sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Sila Tarot: Simpatia de Proteção contra inimigos


 
Para fazer no dia da entrada da lua minguante.

Lembre-se que a energia do amor e do perdão funcionam melhor do que qualquer magia contra um adversário.
1 cebola de tamanho grande
1 pedaço de papel branco
1 lápis
1 faca de cozinha fina e pontiaguda - virgem
1 pedaço de papel alumínio

Faça uma oração pedindo compreensão e perdão entre si e a pessoa que estiver a atrapalhar a sua vida. Peça ao seu anjo da guarda que lhe revele os motivos dessa inimizade.


Depois, escreva num papel pequeno, completamente branco, com um lápis, o nome da pessoa. Repita três vezes: com a força do perdão e do amor, eu agora neutralizo a energia negativa que me tem sido enviada.

Enrole o papel. Com cuidado faça um furo na parte superior da cebola. Enfie o papel até ao fundo. Cubra a cebola com papel de alumínio. Coloque no congelador até a próxima entrada da lua minguante. Jogue fora em água corrente (rio ou mar).

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Sila Tarot: Simpatias para ganhar dinheiro rápido!



Para nunca faltar dinheiro.

Coloque 3 moedas no fundo de um saleiro. Nunca deixe faltar sal em cima das moedas. Dinheiro na mão o resto da vida.


Para nunca perder o dinheiro.

Guarde três moedinhas e três doces. Jogue os doces e as moedinhas num jardim, oferecendo a S.Cosme e S.Damião, desejando que nunca mais perca dinheiro.


Para que não tenha prejuízos.

Antes de sair de casa, pela manhã, pegue um raminho de arruda e passe-o no peito em cruz, três vezes junto á pele no peito.


Para ganhar mais dinheiro.

Pegue no seu chaveiro que contem todas as chaves da casa e friccione-o durante dez minutos. Em seguida coloque as chaves, uma a uma sobre a mesa de refeições, em forma de cruz e reze um Pai-Nosso. A simpatia deve ser realizada às 12 horas.


Para que o seu dinheiro renda.

Para que seu dinheiro renda, se multiplique, proceda desta forma: Todos os meses, quando receber o salário, guarde uma moedinha dentro de um pote de barro. Quando completar o período de 13 meses, dê as moedas para a Igreja ou alguma casa de caridade, ou para o primeiro pobre que encontrar na rua.


Para conseguir dinheiro rapidamente.

Vá a um riacho que tenha bom fluxo de água corrente, e ponha na água uma nota de qualquer valor. Depois, corra para um ponto mais abaixo e entre na água, onde deverá ficar á espera que a nota chegue, dizendo: “Que o dinheiro que eu preciso venha a mim o mais depressa que puder”. Quando apanhar a nota trazida pela correnteza, leve-a até uma igreja e deposite-a aos pés de uma imagem de Santo Onofre.




Simpatias para atrair dinheiro


Para ganhar um aumento de salário.


Se acha que está a ganhar pouco, e quer um aumento de salário, faça assim: pegue um pouco de fermento e ponha dentro de um prato de barro, firmando o pensamento e dizendo para si próprio: “Assim como este fermento faz crescer o pão, também fará crescer o meu salário”.


Para ganhar na loteria.

Arranje uma estrela do mar pequena e num dia de sexta feira ao meio-dia, coloque-a no bolso direito e no mesmo horário faça o seu jogo ou compre o bilhete. À meia-noite do mesmo dia troque-a de bolso e reze o Pai-Nosso.


Para atrair o dinheiro.

Fazer um defumador com algumas folhas de louro e acrescentar um punhado de açúcar e um punhadinho de erva-doce e diga: “ Dinheiro e fartura” ao defumar a casa de trás para frente, ou seja, dos fundos da casa para a frente.




Para se afastar da miséria.

Uma vez por ano, na passagem do ano, à meia noite, escreva num pedaço de papel a palavra “miséria”, coloque o papel sobre uma chapa de ferro ou qualquer outro recipiente de metal, despeje vinagre, álcool e coloque sete pedrinhas de sal grosso ao redor. Em seguida, ateie fogo ao álcool e fique de costas até queimar tudo. Como o álcool é altamente inflamável, tome todas as precauções com o seu recipiente, principalmente se ele for de plástico. Não se esqueça de repetir esta simpatia por pelo menos 7 anos, que ficará longe da miséria.


Para Ter dinheiro o ano todo.

Coloque uma romã dentro de uma saquinho de pano de cor vermelha e ofereça aos 3 Reis Magos. A seguir, coloque atrás da porta da sala. Faça esta simpatia no dia dos Reis Magos, que é a 6 de janeiro.


Para Ter dinheiro o ano todo 2.

Procure um formigueiro grande, pegue 21 moedas e vá jogando, uma a uma, na direção onde as formigas trazem a sua carga, até colocar a última na boca do formigueiro. Este é um ritual dos chamados pequenos animais.


Para ganhar sempre.

