quarta-feira, 31 de julho de 2013

Sila Tarot: Ervinhas e Mezinhas - Como Usar?



Agrimónia
(Agrimonia eupatoria)

Utiliza-se no tratamento de anginas, inflamações das mucosas, rouquidão, afonia, feridas, gretas, entorses, contra obesidades e cálculos renais.
 
Alecrim
(Rosmarinus officinalis)

 Utiliza-se no tratamento de insuficiências hepáticas e vesiculares. Fortalece as memórias enfraquecidas. Não deve ser tomado por mulheres grávidas durante períodos prolongados.
 
 
 
 
Alfavaca
(Parietaria officinalis)

Emprega-se nas doenças nas doenças do fígado (Hepatite simples ou calculosas) ou do aparelho urinário (cistites, cálculos de bexiga e especialmente na uremia, onde é medicação soberana).

 
Alfazema
(Lavandula officinalis)

Utiliza-se contra a asma brônquica, tosses convulsivas, gripes e resfriados, vertigens, enxaquecas e em certos casos de reumatismo.
 
Camomila
(Chamomilla spp)

Utiliza-se em casos de gripes (sudoríficas e calmantes), de perturbações gastrintestinais ou em diarreias.



 
Carqueja
(Chamaespartium tridentatum)

Usa-se como excelente béquico (contra a tosse) e emoliente contra as gripes, bronquites, pneumonias e traqueites.

 Cidreira
(Melissa officinalis)

O seu chá é administrado para atenuar os espasmos, como calmante, no tratamento de perturbações gástricas, contra os enjoos e vómitos, dores de cabeça de origem nervosa (efeito sedativo) e nas perturbações menstruais.

 
 Flor de sabugueiro
(Sambueus nigra)

 É utilizado contra gripes, constipações, tosses e resfriamentos, é também indicada em gergarejos contra as dores de garganta e amigdalites.

 
 Giesta branca
(Fraxinus spp.)

 É utilizada contra o excesso de ácido úrico e retenção de água. Está indicada também para o tratamento de cálculos renais, infecções das vias urinárias e tensão arterial alta.

 
Hipericão
(Hypericum perforatum)

 Utiliza-se no tratamento das diarreias, de perturbações nervosas, insónias, de infecções ginecológicas, inflamações crónicas do estômago, do fígado, da vesícula e dos rins.


 Se Gostou do que Leu, clique G+1

terça-feira, 30 de julho de 2013

Sila Tarot: Mezinhas da minha avó - Chás para tudo!


Chá de agrião
 
O agrião é torrado e depois mete-se mel.
É bom para os pulmões e para o sangue.


Chá de ferrugem
 
Põe-se a ferrugem num pano e mete-se água a ferver. Depois quando estiver quase frio, bebe-se três goles.
É bom para as dores no corpo.


Pão torrado
 
Com o pão torrado, vinagre quente e vinagre de cidra, faz-se uma papa. Põe-se quente em cima da parte onde dói.
É bom para as dores.

Xarope de agrião
 
Ferve-se o agrião com açúcar amarelo e deixa-se ferver até ficar por metade. Deixa-se arrefecer e põe-se no frigorífico. Bebe-se às colheres, três a quatro vezes por dia.
É bom para a fraqueza.


Para a fraqueza
 
Misturam-se nozes muito bem esmagadas com uma gema de ovo. Bate-se muito bem. Toma-se uma colher de manhã em jejum.


Chá de flor de tojo e carqueja
  • É bom para os rins e bexiga.


Chá de rabos de zorra
  • É bom para a diarreia.


Chá para a tensão alta

  • Faz-se um chá com erva cidreira e 3 ou 5 folhas de oliveira.
Tomar todos os dias em jejum.


Mezinhas para a constipação

  • Chá de poejos
Faz-se o chá de poejos e depois adoça-se com rebuçados de mentol.


Mezinha de mel

  • De manhã tomar uma colher de mel.


Leite com mel

  • Aquecer o leite, juntar uma colher de mel e um dente de alho e beber quentinho ao deitar.


Chá de cebola e brasas

Tiram-se as folhas secas e cozem-se as folhas que vêm a seguir.
Depois deita-se açúcar amarelo sobre as brasa e tapa-se.
Quando o açúcar estiver queimado deita-se o chá da cebola.
Passa-se por um pano e bebe-se quentinho ao deitar.


