quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Sila Tarot: Descubra como se Libertar!

 
Se eu faço tudo o que ele quer que eu faça, por que não se torna no que eu quero?
 
Anular-se para receber afecto das pessoas é algo saudável? O que fazer para evitar isto?
 
Uma pessoa pode passar anos, até a vida toda, a viver para agradar alguém. Isto significa que ela estará provavelmente a anular-se. Nesta auto-anulação perde-se muito, como a liberdade, a autenticidade, o direito de dizer o que pensa, de sentir, de criar, etc. Tanto mais isto é perdido, quanto maior a anulação pessoal devido à obsessão pela outra pessoa.
 
O que leva uma pessoa a agir assim? Não deve ser um problema de falta de bom nível cultural ou mesmo de inteligência, porque pessoas cultas e inteligentes também podem agir assim. A formação intelectual não livra uma pessoa de ter problemas emocionais.
 
Não é raro o caso de uma mulher dizer que ama tanto o seu marido a ponto de se anular no casamento para o agradar a todo custo. Pode ocorrer com o marido, mas parece ser mais encontrado nas mulheres. Mesmo nas histórias em que o marido trai a esposa constantemente, ela pode facilmente perdoar, esquecer facilmente, aceitar facilmente, e ficar ainda numa atitude de bajulação para com este homem. E muitos vivem um comportamento tipo “filho” com a esposa e erotizado com a(s) amante(s). Nestes casos, a esposa faz o papel de boa mãe, cuida da casa, dos filhos, até dos negócios do marido, enquanto ele age sem compromisso do casamento, tendo outra(s) mulher(es).
 
Por necessidade de afecto uma pessoa – qualquer pessoa – pode-se permitir viver histórias destas, perdendo a sua individualidade, anulando-se por completo. É importante dizer que isto não é amor! Pode ser dependência, codependência, imaturidade emocional, fraqueza de espírito, falta de auto-respeito, desprezo de si mesmo, carência, insegurança, etc. Mas não é amor! Porque o amor maduro não leva a pessoa a anular-se em busca de afecto e de aprovação. É verdade que o amor é paciente, mas também coloca limites para abusos diversos, e a infidelidade conjugal é uma forma de abuso e desrespeito pelo cônjuge.
 
Quando alguém aprende a amar-se a si mesma equilibradamente, não se anula para agradar o outro, ficando á espera de com isto obter carinho, companhia, valorização pessoal. Não é uma atitude madura e honesta um cônjuge valorizar o seu (sua) companheiro (a) por este se anular para o agradar! Parece ser exactamente o contrário, ou seja, quando se valoriza a si mesmo saudavelmente, isto favorece a outra pessoa a valorizá-lo também.
 
 
...jamais senti que pudesse ser eu próprio, perto das outras pessoas. Eu estava demasiado ocupado, a tentar ser o que eu achava que os outros queriam que eu fosse, com medo de que eles não me aceitassem da forma que eu era. ...Entendi que posso viver a minha vida pela paz interior e não pelas aparências externas....Conviver com alegrias e problemas confirma a minha condição de ser humano. O que me separa como indivíduo é o caminho no qual fui colocado para caminhar. Ninguém pode fazer o percurso por mim, nem eu posso mudar o caminho para agradar alguém.” Será que está a ser você próprio? Ou anula-se na expectativa e tentativa de influenciar alguém a amá-lo? Repare e veja se a pessoa a quem tenta agradar tem realmente ficado agradado com a sua anulação como pessoa. Ou será que ele(a) não a(o) despreza e valoriza outra pessoa? Será que merece continuar assim, por perder a sua dignidade? Não chegou o momento de viver ao invés de sobreviver? Não é um direito seu, ser você própria(o)?
 
O que deseja? O que não quer? Quais são as suas preferências, escolhas, vontades, anseios, sonhos, projectos pessoais? Não coloque tais coisas nas mãos e na dependência do comportamento de outra pessoa. Não faça esta maldade consigo mesmo.
 
Se faz sempre tudo o que o outro quer, a anular-se, é muito mais provável que este outro não se torne o que realmente quer, podendo desprezá-lo e procurar outra pessoa “mais interessante”. E se analisar, poderá descobrir que esta outra pessoa não se anula e por isso atrai o outro. Não viva obcecado(a) para agradar! Pare de se maltratar!
 
Merece viver a sua vida. Ganhando ou não o afecto ou a valorização da outra pessoa.
 
 
Se Gostou do que Leu, clique G+1

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Sila Tarot: O Poder da Auto - Estima!

Quando falamos de Auto-estima, falamos da confiança na nossa capacidade para pensar e enfrentar os desafios da vida; a confiança no nosso direito de ser feliz; a sensação de sermos merecedores, dignos, qualificados para expressar as nossas necessidades e desejos e desfrutar dos resultados dos nossos esforços.
 
Se tivermos uma confiança realista no nosso valor pessoal, se nos sentirmos seguros a nosso respeito, a nossa tendência será de viver o mundo como um lugar aberto, respondendo aos seus desafios e oportunidades duma maneira apropriada. A auto-estima fortalece, dá energia e motivação. Abre-nos a possibilidade de sentir satisfação. Na medida em que temos confiança na nossa capacidade de pensar, aprender e compreender, a nossa tendência é perseverar quando defrontamos desafios difíceis ou complexos.
 
Quanto maior for a nossa auto-estima, mais nos sentimos propensos a tratar os outros com respeito, benevolência, boa vontade e justiça, pois não tendemos a percebê-los como ameaças, uma vez que o auto respeito é o alicerce do respeito pelos outros.

Em cada pessoa haverá inevitáveis flutuações no seu nível de auto-estima; portanto, devemos procurar manter sempre o nível médio de auto-estima, pois na medida em que não conseguirmos desenvolver uma autêntica auto-estima, vivemos graus variáveis de ansiedade, insegurança e dúvida a respeito de nós próprios.

Algumas vezes, auto-estima confunde-se com vangloriar-se, com agir e falar com arrogância, contudo esses traços não reflectem uma grande auto-estima, pelo contrário, denunciam o quanto está pequena, ou seja, reflectem uma grande ausência de auto-estima.
 
As pessoas com elevada auto-estima não se sentem motivadas a manifestarem-se superiores aos outros. Não procuram provar o seu valor, comparando-se com padrões de avaliação externa. A sua alegria está em serem quem são, não em serem melhores do que ninguém.
 
