medos do Peixes podem fazer com que haja tensões entre ambos, a não ser que o Carneiro encha a sua pisciana de amor e ternura de modo a que ela se sinta muito protegida. Não é difícil a ambos sacrificarem-se, mas se se respeitarem dando-se mutuamente liberdade e independência, poderão ter um amor muito duradouro. O homem Carneiro, de temperamento activo, pode não apreciar a passividade da mulher Peixes, a não ser para a dominar. A pisciana, calma e muito feminina, pode submeter-se, mas vai-se distanciando pouco a pouco. Se, eventualmente, entrar em depressão e ficar ciumenta com as possíveis infidelidades do Carneiro, um dia pode simplesmente ir-se embora. Ambos precisarão de fazer concessões mútuas para que a relação resulte. No caso da mulher pertencer ao Signo de Carneiro e o homem ao de Peixes a ligação é possível mas será um pouco difícil a longo prazo. Ele é sensível e introvertido, enquanto que ela é agressiva e extrovertida, pelo que a relação terá altos e baixos. Em caso de separação, esta poderá ser difícil para ambos.

Peixes-Touro

Nesta relação haverá muito romantismo e deverá ter sentido prático. Ambos possuem qualidades que poderão beneficiar o outro. O Peixes é muito altruísta, gosta de partilhar com os outros e o Touro, que é muito criativo, ficará fascinado com esta qualidade do Peixes, que lhe vai ensinar o positivismo da imaginação. Os seus elementos, Terra de Touro e Água de Peixes, são compatíveis. Deste modo, as relações entre ambos, inclusive no trabalho, serão boas. Touro irá beneficiar da intuição do Peixes para concretizar os seus projectos. Ambos apreciam os prazeres dos sentidos e o fazer amor pode ser visto como um divertimento. Sexualmente, entendem-se maravilhosamente: Touro não se sentirá tão preso à terra e mergulhará nas águas da sensualidade, usufruindo de prazeres não sonhados.

Mesmo que a relação amorosa não resulte, irão ficar bons amigos para sempre. Se não existirem tensões nos seus mapas astrológicos, poderão casar-se e estabelecer uma relação duradoura. O Touro irá acreditar no destino e nas estrelas, tal como o Peixes o crê convincentemente porque irão sentir uma atracção magnética logo ao primeiro contacto.

Sendo a mulher Touro e o homem Peixes, uma vez que Vénus está em exaltação em Peixes, farão um par muito sentimental, com muita ternura e afecto. A taurina, ao apaixonar-se pelo homem Peixes, estabilizar-se-á e evitará que ele ande à deriva, mas como também tem necessidade de tranquilidade irá acabar com a inconstância do pisciano e não lhe admitirá infidelidades. São os dois introvertidos e bastante sensíveis, assim como se atrairão recíproca e sexualmente. Podem ter rupturas na sua relação, mas serão seguidas de reconciliações, principalmente se o pisciano for mais maduro. O homem Touro e a mulher Peixes também poderão ter uma boa ligação ou mesmo um bom casamento. Os dois Signos «femininos» protegem a sua intimidade afectiva. A pisciana é doce e sensível e o taurino tem muita ternura para lhe dar, assim como a irá reconfortar com a sua presença. Profissionalmente, também terão um bom entendimento. De um Signo «mutável», a mulher Peixes é livre e gosta de se evadir nem que seja em pensamento, mas o homem Touro tem os pés assentes na terra e, desse modo, irá estruturá-la, evitando que ela se perca. Deverão aprender a tolerar as suas diferenças para que a união perdure. Mesmo perante o perigo de separação ou divórcio, os interesses familiares e materiais poderão mantê-los ligados.

