domingo, 26 de junho de 2016

Sila Tarot: Como Ter Uma Vida Mais Feliz?


1. Desista da sua necessidade de estar sempre certo

Muitos de nós que não conseguem suportar a ideia de estarem errados – querem ter sempre razão – mesmo correndo o risco de acabar com grandes relacionamentos ou causar angústia ou dor, para si e para os outros. E não vale mesmo a pena. Sempre que sinta esta necessidade “urgente” de começar uma discussão sobre quem está certo e quem está errado, pergunte-se a si próprio: “Eu prefiro estar certo ou ser gentil?” Que diferença fará? O seu ego é assim tão grande?

2. Desista da sua necessidade de controlar

Estar disposto a abandonar a sua necessidade de estar sempre no controlo de tudo o que lhe acontece e que acontece ao seu redor – situações, eventos, pessoas, etc. Sendo eles entes queridos, colegas de trabalho ou apenas estranhos que conheceu na rua – deixe que eles sejam. Deixe que tudo e todos sejam exactamente o que são e verá como isso irá o fazer-se sentir melhor.

“Ao abrir mão, tudo é feito. O mundo é ganho por quem se desapega, mas é necessário tentar e tentar. O mundo está além da vitória.” Lao Tzu

3. Deixe de culpar os outros

Desista desse desejo de culpar as outras pessoas pelo que tem ou não, pelo que sente ou deixa de sentir. Comece a responsabilizar-se pela sua vida.


4. Abandone as conversas auto-destrutivas

Quantas pessoas magoa devido á sua mentalidade negativa, poluída e repetidamente derrotista? Não acredite em tudo o que a sua mente lhe diz – especialmente, se é algo pessimista. Será certamente melhor do que isso.

“A mente é um instrumento soberbo, se usado corretamente. Usado de forma errada, torna-se contudo, muito destrutiva.” Eckhart Tolle

5. Deixe de parte as crenças limitadoras

Sobre quem pode ou não ser, sobre o que é possível e o que é impossível. De agora em diante, não lhe será mais permitido deixar que as suas crenças restritivas o deixem parado num local errado. Abra as asas e voe!

“Uma crença não é uma ideia realizada pela mente, é uma ideia que segura a mente.” Elly Roselle"

6. Pare de reclamar

Desista da sua necessidade constante de reclamar das várias, várias, váaaarias coisas – pessoas, momentos, situações que o deixam infeliz ou depressivo. Ninguém o pode deixar infeliz, nenhuma situação o pode deixar triste, a não ser que assim o permita. Não é a situação que liberta esses sentimentos em si, mas a forma como escolhe encará-la. Nunca subestime o poder do pensamento positivo.

7. Esqueça o luxo de criticar

Desista do hábito de criticar coisas, eventos ou pessoas que são diferentes de si. Nós somos todos diferentes e ainda assim, somos todos iguais. Todos nós queremos ser felizes, queremos amar e ser amados e ser sempre entendidos. Nós todos queremos algo e algo é desejado por todos nós.


8. Desista da sua necessidade de impressionar os outros

Pare de tentar tanto ser algo que não é só para que os outros gostem de si. Não funciona desse modo. No momento em que deixa de tentar com tanto afinco ser algo que não é, no mesmo instante em que realmente tira todas as máscaras e se aceita como realmente é, irá descobrir que as pessoas serão atraídas por si – sem nenhum esforço.

9. Abra mão das suas resistências às mudanças

Mudar é bom. Mudar é o que o vai ajudar a ir de A para B. Mudar vai melhorar a sua vida e também as vidas de quem vive ao seu redor. Siga a sua felicidade, abrace a mudança – não resista.

“Siga a sua felicidade e o mundo lhe abrirá portas, onde antes só havia paredes” Joseph Campbell"

10. Esqueça os rótulos

Pare de rotular aquelas pessoas, coisas e situações, as quais não entende, como se fossem esquisitas ou diferentes e tente abrir a sua mente, pouco a pouco. Mentes só funcionam quando estão abertas.

“A mais extrema forma da ignorância é quando rejeita algo, sobre o qual não sabe” - Oscar Wilde



Se Gostou do que Leu, clique G+1 (= Gosto)

sábado, 4 de junho de 2016

Sila Tarot: O cão e a Espiritualidade!