Uma vez que somos seres sociais, necessitamos duma certa medida de estima da parte dos outros. Mas vincular a nossa auto avaliação, à boa opinião que os outros fazem de nós, significa colocarmo-nos à mercê deles, da maneira mais humilhante possível.
 
Uma das maneiras mais eficazes de se libertar da preocupação com a opinião dos outros, é aumentar o nível de consciência que cada um extrai das suas experiências: quanto mais eu capto com clareza os meus sinais internos, mais os sinais externos tendem a recuar para uma posição de equilíbrio adequado. Isto implica aprender a ouvir o corpo, aprender a ouvir as emoções, aprender a pensar por si mesmo.
 
Onde existe auto-estima, existe auto aceitação. Para podermos crescer e mudar, devemos começar pela auto-aceitação. Aceitar-se a si mesmo, não significa eliminar o desejo de crescer, de melhorar, de evoluir. Significa, isso sim, não estar em pé de guerra consigo mesmo, não negar a realidade da verdade sobre nós mesmos, agora, neste momento da nossa existência. Aceitarmo-nos como somos, com os nossos pontos fortes e os mais fracos. Somos seres únicos, com capacidades e caracteristicas únicas!
 
A aceitação de nós mesmos é a aceitação do facto, de que o que pensamos, sentimos e fazemos são expressões da nossa pessoa, no momento em que elas ocorrem.
 
 
Para Reflectir...
 
O que é desânimo? É o sentimento de que "simplesmente não sirvo para nada, nem adianta tentar", o que leva a pessoa ao desespero e faz com se atole na preguiça. Baixa auto-estima é igual a desânimo. A refutação disto consiste em reconhecer a própria bondade, em acreditar que Deus ou algo superior a nós próprios, nos criou com capacidades suficientes para controlarmos o nosso comportamento (livre arbítrio/possibilidade de escolhas), e que portanto, temos os motivos para crer que podemos vencer as muitas dificuldades da vida. Temos a liberdade de escolher entre a boa vontade para ver e corrigir os próprios erros ou perseverar nos erros.
 
Perseverança diante das dificuldades: continuar a tentar entender, quando entender não parece tão fácil; persistir no treino duma habilidade ou na busca da solução de um problema, quando as derrotas nos confrontam; manter o compromisso com os nossos objectivos, apesar dos muitos obstáculos que nos espreitam ao longo do caminho.
 
Confie em si mesmo. Pense na auto-estima positiva como o sistema imunológico da consciência, que lhe fornece resistência, força e uma capacidade de regeneração ao lidar com os desafios da vida.
 
Se Gostou do que Leu, clique G+1

domingo, 20 de outubro de 2013

Sila Tarot: Devo Perdoar?

As pessoas dizem que ‘perdoam’ os erros do outro! Dizem que ‘perdoam’ uma falha! Dizem perdoar decepções, e muitos outros motivos.

Porém, há aqueles que dizem ‘não conseguir’ perdoar alguém. E também existem aqueles que dizem: ‘eu perdôo, mas jamais terei igual carinho por essa pessoa’!


Ou seja, dizem perdoar, mas no fundo, a mágoa continua no coração e esta fica cada vez mais impregnada, resultando em doenças, em sofrimentos.

Devemos então perdoar?
Não! Não devemos perdoar!
 
Porquê?
 
A partir do momento que supostamente ‘perdoamos’ alguém é porque houve um pré-julgamento. Julgámos a pessoa.

Criámos regras, criámos os nossos próprios conceitos acerca da boa conduta, da moral e dos bons costumes, visando a maneira correcta de agir, mas geralmente, perdemo-nos a meio do caminho.

Interpretamos de forma errada o outro, entre equívocos e dúvidas conduzimos os nossos relacionamentos, sempre com a desconfiança presente. Então, um belo dia, alguém nos ‘decepciona’, e dizemos: jamais perdoarei, ou... Perdôo, mas quero distância!

Uma maneira estranha de alguém ‘perdoar’, não concorda?

Então, o que fazer? Qual a maneira correcta de agir?
 
Compreensão!
 
É preciso compreensão para com o outro! Se for compreensivo com aquele que o magoa de alguma forma, usar de compaixão e não ter a ‘pretensão’ de julgar o outro, nenhuma mágoa restará!

É pior, se ainda ‘julgasse’ a atitude da pessoa, mas ao invés disso, julga-se ‘ a pessoa’, um erro incontestável. Todos estão no caminho da Evolução. Todos erram, todos falham, todos cometem enganos. Tudo faz parte do processo evolutivo. E cada um possui um grau diferente de Evolução, e por este motivo nos resta o direito de ‘julgar’ uma pessoa, é preciso respeitá-la no seu diferente grau evolutivo!

Obviamente, percebe-se que se uma pessoa não modifica a sua atitude, de nada serve ajudar. Pois a ajuda só faz ‘efeito’ se o outro permitir a ajuda. Mas nem por isso tem o direito de julgar, de condenar, segundo o ‘juiz que está dentro da sua cabeça’!
 
Deus (o Ser Superior) silencia o ‘pior dos humanos’, não julga, não condena. Silenciosamente, junto ao Tempo, Ele faz com que a pessoa ‘que agiu de forma errada’, veja por si só própria o exacto ponto do erro. E assim, aos poucos a pessoa muda, transforma-se, busca por maior entendimento, maior compreensão! Pois percebeu que ao agir como agia, não funcionava para a sua própria vida. Se assim não fôr, irá dar ‘murros em pontas de faca’ até aprender a devida lição!

Falha de carácter? Comportamentos promíscuos, mentirosos, dissimulados? Todos, sem excepção fazem o que sabem fazer! Cada um faz o que sabe!

Cada um age como melhor lhe convém. Livre arbítrio – Poder de Escolha.

Obviamente é questão de tempo até que este descubra onde está o erro, mas por pior que seja a atitude de uma pessoa, ninguém jamais tem o direito de julgar.

Então, resumindo: Perdão = Julgamento!

Compreensão = Compaixão e Entendimento,


Compreenda! Compreenda sempre a atitude do outro. Não é a pessoa que é ‘má’, que possui um ‘coração mau’, são as ‘atitudes’ que fogem aos Princípios Divinos, aos Princípios do Universo, que fazem com que a pessoa ‘aparentemente’ se torne má, ou com falta de carácter! Todos, sem excepção possuem a mesma Centelha Divina Interior!

Então... Como aceitar aquele que o magoa? Aquele que o decepciona?
 