Peixes-Gémeos

O Gémeos, do elemento Ar, e o Peixes, do elemento Água, à partida, não têm uma grande compatibilidade, mas se no seu tema natal houver bons aspectos entre o Sol e a Lua, poderão chegar a um razoável entendimento. Peixes é o Signo dos mistérios, do que há para além do que não pode ser transmitido por palavras, o que atrairá e fascinará o Gémeos. Ambos são muito solidários em relação a injustiças e podem comover-se profundamente com muitas coisas. São imprevisíveis, odeiam a rotina, e ambos têm personalidades duplas. As viagens são algo que fazem com prazer, mas se há uma coisa que o Peixes não suporta é que o Gémeos o submeta a interrogatórios e o obrigue a tomar decisões repentinas, pois a sua mente não é muito ágil. O Peixes, no entanto, não é manipulável nem débil. Ele é muito sensível aos problemas dos outros e está sempre pronto a dar-lhes a sua ajuda, o que por vezes o fatigará, pois não tem a energia mental e física do Gémeos. O Peixes ama sonhando e vive as emoções com intensidade. Entre ambos, a sexualidade é muito importante pois o Gémeos deixa de ser racional e analítico e entrega-se de alma e coração ao seu Peixes. Uma coisa comum a ambos é a facilidade que têm para se escapar das mãos de quem os quiser agarrar.

A mulher Gémeos é extrovertida e mundana, enquanto o homem Peixes é introvertido, solitário, aprecia o silêncio e a tranquilidade, pelo que podem decepcionar-se reciprocamente. Pode ser uma relação difícil dependendo da maturidade de ambos. Deverão esforçar-se por comunicar, principalmente o pisciano, que está mais fechado no seu universo aquático. O homem Gémeos, extrovertido e cerebral, prefere o movimento do mundo e a novidade. Um tanto instável, para ele a vida conjugal não é fácil pois precisa de espaço e sente se sufocado com a vida afectiva monótona. Por seu lado, a mulher Peixes adora o silêncio para sonhar, como se vivesse num outro planeta, portanto tem dificuldades em comunicar. Sendo ambos Signos «duplos», estão sujeitos à instabilidade. A mulher Peixes não suporta as infidelidades e o Gémeos não é lá muito fiel. A compatibilidade será melhor se o homem Gémeos for mais velho e mais maduro.

Peixes-Câncer

Dois elementos de Água juntos ou dão uma tempestade, ou fundem-se numa calmaria que desliza na mesma direcção. Ambos são mutáveis e um pouco lunáticos, românticos, ternos e sonhadores. Atraem-se à primeira vista e são capazes de viver juntos com as suas ilusões e optimismos. A criatividade também é um ponto comum mas o dinheiro pode ser uma razão de conflitos entre eles. Enquanto que para o Câncer o dinheiro é muito importante e se esforça por ganhá-lo, o Peixes não lhe liga qualquer importância, de modo que sob o ponto de vista económico as discussões podem ser muitas. Emocional e sentimentalmente não existem muitas diferenças e em caso de precisarem de um ombro onde chorar terão sempre um à sua disposição. Dado serem bastante intuitivos e até terem tendências telepáticas são capazes de comunicar com poucas palavras. Entre eles não haverá mentiras e até os silêncios serão bastante significativos. Só que o Peixes deverá estar a par das mudanças da Lua para melhor entender os estados de espírito do seu Câncer. Este adora ser mimado e Peixes será capaz de abdicar de si próprio só para o satisfazer. Na relação amorosa o entendimento também é perfeito, usarão da energia necessária para que o desejo se mantenha sempre vivo.

Para o caso de a mulher ser Câncer e o homem Peixes, a compatibilidade é boa, ela enamorar-se-á do seu pisciano, haverá grande paixão entre eles e a união será perfeita. Sendo ambos românticos e sentimentais, a sua relação pode ser apenas prejudicada pela instabilidade do homem Peixes. Este tem necessidade de que se ocupem dele, mas não aceita uma mulher possessiva e dominadora. Por sua vez, o pisciano pode ser infiel o que irá causar sofrimento à emocional canceriana. Poderá haver risco de separação, mas não se deixarão facilmente pois os interesses materiais e familiares irão mantê-los unidos. A duração da sua relação depende das suas maturidades. Sendo o homem Câncer e a mulher Peixes, a compatibilidade entre os dois é boa e há probabilidades de casamento. Ambos sentimentais, eles entendem-se, mesmo sem falar. Sendo introvertidos, privilegiam a sua intimidade afectiva. Este par romântico, unido por uma grande paixão, depende um do outro. No entanto, não é fácil viver o dia-a-dia com um Câncer que se refugia debaixo da sua carapaça, que gosta de mandar e que é caprichoso. A pisciana pode cansar-se e escorregará entre as suas pinças. Possuem ambos uma grande intuição, podendo adivinhar tudo sem nada dizer. Se tiverem tentações recíprocas de se deixarem, os interesses materiais uni-los-ão, e acabarão caindo nos braços um do outro. Devem aprender a ter mais confiança mútua.