Rouquidão e tosse

  • - Mel com limão
  • - Cenoura às rodelas ou cebola com açúcar amarelo
  • - Pinhas mansas cozidas com açúcar amarelo e figos secos
  • - Chá de folhas secas da cebola
  • - Xarope de limão com açúcar amarelo
  • - Cá da cinza


Para inflamações e lavagens

  • - Água das malvas (lavar e beber)
  • - Água de S. Roberto (lavar e beber)
  • - Água das rosas ( para inflamações nos olhos - lavar)
  • - Água de calafito (lavar e beber)


Lavagem de feridas

  • Lavar primeiro com água e sabão azul.
  • Depois lavar com água das malvas, ou de folha de nogueira ou de erva de S. Roberto.


Para os nervos e coração

  • - Chá de tília
  • - Chá de erva cidreira
  • - Chá de flor de laranjeira


Para as queimaduras

  • Juntam-se 2 ou 3 colheres de água de cal com 2 ou 3 colheres de azeite, bate-se muito bem e barra-se a queimadura .


Mezinha para a febre

  • Juntar orégãos com vinagre e esfregar nas costas, nas pernas e nos braços.


Mezinha para a dor de cabeça e febre

  • Cortar batata às rodelas e misturar vinagre. Depois pôr na testa com um pano a segurar.


Dores de garganta

  • Come-se e unta-se a garganta com manteiga de cabra.


Para a papeira

  • Mete-se num lenço baba de vaca e põe-se em cima da garganta.


Para as borbulhas

  • Faz-se uma papa com bicarbonato de sódio e água e depois espalha-se pelas borbulhas.

Para borbulhas e comichão

  • Esfregar com vinagre.

Rins e Bexiga

  • - pés de cereja
  • - barbas de milho
  • - linhaça (boneca de linhaça em grão)

Faz-se um chá com tudo isso e vai-se bebendo ao longo do dia.


Para feridas que sangrem muito.

  • Pôr sobre a ferida açúcar misturado com azeite.

O sangue para de correr e a ferida não infecta.


Se Gostou do que Leu, clique G+1

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Sila Tarot: Mezinhas Caseiras


Aqui irá encontrar algumas mezinhas caseiras, que já os antigos usavam!!


 
Oração para benzer a casa
 
 
Fica aqui então a benzedura para quando estamos a defumar a casa com alecrim e arruda, ou com outras ervas com que nos sintamos bem: Em louvor do Santíssimo Sacramento do altar, Esta minha casa eu estou a defumar, Para que todos os espíritos maus, Inveja, praga, mau-olhado E artes diabólicas se hão-de afastar.


Receitas tradicionais para a saúde


Inflamação da bexiga- Infusão para a inflamação dolorosa da bexiga -esta infusão deve ser bebida duas a três vezes por dia.


Ingredientes - 40 g de flores de alteia, um litro de água.
Prepare a infusão aquecendo até à ebulição um litro de água num recipiente de inox ou de esmalte. Adicione, nesse momento, as flores e deixe ferver 10 minutos. Coe e beba.
 


Receitas tradicionais para sexo e potência sexual


- O homem poderá aumentar o seu vigor sexual bebendo leite misturado com mel,

ginseng e alcaçus
 

  • Misturar manteiga, mel, alcaçus, sumo de erva-doce e leite em partes iguais. Este néctar despertará o vigor sexual.

 
Contusões, queimaduras, quistos, abcessos- Emplastro de batata, que deve levar cerca de metade de batata devidamente descascada e ralada, e uma quantidade razoável de folhas de alface, ou agrião ou espinafre. Só se deve usar uma variedade destas 3 folhas. Misture tudo muito bem e junte farinha de trigo, mexendo tudo até alcançar uma solução pastosa. Coloque a pasta na zona da pele que deseja, podendo deixá-la lá durante 2 até 4 horas. O período de 4 horas é o ideal.

 

Constipação, dores de garganta e tosse – esta infusão deve ser bebida morna três vezes ao dia enquanto os sintomas se mantiverem.

Ingredientes - um litro de água, um limão, cascas secas de cebola, mel ou açúcar a gosto.

Coloque um litro de água num recipiente de inox ou de esmalte juntamente com o limão cortado em quartos e as cascas de cebola. Deixe ferver, em lume médio, até cozer o limão e depois filtre. Quando beber adoce com mel ou açúcar a gosto.

 
Descongestionamento das vias respiratórias - devem ser inalados (tanto com o nariz como com a boca) os vapores libertados por esta infusão antes de deitar. Utilizar, se necessário uma toalha a cobrir a cabeça, quando está debruçado sobre a infusão, para concentrar os vapores e obter melhores efeitos

Ingredientes - 4 folhas de ramos novos de eucalipto, um litro de água.