Em primeiro lugar – a mágoa é para os ‘magoáveis’, isto quer dizer: Antes de alguém ter o ‘poder’ de me magoar, eu decido se me quero magoar ou não. Temos um ‘filtro interno’ que foi um Presente do Ser Superior, e que muitos infelizmente ainda fazem mal uso: O Livre Arbítrio.
 
Sim, podemos escolher o que sentir! O que pensar! Como reagir!
 
 
Depende de nossa reacção perante uma situação ou pessoa, e não ao facto ou á pessoa em si. Depende de nosso grau de Evolução e Entendimento. Depende de como escolhemos prosseguir o nosso caminho. Depende de como decidimos receber uma ofensa, uma ‘mágoa’, uma decepção!

E não é ‘obrigado’ a aceitar o outro como ele é. Mas, Reflicta: Deus que é Deus, o Ser Superior, o Todo de tudo, não desistiu dos seres humanos, por mais loucos e insanos que sejam os seus comportamentos, quem somos nós para pensar que alguém não merece uma segunda oportunidade?

Quem somos nós para acusar, apontar, julgar?
Quem somos nós para decidir qual a melhor maneira de agir do outro?

Não se incomode com os ‘defeitos’ do outro. Não questione as atitudes deste, muito menos a pessoa!
 
Ninguém tem este direito. Ninguém decide como é o correcto modo de agir. Cada um aprende do seu modo.

E tudo é um aprendizagem mútua, onde os nossos melhores professores são justamente aqueles que ‘nos decepcionam, nos ofendem’... Pois mostram-nos em duras lições, os Verdadeiros Valores Humanos.

Cabe a cada um compreender o outro, aceitar como o outro é, e aceitar-se também.
Cabe a cada um, aprender a sua lição do modo que esta se apresenta.

Fechar o coração, condenar, julgar, dizer que nada e ninguém vale a pena é uma ofensa à Vida! Á Grandeza da Vida!


Humildade!

É preciso ter humildade para reconhecer que todos erram, que todos ‘sofrem’, choram, sorriem.. Todos possuem Vida!
 
E Compreender alguém, o modo como este age, ao invés de julgar – perdoar – é fundamental para caminhar para o Bem, crescendo espiritualmente, pessoalmente e até materialmente.

Pois quando passamos a cuidar mais de nós próprios, tudo flui, tudo acontece. Quando aprendemos que não temos nada a ver com o problema ou a atitude errada do outro, pois cada um está onde se coloca!

E onde está?
Com pensamentos mórbidos e melancólicos sobre o seu passado?
Com a ansiedade á flor da pele a querer saber do seu futuro?
E o seu presente?
O seu agora?

Quando mantemos uma postura firme perante nós próprios, tudo se transforma, e o Entendimento surge nítido na mente e no Coração!


Compreenda, compreenda sempre!

E jamais julgue quem quer que seja. Se fizer isto, é questão de tempo para que em breve esteja no lugar da pessoa que está a julgar, agindo de maneira pior ainda talvez, do que a que julgou tão severamente e ainda diz perdoar...

Pense nisso!

Ame... Respeite e Compreenda... Sempre! A começar por si!

Se Gostou do que Leu, clique G+1

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Sila Tarot: Descubra como se Purificar dos Problemas!

Quando sofremos com algum problema, seja ele um problema de relacionamento com outra pessoa, problema de saúde, ou quando a auto-estima está em baixo, quando nada parece correr bem, ou não temos soluções á vista, o que continuamos a fazer?
 
 
Continuamos á procura de soluções e respostas através da actividade da mente, da análise de experiências passadas, do conhecimento adquirido ou consultado. Tudo isto é o intelecto a querer resolver os problemas. Mas é certo que compreendemos que o intelecto não dispõe dos recursos necessários para resolver problemas, ele só pode manejá-los. E manejar não resolve problemas.
 
Peça a Deus, a grande Divindade, para limpar, purificar a origem destes problemas, que são as recordações, as memórias a repetir-se na sua Mente Subconsciente. Assim, neutralizará a energia que associa a determinada pessoa, lugar ou coisa. No processo, esta energia é libertada e transmutada em pura luz pela Divindade. E dentro de si o espaço libertado é preenchido por essa Luz. Então deixa de haver culpa, não é necessário reviver os sofrimentos, não importa saber o porquê do problema, de quem é a culpa, ou a sua origem. A sua responsabilidade está em não permitir que o padrão se repita, gerando mais problemas, perpetuando a condição de sofrimento. Isso porque o ser humano só pode viver de duas maneiras: uma, pela programação adquirida das memórias a repetir-se, a outra pelas inspirações, que são divinas.
 
No momento que note dentro de si algum incómodo em relação a uma pessoa, ou lugar, acontecimento ou coisa, inicie o processo de limpeza, peça a Deus:
 
“Divindade, limpe em mim as memórias que estão a causar este problema. Transmute-as em pura luz”
 
Então use as frases desta sequência: “Lamento. Peço Perdão. Amo-te. Sou grato.” Repita várias vezes, sendo que pode destacar uma das palavras que lhe toque mais nesse momento e repeti-la. Deixe a sua intuição guiá-lo.
 
Quando diz “Lamento” está a reconhecer que algo penetrou no seu sistema corpo/mente. Quer o perdão interior pelo o que lhe trouxe aquilo.
 
Ao dizer “Peço Perdão” não está a pedir a Deus para que o perdoe, está sim a pedir a Deus para o ajudar a perdoar-se a si mesmo.
 
“Amo-te” transmuta a energia bloqueada (que é o problema) em energia a fluir, religa-o ao Divino.
 
“Sou grato” é a sua expressão de gratidão, a sua fé que tudo será resolvido para o bem maior de todos os envolvidos.
 
A partir deste momento o que acontece de seguida é determinado pela Divindade, pode ser inspirado a tomar alguma acção, qualquer que seja, ou não. Se continuar a persistir alguma dúvida, continue o processo de limpeza e logo terá a resposta, quando estiver completamente limpo.
 
Lembre-se sempre que o que vê de errado no próximo, também existe em si, somos todos Um, portanto toda cura é auto-cura. Na medida em que se melhorar o mundo, também melhora. Assuma esta responsabilidade. Ninguém mais precisará fazer este processo, só você.
 
Aqui está a uma oração simples e poderosa:
 
Divino Criador, pai, mãe, filho em UM
 
Se eu, a minha família, os meus ancestrais vos temos ofendido, à sua família e ancestrais em pensamentos, palavras e atitudes do início da nossa criação, até ao momento presente, nós pedimos o seu perdão…
 
Limpará, purificará, libertará e cortará todas as recordações, bloqueios, energias e vibrações negativas e transmute estas energias indesejáveis em pura luz…
 
Assim está feito.
 