Peixes-Leão

Para o Leão, que gosta de carícias e afagos, o Peixes é o par perfeito, mas não poderão viver de ilusões; se querem subsistir têm de olhar para o lado prático da vida. Há sempre algum perigo num Signo do elemento Fogo juntar-se ao de Água, pois tanto o primeiro pode fazer evaporar o segundo como este afogá-lo mas, se tomarem consciência disso, respeitar-se-ão um ao outro. Esta dupla funciona bem, pois o Leão gosta de mandar e o Peixes não se importa de obedecer, desde que lhe facilitem a vida. Para o Peixes o mais importante são os seus sonhos, as suas quimeras e as fantasias às quais gosta de se entregar. Peixes, de aparente fragilidade, sabe valorizar e elogiar as acções do Leão que, por sua vez, fica envaidecido e ajuda-o, dando-lhe o apoio necessário que o leva ao triunfo. O Leão, super protector, também quer proteger o seu Peixes, tão esquivo e misterioso. O Leão é carinhoso, não se escusa a demonstrações afectivas e o Peixes recebê-las-á muito bem, retribuindo-as a dobrar. O Leão vive com a luz do Sol; Peixes, na profundidade dos mares. Isto pode proporcionar-lhes situações de choque. Principalmente, a falta de decisão e disciplina do Peixes tende a alterar o Leão, e o Peixes pode não compreender que o Leão reaja mal. Se o Leão encontra a sua princesa Peixes, misteriosa e sedutora, será o seu herói, que a defenderá de todos os perigos. Ele dirigirá a relação e fala-á feliz, e, mesmo no encontro sexual, eles fundir-se-ão, apesar da grande diferença que existe entre eles, tal como o céu e a terra.

A mulher Leão e o homem Peixes podem ter uma ligação, mas será difícil a longo prazo dado as suas diferenças. O pisciano é um grande apaixonado que aprecia a sua intimidade afectiva. Ele ficará seduzido pela leonina, mas não é tão intenso quanto ela. A leonina, extrovertida e egocêntrica, tem um grande interesse pelos ambientes mundanos e será uma das poucas mulheres que pode manipular o pisciano, no entanto, com o tempo ele acaba por se escapar. Por vezes, podem surgir conflitos entre ambos onde a separação será possível, dependendo dos seus temas natais, mas se a leonina for mais tolerante, a ligação permanecerá firme. O homem Leão e a mulher Peixes também poderão ser uma ligação difícil ao fim de algum tempo. Ele, mundano e extrovertido, só pensa nela, ela deseja ter a sua intimidade afectiva, sonha com um príncipe encantado mas ele é um rei e nem sempre encantador. O leonino, trabalhador, estabiliza a pisciana, no entanto, ela que é hipersensível, pode sofrer com o autoritarismo dele e deixá-lo. No mundo real, os Leões não nadam com os Peixes. Isso quer dizer que pode surgir uma certa incompreensão na sua relação.