No primeiro dia de Lua Nova, pegue uma moeda de qualquer valor e coloque-a dentro de uma xícara grande nova com um pouco de açúcar. Deixe a xícara ao relento. No dia seguinte, passe a moeda e o açúcar para um xícara pequena também nova. Depois, coloque a pequena dentro da grande. No terceiro dia, ore com bastante fé e depois coloque a moeda dentro da sua carteira, deixando-a lá até conseguir o que deseja.


Manter o emprego.

No primeiro dia do mês, acenda uma vela de sete dias e coloque-a num pires. Por baixo dele, coloque uma folha de papel de carta roxo e todas as noites, enquanto a vela arder, pegue o papel e escreva: “Meu anjo da guarda, ajude-me a manter meu emprego”. Quando a vela acabar, use o papel para embrulhar um galhinho de arruda e 3 dentes de alho. Guarde tudo numa gaveta, no local onde trabalha, e não conte a ninguém.




Conseguir trabalho.

Acenda 6 velas brancas de uma vez, aos pés da imagem de Santa Rita. Peça á santa que lhe consiga um emprego rápido. Apague as velas antes que acabem de queimar e embrulhe-as num pedaço de papel azul. Amarre com linha e guarde o embrulho consigo. Quando conseguir emprego acenda as velas novamente desta vez numa igreja, no altar e deixe-as queimar até o fim.


Crescer na profissão.

Assista a uma missa na primeira sexta-feira do mês. No final dela, coloque 3 galhos de arruda e 3 moedas antigas aos pés da imagem do santo de sua devoção. Peça ao mesmo tempo, ajuda para subir no emprego. Depois, reze um Pai-Nosso, uma Ave-Maria e uma Glória ao Pai.


Novo trabalho.

Pegue uma foto sua recente 3×4 e escreva atrás dela o seu nome completo e a seguinte frase: “Com todas as forças do meu pensamento, daqui só saio empregado(a)”. Coloque a foto na sua carteira e deixe-a lá por 7 dias. Depois, jogue-a em água corrente, rezando um Pai-Nosso e uma Ave-Maria.


Enriquecer.

Na primeira semana do mês, durante todo o ano,tente fazer esta simpatia. Num guardanapo de papel, coloque 2 colheres de arroz feito no dia e 3 folhas de arruda. Embrulhe e guarde este pacotinho no frigorifico, por 3 dias. No final deste prazo jogue o pacote num jardim.


Dinheiro Extra.

Num prato de louça branco, acenda uma vela e derrame um pouco de mel. Coloque o prato num canto da casa, onde ninguém consiga vê-lo. Esta simpatia deve ser feita numa segunda-feira de Lua crescente.


Conseguir dinheiro rápido.

Para ter dinheiro rapidamente, ao acordar,aqueça um litro de água com um copo de arroz cru. Depois, coe reserve a água. Tome um banho demorado e enxague-se com esta água, derramando-a do pescoço para baixo. a seguir, vista uma roupa branca e lavada. O dinheiro aparecerá em pouco tempo, por meio de um trabalho extra ou pagamento de dívida.

Além da simpatia, é preciso ação para que funcione.

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Sila Tarot: Finalmente toda a Verdade sobre a Igreja Católica e a Inquisição!


Aqui relato toda a Verdade, para os mais sensíveis...façam o favor de não ler!
 

 
 
 
Como os livros de história foram em grande parte reescritos, de forma a amenizar os fatos reais, poucas pessoas conhecem os detalhes específicos de uma campanha nefanda que em 1200 anos (Doze séculos) torturou e assassinou milhares de pessoas. A Inquisição da Igreja Católica Romana foi a maior desgraças que ocorrereu na história da humanidade. Em nome de Jesus Cristo, sacerdotes católicos montaram um esquema gigantesco para matar todos os "hereges" na Europa. A heresia era definida da forma como Roma quisesse definir; isso abrangia desde pessoas que discordavam da política oficial, aos filósofos herméticos, judeus, bruxas, e os reformadores protestantes. Em nenhum lugar nas Sagradas Escrituras Jesus matou alguém que discordasse dele, tampouco ensinou que seus seguidores fizessem isso. Nenhum dos apóstolos deu essa instrução no Novo Testamento.
 
 
O Nosso precioso Salvador nunca ordenou que alguém seja morto por qualquer razão, especialmente por dureza de coração contra a sua mensagem, ou por discordar dele em questões espirituais. No entanto, os católicos inquisitores regularmente partiram para a matança de seus adversários, normalmente com grande gosto e dureza de coração. Em tais matanças, o assassinato não era o bastante; antes que a vítima morresse, os pagãos gostavam de infligir a máxima dor nas suas vítimas. Os Inquisitores Católicos Romanos levavam a vítima ao ponto de morte muitas vezes, e depois paravam a tortura, de forma que a vítima revivesse e depois pudesse ser torturada novamente.
 