Quando se pergunta, quem é o melhor amigo do homem?

Responde-se de imediato: “O cão!”

Analisando energeticamente o cão, chegamos à seguinte conclusão:

O cão busca sempre no seu ambiente, os locais de maior concentração de energia positiva. Inclusive, na Radiestesia, dizem que a melhor maneira de descobrir o melhor local para se colocar a cama, é deixá-la onde um cão passar a noite no quarto vazio; o local escolhido por ele, para o seu repouso, será sempre a melhor indicação.

Em toda as ocasião é sempre bom estar atento ao seu cão, á sua forma de agir, desde a mais óbvia até á mais inexplicável. Se ele ladra para as paredes e locais vazios, é o momento chave para realizar uma limpeza energética no ambiente.

Quando ele se aconchega a um desconhecido ou se comporta de forma repulsiva também é algo digno de observar e providenciar a limpeza.

Acariciar um cão é como se descarregássemos a nossa energia num íman. O cão é considerado o melhor amigo do homem por ter a alma bela, não guarda rancor do seu dono, afinal ele é fiel até a morte. É um ser desprovido de más energias ou mágoas, e irradia humanidade, perdão, lealdade e compaixão. Um belo exemplo para todos os seres humanos.

Mesmo que se chateie com o seu cão, ralhar ou até mesmo prendê-lo como castigo, quando se reaproxima dele, a sua fidelidade faz com que ele demonstre o amor incondicional, pois conquistou-o uma vez e será para sempre.

Além do convívio e da alegria, este animal presta-nos o favor da limpeza energética, nada nesta terra está desprovido de propósito do Divino.


MARQUE AQUI A SUA CONSULTA: http://www.silatarot.pt/p/contactos.html

Se Gostou do Que Leu, clique G+1 ( = Gosto) 

Sila Tarot: O que é Necessário para Ser Taróloga?


É estar diariamente aberto aos outros!

É ter um pacto de sigilo para a vida toda.

Ser confidente, amiga, psicóloga, protectora nos momentos mais difíceis do outro.

É sem qualquer julgamento, aceitar, mostrando os vários caminhos, sem influenciar.

Por vezes mostrar os obstáculos, sem chocar, ajudando o outro a ser confrontado com o seu "eu" mais profundo.

Mais difícil que tudo isto é não se envolver, conseguindo manter a devida distância, pois é a única maneira de continuar a ajudar, sem influenciar.

Não pensem pois, que o nosso papel é apenas prever.

Nem sempre é fácil falar de temas, que por vezes sentimos que o outro não espera ouvir.

Também não é fácil conviver com determinados obstáculos alheios. Trata-se de um ser humano na sua frente, por vezes com feridas difíceis de sarar, que coloca todas as suas expectativas, medos e desejos, como se houvesse uma varinha de condão para resolver tudo.

Por todas essas razões a Taróloga terá que ser uma pessoa resolvida. Não podemos estar aptos para ajudar ninguém, se não temos capacidade de nos ajudarmos.

Não somos perfeitos, porque ninguém o é, mas no mínimo teremos de ter a capacidade de olhar para dentro e conhecermos-nos a nós próprias, ou na primeira consulente, ou situação difícil, que nos confronte com algum obstáculo nosso, cairemos de rastos. Temos o dever connosco próprias de nos protegermos das situações de sofrimento alheio.

Ser honesto é muito importante e saber até onde ir. Se já fiz tudo o que podia e não consegui ajudar, talvez seja o momento certo para encaminhar a cliente para uma terapia.

Por fim, quero dizer que me sinto muito grata ao Universo por me ter escolhido para este caminho.

É mesmo muito gratificante ajudar o outro a conhecer-se, a crescer, e abandonar os seus medos e limites.

Obrigada ao Universo por ter sempre conseguido ser fiel aos meus princípios, não me deixar corromper pela ambição, ser humilde e ter o desejo constante de ascender.

Obrigada pelas energias que recebo diariamente. O vosso carinho é muito importante para mim! Bem Hajam!

E Sejam Felizes...!



Se Gostou do que Leu, clique G+1 ( = Gosto)