Peixes-Virgem
 
Crítico e analítico, o Virgem é o oposto do sonhador e romântico Peixes. No entanto, o Virgem deve abster-se de críticas, pois um pouco de romantismo na sua vida também lhe faz falta. A Água de Peixes é necessária à Terra de Virgem pois amacia-a e fertiliza-a. Por isso o Peixes, apesar de ser o oposto de Virgem, sente-se muito atraído por ele. É a atracção dos opostos. Peixes é sensível, intuitivo, dá com mais prazer do que recebe, mas tem os seus sentimentos bem guardados no fundo da sua psique. Virgem, senhor da razão e da lógica, não entende o enigmático Peixes com as suas intuições, muitas vezes acertadas, mas, ao mesmo tempo, as suas inseguranças, falta de decisão e medos que, por vezes, atingem o caos. Virgem, com o seu sentido prático e sempre com a solução para todos os problemas, dá segurança ao Peixes, que tem medo da vida e ainda mais do futuro. Por vezes o Peixes é assaltado por crises de melancolia e mudanças de humor que o Virgem não entende bem, mas sempre acolherá com toda a ternura e amenizará os seus medos e receios, até porque uma coisa que o Virgem gosta é de que necessitem dele. Por outro lado, o Virgem deve ser cauteloso em não ferir as susceptibilidades do Peixes, que com a sua clareza e transparência, e apesar de não mentir, gosta de guardar os seus segredos e viver no seu mundo, onde a fantasia e a realidade se confundem. A sexualidade para o Peixes é fascinante e proporcionará ao Virgem sensações fortes e intensas como ele nunca sentiu, e isso será uma grande força para a união ser duradoura. Sendo a mulher Virgem e o homem Peixes, eles são atraídos um pelo outro, pois apesar de opostos são complementares. Ambos «Signos femininos», são muito devotados um ao outro. Bastante românticos, desejam ter uma vida tranquila com muita ternura a uni-los.

O pisciano faz a virginiana sonhar, mas ele não será sempre fiel e ela ficará ciumenta, no entanto, como ela tem os pés assentes na Terra, suporta as suas fraquezas. Sendo uma mulher muito ordenada, orienta a sua vida do dia-a-dia e estabiliza o pisciano. No entanto, ele aborrece-se e tem tendência a evadir-se, a sonhar e andar à deriva. Sendo «Signos mutáveis», é difícil viverem juntos toda a vida, para mais têm os mesmos defeitos, um dos quais a instabilidade. Podem surgir incompreensões que os afastarão. Como Signos opostos, tanto podem ser regidos pela complementaridade como pelo antagonismo, pelo que devem esforçar-se por se adaptarem às suas diferenças. Se a mulher for Peixes e o homem Virgem, a situação será idêntica, atraem-se por serem opostos mas, ao mesmo tempo, complementares. A pisciana sonha com um príncipe encantado e o virginiano corresponde aos seus sonhos pois é romântico e compreende as mulheres. Mas ele precisa de segurança material, portanto, tem de organizar a sua vida e assumir essa responsabilidade pelos dois, pois ela é muito sonhadora no seu dia-a-dia. Mas, também neste caso, os dois podem ser instáveis. Devem tentar adaptar-se às suas diferenças para que a união resulte. Parece haver uma melhor compatibilidade se o virginiano for mais velho.
Peixes-Balança
 
Dois Signos que se atraem fortemente quando se encontram. O Peixes, doce, inquieto e perturbador e o Balança romântico e refinado ficam de tal forma encantados que não sabem o que fazer. O Peixes fica atemorizado perante a personalidade brilhante e sedutora do Balança, acha que uma pessoa com tais qualidades não vai confiar nele, pois a sua auto-estima não é grande, não se sabe valorizar, e é esse o seu grande problema. Balança, com a sua sensibilidade, detectará logo a necessidade de segurança do Peixes e imediatamente o protegerá. Será o Balança a conduzir a relação e o Peixes deixar-se-á levar sem dificuldade. Nada mais encanta ao Peixes do que facilitarem-lhe a vida e ninguém melhor para o fazer do que o Balança. O maior problema pode surgir quando for necessário tomar decisões. O Balança é muito indeciso, pensa muito antes de tomar qualquer atitude e o Peixes não é precisamente a pessoa que seja enérgica e rápida a decidir. O Peixes é muito secreto e tem sempre receio de mostrar o seu mundo interior, pelo que o Balança terá de ter muita paciência, dar lhe muita segurança e confiança para chegar até lá. Peixes não possui muita energia e é inseguro, mas, por outro lado, é muito intuitivo, generoso e abnegado o que o torna mágico. O Peixes não distingue bem a realidade da fantasia e acaba por achar a vida tão injusta que se refugia no seu íntimo. É nessa altura que o Balança deve, com o seu carinho e boas palavras, reconfortá-lo para que volte a encarar o mundo com um sorriso.

