domingo, 21 de dezembro de 2014

Sila Tarot: Desejos de Natal!

Agradecendo as Vossas Visitas ao Longo deste Ano,

Desejo-vos um Santo e Feliz Natal!

Muita Paz e Tranquilidade, com todos os desejos realizados!

Que estejamos sempre juntos!

Que Deus Vos Abençoe,

Sila


Sila Tarot: Mensagem de Natal!


Este Natal, quero agradecer a todos os que fazem parte da minha vida, por estarem ao meu lado...a quem roubei ou partilhei um sorriso, uma lágrima, confissões e alegrias.

Aqueles com quem construí, reforcei ou fortaleci laços.

E aqueles que não tenho visto, ou já não vejo há muito tempo, por circunstância adversas e diversas da vida...mas que estão sempre, sempre no meu coração! Que hajam muitos sonhos e alegrias tornados realidade!

Sejam Felizes!

Um Santo e próspero Natal!

domingo, 30 de novembro de 2014

Sila Tarot: 5 Dicas Para Perder a Timidez!

Os introvertidos por vezes têm dificuldade em expressar-se e interagir. No entanto, pode conhecer a linguagem corporal e comportamento não verbal, para fortalecer as suas interações sociais e ganhar confiança. Apenas por estar atento e mostrar-se mais aberto, já pode ajudá-lo a relacionar-se, ter melhores conexões e perder a timidez. 

1. Tenha posturas confiantes

A linguagem corporal não se foca apenas na aparência física, é também sobre o que vem de dentro, sobre como se sente. Um estudo da Universidade Harvard (EUA) descobriu que estar em pé com “poses poderosas” (poses que demonstram confiança) durante cinco minutos pode aumentar os níveis de testosterona, hormona que lhe dá poder, e diminui o cortisol, a hormona do stress. Assim sendo, alterar a sua postura não só irá ajudá-lo para que as outras pessoas, o vejam como mais poderoso e confiante, mas também o fará sentir-se assim, mais forte e confiante.


2. Ocupe espaço

Um dos conceitos básicos das “posturas poderosas” é ocupar mais espaço no seu ambiente. Isso ajuda-o a reivindicar território e afirmar a sua confiança. Então, ao invés de cruzar as pernas ou aconchegar-se nos seus ombros e cabeça, tente ser expansivo. Mantenha a sua cabeça erguida, deixe os ombros soltos, não se encolha na cadeira e caminhe com passos largos.

3. Não cruze os braços

Poses de baixo poder, diminuem os seus níveis de testosterona e aumentam os níveis de cortisol. Portanto, evite cruzar os braços e as pernas. Mantenha o tronco bastante aberto para as pessoas ao seu redor. Isso demonstra que é acessível, e revela uma atitude mais aberta.

4. Não esteja a ver o seu telefone quando estiver nervoso

Os introvertidos tem tendência para verificar o telefone quando estão nervosos ou ansiosos, mas este comportamento irá distanciá-los e os coloca-os numa linguagem corporal de baixo poder. Portanto, evite estar sempre a ver e a agarrar no telemóvel; ao invés disso, tente relaxar e ser expansivo.


5. Acene

O aceno triplo é uma sugestão não verbal para alguém continuar a falar. Se é introvertido e não gosta muito de puxar conversas, incentive a pessoa com quem está a falar para que continue a falar. Quando ela fizer uma pausa, acene com a cabeça três vezes numa sucessão rápida, e é provável que na maioria das vezes essa pessoa prossiga a conversa. Se isso não acontecer, ou quando já não acontecer, pois a pessoa terminou, deve “agarrar” a conversa de onde parou, mas este é uma óptimo modo de mostrar empata e alongar uma conversa.



Se Gostou do que Leu, clique G+1 ( = Gosto)

domingo, 2 de novembro de 2014

Sila Tarot: As Mensagens das Velas!


Acenda pelo menos, uma vez por semana uma vela de agradecimento: Pela Vida, por respirar, por estar vivo! Ofereça ao Anjo da Guarda ou uma Entidade ou Santo da sua Devoção!

A vela azul deve ser acesa, quando se deseja adquirir calma, serenidade, sabedoria, desenvolver e trabalhar poderes paranormais, sensitividade, intuição e ter expansão nos projetos.

A vela amarela deve ser acesa, quando há necessidade de cura energética, clarear a mente, abrir o intelecto, firmar os pensamentos, desenvolver a espiritualidade e ocorrer mudanças rápidas das situações.

A vela branca representa a pureza e sinceridade. É utilizada para obtermos paz de espírito, harmonia, equilíbrio nas nossas casas. Acende-se quando se deseja paz, limpeza, cura, reconciliação, harmonia e iluminação.

A vela laranja deve ser acesa, para ter força mental, aumentar a confiança, a criatividade, o entusiasmo, o poder de atracção e obter sucesso nos empreendimentos.