 
Faça esta oração em relação a qualquer problema com qualquer pessoa; ao fazer-se o apelo ao Divino Criador, estamos a dirigir-nos à divindade que existe dentro de todas as pessoas, que é a extensão do Divino Criador.

 
Se Gostou do que Leu, clique G+1

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Sila Tarot: A impulsividade pode ser inimiga impiedosa do amor!

Há quem defenda que: Quem muito pensa, pouco ou nada faz. Esse ditado, quando mal interpretado, pode dar brechas para erros desastrosos. Portanto, antes de começar a agir impulsivamente, baseando-se somente em emoções enganadoras da inteligência, pare, respire fundo e reflita!

Sim! Pessoas que conseguem dar-se conta das suas próprias emoções, especialmente daquelas avassaladoras, que tomam conta da razão entorpecendo o seu discernimento, têm chances muito maiores de se darem bem no amor e na vida em geral.

Claro, que é necessário considerar que pensar demasiado não é bom, mas deve-se levar em conta, de que não pensar, pode ser uma armadilha extremamente perigosa. Sentimentos como raiva, ciúmes, inseguranças e medos são motivadores perfeitos para atitudes equivocadas.

Quando nos deixamos afogar em sentimentos que provocam o nosso ego e o nosso orgulho, ficamos inconscientes. Perdemos a capacidade de ver com clareza o que está de facto a acontecer. E o pior: temos tendência a julgar que estamos cheios de razões e certezas, que muito provavelmente não temos. Pelo menos não na medida em que achamos que temos.

Assim, tendemos a desconsiderar as razões do outro, a não ouvir o que ele está a dizer, a cometer injustiças e a tomar decisões, das quais nos arrependeremos depois, quando a consciência voltar e a inteligência então se sobressair.

Para não correr o risco de ser tarde demais para consertar os estragos que a sua impulsividade causou, o melhor é aprender a lidar com ela. No momento em que sentir o "sangue a subir, a ferver", lembre-se: é o momento certo para usar a sua perspicácia! Afinal, ninguém quer ser ignorante, muito menos consigo mesmo, correndo o risco de pôr a perder o que lhe é muito importante!
 

Perspicácia, neste caso, significa: não é o momento certo para agir. Não é o momento de falar, mas sim para ficar em silêncio. Nem para fazer escolhas nem tomar decisões. É necessário esperar, ficar em silêncio. O ideal, se possível, é respirar profunda e atentamente. Relaxar os músculos, aliviar as tensões dos ombros e do maxilar. Caminhar também é providencial...

Depois, de preferência, e apenas no dia seguinte, procure observar o todo, rever os seus conceitos de forma mais equilibrada e justa. Escreva numa folha de papel, se achar que isso pode esclarecer melhor o que se está a passar. Pergunte, converse, ouça, ouça e ouça. Se sentir que precisa de mais tempo, peça. Senão, fale, exponha os seus sentimentos e pensamentos, conte as suas decisões, tome as suas atitudes.

Por fim, exercite a sua sabedoria e avise: caso chegue à conclusão de que estava errado, admita e peça desculpas. Assim, muito mais dono de si e de sua vida, estará a aumentar consideravelmente as suas hipóteses de acertar e não só de ser, mas também de fazer as pessoas ao seu redor muito mais felizes!

 
 
Se Gostou do que Leu, Clicke G+1

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Sila Tarot: Como ser bem sucedido no trabalho?

 
O que faz uma pessoa ser bem sucedida? Vários factores contribuem para que isso aconteça. Mas existem algumas características que essas pessoas têm em comum. Veja, abaixo, quais são:
 
1 - Todas elas trabalharam muito para lá chegar. Não há dinheiro fácil no mundo. O sucesso exige trabalho duro, e só é alcançado pelos que se dispõem a enfrentar esse trabalho.
 
2 - Pessoas bem sucedidas são honestas. O sucesso por meios desonestos dura pouco. O vendedor mentiroso pode garantir a primeira venda, mas certamente nunca criará uma clientela…
 
3 - Pessoas bem sucedidas são perseverantes. Tentam até conseguir.

 
4 - Pessoas bem sucedidas são na maioria das vezes, amigáveis e gostam de pessoas. É isso que permite que tenham facilidade em estabelecer contactos e em liderar os outros, quando necessário.
 
5 - Pessoas bem sucedidas gostam de aprender novas coisas. Durante toda a vida. Aprender significa crescer.
 
6 - Tenha novas ideias, inove!
 
7 - É importante ser flexível e dinâmico.
 
8 - Ouça mais, do que fala. Observe. Fale apenas quando tiver certezas.
 
9 - Não se tente destacar, isso atrairá “falsos” amigos. Faça apenas o que lhe mandam, e tente fazer bem, o que lhe foi pedido.
 

Características dos Bem Sucedidos: Gostam de aprender coisas novas

10 - A Curiosidade intelectual é a chave para uma das maiores vantagens, na competição profissional – a informação actualizada. Aprender significa não só adquirir novos conhecimentos profissionais. Significa também, aprender com os próprios erros.
 
11 - Pessoas bem sucedidas entregam sempre mais do que prometem. Essa é uma regra de ouro – prometa a menos, entregue a mais. Assim, não cria expectativas desnecessárias. Cumpra tudo aquilo a que se comprometer, mostre-se digno de confiança. No entanto, ao entregar mais do que prometeu, causará uma agradável surpresa.
 
12 - Pessoas bem sucedidas procuram soluções quando encontram um problema pela frente. Não perdem tempo a queixar-se, porque vêem os problemas como oportunidades de se superarem. Assim, as pessoas bem sucedidas, são normalmente, aquelas que encontram as soluções – enquanto o resto se queixa…
 

Conhecendo estas características, faça uma pequena avaliação de si mesmo. Qual delas é mais importante para si? Qual das características considera indispensável? Qual das dicas gostaria de integrar ao nível do seu comportamento profissional?
 
 
Se Gostou do que Leu, clique G+1

Sila Tarot: Relação entre Estado de Espirito e o Clima!



Depressão sazonal: Quando a luz é ouro

O Inverno está associado ao frio e os seus dias sombrios não abonam muito ao despertar de sensações positivas. Para muitas pessoas, é mesmo sinónimo de mal-estar que extravasa para uma forma patológica. A depressão sazonal é bem real e tende a desaparecer assim que raiam os tons primaveris, bem mais iluminados.