Prepare a infusão aquecendo até à ebulição um litro de água num recipiente de inox ou de esmalte. Adicione, nesse momento, as folhas de eucalipto e deixe ferver 10 minutos.


Garganta inflamada e/ou rouquidão - esta infusão deve ser utilizada morna para gargarejar.

Ingredientes - uma colher de sopa de mel, um quarto de um litro de água.

Coloque a água num recipiente de inox ou de esmalte e leve a ferver. Nesse momento adicione a colher de mel e deixe ferver, em lume brando, durante alguns minutos. Gargareje com este líquido morno.

Se Gostou do que Leu, clique G+1

Veja Mais:

Sila Tarot: Tema da Semana: Medicina Tradicional - Ervas e Mezinhas!

 
Domingo: Sila Tarot: Mezinhas Caseiras

2ª fª: Sila Tarot: Mezinhas da minha avó - Chás para tudo!

3ª fª: Sila Tarot: Ervinhas e Mezinhas - Como Usar?

4ªfª: Sila Tarot: Mezinhas: O que são?

5ªfª: Sila Tarot: Mezinhas Caseiras para dores e reumático!

6ªfª: Sila Tarot: Plantas para a saúde feminina!

Sábado: Sila Tarot: O uso medicinal das Ervas

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Sila Tarot: Tema da Semana: Tarot e Cartomância!

 

Domingo: Sila Tarot: Tarot & Astrologia!

2ª fª: Sila Tarot: Diferenças entre Cartomância e Tarot!

3ª fª: Sila Tarot: Tarot – Origem e conceito!

4ªfª: Sila Tarot: Códigos de Ética na Cartomância

5ªfª: Sila Tarot: Os Arcanos do Tarot

6ªfª: Sila Tarot: Compreender o Tarot - A Analogia do Espelho!

Sábado: Sila Tarot: 10 coisas que a Taróloga NÃO DIZ!

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Sila Tarot: Como NÃO Seduzir um Homem!

Eu fico fascinado com a ideia que nós humanos, nem sempre entendemos as mensagens que estamos a comunicar aos outros. Só porque queremos comunicar alguma coisa ás outras pessoas, isso não quer dizer que as coisas sejam entendidas como queremos. Ou que a resposta seja positiva, porque queremos que seja. Por exemplo, já viu alguma mulher que se veste de uma forma demasiado sensual e que utiliza maquilhagem a mais? Veste-se assim porque acha que está a mostrar como ela é atraente, mas não é essa a mensagem, que toda a gente está a receber.
 

Como seres humanos desenvolvemos certas “estratégias” para lidar com situações que nos metem medo como o caso da REJEIÇÃO. No caso da mulher que exagera na forma de se vestir, talvez a estratégia dela seja compensar a insegurança que sente, a mostrar o corpo e a usar muita maquilhagem. O mesmo acontece em estratégias para atrair o sexo oposto.

As mulheres desenvolvem certas estratégias que elas PENSAM que vão funcionar para suscitar o interesse do homem. Mas se o homem não sente ATRAÇÃO desde o inicio, ou se não for a hora ou o lugar certo, nenhuma dessas estratégias irá funcionar. Pior ainda, essas estratégias vão produzir efeitos negativos e causar um grande DESCONFORTO no homem.
 
 
 
 
Vou então escrever um pouco sobre essas estratégias comuns, que muitas mulheres usam, mas que raramente funcionam para seduzir um homem.

A primeira estratégia são o que eu chamo os “SUBORNOS”. Isso acontece quando uma mulher tenta ser “boazinha” compra uma prenda ou faz algo de bom para mostrar que ela gosta dele. Algo como ajudá-lo a resolver algum problema pessoal ou no trabalho, sem que seja ele a pedir. Ou ajudar doutra forma, ou oferecer fazer qualquer outra coisa, que lhe demora bastante tempo e energia. Se tem um AMIGO (homem ou mulher) e gosta deles, então quererá que eles gostem mais de si, então faz alguma coisa de bom, eles provavelmente vão gostar muito e ficam a gostar ainda mais de si… como amiga.

Por outro lado… Se tem um homem de quem “gosta” de uma forma romântica, e ele não “sente” nada por si, e faz algo de bom, porque quer que ELE goste mais de si, isso vai PIORAR as coisas… ele NÃO vai gostar mais de si e provavelmente vai distanciar-se mais!

Depois dos subornos não funcionarem, as mulheres ficam chateadas e começam com a segunda estratégia.

Eu chamo a esta “CONVENCER” o homem.

