sábado, 29 de outubro de 2016

Sila Tarot: Como Fazer um Ritual ao Seu Anjo da Guarda?

Anjos e Arcanjos são os seres mais próximos de Deus. Cada signo tem seu Anjo mestre. Devemos ancorar (chamar) o nosso anjo uma vez por mês.

Mas, perguntará: “ Os anjos precisam de luz?” Não, mas precisamos de os homenagear para trazer a sua luz até nós. Podemos fazer o pedido, por nós próprios ou para outra pessoa.




Ingredientes

1 Vela do seu Anjo – A côr das velas deve ser de acordo com o pedido;

Fósforos, Isqueiro - Para acender as velas;

Como Fazer

1. Procure um local seguro (para que não ajam acidentes) e acenda a vela;

2. Coloque um copo de água do lado direito da vela. Troque-o todos os dias, orando um “Pai Nosso” e peça ao seu Anjo luz e saúde física, mental e espiritual, ou o seu pedido especifico;

3. Antes de terminar a primeira vela, acenda outra não permitindo que a chama de luz se apague para que ela ilumine a alma da pessoa;

4. Mantenha este ritual por 49 dias consecutivos, quando for um pedido específico.

5. A primeira vela deverá ser do Anjo da pessoa para o equilíbrio da aura. As outras poderão ser brancas de 7 dias, ou a côr conforme o pedido que fôr feito;

Deve mencionar sempre o pedido de forma objectiva e sempre dirigido ao seu Anjo da Guarda.


ATENÇÃO: Deve ser cuidadoso e colocar as velas acesas em local que seja extremamente seguro, para não provocar acidentes, por ex: ( Numa panela, dentro da banheira).


MARQUE AQUI A SUA CONSULTA: http://www.silatarot.pt/p/contactos.html


Se Gostou do que Leu, clique G+1 ( = Gosto)

domingo, 9 de outubro de 2016

Sila Tarot: Sinto que Algumas pessoas "Sugam" as Minhas Energias! Como livrar-se disso?


Quantas vezes se deparou com situações em que, ao contactar com determinada pessoa, sentiu-se ser invadido por uma angústia inexplicável, por uma ansiedade crescente, por um nervosismo quase doentio ou, de repente, começa a bocejar de forma convulsiva?

Então já contactou com um autêntico "vampiro".

Não que lhe tivesse sido sugado o sangue, mas foi-lhe sugada energia por essa pessoa, na maioria das vezes sem intenção consciente. Chama-se a isso vampirismo e é praticado por pessoas carentes de energia vital. A sua carência radica na atitude que têm perante a vida.

São pessoas sem auto-estima, com uma atitude negativa e constantemente crítica em relação a tudo e todos; denotam uma grande necessidade de aceitação e há uma palavra que pronunciam insistentemente: "eu".

Estão sempre "penduradas" em cima das suas "vítimas" enquanto estas não se cansarem de estar sempre a ouvir lamechices, críticas, tristezas e desgraças.

São, portanto, incapazes de olhar o mundo com os olhos de Deus e de descobrirem que a vida é um mar imenso de oportunidades para aprendermos, para evoluirmos e para amarmos. Quando a pessoa de se fecha ao mundo e considera-o essencialmente negativo, desenvolve-se uma atitude espiritualmente cancerígena. Nada sai dela para abençoar o próximo. Quando a energia não flui, quando não é canalizada para algo de bom e produtivo, a pessoa estagna e morre gradualmente, como deixa de evoluir, regride. Quando a pessoa altera a sua perspectiva e descobre que quanto mais se dá ao mundo e aos outros, mais cheia fica e mais se comporta como uma candeia que espalha a sua luz, para aqueles que necessitam de sair das trevas. Nós somos aquilo que pensamos: se pensarmos negativamente, auto-destruímo-nos; se pensarmos positivamente, sempre na esperança de que aquilo que é agora mau se converterá em algo de bom, então crescemos e aproximamos-nos do ideal de perfeição. A escolha é nossa.

Os meios facultados pelo nosso amado Pai Celestial estão à nossa disposição. Está interessado em conhecê-los e em usá-los?

Como mudar a sua atitude?

O meio termo

Saiba que não é assim tão desprezível como se fosse um verme que merece ser esmagado e não é assim tão bom, comparado com o resto do mundo para que se sinta (já) um Deus. No meio está a virtude e a atitude ponderada é a de meio termo: sou um ser com valor, ainda com imperfeições, mas estou a caminho, estou em construção e com a ajuda divina, chegarei a ser aquilo que Deus me pede para ser.

Busque o perdão

Todos nós cometemos erros. Só quando atingirmos o patamar que, por exemplo Jesus Cristo manifestou, então aí poderemos dizer que superámos o pecado. Até lá, temos que a pouco e pouco, ir vencendo essa “doença”, admitindo as nossas culpas, fazendo uma firme decisão de não incorrermos nos mesmos erros e buscarmos o perdão de Deus e a Sua graça para os ultrapassarmos. Como obter o perdão? Busque um sacerdote que o saiba ouvir, aconselhar e peça-lhe que ele lhe comunique o perdão, de acordo com o poder que Cristo deixou à Igreja.


Busque a fé

A fé é um dom de Deus e é a capacidade de acreditar que tudo será melhor, que Deus está no controle das situações e que nós, como Seus filhos, se fluirmos na corrente, estamos destinados ao sucesso. Se não tem fé, peça-a a Deus, tal como pediu Pedro a Cristo.

Ter fé é ter também uma certeza interior inabalável que as coisas que se esperam é como se já tivessem sido alcançadas. Ter fé é antecipadamente agradecer por aquilo que ainda vamos receber.

É chamar pelo nome aquilo que não é, ou que não existe, como se já fosse. Parece loucura? Não, apenas não vemos as coisas ainda no plano físico, mas no plano mental elas já são reais e a seu tempo precipitar-se-ão para o plano palpável.

Ame

A melhor definição de Deus é esta: amor. O amor é a força que impele e que sustenta o Cosmos, é a força que une toda a realidade e todos os seres. Se se quer aproximar de Deus, ame muito e cada vez mais, sem limites, sem condições, sem preconceitos, dando mesmo se necessário a própria vida. Quanto mais amar, mais Deus estará consigo, mais estará próximo de Deus.

Quem desenvolve esta atitude acaba por ser imune às influências negativas, porque gera um escudo de luz à sua volta e se coloca acima dessas baixas vibrações.


MARQUE AQUI A SUA CONSULTA: http://www.silatarot.pt/p/contactos.html


Se Gostou do que Leu, clique G+1( = Gosto)