Afinal, a ausência de luz é a grande responsável pela depressão sazonal. Do mesmo modo que o tempo varia com as estações do ano, o ritmo circadiano dos indivíduos propensos a este tipo de depressão ressente-se. Um dos primeiros sinais de alerta são as alterações no padrão de sono (dormir demais ou ter dificuldade em dormir).
 
Mesmo dormindo mais horas, não significa descansar, na medida em que o sono, que se quer reparador, é agitado, impedindo o despertar revigorante para um novo dia. A verdade é que o despertador pode tocar, mas a vontade de sair dos cobertores é escassa, muito escassa.
 
Acordando cansado, o indivíduo resiste a levantar-se e quando o faz tende a levar a sonolência ao longo do dia, além de uma irritabilidade frequente. Os contratempos do quotidiano, por mínimos que se afigurem, assumem então importância exagerada, desencadeando stresse, angústia e uma sensação de vazio.

Equador amigo
 
As pessoas que sofrem de depressão sazonal não têm um perfil típico. Esta não escolhe sexo nem idade, nem sequer discrimina ocupações profissionais ou grupos socio-económicos. Mas as crianças também podem ser afectadas.
 
Uma das conclusões mais sólidas é a correlação positiva da doença com a distância do Equador, por causa do tempo de luz. À medida que a órbita do Sol se torna mais baixa e as horas do dia mais curtas, maior é a incidência da depressão sazonal.
 
Os investigadores associam as mudanças bioquímicas inerentes à depressão sazonal com a exposição à luz forte.
 
A melatonina - hormona que regula o sono - é segregada no escuro, enquanto a serotonina, neurotransmissor que regula o humor, a energia e o apetite, atinge o pico quando a pessoa é exposta à luz brilhante.
 
Como, durante o Inverno, o número de horas de claridade é inferior ao número de horas de escuridão, a desregulação dos ritmos diários será a responsável pela depressão sazonal.
 
Mas, atenção. A depressão sazonal não é exclusiva do Inverno, podendo manifestar-se também noutras alturas do ano, atingindo pessoas cujo ambiente é sombrio, que passam os dias em ambientes sem luz natural. Claro que a latitude nem sempre é responsável pela alteração do ritmo biológico, podendo o risco de incidência aumentar em regiões que, mesmo sendo próximas do Equador, apresentam dias nublados na maior parte do ano.
 
O que sabemos é que a luz funciona como o elo comum a estas diversas situações - assim, se a moral desce quando a luminosidade diminui, então deve ser a luz a porta de saída da depressão.
 
Esta lógica sensata tem mesmo aplicação, sendo recomendável aproveitar o melhor possível o Sol de Inverno! Abra as janelas, desfrute de um passeio ao ar livre, antecipe o despertar, prefira gozar as férias em países mais... tropicais, plenos de Sol.
 
Mas como nem sempre a luz solar vinga sobre as nuvens durante o Inverno, um dos tratamentos para a depressão sazonal passa pela fototerapia, que consiste na exposição do rosto a uma luz especial, bastante intensa e branca (usualmente uma lâmpada fluorescente especial), semelhante à luz solar e cujos raios incidem sobre a retina.
 
Dependendo das lâmpadas, a exposição deve prolongar-se de 30 minutos a duas horas, de preferência logo ao acordar, altura em que a retina está mais receptiva, já que regressa ao activo após uma noite na obscuridade.
 
Este tipo de tratamento não tem nada em comum com as lâmpadas de bronzeamento, e, por isso, não representa risco para a pele. Todavia, há determinadas situações que não permitem o recurso à fototerapia.
 
Pessoas com doenças oftalmológicas, como as cataratas ou descolamento da retina, ou que já tenham tido cancro da pele, devem evitar a fototerapia.


 
Quando o cérebro "hiberna"
 
A redução do tempo de claridade desencadeia um mecanismo no cérebro que, qual hibernação, minimiza a troca de energia com o ambiente e que pode ser sinalizado com diferentes registos.

Muito sono: as pessoas com depressão sazonal dormem habitualmente mais horas no Inverno e, apesar disso, acordam cansadas;

Mais apetite, centrado nos hidratos de carbono e "comida de plástico", com consequente ganho de peso;

Menos energia e motivação: dificuldade de concentração, fadiga, isolamento social, diminuição do impulso sexual;
 
Variações de humor: irritabilidade ou apatia, baixa auto-estima, sensação de tristeza, vazio.
 
Iluminar o dia

No tratamento da depressão sazonal, todos os caminhos vão dar à luz. E há alguns simples que funcionam como o "código postal" - são meio caminho andado:

Despertar mais cedo do que o habitual e levantar logo;

Optimizar o tempo de luz quando o tempo permite, abrir as janelas, arejar e dar um passeio;
 
Caminhar 10 a 20 minutos de manhã ajuda a elevar a temperatura do corpo e a começar o dia em forma;

Planear férias de Inverno em países com mais Sol pode resultar em fototerapia natural.

A culpa é da serotonina
 
A depressão, seja ou não sazonal, é indissociável do papel da serotonina, um neurotransmissor que tem por função enviar sinais nervosos de uma célula cerebral para outra.

A serotonina coordena tarefas fundamentais como regular os mecanismos de sono, do apetite, dos movimentos e até da produção de hormonas, além de influenciar o humor e o pensamento.

A importância da serotonina justifica que os fármacos concebidos para tratar a depressão procurem actuar selectivamente sobre o seu mecanismo.

E convém reter que há alimentos ricos em serotonina: chocolate, pão, farinha, massa e arroz.


Se Gostou do que Leu, clique G+1

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Sila Tarot: Para Elas: Descubra o que o deixa Louco!

Ter um bom desempenho na cama também depende da utilização das palavras certas para excitar o parceiro e tornar o momento único. Mas, muitas vezes o clima vai por água abaixo por causa de palavras impróprias na hora da intimidade.

Não leve a frase “Na intimidade vale tudo” ao pé da letra. Palavras mal colocadas ou simplesmente palavras erradas podem acabar com o clima intimo em segundos. Procure não transformar frases excitantes em agressivas ou, ainda, deixar que as provocantes não sejam verdadeiras, resolvi trazer algumas dicas com vocabulário picante para deixar o parceiro louco. Inspire-se nas dicas e arrase-o na cama!