A vela violeta ou lilás deve ser acesa, quando há a necessidade de transmutar as energias, transformar negatividade, ter inspirações, aumentar a intuição, combater o “stress” e acalmar-se.

A vela rosa representa a beleza, o amor e a moralidade. Deve ser usada em assuntos amorosos e para fortificar relacionamentos afetivos. Boa cor para realizar os desejos do campo emocional e afetivo.

A vela verde simboliza a calma, a tranquilidade e o equilíbrio. Deve ser acesa quando se desejar a cura física e espiritual, fertilidade, estabilidade e abundância.

A vela vermelha deve ser acesa, quando precisa de coragem, ânimo, determinação, força, ação, dinamismo, vigor, proteção, conquistar e liderar assuntos relacionados à matéria, trabalho e dinheiro, para que se tenha triunfo e evolução rápida dos acontecimentos.

 
Mensagens das Velas

Ao acender uma vela, é possível identificar algumas mensagens

Vela que não acende prontamente – Indica que o anjo pode estar a ter dificuldades para permanecer. O astral ao seu redor pode estar “poluído ou carregado”.
Vela que queima com a chama azulada – O anjo demonstra que, devido às circunstancias, o seu pedido terá algumas mudanças. Está a pedir paciência, pois a realização do seu desejo já está à caminho.

Vela que queima com chama amarelada – A sua felicidade está próxima.

Vela que queima com chama vermelha – O seu pedido está a ser atendido.

Vela que queima com chama brilhante – Êxito no seu pedido.

Chama que levanta e baixa – Está a pensar em várias coisas ao mesmo tempo. Alerta para que se foque no pedido.
 

Chama que solta fagulhas no ar – O anjo colocará alguém no seu caminho para lhe comunicar o que deseja. Poderá ter algum tipo de desapontamento, pequeno aborrecimento, antes do seu pedido ser realizado.

Chama que parece uma espiral – Os seus pedidos serão alcançados, o anjo já está a levar a sua mensagem. Mas cuidado, não partilhe com ninguém os seus desejos, significa que tem por perto pessoas a atrapalhar.

Pavio que se divide em dois –  O seu pedido foi feito de forma duvidosa, tente novamente.

Ponta de pavio brilhante – Sorte e sucesso no seu pedido.

Vela que chora muito – O anjo sente dificuldades em realizar o seu pedido, pois está muito emotiva, e sem forças. Peça noutra altura.

Sobra um pouco do pavio e a cera fica á volta – O anjo pede mais orações.

Se a vela apaga, depois de acesa (sem ter vento perto) – O anjo ajudará na parte mais difícil do pedido, o resto cabe-lhe a si. Acenda mais duas velas, para reforçar o pedido.

Chama enfraquecida – É preciso reforçar o seu pedido.

Chama que permanece baixa – Aguarde, dê tempo ao tempo, pois esta não é o momento certo para receber o que tanto deseja. Indica que não está bem, e há necessidade de elevar rapidamente o seu astral.

Chama que vacila – Indica que o pedido se realizará, mas antes ocorrerá alguma transformação necessária. Quando se acende mais do que uma vela e uma das chamas está mais brilhante do que as outras – Indica boa sorte.

Quando se acende mais do que uma vela e todas as chamas ESTÃO altas e brilhantes – Erga as mãos para o céu e agradeça pela bênção que está a receber pelo seu pedido.

Quando a vela queima completamente: O seu pedido foi plenamente aceite.

Quando a vela forma uma ESPÉCIE de escada ao lado – indica que o seu pedido está a ser concretizado.


Se Gostou do que Leu, clique G+1 ( = Gosto)

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Sila Tarot: Convite para Subscrever Site SILA TAROT

No site ficará a conhecer-me melhor e encontrará dezenas de estratégias especificas para vencer os seus medos, conhecer o seu EU, dicas para se relacionar melhor, de orientação e Auto-Ajuda. Previsão diária do seu signo, além de temas relacionados, com todas as áreas em que desenvolvo o meu trabalho e não só.

Quero convidá-la(o) a subscrever, e nessa altura receberá um e-mail diariamente, sobre o que partilho.

Para o fazer, quando entrar no site (carregando nas letras azuis), em cima, do seu lado esquerdo, logo abaixo do tradutor, RECEBA NO SEU E-MAIL - insere o seu e-mail e receberá automaticamente o que publico. Mais abaixo, do seu lado Direito diz: SEGUIR SILA TAROT (pode optar e fazer por aí)

É gratuito, simples, anónimo, não tem obrigações e eu nunca partilharei o seu endereço de email com ninguém, além de que poderá eliminar a sua subscrição imediatamente, quando quiser. (E nunca enviarei de forma alguma, spam e outros e-mails duvidosos).

terça-feira, 9 de setembro de 2014

SILA TAROT: Quem Sou Eu?