Isto é quando diz a um homem o que sente por ele e como quer estar com ele com a esperança que ele “veja a luz” e que proclame os sentimentos dele por si. Isto é como a mulher da historia do artigo de ontem. Aquela mulher que estava a fazer tudo por um homem que não tinha nenhum interesse romântico nela… por isso ela tentou convencer o homem até ele desaparecer da vida dela para sempre.

As mulheres pensam que tem de verbalizar o que sentem por um homem… como se isso fizesse parte do processo de seduzir um homem. Isto também acontece quando pergunta “O que sentes por mim?” e “Queres estar comigo?”

Na sua cabeça é assim que as coisas funcionam:

Você gosta dele > Você diz que gosta dele > Ele gosta de si

Se seguir este padrão com homens que ainda não estão a SENTIR muita ATRACÇÃO ou uma LIGAÇÃO forte consigo, essa estratégia também é contra produtiva.

Os homens sabem quando estão a ser seduzidos por uma mulher que gosta deles. E isso não tem problema, os homens até gostam. Mas quando começa a PERSEGUI-LO e a falar sobre como se sente, vai gerar TENSÃO NEGATIVA.
 
 
Por isso se ele ainda não gosta de si, é assim que as coisas se vão passar:

Ele olha pra si como amiga > Você diz que gosta dele > Ele tem aquela sensação de “FOGE!” e afasta-se...

E a estratégia final é a que eu chamo da estratégia do “SEXO GRÁTIS”. Num outro nome para “amigos coloridos” onde está a tentar usar o sexo para “fazer” com que ele goste de si. Pensa que isso funciona, porque quanto mais se envolve com ele, mais gosta dele. Então porque é que isso não funcionaria com ele, não é?

Errado.

A realidade é que os homens podem ter intimidade com uma mulher e nem sequer pensar num “relacionamento”. Para ele, sexo é sexo, é divertido e sabe bem, e se ele não sentir uma ligação emocional e atracção por si, ele desaparece no momento que começar a pedir algo mais “profundo” ou “real” como um relacionamento ou quando pergunta o que ele sente por si.

Agora diga-me… reconhece-se em alguma destas situações? Agora está a ver porque é que as coisas não funcionaram? Então porque é que um homem se afasta só por uma mulher ser boa para ele, fazer favores, elogiar e talvez até ter relações sexuais com ele?

Eu respondo. É por causa do que está REALMENTE a comunicar com as suas palavras e as suas ações. Porque estas estratégias, vem de uma posição de MEDO e de FRAQUEZA, estão a dizer algo sobre si, que NUNCA quis dizer. Não gosto de dizer isto, mas é porque também comunicou que está desesperada e carente, mesmo que você não se considere assim...

E quando um homem pressente isso em si, ele não olha para si como uma pessoa única e especial. Ele não vai sentir que é alguém de quem tem pena, porque sub-conscientemente ele vai considerá-la como um estatuto mais “baixo” do que ele.

Então como é que comunica de uma forma a fazê-lo olhar para si de uma forma especial e rara? Primeiro precisa de se mentalizar de algumas coisas…
 
Amanhã publicarei mais sobre este Artigo...Continua...
 
Se Gostou do que Leu, clique G+1

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Sila Tarot: Tema da Semana: Família, Amor e Relações Afectivas!

 
Domingo: Sila Tarot: Divórcio: O que os Pais NUNCA devem Fazer!

2ª fª: Sila Tarot: Como Manter um relacionamento Amoroso!

3ª fª: Sila Tarot: O que os Homens realmente querem?

4ªfª: Sila Tarot: Como seduzir um homem?

5ªfª: Sila Tarot: Como Não Seduzir um Homem!

6ªfª: Sila Tarot: Como Despertar a Atração dele… Ou Não!

Sábado: Sila Tarot: 10 Erros das Mulheres!

domingo, 14 de julho de 2013

Sila Tarot: Osteopatia - Medicina Alternativa

 
Osteopatia deriva das palavras gregas (pathos) doença dos (osteon) ossos, e tem como objectivo último tratar problemas do sistema músculo-esquelético, através de uma análise global do corpo e da sua postura, sendo considerada uma terapia holística.
 
A sua origem data do finais do século XIX a partir da investigação do médico norte-americano Andrew Taylor Still que estabelece a relação entre a alteração estrutural (músculo-esquelética) e o resto do corpo como elemento chave na saúde. Andrew Still achava que o bom equilíbrio das estruturas era crucial para evitar o aparecimento de disfunções e de doenças. Ou seja, o corpo tem possibilidades de se reequilibrar e de se autocurar.