Se a mulher é Balança e o homem Peixes é como se este tivesse encontrado a sua princesa encantada, pois tudo quanto tinha sonhado está nessa mulher admirável, sensual, inteligente e brilhante. A sexualidade para eles é a simbiose perfeita, terão tão intensas sensações que não parecerão deste mundo. No caso do homem Balança e da mulher Peixes a ligação é boa, mas pode tornar-se difícil ao fim de algum tempo. A pisciana, sonhadora, aprecia mais a intimidade afectiva; ele, mais mundano, prefere a vida social e acabarão por ter problemas de comunicação. Em comum têm a delicadeza, a doçura e a amabilidade, assim como o apreço pela arte e pela estética. Além disso não amam a solidão. A união de um homem de Signo «masculino» e uma mulher de Signo «feminino» é sempre afectuosa e sentimental o que é o caso de um Balança com uma mulher Peixes mas a personalidade dela é um pouco complexa, e como é hipersensível, não vê nele o príncipe dos seus sonhos. Este detesta os conflitos, e a mulher Peixes ignora ou foge deles. Possibilidade de haver infidelidades recíprocas que poderão levar à separação. Por norma as compatibilidades são melhores se houver uma maior diferença de idades.


Peixes-Escorpião
 
Dois seres que têm a capacidade de ler as mentes um do outro, mas em que o Escorpião fará sofrer o Peixes se for infiel. No entanto, esta relação parece trazer a bênção dos Céus, pois algo de superior os atrai para os braços um do outro. É um amor perturbador, violento, sensual, etéreo, que é impelido por um magnetismo tão forte e por umas sensações tão intensas que cada um esquecer se á de si próprio para formarem duas pessoas numa só alma. Nesta relação mágica nem precisam de falar para se entenderem e para partilharem o seu mundo tão especial. Esta união, que poderá resultar em casamento, será a de duas pessoas sempre apaixonadas, em que os sentimentos serão autênticos e transmitirão felicidade. O intuitivo e sensível Peixes será seduzido pela carga erótica e passional do Escorpião e sentir-se-á conquistado, mas ninguém melhor para dar um amor mais incondicional do que o Peixes, e só o Escorpião saberá amar com paixão e dar a protecção que o Peixes tanto precisa. Ambos intuitivos e misteriosos partilham os mesmos receios e a sua sensibilidade estará sempre em sintonia. Esta fascinante união pode não durar toda a vida mas será sempre recordada com emoção pois deixará profundas marcas nas suas almas. Sendo a mulher Escorpião e o homem Peixes haverá uma boa compatibilidade entre estes dois Signos do elemento Água e ambos «femininos». A intuição e a sensibilidade serão pontos comuns e terão também afinidades espirituais. A paixão envolvê-los-á e apreciarão a sua intimidade afectiva. Além do excelente entendimento psíquico, eles são os dois mestres na arte do sexo. Há cumplicidade entre eles e uma fascinação recíproca pelo que a relação será de longa duração.

A Escorpião é exigente e tem necessidade de ser tranquilizada, no entanto o pisciano é um sonhador e nem sempre será fiel, pelo que ela pode tornar-se agressiva, enervar-se, e picá-lo com o seu ferrão. Apesar de alguma possibilidade de separação, e que parece ser mais pelo lado dela, os interesses materiais e familiares serão tomados em conta e poderão evitar que isso aconteça. Melhor compatibilidade se o homem Peixes for mais velho e mais maduro. Com o homem Escorpião e a mulher Peixes a ligação ou casamento terá muitas probabilidades de êxito pois encantar-se-ão com o charme um do outro. O Escorpião apaixonar-se-á da pisciana, e ela passivamente, submeter-se-á com ternura e ser-lhe-á devotada. Ambos sensíveis e introvertidos entendem-se bem na intimidade, e como todos os Signos do elemento Água, comunicam por meias palavras. O envolvimento sexual é intenso, além de terem uma grande atracção psíquica e intelectual. Porém, a pisciana nem sempre é muito madura. Como Signo mutável, tem tendência a sonhar e a evadir se, pelo que a relação se torna complicada. Além disso o Escorpião não é um homem com quem seja fácil viver. Ele é inquieto e agressivo e pode haver jogos de força entre os dois. Nesse caso a pisciana com a sua doçura e submissão desarmá-lo-á. Consoante os seus temas natais, poderá haver possibilidades de separação ou divórcio, mas se se separarem vão ficar saudosos um do outro, amando-se à distância, e com bastante probabilidades de se voltarem a unir. Como são Signos «femininos» poderão ter períodos de depressão, mas serão sempre muito ligados um ao outro.