Contactos:
Tlm: 962200062

Descontos & Promoções

Consultas e Formação

Tarot e Cartomância

(Veja Informação Geral no Topo)



A MINHA HISTÓRIA

Sila TarotTenho origens vindas do Alentejo, a minha avó era curandeira e ajudava todos a que a ela recorriam. Ajudava tanto as pessoas, como os animais. Tirava o bucho virado aos bébés e o mau-olhado, e com as magias e mezinhas que fazia, ajudava realmente muita gente. Eu segui o seu exemplo, desde criança sempre tive esta tendência e estou aqui para ajudar todos os que a mim recorrem. Tudo o que sei, aprendi com a minha avó, e mais tarde aprendi a Arte de lêr o Tarot, ajuda-me como ferramenta de orientação. Interesso-me muito também, por Astrologia, Numerologia e tudo o que diga respeito ás ciências ocultas. Sou apaixonada pelo meu trabalho. Adoro ensinar e transmitir os meus conhecimentos nesta Arte tão Intemporal, como é o Tarot. Sou Católica por opção, embora aceite outras filosofias. Tenho um grande respeito pelas pessoas e pelos seus credos, raças, etc. Faço tudo para ajudar, quem me procura. Deus é o meu mentor. Prevalece a mediunidade sensitiva, sendo que tenho 2 guias masculinos que estão sempre presentes comigo, mas acima de tudo uma grande capacidade de avaliar e de ajudar, e uma intuição bastante elevada. Trabalho com muita honestidade e sigilo.


ÁREAS EM QUE TRABALHO
# Consultas Tarot e Cartomância

FORMAÇÃO
# Cursos de Tarot - Módulo I e II

# Cursos de Cartomância

# Workshop - Tarot ( Arcanos Maiores e Menores / Ambos)


MAGIA
# Magias – Branca e Negra e outras não convencionais, a pedido.
Ajudo também á distância. Não cobro pelo meu trabalho.


ASTROLOGIA/NUMEROLOGIA
# Astrologia – Mapa Astral

# Numerologia – Mapa Numerológico


CONSULTAS - TAROT / CARTOMÂNCIA

Consultas Presenciais: Alenquer

Consultas á distância: Online: Através do uso do messenger ou skype, Facebook ou outro programa de conversação. Telemóvel, Carta e E-mail.

Consultas online nos seguintes Idiomas:
Português, Inglês, Francês, Italiano e Espanhol.

Todas as consulta são feitas diariamente de 2ª a Sábado – 9h – 23h.

Todas as consultas são feitas com marcação prévia.

Atendo apenas Senhoras. Não atendo Nº Tlm Privado. Contacte-me apenas para assuntos Profissionais.

Se tiver um problema urgente, não deixe de entrar em contacto comigo, quase todos os dias reservo uma ou duas horas para os problemas mais imediatos e urgentes. Para isso é apenas necessário, que entre em contacto comigo via e-mail ou Tlm e que me diga para que dia e horário, pretende a sua consulta.


Pagamento da Consultas

Nas consultas á distância (online e Tlm, Carta e E-mail), o respectivo pagamento é feito antes da consulta, via transferência bancária, ou depósito bancário em qualquer balcão Bes (tornará o processo mais imediato e sigiloso).

A Consulta será realizada, logo após, em dia e hora a combinarmos.

Nas consultas presenciais  o pagamento é feito no momento da consulta.



Como escolher qual a Consulta mais adequada ao seu caso?

Na consulta de Tarot, usa-se um Baralho de Tarot e é mais direcionada para orientação, sobre  assuntos específicos.

Na  consulta de Cartomância, usa-se um Baralho tradicional e é mais direcionada a um nível mais abrangente, não só como oráculo de orientação, mas também de adivinhação, o seu objectivo é revelar o futuro, desvendar acontecimentos, de forma mais global.

Tanto um oráculo, como o outro, nos dão orientação, embora a cartomância, revele de forma mais abrangente situações futuras, e o Tarot, fornece-nos mais detalhes sobre assuntos específicos.

Honestidade e Sigilo Absoluto


Sila Tarot

Contactos: 




Skype:sila.cardoso

Telemóvel: (00351) 962 200 062

Facebook: Sila Tarot
Página do Facebook: silatarot.com

Atendo apenas Senhoras. Não atendo Nº Tlm Privado. Contacte-me apenas para assuntos Profissionais.
 
P.S. Qualquer serviço é remunerado. Deve desconfiar da sua qualidade ou honestidade, quando lhe propuserem um serviço gratuito.

NOVIDADES E PROMOÇÕES

Consulta Global - Tarot e Cartomância (recorrendo á utilização dos dois baralhos). Preço especial!

PROMOÇÃO: Conjunto Mapa Astral + Mapa Numerológico - Preço Especial!