Portanto, a monstruosidade da Inquisição está diante a humanidade como a maior evidência do satanismo inerente da Igreja Católica Romana. Aqueles que tiverem a coragem para examinar esse "fruto podre" final, verão a verdade da Igreja Católica. E não pense que Roma mudou, porque a Bíblia nos diz que um leopardo não muda suas manchas (Jeremias 13:23), e Roma se orgulha de que nunca muda. Uma prova concreta desse fato é que o papa Paulo VI (1963-1978) restaurou o Ofício da Inquisição, renomeado agora como Congregação para a Doutrina da Fé. Hoje, esse nefando Ofício da Inquisição é controlado pelo cardeal Ratzinger.

Por que o papa Paulo VI reinstituiu o Ofício da Inquisição? Será se ele sabe que o Ofício  poderá ser necessário outra vez? Com todas as profecias sobre o aparecimento do Anticristo ocorrendo quase em conjunto, exatamente como Jesus ratificou (Mateus 24:32-34), o tempo deve ter parecido apropriado para Paulo VI reinstituir esse Ofício sanguinário, pois mesmo apesar de a Inquisição original ter matado milhares em 1200 anos (Doze séculos), a profecia bíblica nos diz que o Falso Profeta matará bilhões de pessoas em três anos e meio! Visto que o papa católico romano foi escolhido como o futuro Falso Profeta, faz sentido que o Ofício de Inquisição seja reinstalado.
 

Verdade Arrojada Ou Camuflagem de Sensibilidade?



Lutamos com os detalhes da Inquisição que descobrimos, pois temíamos que ao escrever de forma a expor completamente a barbaridade e a natureza anticristã da Inquisição Católica Romana, poderíamos escandalizar os nossos maravilhosos leitores cristãos; temíamos que precisaríamos escrever e mostrar gravuras que ofenderiam as sensibilidades cristãs, para expor completamente a terrível, e frequentemente pornográfica, verdade. Essa era uma ação que não desejávamos tomar.
 

Lendo livros de 50-150 anos atrás, vemos autores cristãos lutando com essa mesma questão; eles decidiram "sanear" a verdade de forma a não ofender a sensibilidade cristã. Portanto, seus livros escondem o horror verdadeiro da Igreja Católica Romana!

Neste fim dos tempos, em que o Anticristo está aparentemente próximo, e em que o Falso Profeta já foi escolhido e é o papa, e quando as igrejas liberais estão se tornando íntimas da própria besta que matou um número estimado de até 75 milhões de protestantes, concluímos que chegou o tempo de "tirar fora as viseiras de sensibilidade". Citaremos documentos católicos exatamente como eles foram impressos, para que você possa ver a verdadeira face dessa besta que matou entre 75-100 milhões de pessoas ao longo de 1200 anos (Doze séculos); se acha que ficará ofendido, não leia o restante deste artigo (fique seguro de que não exibiremos imoralidade grosseira, pois já filtramos isso).

Apresentamos aqui uma extensa exposição sobre a verdadeira face da prática católica romana de adoração ocultista sob a máscara de cristianismo. No fim deste artigo, verá como é possível que os escândalos sexuais actuais de padres pedófilos puderam ocorrer e ser ocultados pela hierarquia eclesiástica. Você verá quão duro de coração um sacerdote tinha de ser para ameaçar suas paroquianas com a Inquisição se elas se recusassem a fazer sexo com ele; verdadeiramente, tal sacerdote tinha uma "consciência cauterizada por um ferro quente", e representava a maioria dos sacerdotes católicos.
Esta é a face de Roma.



domingo, 25 de novembro de 2012

Sila Tarot: Mensagem Celta!

 
 
Que jamais, em tempo algum, o teu coração acalente ódio.
Que o canto da maturidade jamais asfixie a tua criança interior.
Que o teu sorriso seja sempre verdadeiro.

Que as perdas do teu caminho sejam sempre encaradas como lições de vida. Que a musica seja tua companheira de momentos secretos contigo mesmo.


Que os teus momentos de amor contenham a magia de tua alma eterna em cada beijo.Que os teus olhos sejam dois sois olhando a luz da vida em cada amanhecer.Que cada dia seja um novo recomeço, onde tua alma dance na luz.

Que em cada passo teu fiquem marcas luminosas de tua passagem em cada coração.Que em cada amigo o teu coração faça uma festa, que celebre o canto da amizade profunda que liga as almas afins.


 

Que nos teus momentos de solidão e cansaço, esteja sempre presente no teu coração a lembrança de que tudo passa e de que tudo se transforma, quando a alma é grande e generosa.

Que o teu coração voe contente nas asas da espiritualidade consciente, para que tu percebas a ternura invisível, tocando o centro do teu ser eterno.
Que um suave acalento te acompanhe, na terra ou no espaço, e por onde quer que o imanente invisível leve o teu viver.

Que o teu coração sinta a presença secreta do inefável!
Que os teus pensamentos e os teus amores, o teu viver e a tua passagem pela vida, sejam sempre abençoados por aquele amor que ama sem nome.
 