Palavrões

Quando já tiver intimidade com o parceiro e tiver a certeza de que alguns palavrões ou palavras mais sujas não vão assustá-lo, não se acanhe. Os homens adoram ouvir palavrões bem sujos na hora H. Isso vai deixá-lo louco e tornar o momento ainda mais quente! Não se esqueça: se o palavrão soar forçado, não o faça.

Dicas para esquentar a relação - Frases de impacto

- Os homens ficam excitado quando a mulher dá direcionamentos na hora do sexo oral. Se diz “continue movendo a língua dessa forma”, ele vai fazer o possível e o impossível para que levite de prazer. Faça constantemente, ele vai adorar!
- A fixação dos homens pelo tamanho do pénis é universal. Por isso, só diga "o seu... é tão grande" se o dito cujo, for mesmo de outro mundo. De contrário pode soar falso. Pode falar da forma ou do desempenho.
- Uma frase simples como "Deixas-me tão excitada" pode quebrar o clima se as palavras não forem sinceras. Caso realmente esteja subindo pelas paredes, não se censure, e diga...é uma das frases preferidas dos homens!
 

Expressões

 
Palavras que relembram pessoas da sua família ou da dele, só vai estragar tudo. Ou sequer outro assuntos, nesse momento, nunca! Nunca o chame de “pai” ou se refira a si como “mãe”. O clima acabará em segundos.


Se Gostou do que leu, clicke G+1

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Sila Tarot: O Homem de cada signo no Amor! Como Conquistar?

 
CARNEIRO
 
O homem deste Signo impacienta-se com as demoras, é ousado e confiante, está sempre à frente dos outros, e às vezes à frente de si mesmo. Detesta Indecisões.

Ele pode ser o protótipo da generosidade, mas também pode ser intolerante, obstinado, exigente e egoísta, quando os seus desejos demoram a ser atendidos, ou quando é obrigado a rodear-se de gente negativa.

É um rebelde por natureza. Adora desafiar a autoridade e acha que nasceu mais sábio do que qualquer outro.

Devido à sua necessidade de dirigir e à sua recusa em obedecer, receberá lições de humildade dos que se encontrarem em posições de autoridade e poder; e pode ser que tenha que mudar várias vezes de emprego até conseguir ser o seu próprio chefe.

O homem de Carneiro entrega-se totalmente ao interesse do momento, sendo um amante muito romântico, mas se sentir que esse romantismo é negligenciado pelo par, ficam desgostosos, zangados e partem em busca de outra princesa, como a que ele conheceram nos contos de fadas.

Para conviver com ele, é preciso amar o que ele ama, e odiar o que ele odeia, sem meio termo.

TOURO
 
Touro pode ser um amante terno, delicado e protetor. O seu temperamento sensual o tornará vulnerável ao perfume, à maciez da pele e à suavidade do cabelo da mulher amada.

A música o excitará e o predisporá ao amor. Os seus gestos sentimentais e a agradável maneira de cortejar podem ser tão satisfatórios quanto os suspiros poéticos e emotivos de amantes mais animados. Mas a mulher tem de ser muito feminina.

Nenhum homem de Touro tolerará uma mulher masculinizada, mandona; com idéias firmes sim, mas sem imposição ou alardes, principalmente em público.

À mulher amada, ele não negará belas roupas, perfumes e jóias; se já for casado, mobiliário atraente porém prático e uma despensa bem abastecida.

O Touro raramente faz economias na mobília, na roupa ou na alimentação. Ele gosta de se divertir na sua própria casa, e prefere poucas pessoas que compartilhem dos seus interesses a grandes multidões.

Qualquer tentativa de levá-lo a uma vida social ativa tenderá ao fracasso.

GÉMEOS
 
O gemininiano típico é o favorito de todas as anfitriãs. Ele gosta de gente. Quanto mais pessoas, mais alegre ele fica.

É raro um geminiano que não seja um conversador maravilhoso e agradável. Tem um gosto delicado, é cheio de observações inteligentes e os seus cumprimentos são obras-primas de cordial sinceridade. Em geral, mestre impecável em maneiras e em desembaraço social, ele mantém a festa animada em todos os sentidos.

Este homem não será amanhã o que ele é hoje, nem se lembrará do que foi ontem. Num sentido ou outro, mudará. Certamente, as mudanças podem ser sempre para melhor, e ele pode aspirar a situações mais elevadas. Acima de tudo, ela busca uma companheira mental. Alguém capaz de competir com a mente dele, até ultrapassá-lo, pois ele não é egoísta. Ele é um realista, e floresce no desafio mental. A última coisa que deseja é uma companheira passiva. Mas lembre-se dos riscos. Nada de rotinas.

Muitos Gémeos casam-se mais do que uma vez, embora isto ocorra mais frequentemente quando se casam muito jovens, do que quando aguardam pela maturidade. Nem todos os Gémeos têm duas esposas, mas possuem quase tudo o mais, em dobro: talvez dois carros, dois apartamentos, dois diplomas, dois empregos, dois sonhos, dois animais de estimação, dois aparelhos de barbear, dois passatempos, duas ambições. Eles gostam de duplicar.

Os Gémeos têm uma necessidade inconsciente de disfarçar suas verdadeiras intenções, de se esquivar dos outros e ocultar as suas razões com atitudes duplas.

O homem de Gémeos tem pouco desejo de acumular quer dinheiro, quer conhecimentos. Em cada caso, ele preferirá absorvê-los, separá-los e devolvê-los melhorados. Ele é o comunicador cuja função consiste em ter ideias sempre novas e originais e servir aos outros através da versatilidade dos seus processos mentais rápidos e brilhantes.
 
CARANGUEJO
 
São muito apegados às suas mães, ou totalmente alienados delas. O relacionamento nunca é casual. Aqueles que não veneram a mãe, ou são adoptados ou os ciúme do lugar do pai na afeição materna, provocaram um bloqueio emocional. Então pode existir uma frigidez e um isolamento que não são naturais. Portanto, qualquer mulher que se interesse por ele, deve tentar ter o melhor relacionamento possível com a mãe: esse homem talvez fique relutente em destronar a Mãe, para colocar alguém como a sua nova rainha.

É provável que ele tenha crescido acostumado a ser o menino dos olhos dela. Se a sua nova companheira se preocupar com ele, alimentá-lo regularmente, ficar sempre por perto quando ele estiver doente, ele pode tornar-se um Caranguejo adorável.
Jamais o admitem, mas adoram ser cuidados e mimados pelas mulheres. Faça-lhes perguntas sobre a sua família. Ele adorará falar-lhe disso. Muitos adoram falar nos seus ancestrais e na sua linhagem.