Cursos & Workshops

  • Módulo I - Arcanos Maiores
  • Módulo II - Arcanos Menores
  • Curso de Cartomância
  • Worshop Tarot - Arcanos Maiores
  • Worshop Tarot - Arcanos Menores
  • Worshop Tarot - Conjunto Arcanos Maiores e Menores
  • CURSOS INTEGRADOS = DESCONTO ESPECIAL
  • PRESENÇA E ONLINE 
  • Formação Individual e Personalizada
  • Flexível - Datas e Horários a combinar com o aluno.
  • Certificado no Final do Curso

Mais Informações: silatarotemagias@gmail.com
  
Se tem algum problema contacte-me, em conjunto encontraremos uma solução!

Neste Site vou publicando dicas sobre Auto-Ajuda, assim como outros temas de relevância nas áreas em que trabalho, e quero convidá-los a subscrever. É grátis, simples, não tem obrigações e eu nunca partilharei o seu endereço de email com ninguém, além de que poderá eliminar a sua subscrição quando quiser. (E nunca enviarei de forma alguma, spam e outros e-mails duvidosos).
Quando subscrever, recebe então uma newsletter deste site que vai ajudar a encontrar dezenas de estratégias especificas para vencer os seus medos, conhecer o seu EU, dicas para se relacionar melhor, de orientação e Auto-Ajuda. Além de temas relacionados, com todas as áreas em que desenvolvo o meu trabalho, e não só.

Veja mais Informação nos separadores acima (no Topo)


Como encontrar alguém de confiança?

Quando há seriedade e honestidade, a Taróloga sabe ser objectiva e não se aproveita do sofrimento do consulente para desejar altas somas de dinheiro. Tudo é combinado anteriormente e explicado ao consulente. Ninguém tem o poder de mudar a nossa vida, a não ser nós próprios. Mesmo as oferendas, os feitiços e as magias só fazem efeito se também se mobilizar para modificar a sua vida. Se não era tudo muito fácil! Um feiticinho aqui..... outro acolá.. e conseguimos tudo! Não é bem assim.. Temos de ter fé e fazer por merecer a ajuda dos protectores espirituais.


10 coisas que a Taróloga não diz

1. Espero que a consulta lhe seja útil. Espero que seja, mas mesmo quando temos uma compreensão clara do que estamos a perguntar e eu tenho uma compreensão clara das cartas, elas podem não ser muito úteis e podem dizer apenas o que já sabe. No entanto ajudarão, reflectindo as energias para os acontecimentos estão prestes a suceder, orientando-a, no entanto caber-lhe-á a si, decidir se é esse o caminho que pretende seguir.

2. Eu nem sempre tenho visões. Tarólogos nem sempre são videntes, assim como videntes nem sempre são tarólogos. Ocasionalmente tenho intuições e informações mediúnicas numa consulta, mas não conte com isso sempre, porque acontece aleatoriamente.

3. Eu não sei ler pensamentos. Eu não posso ler a sua mente, então se quer saber o que as cartas dizem sobre uma determinada situação, deve dizer-me qual a sua situação. Se quiser esconder uma informação crucial, porque quer testar os meus poderes, poderá não obter a informação importante de que precisa. Isso ocorre porque a mensagem das cartas é filtrada através da minha própria consciência, e eu não posso falar sobre algo que não sei.

4. Eu quero que faça perguntas sobre a sua consulta. Eu prefiro que esteja activamente envolvida na consulta. Sei que às vezes uma consulta parece que é uma simples troca, em que paga por uma leitura de tarot e eu divulgo a informação – mas uma consulta de tarot não é como ir comprar um bolo numa padaria: é sobre si e a sua vida! Eu quero ter a sua participação durante todo o processo, e ouvir o seu retorno.

5. Não poderá fazer o meu trabalho. Um tarólogo investe tempo, dinheiro e energia no estudo do tarot e no aperfeiçoamento das suas habilidades e técnicas. Eu não recito apenas os significados das cartas que estão escritos num livro, pois certamente qualquer pessoa poderá fazê-lo. Eu uso o meu talento e dom na leitura das cartas. Há uma razão pela qual sou paga por aquilo que faço. Mesmo que saiba ler bem o tarot para si própria, eu coloco objetividade e a minha própria visão intuitiva na sua consulta – algo que não consegue fazer sozinha.

6. Eu abomino quando me pedem consultas de graça. Eu sou uma profissional e não estou sempre apenas no horário habitual de trabalho. Eu mereço o mesmo respeito que daria a qualquer outro profissional ou profissão. O mesmo respeito com que me apresento perante si. Claro que temos amigos em várias profissões e podemos pedir a sua opinião profissional em diversos assuntos, isso é normal. Mas se não pediria a um amigo médico para a consultar de graça, não me peça uma consulta de graça. Os meus serviços são pagos, esta á a minha profissão, e como qualquer outra deve ser remunerada. Se a ajudo a si, espero a sua ajuda em troca. Excepcionalmente, farei um preço diferente ou movida por uma causa, ou situação, mas sou eu quem decide quem e quando.