Peixes-Sagitário
 
O Peixes desperta o romantismo que há no Sagitário, que afinal é muito romântico, embora demonstre ser menos sentimental quando se enamora. Um Signo do elemento fogo, Sagitário, e um do elemento Água, Peixes, podem entrar em conflito. Para mais estes dois Signos encontram-se em «quadratura» no círculo Zodiacal, posição essa que prevê dificuldades. No entanto, se os seus Ascendentes ou as suas Luas estiverem em harmonia, a relação poderá ser mais fácil. Neptuno, o regente de Peixes, confere-lhe imaginação, sensibilidade e mistério. O Peixes é tão sensível que qualquer alteração o assusta, afastando rapidamente a agressividade. Sagitário, com a sua falta de tacto, pode fazer-lhe qualquer comentário que o fira, o que o deixará completamente desolado. O Sagitário não percebe como uma pessoa tão aberta e jovial pode ferir-se tão facilmente, e então, se achar que errou, ao tentar emendar as suas palavras, ainda estragará mais a situação. O Peixes não se sente muito seguro no mundo, tem necessidade de que o aceitem, que o queiram e que lhe dêem mimos.

O Sagitário, no principio, sente-se fascinado com essa pessoa tão generosa e idealista que não parece deste mundo, mas quando se trata de estabelecer uma relação afectiva, e o Peixes o tenta prender, ele vai fugindo, pois não se pode sentir manietado. O Sagitário encanta o pisciano com a sua valentia, ousadia e jovialidade, que por sua vez se emociona com a generosidade e o coração sempre pronto a ajudar do Peixes. Ao estabelecerem uma relação amorosa, o Sagitário deve ser cauteloso para não assustar o Peixes e deixar que este lhe abra o coração sem medos, de forma a deixar soltar os sentimentos. Só num clima de confiança total, o Peixes, o Signo mais temeroso do Zodíaco, poderá sentir-se confiante e não temer que o Fogo brilhante e entusiasta do Sagitário o fira. No caso do homem ser Peixes e da mulher ser Sagitário, eles têm caracteres e ritmos diferentes. Ela é extrovertida, activa e optimista, ele é inquieto, sonhador e introvertido. No princípio ele deixa-se levar pela sagitariana porque ela o estrutura, mas com o tempo, o temperamento romântico de Peixes não se coaduna com a independência da sagitariana. Se ele a prende, a sagitariana acaba por se lhe escapar entre os dedos. Desestabilizada por este complexo Signo de Água, a sagitariana acaba por querer recuperar a sua liberdade. Ambos gostam de se evadir e de espaços arejados, assim como têm a paixão das viagens, mas isso não impede que se separem, se essa for a tendência manifesta nos seus temas natais. Se isso acontecer ficarão bons amigos. Melhor compatibilidade se forem mais velhos e mais maduros. No caso do homem Sagitário e da mulher Peixes, a diferença entre ambos também é grande. A pisciana, introvertida e sentimental, depende da sua intimidade afectiva e entrega-se aos seus amores com sensualidade. O sagitariano, extrovertido e independente, gosta da aventura e de se encontrar com os amigos, tem necessidade de espaço e de liberdade não suportando ser abafado afectivamente. Ele quer viver o lado bom da vida sem complicações. Se ambos forem maduros a compatibilidade é boa, mas ao fim de algum tempo poderá tornar-se difícil. Há possibilidades de infidelidades recíprocas. Para mais a pisciana é muito possessiva e ciumenta e o Sagitário não é propriamente fiel. Apesar do excelente entendimento espiritual, têm tendência para a separação se isso estiver patente nos seus temas natais. Para que esta relação perdure é necessário que aprendam a ter confiança um no outro.
Peixes-Capricórnio
 