Aquele amor que não se explica só se sente.


Que esse amor seja o teu acalento secreto, viajando eternamente no centro do teu ser. Que a estrada se abra à sua frente.
Que o vento sopre levemente nas suas costas.

Que o sol brilhe morno e suave na tua face.
Que respondas ao chamado do teu Dom e encontres a coragem para seguir-lhe o caminho. Que a chama da raiva te liberte da falsidade.

Que o ardor do coração mantenha a tua presença flamejante e que a ansiedade jamais te ronde.

 
Que a tua dignidade exterior reflita uma dignidade interior da alma.
Que tenhas vagar para celebrar os milagres silenciosos que não buscam atenção. Que sejas consolado na simetria secreta da tua alma.

Que sintas cada dia como uma dádiva sagrada tecida em torno do cerne do assombro. Que a chuva caia de mansinho nos campos... E, até que nos encontremos de novo.

Que os Deuses o guardem na palma das Suas mãos.
Que despertes para o mistério de estar aqui e compreendas a silenciosa imensidão da tua presença.


Que tenhas alegria e paz no templo dos teus sentidos.
Que recebas o grande encorajamento quando novas fronteiras te acenam.

Que este amor transforme os teus dramas em luz, a tua tristeza em celebração, e os teus passos cansados em alegres passos de uma dança renovadora.


Que jamais, em tempo algum, tu esqueças da Presença que está em ti e em todos os seres.

 
Que o teu viver seja pleno de Paz e Luz!


Novidades Amanhã: Sila Tarot: Relação entre Estado de Espirito e Clima!
Veja Mais! Porque o Clima nos Influencia tanto?


sábado, 24 de novembro de 2012

Sila Tarot: Símbolos Celtas e o seu Significado!


Pelo mundo mágico dos símbolos e dos seus significados, podemos dizer, que de um modo geral, os símbolos celtas estão associados às espirais da vida e ao número três, tido como sagrado na cultura celta.
 

Desde as formas mais simples às mais compostas, encontraremos um padrão exacto de movimentos centrífugos e centrípetos, representando movimentos internos e externos ligados aos ciclos do homem e aos fenómenos da natureza.


As espirais celtas encontradas em antigos sítios arqueológicos, conforme pesquisas, também são representações exatas de configurações planetárias visíveis, de estrelas mais brilhantes, de eclipses solares e lunares. Os povos antigos viam o tempo como uma roda, um círculo, sem começo e nem fim.
 

Essa roda representava o sol e a lua, a união de duas grandes forças naturais, que dividem o ano em uma parte clara e a outra escura.


Em Beltane, a roda entrava na época clara do ano, marcando um período de acção exterior. Já em Samhain a roda cruzava a metade escura, marcando um período de busca interior e a união entre os dois mundos, o material e o espiritual.

Podemos dividir a roda do ano em quatro partes centrais, representando os solstícios e os equinócios que, numa visão moderna, são divididos em: Solstício de Inverno, Equinócio de Primavera, Solstício de Verão e Equinócio de Outono, além de quatro partes transversais que representam os quatros grandes festivais celtas do fogo, que são: Samhain, Imbolc, Beltane e Lughnasadh.

 

Os símbolos celtas, geralmente, são formados de espirais simples, duplas e triplas.

Triskelion:
 
Um termo grego que significa "três pernas", e, portanto, este sinal é muito parecido com três pernas a correr.
O significado do símbolo celta aqui é adequado, porque este símbolo representa a concorrência e o progresso do homem.

 
Triquetra:


Termo latino que significa "três pontas".

É um símbolo sagrado, e tem muitos significados. Eles variam em seus aspectos de espírito, da natureza e do cosmos.

 
Tripla Espiral:


Representa o desenho dos três poderes da donzela, mãe e anciã.

É um sinal do poder feminino e, especialmente, o poder através de transição e de crescimento.

 

Três raios (Arwen):


O primeiro e terceiro raio deste símbolo representam a energia masculina e feminina (respectivamente).

O raio médio representa o equilíbrio de ambas as energias.O símbolo de fogo Arwen é o símbolo com os 3 raios para baixo.

 
A Espiral:


Representa a energia etérea que irradia para fora (ou para dentro, dependendo da sua perspectiva) e também simboliza o crescimento, o nascimento e a expansão da consciência.


 
 
Cinco vezes:


Esse padrão também representa o equilíbrio.

Os quatro círculos externos simbolizam os quatro elementos: terra, fogo, água, ar.
O círculo do meio une todos os elementos com o objetivo de alcançar o equilíbrio entre os quatro elementos ou energias.
  
Triplo:


O centro desse símbolo representa o "hub", significando a unidade dos três poderes.




 
Dupla Espiral:


Um sinal de equilíbrio e também representante dos equinócios.

 
 
Cruzes:


Representa a ponte ou a passagem entre o céu ea terra.