7. Se eu não anunciar outros serviços, não espere que os forneça. Alguns tarólogos também estão habilitados noutras áreas, como astrologia, numerologia, reiki, etc. Mas um tarólogo não tem necessariamente conhecimento de outras práticas.

8. Eu posso cometer erros. As cartas contam uma “história”, como um livro que se lê, e eu faço sempre o meu melhor para aproveitar cada informação que se possa obter delas, mas eu sou humano e posso não perceber alguma coisa. Assim, sinto-me mal quando uma situação se desenrola de uma forma que as cartas avisaram, mas a qual eu não percebi. Eu queria ter visto. Às vezes, as cartas não avisam sobre algo que acontece, porque é inesperado, ou a situação é provocada para que ajam mudanças (o livre-arbitrio) O Tarot reflecte as energias do momento, nada é estático, tudo está em permanente alteração, em movimento, mudança. Tudo é energia, nós somos energia. Isso não é culpa minha. O tarot é perfeito. Eu não sou perfeita, sou humana. Cometo erros. Eu posso não perceber certas coisas. Mas é certo, que tentarei fazer sempre o meu melhor e dar uma correcta abordagem e divulgação, do que me é divulgado.

9. Eu não vou espiar os outros. Não me peça para ler as cartas sobre os seus vizinhos, amigas, o seu primo ou “outra mulher”. Não é que eu não possa ler sobre essas pessoas, pois eu posso. Mas qual será o seu benefício? E como essas informações ajudarão a decidir o que fazer á sua própria vida? Espere que a sua consulta se foque em si, ajudando-a a assumir o controle da sua própria vida através de confirmações, afirmações e sugestões positivas para mudanças.

10. Não se apoie em mim, pois eu não sou a sua muleta. O propósito da leitura de tarot é fazê-la entrar em contacto com sua própria intuição e com o seu inconsciente, e dar-lhe ferramentas para fazer as suas próprias escolhas. O tarot é uma forma poderosa de limpar a confusão mental e emocional e para lhe dar clareza, mas não toma decisões por si. Se começar a sentir que precisa de uma consulta para praticamente tudo, isso não é saudável e eu vou recusar-me a ler as cartas para si, por algum tempo.


CÓDIGO DE ÉTICA

As pessoas precisam cada vez mais de confiança nas suas relações. Especificamente na relação entre a Taróloga e a consulente, onde a entrega das suas emoções, anseios e dúvidas se faz de forma tão plena. Num mundo marcado pela busca de mais valias, onde em todas as atividades humanas existem aqueles que usam de má fé, na crença alheia, pensando apenas nos seus interesses pessoais. Neste contexto, as relações éticas ganham significativa relevância. Assim, definir quais são os objetivos de um intérprete oracular, e sobretudo mostrar como fazer para alcançar um alto nível moral e técnico são tarefas valiosas. Não são apenas os fins que interessam, mas os meios para os alcançar.

Os valores

* A humanidade: o respeito ao ser humano, expresso nas suas necessidades e anseios.
* A Ética e o respeito - na busca de meios cada vez mais transparentes.
* A Objetividade: A solução racional e eficaz dos problemas e das suas questões envolvidas.

Código de Ética do intérprete oracular

1. Usar o oráculo, de acordo com seu propósito milenar maior: ser um poderoso instrumento para ajudar o semelhante que busca a sua ajuda, na compreensão dos fatos baseados na Lei da Ação-Reação. O que o consulente vive hoje é o resultado de decisões e ações. O que ele decidir hoje trará resultados futuros.

2. Falar sempre e somente a Verdade: não ocultar o que foi mostrado pelo oráculo, mas usando o bom senso, transmitir a mensagem sob a perspectiva das crenças positivas diante dos desafios. O oráculo é um instrumento para expandir a percepção de uma situação e nunca para limitar a ação do consulente.

3. Manter a fé e a esperança no coração do seu consulente, fazendo-o perceber as possibilidades e alternativas, diante dos desafios..

4. Ter sempre em mente o respeito por todas as crenças e religiões, porque todos os caminhos levam ao mesmo Deus.

5. Aceder ao oráculo apenas nos momentos de consultas ou como instrumento de estudo sério, nunca para exibições ou diversões.

6. Compreender que uma consulta não possui tempo de atendimento pré-determinado. Enquanto existir alguma dúvida no consulente, este deve ser orientado. Entretanto focar a consulta nas questões pessoais, necessárias e relevantes no processo de vida do consulente. Quando terminam as dúvidas e começam as curiosidades é o momento de encerrar a consulta.

7. Responder a questões sobre a vida do consulente. O oráculo não deve ser usado como meio de invasão da privacidade de pessoas alheias á consulta.

8. Mostrar ao consulente os caminhos indicados pelo oráculo, mas permitir que ele faça a sua própria escolha, seguindo o seu coração e a sua razão.

9. Manter sob sigilo nomes e a vida pessoal dos consulentes. O interprete oracular que trai a confiança depositada afasta de si os seus mentores espirituais, nomeadamente o Guardião Mensageiro do oráculo.