Como Actua a Osteopatia?

A função do osteopata é tratar, através das mãos, as disfunções somáticas e estruturais do corpo baseando-se no seu conhecimento profundo da anatomia, fisiologia e biomecânica do mesmo. Tem como função restaurar o equilíbrio da mobilidade sem dor, uma vez que o movimento é a base de todo o funcionamento do nosso corpo.

 
O Osteopata utiliza técnicas específicas para cada tipo de tecido (ossos, ligamentos, músculos e visceras) e de lesão a partir do seu exame inicial, sendo estas:
 
- Técnicas estruturais: manipulação da disfunção vertebral com impulso de pequena ou alta velocidade.
 
- Técnicas funcionais: no tratamento de compressão nervosa com a técnica de trigger points.
 
- Técnicas rítmicas e miotensivas: bombeios, estiramentos , facilitação neuro-muscular e técnicas harmónicas.
 
- Técnicas de relaxamento: muscular, massagem dos tecidos para libertar contracturas, espasmos e tensões nas fascias.


Quem pode beneficiar do tratamento Osteopático?

Pessoas que sofram de dores indefinidas nas costas (ex: ciática, escolioses)
Dores musculares que resultem de doença crónica ou de lesão (ex: lesões na cervical, torcicolos, ombros, tendinites)

Dores nas articulações resultantes de distensões ou entorses, artrites e problemas de mobilidade da aticulação dos maxilares (ATM)

Dores de cabeça, sinusites e irritabilidade

Stresse ocupacional ou de postura, hérnias discais e lombalgias

Bebés : cólicas, deformações cranianas pós-parto, choro intenso, vómitos, etc.

Traumatismos: pós-parto, traumatismos de acidentes e lesões desportivas


 
Quanto tempo dura uma consulta osteopática?

A primeira consulta é a mais longa, pois comporta um historial do caso, um exame completo (observação, testes ortopédicos, osteopáticos, neurológicos etc.), um diagnóstico e por fim tratamento. Esse tratamento, frequência e duração do mesmo vai variar de caso para caso. As seguintes consultas terão a duração inferior que variará em função do tratamento necessário e apropriado a cada caso.

Contra- indicações A Osteopatia está contra-indicada em casos de reumatismo inflamatório, cancro dos ossos, fracturas graves e alguns casos de osteoporose avançada, que exigem tratamentos muito específicos.

Se Gostou do que Leu, clique G+1

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Sila Tarot: Quiropraxia - Medicina Alternativa

A palavra «quiropraxia» vem do grego «quiros» (mãos) e «praxis» (prática). Vulgarmente chamado de “Indireita”, o técnico utiliza apenas as mãos para recuperar e manter a saúde através da libertação dos impulsos nervosos bloqueados em articulações com dificuldades de movimentação.
 
A sua base está no livre funcionamento do sistema nervoso, responsável por controlar e coordenar todos os tecidos, órgãos e sistemas do corpo humano. O desalinhamento (subluxações) das vértebras ocasiona pressões sobre os nervos condutores dos impulsos eléctricos entre os órgãos do corpo e o cérebro que podem prejudicar a saúde.


A quiropraxia visa não apenas restabelecer a saúde, mas prevenir a dor, principalmente as dores nas costas, mal que atinge oito entre cada dez pessoas nalgum momento das suas vidas. Recomenda cuidados preventivos como o uso de sapatos baixos e confortáveis, as cadeiras com bom apoio lombar, os apoios para os pés quando é necessário ficar muito tempo sentado, que o peso corporal seja mantido em níveis aceitáveis e os colchões ortopédicos.
 
 
A técnica baseia-se no restabelecimento da harmonia do corpo pelo realinhamento da coluna vertebral através de técnicas manuais. As razões de a coluna vertebral perder o seu equilíbrio natural têm origens diversas: golpes fortes, infecções, inflamações, problemas congénitos, má postura, etc. Todos esses factores levam as vértebras a modificar a sua posição original. O objectivo da quiropraxia é encontrar os desalinhamentos das vértebras para as poder colocar novamente no lugar.
 
Se Gostou do que Leu, clique G+1

Deseja seguir o Blog? Veja Como!

 
 

Se deseja seguir o Blog, e não consegue:
 
 
No seu lado direito, tem um pequeno texto que diz:
 
"SEGUIR SILA TAROT"
Clique aqui
 
 
 
Continuarei sempre a dar o meu melhor, desejando que o que público, seja sempre do vosso agrado!
 