Talvez por gostar tanto de coisas antigas, a fotografia seja um passatempo comum a este signo. Embora o homem de Caranguejo, possa entregar-se a namoricos, muitos anos decorrerão, antes que fique seriamente apaixonado.

Uma união inadequada que num homem comum, causaria apenas algumas semanas tristes para um reajustamento, pode ser um desastre para o Caranguejo. Quando algo o separa de uma companheira de quem ele se permitiu aproximar, ele pode ficar amargurado durante muitos anos.

A música, a poesia, as flores, lindas roupas, perfumes caros discretamente usados, palavras doces, meigas carícias, tudo isto são armas capazes de abalar a sua fraca resistência ao romance...

Mas use o dinheiro com cuidado, pois mesmo os mais poéticos e sonhadores, que passam a vida imersos na música, arte e outras atividades culturais, têm um agudo senso de valor do dinheiro e não são favoráveis a gastos desmedidos. E não se esqueça: jamais jogue fora o velho chapéu dele, os seus sapatos antigos, a sua coleção de selos e os seus boletins escolares. São tesouros para ele.
 
LEÃO
 
Se o amor faltar na sua vida, o fogoso Leão simplesmente definhará - dramaticamente, é claro. Ele precisa ser adorado ou morrerá, e poderá conseguir tudo isto literalmente.

Os homens de Leão não poupam despesas quando estão a cortejar. Será levada aos melhores restaurantes, inundada de flores e perfumes, orgulhosamente escoltada ao teatro e terá de amarrar com uma fita um maço de lindas e fantásticas cartas de amor. Para falar a verdade, é preciso que tenha um coração de pedra para resistir. Mas também é muito possessivo.

Pertence-lhe de corpo, alma e pensamento, ele dirá o que deve vestir, o corte de cabelo, que livros ler, quais os melhores amigos para si e como organizar o seu dia. Levará uma vida social ativa com o seu marido de Leão, mas haverá algumas noites fora com os amigos, e talvez algumas derrapagens financeiras, devidas a súbitas necessidades de jogo ou a um investimento que ele achou que seria rentável.

Quase todos possuem um modo maravilhoso para consertar coisas. Se ele for um Leão típico, não recusará a intervir quando uma coisa estiver enguiçada. O Leão é a vida da maioria das festas, mas não é um tolo.

Ele usa a máscara do “bobo” para atrair a atenção, e em geral a sua plateia sente que é melhor respeitá-lo durante sua temporária representação. Apesar da aparência, a natureza interior do Leão nada tem de afável. Ele é muito mais determinado e tenaz do que parece. Sabe o que quer, e geralmente consegue. E sabe muito bem conservar o que tem.

O Leão aprecia a beleza, portanto se é do tipo que fica ciumenta com um olhar de admiração para outra mulher, é melhor acostumar-se a ser tolerante.

Ele aprecia o desporto, mas à medida que envelhece prefere assistir, do seu trono almofadado. Nem sempre, mas com frequência, os homens de Leão sofrem uma estranha distorção...

O Leão às vezes revela uma tendência a casar-se num nível inferior. Ele tem desejo de status social, mas não pode resistir à tentação de adquirir uma "súbdita" a quem ele seja superior. Às vezes ele escolhe de forma errada, e a modesta violeta que permanecia humilde aos seus pés faz uma jogada de surpresa para lhe arrebatar o ceptro. Quando isto acontece, o Leão destronado passa a ser um marido infeliz, que carrega a expressão trágica de um monarca exilado.

VIRGEM
 
Este homem vive, quase que inteiramente, num plano prático, material, e de pouco serve para as abstrações de um romance livresco. A sua principal maneira de expressar o amor está ligada à desinteressada devoção à família, aos amigos e aos mais fracos e mais desorganizados do que ele. Ele nasceu com um amor instintivo pelo trabalho, pelo dever, pela disciplina e dedicação aos desamparados. Há meios definidos para se atingir o coração do virginiano. Meios secretos.

A investida agressiva ou sexual não está entre eles. Ele despenderá do seu próprio tempo precioso em achar o objeto do seu amor, pois é tão crítico e meticuloso na escolha de uma mulher, quanto com o que come, veste, com a sua saúde e seus hábitos de trabalho. Não tente mentir-lhe ou enganá-lo.

O seu amante de Virgem não tem ilusões. Ele quer um relacionamento decente, sincero e genuíno. Os virginianos procuram as mulheres que são limpas de corpo e mente, que se vestem bem, mas sem os extremos de extravagância e moda. Uma mulher egoísta, amante de prazeres, mentalmente preguiçosa, jamais conseguirá algo com um homem de Virgem. Ele pode ter as suas rabugices de vez em quando, talvez até frequentemente.

Deixe-o amuar. É bom para ele, uma espécie de exercício mental. Mas quando vir que isto está a afectar o estado físico dele, interrompa-o sugerindo-lhe algo interessante ou diferente para fazer.

Os virginianos são absolutamente leais e detestam destruir os laços familiares, mas quando se sentem ultrajados não hesitam, fria e indiferentemente, a mover uma ação de divórcio. Nada de confusões e separações complicadas. Uma vez acabado, está acabado. Passe bem e boa sorte.
 
BALANÇA
 
Receberá conselhos deste homem.

Ele terá a solução perfeita para todos os seus problemas e uma resposta para cada pergunta que fizer.

Mas não espere que ele seja a resposta para todos os seus sonhos de infância. Ele alterará alguns, e discutirá os outros.

O homem Balança, pode ser muito irritadiço, e o seu hábito de racionalizar tudo, inclusive o amor, pode levá-la ao desespero.

Prepare-se para ser uma boa anfitriã, pois o lar dele será um centro constante de hospitalidade a qualquer hora do dia ou da noite (excepto durante as horas em que ele está a repousar e não quer ser perturbado pela campainha da porta, telefonemas ou gente).

Não o arraste para locais apinhados, onde seja obrigado a acotovelar os outros e o barulho ofenda o seu senso de harmonia.

Multidões estranhas afectam o seu equilíbrio interior. Detesta a confusão, e realmente precisa de harmonia para permanecer estável. O seu lar deve ser um oásis calmo e belo fora do fragor confuso do mundo exterior, ou os pratos da balança podem conservar-se em constante desequilíbrio.