10. Usar inicialmente uma abertura oracular holística, percebendo o contexto de vida do consulente e ainda sem a influência de fatores e questões apresentados pelo mesmo. Após esta análise e compreensão isenta de "dados fornecidos", iniciar com a respostas direcionadas pelo consulente.

11. Ter a humildade de agradecer os dons divinos, conscientes de que somos apenas instrumento. Sejamos, então, um instrumento de paz.

12. Compreender que não se cobra pela consulta em si, a qual é um Dom e não possui preço. A cobrança visa resgatar o tempo dedicado a atender o consulente, em horário de seu interesse, bem como na constante capacitação técnica, que se traduz na aquisição de bons livros, cursos, baralhos de ótima qualidade, pesquisa, assim como no custo dos recursos materiais .

Nas Leis da Magia, observa-se que a Ingratidão é a moeda mais usada por aqueles que recebem algo de graça. Logo, a cobrança visa restabelecer o sentido justo do equilíbrio da relação oracular.

Se Gostou do que Leu, clique G+1  (=Gosto)

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Sila Tarot: Diferenças entre Cartomância e Tarot!


Baralho Tradicional (Cartomância)

Breve Explicação:

A Cartomancia é uma arte antiga, que provavelmente foi propagada com a própria expansão migratória dos povos, em suas conquistas territoriais através do mundo. Assim como todos os jogos de adivinhação, não posso determinar com exactidão onde e quando surgiu, mas posso dizer que desde o seu aparecimento até aos dias de hoje, os seus significados são praticamente os mesmos.

O que se tem feito é uma mera adaptação de linguagem, onde o significado actual comporta o avanço cultural sofrido pelas civilizações. Ao longo do tempo, contudo, percebemos que esta prática perdeu terreno para outros tipos de mancias (adivinhações), como o Tarot e o Baralho Cigano.

Baralho Cigano

Isso porque aparentemente é mais fácil para o homem interpretar através de sinais figurativos mais detalhados, com desenhos de formas definidas. Associar tais figuras a situação é menos complicado que associar números e naipes.

Baralho de Tarot (Marseille)

Mas isso é uma escolha individual, visto que cada uma das mancias/oráculos carrega em si, os seu próprio conjunto de significados e que, muito embora se pareçam em alguns aspectos, trazem pontos de vista e utilizações diferentes. A Cartomancia em si consiste na leitura de cartas de baralho comum, este baralho que se compra em qualquer local e que se presta a jogos comuns.

Se Gostou do que Leu, clique G+1 ( = Gosto)

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Sila Tarot: A Mandala da Abundância Divina - Como ser Próspero?

Ser próspero, é na realidade, ser feliz e abençoado. É estar conectado com a Abundância Divina, a receber todas as graças que Deus e o Universo nos oferecem e das quais somos merecedores.

Quem pratica o Amor é próspero...

Aquele que é humilde e grato também...

A prosperidade financeira não é símbolo de felicidade, pois a matéria é efémera e ilusória...Se não está conectada com a Abundância Divina, mesmo que tenha tudo o que o dinheiro pode comprar, sentir-se-á vazia e insatisfeita e continuará eternamente a tentar preencher esse vazio, com "coisas" e mais "coisas"...matéria, não é amor...prosperidade é amor!

O único bem que nos preenche verdadeiramente é o AMOR...o AMOR e os seus desdobramentos como a COMPAIXÃO e a FRATERNIDADE...

Acreditem, se estivermos conectados à Abundância Divina, tudo aquilo que necessitamos para a nossa evolução ser-nos-á oferecido, inclusive o nosso sustento material...

Namastê!

    Sejam Felizes!
      
    Se Gostou do que Leu, clique G+1 ( = Gosto)

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Sila Tarot: Porque Adoecemos?


A enfermidade ou doença, é um conflito entre a personalidade e a alma. O nosso cérebro comanda o nosso corpo, assim como todo o sistema imunitário.

Aqui ficam alguns exemplos, para que se compreenda melhor como uma ameaça emocional, pode afectar-nos fisicamente, gerando doenças.

"Mente sã, corpo são...!"

Uma dor de garganta, surge não é possível comunicar as aflições.

O estômago arde ou dói, quando a raiva não consegue sair.

O diabetes invade quando a solidão é demasiada.

O corpo engorda quando a insatisfação aperta.

A dor de cabeça surge quando as duvidas aumentam.

O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar.

A alergia aparece quando o perfeccionismo fica intolerável.

As unhas quebram-se quando as defesas ficam ameaçadas.

O peito aperta-se quando o orgulho escraviza.

A pressão arterial sobe quando o medo aprisiona.

As neuroses paralisam quando a "criança interna" tiraniza.

A febre acontece quando as defesas detonam as fronteiras da imunidade.