 
 
Pode também receber as publicações diariamente no seu e-mail
 
"No canto superior esquerdo, receba no seu e-mail: indique o seu e-mail e clique em Enviar"
 

Especial agradecimento pelas vossas visitas diárias!

Bem Hajam!

Que Deus Vos abençoe!

Sila

 
Se Gostou do que Leu, clique G+1

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Sila Tarot: Naturopatia - Tratamento Natural e Auto-Cura!


Uma terapia holística que defende e promove tratamentos 100% naturais, a Naturopatia é, acima de tudo, uma filosofia de vida. Declarada “terapêutica não convencional” em 2003, a Naturopatia é uma das seis medicinas alternativas actualmente reconhecidas pelo estado português.

Onde e quando nasceu?

O padre alemão Sebastien Kneipp é apontado como pioneiro da Naturopatia depois de ter criado, na Alemanha, um centro de “cura pela água” – hidroterapia – onde tratava várias doenças. Por sua vez, foi o terapeuta alemão Benedict Lust, que afirma ter sido curado por Sebastien Kneipp, o responsável pela difusão da Naturopatia no mundo ocidental, por volta do ano 1892. Apesar de ter surgido apenas em 1902, a palavra “Naturopatia” é bem mais antiga, remontando à expressão grega “pathos” e “natura” que significa “doença da natureza”.


Uma filosofia natural

A Naturopatia é o estudo e tratamento das doenças, única e exclusivamente através de processos naturais. Defende uma perspectiva holística do homem (é visto e tratado como um todo e isso inclui as suas características físicas, psíquicas, sociais, etc.) que acredita ter uma total capacidade de auto-cura. Com a ajuda de terapêuticas naturais complementares, o corpo reage graças aos seus próprios mecanismos de defesa e de reequilíbrio, desencadeando um processo que conduz à cura 100% natural.


O poder da água, o poder do ar

A Naturopatia tem em dois elementos da natureza – a água e o ar – dois pilares fundamentais para a prevenção e para o tratamento. Por um lado a água, devido aos seus poderes terapêuticos conhecidos e reconhecidos, assim como as diversas formas em que pode ser utilizada. Os naturopatas apontam a hidroterapia como extremamente benéfica, principalmente no tratamento de dores crónicas, artrite, insónia, doenças de pele, circulação venosa e linfática, entre outras. Por outro lado, o ar puro que, para além de ser essencial para a nossa saúde é, por si só, uma excelente terapia para o organismo. Ao respirarmos pelo diafragma, expandimos os pulmões, o que permite a circulação de elevadas quantidades de oxigénio pelo corpo e cujo efeito é muito purificante.


Naturopatia = estilo de vida

Encarada como uma forma natural de estar e de viver a vida, a Naturopatia defende que são os hábitos nocivos – sono irregular, alimentação desequilibrada, tabaco, excesso de álcool, uso de drogas – que levam à acumulação de toxinas no corpo, o que leva ao seu mau funcionamento e, consequentemente, a um mal-estar generalizado, ou pior, às doenças. A adopção de novos hábitos, que incluem um estilo de vida moderado (diminuição dos níveis de stress e ansiedade, cultivar uma atitude positiva), uma dieta equilibrada, o recurso a jejuns esporádicos, descobrir a importância da respiração (para depois exercer!), a prática regular de exercício físico, tempo para actividades recreativas e de lazer (de preferência ao ar livre!).
 
O que trata?

Caracterizada por sendo uma terapia multidisciplinar, a Naturopatia é uma opção válida para homens e mulheres de todas as idades. Utilizada no tratamento de perturbações crónicas e agudas, abrange patologias tão diversas como: anemia, artrite, diabetes, alergias, bronquite, candidíase, enxaquecas, sinusite, constipações, tensão pré-menstrual, dores menstruais, menopausa, osteoporose, obesidade, problemas de pele, afecções digestivas, úlceras, obstipação, cistite, irritações do cólon, má circulação, recuperações pós-operatórias, stress e ansiedade, entre outros. Fale sempre com o seu médico de clínica geral antes de optar por um tratamento natural ou mesmo se pretende adicioná-lo a um tratamento actual.