O círculo na cruz rodeado significa infinito amor espiritual e eterna.



 
 
Veja Amanhã: Sila Tarot: Mensagem Celta!
Veja os conselhos e o que lhe reserva esta mensagem repleta dos saberes Celtas!
 

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Sila Tarot: Cura Reconectiva - O que é? Como Funciona? Toda a Explicação Aqui!



Cada sessão proporciona 45 minutos de agradável relaxamento. O terapeuta facilita a cura através da imposição de mãos sobre os meridianos do paciente e sem nunca lhe tocar. O paciente descontrai e cura-se na medida em que se permite a si próprio receber a cura que lhe pertence. A cura é sua e para sempre.


Perguntas Frequentes

O que é a Cura Reconectiva?

Esta é uma forma de cura que está no nosso planeta pela primeira vez. Reconecta-nos com a plenitude do Universo e, por consequência, com a plenitude do nosso Ser. Acredita-se que isto acontece graças a uma nova gama de frequências totalmente novas, cuja realidade se pode constatar claramente tanto durante as sessões como em laboratórios científicos.


A Reconexão (The Reconnection) implica um processo abrangente que nos reconecta com o Universo, permitindo que se dê a Cura Reconectiva (Reconnective Healing). Estas curas e frequências evolutivas pertencem a uma banda electromagnética que nos chegam através de um novo espectro de luz e informação. Graças à Reconexão somos capazes de interagir com estes novos níveis de luz e informação e, assim, reconectarmo-nos. Isto é algo novo. Isto é diferente. Isto é real – e pode ser tecido em cada um de nós.
 

Qual a diferença entre a Cura Reconectiva e a Reconexão?

São duas coisas distintas, sobretudo na intenção que as motiva. A intenção da Cura Reconectiva é, na sua essência, a cura em si: seja ela física, mental, emocional, espiritual ou a qualquer outro nível. A intenção da Reconexão é devolver-nos à plenitude da nossa ligação natural com o Universo, através de duas sessões separadas por um ciclo de sono entre ambas. Ao passar por este processo irá também usufruir dos benefícios de uma Cura Reconectiva. Este é um processo que tem lugar apenas uma vez na vida, ligando-o permanentemente à grelha electromagnética do planeta e do Universo, através do realinhamento de linhas axiotonais e pontos energéticos do corpo humano (meridianos utilizados na acupunctura) que reflectem pontos e linhas equivalentes a nível planetário e universal.



Como é que o Dr. Eric Pearl descobriu a Cura Reconectiva?


Como médico quiroprático, Eric geriu uma clínica quiroprática de sucesso ao longo de 12 anos, até que um dia os seus pacientes começaram a afirmar que sentiam as suas mãos – mesmo sem lhes ter tocado. Em pouco tempo os seus pacientes começaram a afirmar terem visto presenças na sala, como anjos e terem recebido curas milagrosas em doenças como cancro, SIDA, Fadiga Crónica, problemas congénitos, paralisia cerebral, e outras condições complicadas. Tudo isto acontecia enquanto o Eric mantinha as suas mãos próximas dos pacientes. E assim é até aos dias de hoje.

Como é que isto se compara com outras terapias energéticas utilizadas até hoje?

Muitos de nós já nos apercebemos que o tempo parece estar a acelerar e a expandir-se. Estamos num período de transição ao qual já se deram vários nomes, como A Grande Mudança (The Great Shift) e A Mudança Das Eras (The Shift Of Ages). Estes são termos utilizados por cientistas como Gregg Braden, ao referir-se a esta transição já anunciada pelos Mayas, Incas, Índios Hopi, Edgar Cayce e a Kabalah (tanto a Judaica como a Cristã). No seu livro “Walking Between The Worlds” (“Caminhando entre os mundos”), Braden define a mudança como “…uma época na História da Terra em que há uma nova vivência da consciência humana. A mudança, caracterizada pela convergência entre a diminuição do magnetismo planetário e o aumento da frequência planetária a um dado momento, constitui uma oportunidade excepcional para remodelar colectivamente a expressão da consciência humana. A mudança é o termo que se aplica ao processo segundo o qual a Terra acelera através do decurso de mudanças evolutivas, com a espécie humana voluntariamente conectada aos campos electromagnéticos terrestres, pretendendo adaptar-se através de um processo de mudança celular.”



 
No âmbito da cura, muitas das técnicas até aqui utilizadas resistiram à prova do tempo, mas agora temos mais, e também somos mais. Assim, as velhas técnicas já não são suficientes no novo paradigma em que estamos a viver. Da mesma maneira que duas lanternas não seriam apropriadas para utilizar como faróis num carro, apesar de terem sido úteis quando utilizadas em carruagens puxadas por cavalos. O problema das técnicas disponíveis até agora é, entre outras limitações, o facto de estarem sujeitas a rituais de protecção, como o tirar de jóias, cintos, relógios, etc., ter fé na terapia e/ou no terapeuta, o que já não acontece nas novas frequências.
 