Os joelhos doem quando o orgulho não se dobra. O cancro mata quando não se perdoa e/ou se cansa de viver.


A enfermidade não é má, apenas avisa quando estamos a ir na direção errada.

O caminho para a felicidade não é linear, existem curvas, existem semáforos chamados Amigos, luzes de precaução chamadas Família, e ajudará muito ter no caminho, uma peça de reposição chamada Decisão, um potente motor chamado Amor, um bom seguro chamado Determinação e abundante combustível chamado Paciência. Mas principalmente um maravilhoso Condutor chamado Inteligência.

Sejam Felizes....!


Se Gostou do que Leu, clique G+1 ( = Gosto)

sábado, 9 de agosto de 2014

Sila Tarot: Hipnoterapia de Vidas Passadas!


A hipnoterapia de vidas passadas é uma terapia de regressão analítica com projecções da mente para vidas anteriores e para momentos antes do nascimento. Pode parecer inacreditável ou completamente irreal para o leigo, porem acontece, e mais importante, pode ajudar a curar pessoas de uma forma rápida, eficaz e duradoura.

É muito frequente, em poucas sessões, tratar patologias do foro psicológico, em pacientes que sofreram durante muitos anos dessas doenças.

A terapia de vidas passadas é um nome dado a uma técnica hipnoterapêutica, que existe apenas com a finalidade de ajudar todo o ser humano, independentemente daquilo em que acredite, a melhorar a sua saúde física e mental e não para provar ou refutar, qualquer verdade, crença ou religião.

Também é verdade, que a maioria das pessoas que regrediram ás outras possíveis existências, parecem concordar, de que não se tratou de uma simples invenção, ou imaginação criativa das suas mentes.

È comum os pacientes mudarem as suas diretriz de vida, com apenas uma ou duas sessões de terapia de vidas passadas .



A oportunidade das pessoas se confrontarem com a essência dos seus próprios problemas e com o seu verdadeiro eu, é uma característica sem paralelos, desta terapia.

A hipnoterapia de vida passada, não se propõe provar ou reprovar a possibilidade da existência da reencarnação, tal como, não tem de concordar necessariamente com nenhuma doutrina ou religião. Deixamos os parapsicólogos, preocuparem-se em comprovar a veracidade dessas supostas memórias e para os religiosos, a apresentação da teoria da reencarnação como uma doutrina. 

Nesta terapia não é de todo importante, acreditar ou não na probabilidade da existência de vidas passadas, pois a terapia resulta da mesma forma para os que são mais cépticos.

O hipnoterapeuta serve-se da projecção da mente dos pacientes a vidas passadas, que pode ocorrer de uma forma espontânea ou não, durante a sessão hipnótica como uma técnica pratica, das mais eficientes, que visa apenas a cura psicológica.

É tarefa do terapeuta ser completamente imparcial, fazer a abstracção da sua personalidade, ideologia, crença e só a sua forca neutra deverá intervir. Deve também, respeitar a livre vontade de escolha dos pacientes e ajuda-los a encontrar o alivio e a compreensão dos sintomas e comportamentos que os incomodam, sobre os quais não tem controle.

Se Gostou do que Leu, clique G+1 ( = Gosto)

domingo, 3 de agosto de 2014

Sila Tarot: O Tarot e os Seus Segredos!

 
A Leitura do Tarot é um processo místico, através de um Baralho de Tarot (o oráculo), e através do qual se encontram respostas. A origem do Tarot é incerta, sendo que se perdeu no horizonte dos tempos. Algumas fontes advogam que a sua origem remonta ao Antigo Egipto, sendo que outras dizem, que na verdade terá tido origem na Europa aquando das invasões Árabes, e outras centram ainda o surgimento desta pratica nos Sécs. XVII/XIX, como uma forma de jogo palaciano para entretimento de salão entre a aristocracia.
 