Já que ele raramente procura os motivos, terá que ser esperta o bastante para imaginar porque ele nunca está em casa, e quando está, passa o tempo todo a dormir. Lembre-se de que ele é fraco em introspecção, e que portanto deve ser você a analista.

Um conselho astrológico final. Se está apaixonada por um libriano, e tem certeza disso, adiante-se e proponha-lhe o que quiser, inclusive o casamento.

Ele se sentirá aliviado por ter tomado a iniciativa. mas prepare-se para enfrentar aquele traço perverso, que faz com que ele a deixe decidir, e depois se as coisas não resultarem, dizer-lhe animadamente: - Quem resolveu foste tu. Não eu.
 
ESCORPIÃO
 
Numa palavra, este homem é invencível. Por trás da sua fria reserva, há um caldeirão efervescente que borbulha continuamente. Ele vai confundi-la com os seus dois traços de paixão e razão. Ele é senhor de ambas: é igualmente governado pela inteligência e pela emoção.

Cada Escorpião é em si mesmo uma lei, e totalmente despreocupado com o que os outros possam pensar dele. Se é delicada demais, acabará por se magoar com o Escorpião. Jamais lhe peça para dizer o que pensa de um vestido novo ou de um penteado, a não ser que esteja preparada para ser picada pela verdade brutal. Pelo menos saberá que suas afirmações positivas são sinceras, sem a cola pegajosa da bajulação hipócrita.

Um amante de Escorpião, com uma mulher que verdadeiramente o compreenda, será terno, indulgente, atencioso, e retribuirá a lealdade dela com o tipo de amor que a maioria das mulheres só conhece das leituras e gostaria de ter.

SAGITÁRIO
 
Este homem é um supremo optimista. Possui uma fé cega. Tem tanta sorte que chega a ser irritante. O pecado do homem de Sagitário é a falta de tato e a irreflexão, jamais a crueldade deliberada.

Ele busca relacionamentos casuais, e às vezes tão casuais que chegam a descer à promiscuidade. É o tipo que sai a correr para evitar o altar. Não seja ciumenta. Nem desconfiada. Dê-lhe bastante corda, se pretende enforcá-lo. Não discuta com ele, não chore. Abrande-o com a liberdade.

Os sagitarianos não suportam mulheres agarradas, indolentes e pouco sociáveis. Ele orgulhará-se-á de qualquer aptidão especial que possua e procurará ter também uma ou duas. Leia muitos livros e esteja preparada para defender algumas das causas dele, principalmente.
 
 

CAPRICÓRNIO

Tímido, mas forte e rígido. Agradável, mas ambicioso.

Parece preferir ficar só, mas não: anseia pela adulação. Romântico nos seus sonhos, mas exige-se disciplina, procedimentos calmos, ações práticas e intenções sérias.

Muito sisudo, mas de um humor extremamente inteligente e irónico.

Precisa desesperadamente que lhe digam que ele é bom, inteligente, bonito, desejável e interessante, mas não demonstra esta necessidade, além de ser meio desajeitado ao receber elogios.

Muito sério quando jovem, rejuvenesce com o passar do tempo. Mesmo assim, o don juan tardio pensará várias vezes antes de abdicar do seu lar, mulher e filhos. Normalmente, demora para sair da casa do pai e só se casa depois de assentar carreira.

Demora ter prática na cortesia e no namoro, parece sempre mais grosseiro do que realmente é: um tipo rude com o coração meigo. Gosta de seguir rotinas muito rígidas, não importa se o assunto é diversão, compras, pagamentos ou sexo.

Enquanto segue carreira em algum emprego seguro, pode-se ir dedicando à música, à poesia ou a outra arte qualquer.

AQUÁRIO
 
Ele é um homem sociável, e o trabalho de equipe advém-lhe naturalmente. Os seus interesses espalham-se por todo o lado. É por isso que o seu amor pelas pessoas é tão impessoal; ele dá um certo valor a todos os que encontra, enquanto que nós reservamos esses esforços apenas para as pessoas muito especiais das nossas vidas. Para o aquariano, todos são especiais.

A mulher que desejar seduzi-lo tem que primeiro, intrigá-lo. Um enigma simplesmente, deixa-o louco, e não se deixe enganar pela sua indiferença. Quando ele pressente que existe algo escondido, passa a noite sem dormir até rasgar o véu e descobrir o mistério. Existe sempre a possibilidade de se decepcionar com o que descobrir, portanto certifique-se de que vale a pena o que ele descobriu.

Alguns homens de Aquário têm uma verdadeira mania de limpezas. Eles têm um modo de desenvolver alergias por coisas que prefeririam evitar, e podem mesmo enganar os
médicos.

Muitos aquarianos evitam o casamento tanto quanto humanamente possível; normalmente, só se casam tarde, quando não resta quase nenhum amigo solteiro. Eles escolhem uma pareceira que seja uma camarada, capaz de comungar com os interesses aquarianos [desporto, ciências, astrologias, invenções...]. Com tanto sobre o que falar sobra menos tempo para fazer amor, o que pode envolver e comprometer seriamente o aquariano.

O ideal é a mulher que é sua amiga, e que não lhe faz exigências emocionais. Ele não terá ciúmes e confiará numa mulher até que ela demonstre que não merece confiança. Não porque seja confiante por natureza, mas porque sua dissecação analítica já o satisfez quanto ao caráter dela.

Raramente, ou nunca, ele será fisicamente infiel, principalmente porque todos os assuntos de sexo, se bem que interessantes, não o consumirão.

Com um aquariano perto, há sempre uma surpresa à espreita. De vez em quando, ele envolve-se num projeto novo e fica alheio a todos...

Ele também adora ouvir e trocar ideias com crianças; e jamais esquecerá o seu primeiro amor, a primeira namorada que lhe deu um arco-íris. E ele continua acreditando no arco-íris, mesmo depois de examiná-lo pedaço por pedaço, cor por cor, e saber exatamente o que ele é.

PEIXES
 
Uma das poucas pessoas que compreende uma mudança de profissão é um homem de Peixes. São dotados da simplicidade artística da existência (tirando a tendência aos vicios): Compreensão com os outros, necessitam de tempo para ficar sozinhos e passear (de preferência perto de água), e um pouco (ou muito) de romance. Este homem tem sonhos: Ficará do lado dos que o criticam e censuram, ou ficará do lado daqueles que lhe dão a oportunidade de os transformar em realidade?
 
 
Se Gostou do que Leu, clique G+1