A trilogia da Naturopatia
 
  • Força vital – o nosso organismo possui uma força vital curativa capaz de enfrentar e de recuperar de várias infecções, ou seja, que se auto equilibra (a esta capacidade chama-se “homeostasia”). A Naturopatia define a saúde como um estado físico, mental e emocionalmente harmonioso e não a simples ausência de dor e/ou de doença.
  • Sintomas da doença – segundo a Naturopatia, a manifestação dos sintomas de uma qualquer doença são a prova de que o nosso processo e capacidade natural de cura está em marcha, ou seja, o organismo está a libertar as toxinas nocivas e a voltar ao seu estado naturalmente saudável. No entanto, todo e qualquer sintoma deve ser seguido e devidamente tratado.
  • Tratamento holístico e natural – para além de ser 100% natural, os tratamentos prescritos no âmbito da Naturopatia são definidos tendo em conta a pessoa como um todo e com base em três aspectos fundamentais. Chama-se tríade da saúde e envolve: a saúde estrutural (uma má postura e um sistema músculo-esquelético debilitado pode prejudicar o sistema nervoso e alguns órgãos internos); saúde bioquímica (os alimentos e líquidos que ingerimos podem afectar a nossa saúde positiva ou negativamente); saúde emocional (o stress, a ansiedade, os nervos e todas as outras emoções que vivemos diariamente afectam directamente o nosso organismo).
 
A consulta de Naturopatia
 
Hoje em dia existem muitas clínicas, especializadas ou não em medicina natural, que disponibilizam consultas de Naturopatia. O objectivo da Naturopatia é promover mente sã e corpo são, prevenir e tratar as doenças, no entanto, fá-lo de uma forma distinta da medicina convencional – em vez de tratar os sintomas, procura a principal causa do problema. Daí ser natural que na primeira consulta, o naturopata questione a pessoa sobre os mais variados aspectos da sua vida: actual estado de saúde, qual a sua profissão e ritmo de trabalho, dieta (tanto o que come, como o que bebe), funcionamento intestinal, qualidade do sono, se tem uma rotina de exercício físico, como ocupa os tempos livres, como vive as diferentes relações que mantém com o companheiro, amigos e familiares. Para além destas informações, o naturopata pode fazer uma série de exames médicos como medir a pressão arterial, auscultar o coração, observar os olhos, ouvidos e garganta, entre outros. Com uma duração de cerca de uma hora, por norma, o preço de uma consulta de Naturopatia ronda em geral os €35/€40.


Os tratamentos

Enquanto resultado da consulta de Naturopatia, o tratamento receitado será feito tendo em conta tudo aquilo que o paciente mencionou e não apenas baseado nas suas actuais queixas. O tratamento prescrito terá sempre como principal objectivo estimular as defesas naturais da pessoa, para que seja o próprio corpo a voltar a funcionar naturalmente. As diversas componentes do tratamento, assim como as quantidades e duração são definidas para actuarem em conjunto com o corpo, corrigindo o que está menos bem, eliminando toxinas e motivando os processos metabólicos. Assim, o naturopata pode conselhar também diversas terapias adjuvantes.
 
Se Gostou do que Leu, clique G+1

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Sila Tarot: Cromoterapia - As propriedades curativas das cores!

 
As perturbações da saúde e as doenças resultam de um desequilíbrio, de uma desarmonia, cuja origem pode ser encontrada nos erros de higiene de vida ou nos golpes do destino: erros alimentares, falta de exercícios, emoções negativas, acidentes...

 As cores, aliadas a outras terapias naturais, permitem que nossa energia vital proporcione uma situação que facilite grandemente a auto-cura.
 
O corpo, sede da consciência, é composto de cinco elementos que devem estar num equilíbrio perfeito, de onde resulta a saúde física e mental. Esses cinco elementos são o ar, o fogo, a água, a terra e o éter (akash).
 
Cada elemento corresponde a uma vibração luminosa, a uma vibração sonora e a certas vibrações particulares dos alimentos. Se um desses elementos está enfraquecido, é preciso então estimulá-lo pelas cores, os sons e as medicinas naturais apropriadas (plantas, alimentos).
 
Basta utilizar vidros filtrantes, através dos quais a luz solar se tinge de cor. A seguir, expõem-se certas partes do corpo a essa luz colorida durante certo período de tempo.

Usam-se também, por via interna, óleos vegetais ou água que esteve guardada em garrafas de vidro da cor correspondente. Os iogues, aliás, desprezam esses processos físicos e contentam-se com o visualizar, pela meditação, as cores necessárias para a sua saúde. As cores têm uma influência física, emocional e psíquica sobre o nosso ser.
 
A cromoterapia não procura curar os sintomas, mas antes melhorar o estado geral e as necessidades particulares de cada um. Certas cores excitam o corpo, outras acalmam-no. Certas cores são adstringentes, como o vermelho, o laranja e o amarelo (uma sala pintada de laranja parece “menor”). Outras cores são “dilatantes”, como o azul, o verde e o violeta.