 
Ao contrário de outras técnicas de cura, o papel do terapeuta é neutro, sendo apenas um facilitador da cura, um observador da comunicação entre o paciente e o Universo. Em parte porque as técnicas de cura que conhecíamos até agora já faziam parte das frequências da Cura Reconectiva. Eram fracções ou vislumbres do seu aspecto total. Ainda que esta analogia não lhe faça justiça, poderia pensar nas diferentes técnicas que conhece como as letras do alfabeto e escolher letras ao acaso. Por exemplo, a técnica C, J, P, Q, R. Se só conhecesse a técnica “R” iria estar um pouco limitado em relação ao número de palavras que poderia construir. Se conhecesse duas técnicas (neste exemplo, duas letras), teria uma amplitude um pouco maior. Se tivesse as cinco letras acima continuaria mesmo assim limitado. Cada uma destas letras é uma parte do alfabeto. Se tivesse as 26 letras poderia comunicar de uma maneira mais completa. Não só poderia soletrar palavras como poderia escrever uma biblioteca completa. Assim que começamos a trabalhar com as frequências da Reconexão, deixamos de utilizar apenas as partes. Não perdemos o R nem o Q quando acedemos ao alfabeto completo.


 
A Cura Reconectiva (Reconnective Healing) é mais global e abrangente, reflectindo a fase de mudança que o planeta atravessa e a presença de novas frequências de energia, luz e informação.

Quer dizer que esta é melhor que outras terapias?

Não se trata de “melhor ou pior”, trata-se de qual é a mais adequada. Da mesma maneira que duas velas não seriam o mais apropriado num automóvel de noite na auto-estrada, os faróis de halogéneo também seriam despropositados como iluminação em cima de uma mesa de jantar.


Esta terapia tem tido sucesso no tratamento de todo tipo de doenças?

Existem tantos testemunhos ao longo dos últimos anos que, neste momento, é quase impossível recordar todos os casos específicos. Três pessoas com o mesmo diagnóstico e os mesmos sintomas podem receber três resultados completamente diferentes. Algumas das maiores e mais espectaculares curas são casos em que não sabemos nada em absoluto do que se queixa o paciente. Como diz Eric Pearl, “quanto menos o terapeuta souber sobre o paciente, melhor.”


 
A Cura Reconectiva funciona só com problemas físicos?

A cura é o regresso ao equilíbrio. Cada desafio de saúde é uma combinação de factores físicos, mentais, espirituais e emocionais (e provavelmente outros para os quais ainda nem temos nome). Simplesmente classificamos o problema segundo a característica predominante. O terapeuta não necessita saber quais a dificuldades que o paciente enfrenta. A Cura Reconectiva não “trata” nada específico, mas na presença destas frequências o paciente poderá permitir-se receber vários benefícios e recuperar o seu equilíbrio integral, tanto a nível físico como mental, emocional e espiritual, podendo receber intuições e testemunhar sincronicidades e desbloqueios gerais nas horas e dias que se seguem à sessão.


 
Eu sei que há outros praticantes, mas não seria melhor ir ao próprio Eric Pearl?

Parece que com a simples interacção com Eric Pearl, as pessoas tornam-se capazes de sintonizar e captar esta capacidade instantaneamente. Os participantes nos seminários de A Reconexão® / Cura Reconectiva®ficam preparados para faciltar a cura imediatamente após o curso tão eficazmente como o próprio Dr. Pearl. Lembre-se que o terapeuta é apenas um facilitador. A fonte da cura é Deus, Amor e/ou o Universo, como preferir chamar-Lhe, desde que o paciente se permita receber a cura que lhe pertence. Eric Pearl é o instrumento através do qual estas curas estão a ser apresentadas ao mundo.


O que posso esperar durante uma sessão de Cura Reconectiva ou de Reconexão? Qual a melhor forma de me preparar?
O mais importante é chegar ao consultório sem expectativas nem ansiedades e simplesmente permitir-se descontrair e receber tudo o que tiver que receber. Procure vestir roupa confortável e com poucos acessórios. A experiência de cada pessoa com a Cura Reconectiva é única e pessoal. Além da cura pretendida, com frequência ocorrem benefícios que vão muito além do esperado. As curas podem ocorrer de muitas maneiras. A melhor forma de permitir uma cura é mantendo uma atitude de ânimo, sem expectativas nem apegos quanto ao resultado final. Deite-se na marquesa, relaxe, cerre os olhos e simplesmente repare no que acontece. Torne-se simultaneamente no observador e no observado.

Sinta-se confortável, num ambiente relaxado e seguro, deite-se de costas na marquesa, feche os olhos e esteja atento às sensações. Simplesmente observe quando surgir algo para observar (sensações físicas, ideias, visões). Abandone-se no usufruto desse momento de relaxamento e ofereça-se essa oportunidade de descanso e, se quiser, até adormecer.

Não é necessário preocupar-se em não pensar em nada, ficar com a mente vazia ou em branco. Regra geral as pessoas têm dificuldade em não pensar em nada. A mente não descansa. Basta reparar em algo em que possa fixar serenamente a atenção (como o bater do coração ou a respiração). Isto dá-lhe algo com que se ocupar e ajuda a aliviar o stress que surge com frequência quando se tenta fazer nada ou pensar em nada, e se descobre que não sabe como o fazer. Foque a sua atenção no seu interior e permita que essa atenção percorra o seu corpo. Não precisa de respirar de uma forma especial, fazer visualizações ou focar-se num resultado desejado, não são necessários mantras nem orações. Basta dispor-se a receber a cura que é sua, sem acessórios nem rituais que possam interferir com o seu estado natural de receptividade ao bem-estar, permitindo o usufruto tranquilo da plenitude desta experiência.


De quantas sessões irei precisar? Quanto tempo demora a receber uma cura?
A Cura Reconectiva não necessita de visitas regulares embora possa ser repetida as vezes que quiser. Uma sessão – ou talvez até parte de uma sessão – pode ser o suficiente. Regra geral recomenda-se que considere a possibilidade de efectuar até três sessões. E, ainda que cada sessão seja especial, muitas pessoas afirmam que acontece algo de especial na terceira sessão.

O tempo que a cura demora a surtir efeitos é proporcional ao tempo que a pessoa leva a decidir aceitá-la.

A cura é sua, a evolução é sua. Ninguém lhe pode tirar isso. Nunca.


Estudos Científicos sobre a Cura Reconectiva


A Cura Reconectiva (The Reconnective Healing®) é uma nova modalidade de cura energética que está a ganhar rápida popularidade no mundo inteiro, tendo já levado as Nações Unidas a convidar o Dr. Eric Pearl para fazer um discurso de apresentação do seu trabalho. Acredita-se que a Cura Reconectiva está a ligar as pessoas a um novo conjunto de frequências vibracionais que estimulam a cura do corpo, mente e espírito, promovendo um regresso ao equilíbrio. Em termos práticos, os terapeutas de Cura Reconectiva trabalham com as suas mãos para sentir e sintonizar os campos bioenergéticos dos pacientes tratados. Existem actualmente diversos estudos científicos com o objectivo de etudar os efeitos da Cura Reconectiva nos terapeutas e no seu meio ambiente, e até ao momento, alguns relatórios têm sido publicados na imprensa em Inglês e em Russo. O objectivo destes estudos é analisar os efeitos de longo prazo da Cura Reconectiva nas pessoas.

O sucesso das curas e a facilidade na detecção e medição destas frequências associadas à Cura Reconectiva está a atrair um crescente interesse por parte de cientistas e investigadores médicos e das maiores universidades mundiais. Entre estas, incluem-se o Jackson Memorial Hospital, UCLA, Cedars-Sinai Medical Centre, o VA Hospital, Universidade do Minnesota, 
Universidade de Miami Medical School e a Universidade do Arizona – onde Eric Pearl discursou para uma platéia médica sob convite do Dr. Andrew Weil. Novos projectos de investigação estão actualmente a realizar-se em vários laboratórios sob a direcção de cientistas de grande renome como Gary Schwartz, PhD., William Tiller, PhD., Konstantin Korotkov, PhD. entre outros.

Os relatórios científicos estão disponíveis nestes sites:


Fotos Kirilianas da mão direita de Eric Pearl realizadas por uma equipa investigação médica francesa (Julho 1998) antes e depois de uma sessão de cura reconectiva.
(Á Esquerda_ Antes do modo de Cura - Á direita_Depois do modo de cura)


As Cura Reconectiva também pode ser feita à distância e em todo o tipo de animais e plantas.

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Sila Tarot: Antiga Magia de Protecção Celta!


Escudo de Proteção com Sal Grosso

Esta simples magia, manterá a familiar protegida e os amigos, que porventura, fizerem parte deste escudo protector.


 
  
Precisará de uma bandeja de metal, e sal grosso; nela desenhe o círculo e o contorno da cruz, com uma grossa linha de sal, depois espalhe os grãos de sal, de forma a que todo o interior da cruz fique coberto, e que mesmo assim se possa ver o fundo da bandeja.

Terminado isto, escrever num papel oval branco, todos os nomes das pessoas que se quer proteger, em rúnico.




Colocar o papel oval no centro da cruz, e deixar tudo num local alto da casa, sem que faça diferença qual. Poderá ser em cima do roupeiro, por cima de um armário, etc.

Devido á humidade do ar, com o passar do tempo, o sal torna-se água, e quando isso acontecer deverá ser jogado fora o escudo e tudo deverá ser refeito novamente.


  
 
Veja Amanhã: Sila Tarot: Sociedade e Filosofias Celtas!
Se gostou do que leu, clicke G+1 no fim da publicação ( no Site)
 

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Sila Tarot: O Paganismo Celta e os seus Rituais Mágicos!