O Capricórnio é demasiado agarrado à terra para aceitar os sonhos do Peixes, embora esse mundo o descontraia um pouco. Peixes, com a sua intuição, sabe penetrar na natureza do Capricórnio e chegar ao mais profundo da sua personalidade. Possui um grande tacto, é doce e generoso, e consegue comover o coração um pouco duro do Capricórnio, que só é duro na aparência, pois, lá no fundo é mais vulnerável do que se possa pensar. O Capricórnio que é tão sério, reservado e inteligente, sente-se fascinado com o encanto natural e irresistível do Peixes. O Peixes que é bastante fantasioso, por vezes não distingue a fantasia da realidade e sente que o Capricórnio o protegerá ficando mais tranquilo e confiante e permitindo-se ser mais ousado pois sabe que aquele o livra de todos os perigos. O Peixes, com a sua imaginação, fascinará o Capricórnio, e também, por ser subtil e delicado no amor, poderá fazer soltar os sentimentos que este tem tão bem guardados. Às vezes, surgem desencontros entre o misterioso Peixes e o geométrico e transparente Capricórnio, pelo que ambos terão de expor os seus pontos de vista calmamente e com tolerância.. O Peixes que é muito generoso, altruísta e sentimental, tenta penetrar a essência do Capricórnio, conseguindo a sua plena confiança, e, aí eles irão realizar-se, sexualmente, de uma forma muito profunda. A frescura e a luz que o Peixes leva às profundezas da alma do Capricórnio permitir lhes á ter uma união intensa e franca que pode ser para toda a vida.

A mulher Capricórnio com o homem Peixes podem constituir uma boa ligação e até mesmo um casamento pois, apesar dos caracteres serem diferentes, eles atraem-se fortemente. Ela, reservada e prudente, não se prende de ânimo leve, procura a estabilidade afectiva e a realização das suas ambições profissionais. Como tem os pés bem assentes na terra, estrutura e estabiliza o homem Peixes. Este ao contrário, sonhador, espiritual e desordenado, deixa-se conduzir e adapta se à capricorniana que é terna, gentil e devotada. A capricorniana tenta dominar e dar as ordens, mas o pisciano não se submete, podendo ausentar-se e até viajar para manter a distância. No entanto, eles completam-se. O homem Peixes acaba por adquirir maturidade e vencer as dificuldades, e a capricorniana deve tentar adoçar o seu carácter e tolerar o seu sonhador Peixes para que a união seja duradoura. No caso do homem Capricórnio e da mulher Peixes a relação dependerá sobretudo da maturidade deles. Ela será feliz ao casar com o capricorniano porque ele é um homem sério e sincero e sente-se protegida. Embora eles se complementem, têm algumas diferenças: o capricorniano simboliza o mundo material e a ordem, é solitário, reservado e dedicado à sua vida, às suas ambições e aos seus trabalhos. A pisciana, terna e doce, é atenciosa, sonhadora, ama a vida espiritual, mas é boémia e pouco rigorosa, e, além de não entender de contratos e obrigações, pode passar por períodos de depressão. Terão muito a aprender juntos e devem harmonizar-se para um bom entendimento mútuo. O entendimento espiritual é excelente.


Peixes-Aquário
 
Estes dois Signos, Aquário do elemento Ar, e o Peixes do elemento Água, sabem que precisam um do outro, aceitam-se, e entre eles estabelece-se uma comunicação que os irá levar a uma relação na qual se sentirão maravilhosamente bem. Estes dois seres, diferentes de todos os outros mortais, nunca se irão aborrecer juntos. O Aquário sentir-se-á atraído pela magia e mistério que irradia da personalidade do Peixes, que é tímido, que fala e sorri de forma especial e que tem uma grande generosidade para com os outros. O Peixes ficará encantado com a originalidade, a inteligência do Aquário que o surpreenderá sempre com algo de novo e de diferente. Se trabalharem juntos, a inteligência e a genialidade do Aquário, aliadas à intuição e clarividência do Peixes poderão produzir algo de positivo. Apesar de não ser o dinheiro a principal prioridade destes dois Signos, poderão fazer grandes fortunas, além de se realizarem pessoalmente por fazerem aquilo que gostam. Sendo muito humanitários, gostam de socorrer os mais necessitados, assim como se sentem realizados ao efectuar empreendimentos ecológicos, onde possam ser úteis aos outros.

Aquário, extravagante, tem um enorme desejo de liberdade, e o Peixes, que é uma pessoa muito tolerante, entende muito bem essa sua necessidade. Nenhum dos dois é muito dado a verbalizar as suas emoções, mas para o Peixes isso não é muito importante, pois com a sua intuição consegue entender as atitudes do Aquário e não precisa de palavras. As suas relações amorosas são excelentes, divertidas, sensuais e eróticas. Peixes realizará os seus sonhos mais escondidos e o Aquário deixará fluir os seus sentimentos e as suas emoções com toda a sua alma. No caso da mulher ser Aquário e o homem Peixes, a ligação é possível mas com o tempo pode tornar se difícil, pois ela é independente, extrovertida e cerebral, enquanto ele é introvertido, sensível, emocional e romântico, o que o faz ter necessidade de receber ternura e afecto. Se a aquariana não lhe manifestar esse afecto de que tanto necessita, ele, que é um tanto instável, pode ir procurá-lo noutro lado, tanto mais que a fidelidade não é uma das suas virtudes. Se a aquariana fechar os olhos poderão evitar a separação, mas ela deverá estar mais atenta às necessidades do seu cônjuge. Se forem mais velhos ou tiverem mais maturidade a ligação poderá ser mais duradoura. Ambos possuem dons artísticos e a necessidade de viverem a espiritualidade. No caso da mulher Peixes e do homem Aquário, as dificuldades também virão com o tempo, pois a pisciana exigente, procura constantemente o afecto e a ternura, enquanto o Aquário, que preza a sua liberdade, se sente sufocado. A mulher Peixes pode evitar a separação submetendo-se, mas deverá aprender a ter confiança nele. Se o casal é muito jovem, há mais possibilidades de separação, mas se o Aquário for mais velho, se souberem fazer concessões e se aprenderem com a maturidade, a ligação poderá estabilizar-se.


Peixes-Peixes
 
Quem melhor do que um Peixes para conhecer outro Peixes? Estes dois seres juntos são como um mar calmo para o resto das pessoas. As suas qualidades positivas são potenciadas assim como a sua criatividade, e se resolverem empreender juntos podem formar um império e serem milionários, assim como serão os primeiros, se trabalharem em temas ligadas à arte. Os seus defeitos também serão idênticos, tais como a falta de organização, a carência do sentido prático, as dúvidas em tomarem decisões. Deveriam procurar alguém que os ajudasse a pôr as coisas no sítio certo e lhes organizasse as ideias. Mas eles conseguirão viver no seu mundo, muito felizes, amando-se toda a vida. O pior é quando partilham os seus medos e angústias, ou quando se lançam numa aventura, não conseguindo controlar as emoções, e se afundam nos abismos dos sentimentos, mas aí eles têm capacidade de ver que se equivocaram e corrigem a situação rapidamente. Sexualmente serão criativos, apaixonados, sensuais e eróticos, vibrando de uma forma especial e única. Farão amor com tanta harmonia e imaginação que nunca perderão o encanto dos primeiros encontros. Eles são o espelho um do outro, auto contemplativos e sonhadores, apreciam uma vida tranquila. Une os uma grande cumplicidade afectiva e sentimentos profundos, mas o futuro desta união depende muito das suas maturidades. São ambos sujeitos a infidelidades e a consequentes separações, as quais serão difíceis. Mas tanto se podem afastar como voltar a encontrar. A duração da sua relação dependerá do seu realismo.
 


Sem comentários:

Enviar um comentário

GOSTOU COMENTE!
NÃO GOSTOU, COMENTE NA MESMA!