O azul ajuda a exteriorizar, enquanto o vermelho permite que nos “concentremos”. Certas cores, como o vermelho e o laranja, elevam a temperatura de uma sala; são chamadas cores quentes. Pode-se ler as cores complementares fixando primeiro a cor e, depois, dirigindo o olhar rapidamente, para uma superfície branca. As cores exercem a sua influência de diferentes modos: exposição aos raios solares filtrados; exposição do corpo diante de lâmpadas coloridas; uso interno de água guardada em garrafas coloridas, uso de pedras preciosas, de alimentos, do meio ambiente.
 
Propriedades terapêuticas das cores:
Vermelho: Dá energia e vitalidade. Estimula o sangue e libera adrenalina. Combate resfriados, sem febre. Retira o cansaço e ameniza dores reumáticas.

Alaranjado: Tonifica, combate a fadiga, estimula o sistema respiratório e fixa o cálcio no organismo. Aumenta o optimismo.

Amarelo: Estimula o sistema nervoso central, contribui para a regeneração de problemas ósseos, bom para prisão de ventre, potencializa o fósforo e o sódio. Estimula o intelecto. Traz alegria e boa disposição.

Verde: Favorece o equilíbrio hormonal, estimula órgãos digestivos, tem ação refrescantes e anti-infecciosa. Alivia as insónias.

Azul: Calmante, analgésico, indicado nas infecções com febre. Actua no sistema nervoso, veias, artérias e em todo o sistema muscular. Combate o egoísmo e traz a harmonia.

Índigo (Azul forte): Ação coagulante. age diretamente na corrente sanguínea. Usado em casos de ferimentos e sangramentos em geral. Estimula os cincos sentidos e a intuição.

Violeta: Ação calmante e purificadora do sangue. Elimina toxinas e estimula a produção de leucócitos. Bom nos casos de pneumonia, tosse seca, asma, irritação da pele e dor ciática. reduz medos e angústias, diminui a irritação.
 
Se Gostou do que Leu, clique G+1 
 
Veja Mais:
 

terça-feira, 9 de julho de 2013

Sila Tarot: Reflexologia – Em que consiste? como funciona?

Sila Tarot
 
Não deve ser confundida com a massagem básica dos pés ou com massagem de corpo de maneira geral – é uma técnica específica de pressão que actua em pontos reflexos precisos dos pés com base na premissa de que as áreas reflexas dos pés correspondem a todas as partes do corpo.

Como os pés representam um microcosmos do corpo, todos os órgãos, glândulas e outras partes do corpo estão dispostos num arranjo similar ao dos pés.


Sila Tarot
A reflexologia é uma arte suave, uma ciência e um método muito eficaz de tratamento. É uma técnica curativa holística – o termo holístico é derivado da palavra grega Holos que significa “inteiro” e, assim, procura tratar o indivíduo como uma entidade constituída de corpo, mente e espírito.

A pressão é aplicada nas áreas reflexas dos pés com os dedos das mãos e usando técnicas específicas. Este procedimento provoca mudanças fisiológicas no corpo na medida em que o próprio potencial de cura do organismo é estimulado. Desta forma, os pés podem desempenhar um papel importantíssimo na conquista e manutenção de uma boa saúde.
 
 
Origens da Reflexologia
 
As origens da Reflexologia remontam à Antiguidade, quando as terapias de pressão eram reconhecidas como uma forma de medicina preventiva e terapêutica.
Embora não se saiba ao certo quando e como começou, as evidências indicam que a reflexologia tem sido praticada por diversas culturas ao longo da História.

De acordo com uma teoria que goza de grande aceitação, a Reflexologia nasceu na China há cerca de 5000 anos.


Sila TarotO documento mais antigo que descreve a prática da Reflexologia foi encontrado em escavações no Egipto. Trata-se de um pictograma produzido à volta de 2500 a 2330 a.c. e foi descoberto no túmulo de um médico egípcio, Ankmahar, em Saqqara.

Pela observação do túmulo conclui-se tratar-se de uma pessoa muito importante na sua época e que gozava de grande prestígio.



A Reflexologia passou por diversas fases e foi praticada de várias maneiras ao longo dos anos, diferindo em estilo e localização dos pontos consoante o estudioso/terapeuta.
Hoje em dia, os estilos e mapas reflexológicos estão mais aproximados uns dos outros e poucas diferenças apresentam entre si!

SilaTarot

Se Gostou do que Leu, clique G+1