 
 
 
A História dos celtas
 
Na época em que o Império Romano invadiu e conquistou a ilha da Grã-Bretanha, o povo celta era o povo que habitava esta região. Chegaram na região vindos de diversas regiões da Europa, entre os séculos II e III A.C.

Era um povo formado por indivíduos fortes e altos. Dedicavam-se muito à arte da guerra, embora também tenham desenvolvido muito o aspecto artístico, principalmente o artesanato. Conheciam técnicas agrícolas desenvolvidas para a época como, por exemplo, o arado com rodas. Fabricavam jóias, armaduras, espadas e outros tipos de armas, utilizando metais. Fabricavam carros de guerra desenvolvidos, que chegavam a provocar medo nos inimigos.
Possuíam uma religião politeístas, ou seja, acreditavam em vários deuses. Faziam seus rituais religiosos ao ar livre. No calendário celta havia diversas festas místicas como, por exemplo, o Imbolc (em homenagem a deusa Brigida). Esta festa marcava o início da época do plantio das sementes. As cerimónias e os rituais ficavam sob responsabilidade dos druidas, os sacerdotes celtas.

Os belgas foram a última tribo de celtas que chegou na região da Britânia. Os belgas estabeleceram-se na área onde hoje é a Inglaterra. Foram habitar nas florestas e nas clareiras da região, ao contrário dos outros povos celtas que preferiram morar nas regiões montanhosas.

O príncipe belga mais conhecido deste período foi Cimbelino. Com a sua capacidade de conquistas, tornou-se senhor de quase toda região sudeste de Inglaterra. Fundou nesta área a cidade de Camulodunum, próxima a cidade inglesa actual de Colchester.
 
 
Existem inúmeros rituais relacionados com o paganismo, de uma forma geral, e articularmente com a bruxaria. Muitos deles são bastante pessoais, ou relacionados a tradições específicas, mas, de maneira geral, pode-se dizer que todos os rituais acabam por se centrar ou sendo originalmente advindos da comemoração dos ciclos naturais.
A celebração dos ciclos naturais é certamente uma das formas mais antigas de ritual humano. O caráter cíclico da natureza foi reconhecido pela espécie humana há muitos milénios, e a própria sobrevivência da espécie foi relacionada com esses ciclos. Quando dependíamos da caça e da colheita, era vital acompanhar as manadas nos seus deslocamentos sazonais, conhecer os momentos propícios para colher os frutos ou armazenar alimento. Depois, com o desenvolvimento da agricultura, o conhecimento desses ciclos passou a ser ainda mais essencial.
A ideia de celebrar, de comemorar a passagem dos ciclos naturais, era encarada pelos nossos antepassados como uma verdadeira forma de os preservar. Na filosofia pagã, o Homem e a Natureza são indissociáveis e, portanto, mutuamente responsáveis pela sua preservação. Celebrar os ciclos, ou os seus vários momentos, era um modo de mostrar à Natureza (e às divindades naturais) a gratidão, de expressar a alegria pelos dons recebidos e, em vários momentos, de devolver à Terra aquilo que por ela era proporcionado. Magicamente, a celebração dos ciclos naturais possuía o caráter retributivo, ou seja: oferecia-se à Natureza o fruto do trabalho, para garantir que este fruto seria sempre recolhido. Que o equilíbrio natural se preservaria e o suceder das fases seria contínuo.
 

Não de forma diferente, os Celtas desenvolveram as suas festividades ligadas a essas mudanças de estações para oferecer aos seus Deuses e Ancestrais o agradecimento de mais uma estação passada e dar as boas vindas ao que estaria por vir, sempre pedindo através de orações, cantos e danças, as bênçãos e protecção para uma jornada continua de renascimento.


As festividades celtas eram divididas apenas em 4 rituais, aos quais antecediam as estações do ano, Samhain, Oimelc, Beltane e Lughnasadh.

Na comemoração de Samhain preparavam-se para a chegada do inverno a estação mais rigorosa onde muito dos velhos, enfermos e crianças pequenas não sobreviviam as extremas temperaturas e pediam a proteção aos Ancestrais para que todos das família ficassem protegidos dessa longa jornada que simboliza a morte.

Em Oimelc comemoram o fim do período de morte e a chegada do sol com a beleza primaveril. Todos os encantos dessa estação, inspiram os amantes e principalmente aos bardos em suas canções alegres e a benção de que a vida continua apesar de todo o sofrimento passado.

A chegada de Beltane é a mais festiva com o aparecimento da luz solar, as suas profecias de um ano melhor e o auge do amor entre os amantes.

Lughnasadh é o momento de reunir os amigos, festejar e jogar. Lembrar das tradições, dançar ao ritmo das músicas alegres e agradecer a todos por mais uma longa caminhada na roda da vida.

Veja Amanhã: Sila Tarot: Antiga Magia de Protecção Celta!

Se gostou do que leu, clicke G+1 no fim da publicação ( no Site)