Seja como for, o procedimento que o Tarot usa para produzir oráculos, encontra-se retratado na Bíblia, o que faz pressupor que há mais de 5.000 anos que esse método é praticado, fosse com dados, fosse com lanças ou pedras.
E que método é esse?
A Bíblia refere-se diversas vezes ao «lançamento de sortes» como forma de obter respostas de uma divindade. Eis alguns exemplos:
 Os homens lançam dardos para tirar a sorte, mas a sentença vem de Deus
Provérbios 16,33
 depois disseram uns aos outros:«vamos deitar sortes para ver quem é o culpado desta desgraça que nos está a acontecer». Tiraram sortes, e ela caiu sobre Jonas
Jonas 1,7
Em seguida, fizeram esta oração a Deus: «Senhor, Tu conheces o coração de todos. Mostra-nos qual destes dois escolheste para ocupar, no serviço do apostolado, o lugar que Judas abandonou para seguir o seu destino». Então tiraram á sorte entre os dois. E a sorte recaiu sobre Matias, que foi adicionado ao número de 11 apóstolos.
Actos Apóstolos 1,24-26
Ora, o Tarot obedece a esse mesmo método que se encontra descrito na Bíblia, ou seja, através de um jogo de sorte, ( as cartas), que são tiradas ao acaso, (por isso chamado: «lançamento de sorte»), obtém-se respostas oraculares sobre o passado, o presente e o futuro.
Cada carta do tarot chama-se «Arcano», A etimologia do termo advêm do latim «Arcanu», que significa «secreto», ou «segredo profundo», ou «mistério», ou «oculto». O Tarot tem por isso, a função de desvendar aquilo que está oculto.
Há quem defenda que na realidade, isso significa que o Tarot, tem a finalidade de revelar as energias, forças e influências espirituais, ( invisíveis e ocultas), que se estão a manifestar nas nossas vidas e fazendo-nos assim entrar pelos rumos de vida em que nos encontramos, e em que nos encontraremos.
Ao fazê-lo, o Tarot revela as grandes tendências que se estão a manifestar na vida de uma pessoa, revela o conjunto de forças espirituais que estão a actuar sobre a sua existência, e permite dessa forma revelar verdades espirituais e desenhar um mapa dos rumos que se podem tomar, de forma a evitar a dor, a angustia, o tormento, a perda, optando por rumos que levam á harmonia, paz, felicidade e vitória.
No séc. XVIII, Court de Gébelin (1725-1784) realizou estudos em que era sugerido que o Tarot remontava ás tradições místicas do Antigo Egipto, sendo que segundo a sua tese, o Tarot provinha do conhecimento secreto dos mistérios do Antigo Egipto, e assim sendo os seus 22 arcanos encontravam correlação com os símbolos presentes no Livro de Thoth.
No Séc. XIX, o grande ocultista Eliphas Levi (1810-1875) foi o primeiro a estudar profundamente e a sistematizar o Tarot, revelando que os seus 22 Arcanos maiores na verdade correspondiam ás 22 letras do alfabeto hebraico, e assim tinham uma estreita relação com os caminhos e forças espirituais presentes na “arvore de vida” dos hebraicos.
Assim foi possível entender que os arcanos do Tarot contem em si, representações das forças e influencias espirituais que atravessam as nossas vidas, podendo-nos por isso ajudar a encontrar os bons rumos e facilitar-nos as escolhas que levam aos nossos desejos.
Este mesmo principio de correspondência entre o Tarot e a Cabalah Hebraica, foi trabalhado pelo místico Papus (1865-1916) e mesmo por Aleister Crowley (1875-1947), nos seus trabalhos esotéricos e mágicos.
Actualmente, em virtude dos trabalhos explorados pelos grandes místicos do sec XVI-Séc.- XIX, podemos de forma clara, entender as intimas relações existentes entre o Tarot, a astrologia, a numerologia e a Cabalah.
Existem vários Baralhos de Tarot, embora as imagens neles contidas, sejam apenas  semelhantes, a sua representação será sempre a mesma. Ex: A Imperatriz, terá em diferentes Baralhos de Tarot, uma imagem que diverge entre cada um, mas possui sempre a mesma simbologia, independentemente do Baralho utilizado.
 
Imperatriz
 
 
Aqui ficam exemplos dos Baralhos mais populares na actualidade:
 
Rider Waitte - Autor de um dos mais famosos baralhos de Tarot, Dr. Arthur Edward Waite (1857-1942) Tornou-se o mais popular em países de língua inglesa.
Tarot de Marselha - surgiu no final do século XV, na França, e tornou-se popular em toda a Europa.
O Baralho de Tarot
A totalidade das cartas do Tarot são setenta e oito:
  • 22, são os arcanos maiores (Grandes Segredos)
  • 56, são os arcanos menores (Pequenos Segredos)
Os naipes são quatro: Pentagrama (ouro). Taças (copas). Gládios (espadas) e Bastões (paus)

Para entender melhor o funcionamento do Tarot como oráculo, é preciso saber que nele estão representados os quatro elementos do nosso planeta, com a forma dos naipes do baralho, como mostra a seguir:
 
Ouro ou Moedas: Ar

Espadas ou Gládios: Fogo

Copas ou Taças: Água

Paus ou Bastões: Terra

Os Arcanos Maiores são constituídos por 22 cartas com figuras: 21 delas estão numeradas consecutivamente de 1 a 21 e existe também uma carta sem número ou com o valor zero, conhecida como o «Bobo» ou “O Louco”

As 22 cartas correspondem às 22 letras do alfabeto hebraico.
 
Os Arcanos Maiores agrupam-se em três septenários (á excepção de O Louco), que exprimem os três âmbitos da experiência humana:
1º Septenário: reflecte a pessoa na sua relação com a sociedade
2º Septenário: reflecte a imagem da pessoa na sociedade
3º Septenário: Reflecte a verdadeira essência da pessoa, tanto no universo interior como em relação ao mundo
Os 22 ARCANOS DO TAROT  - Veja Mais: